A mais completa cobertura. Informação com credibilidade. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

sábado, 7 de agosto de 2021

Ipatinga vence a segunda seguida e sobe na tabela de classificação do Módulo 2

Foto: Ascom/Ipatinga

O Ipatinga FC segue na base da reação no Módulo 2 do Campeonato Mineiro. O Tigre na tarde deste sábado derrotou o Guarani em Divinópolis por 2 a 1. O jogo válido pela 7ª rodada da competição. Gabriel colocou o Ipatinga na frente. Brendon igualou para o time do Guarani. Já no apagar das luzes, eis que o Ipatinga conseguiu a vitória com o gol anotado novamente através de Gabriel. O nome do Ipatinga e do jogo. 

O Tigre deixa a zona do rebaixamento com esse resultado e se anima para brigar na parte de cima. O Ipatinga sob o comando do técnico interino Tales Garcia esboçando uma reação. Ele que já mostrou serviço e teria que ser confirmado como comandante do time para o restante da temporada.

Demais resultados desse sábado:

Democrata-GV 2 x 1 Serranense

Tupi 1 x 1 Betim

Democrata-SL 0 x 0 Nacional de Muriaé

Villa Nova 3 x 0 Aymorés

Com lei do ex, Leicester vence Manchester City e conquista Supercopa da Inglaterra

Foto: Catherine Ivill/Getty Images

Na abertura da temporada 2021/22, o campeão da última Copa da Inglaterra levou a melhor sobre os vencedores do Campeonato Inglês. Neste sábado, em Wembley - com capacidade máxima de público permitida -, pela Supercopa, o Leicester venceu o Manchester City por 1 a 0 e conquistou seu bicampeonato no torneio. Iheanacho, atacante de 24 anos revelado pelo time de Manchester, saiu do banco para marcar, aos 43 minutos do segundo tempo, o gol decisivo. O capitão Kasper Schmeichel levantou mais um troféu.

Em um jogo de pouca inspiração, foram do Leicester as melhores chances. No fim do primeiro tempo, Vardy colocou Steffen para trabalhar e ainda acertou a trave. E, aos 41 minutos da etapa final, tudo começou a se definir. O zagueiro Aké falhou e acabou dando carrinho em Iheanacho dentro da área. Dois minutos depois, após muita reclamação do lado rival, o próprio atacante - que substituiu Barnes aos 32 - converteu pênalti em cobrança firme com o pé esquerdo e garantiu a vitória.

Ex-Aston Villa, o meia de 25 anos fez seu primeiro jogo pelo Manchester City. Contratação mais cara da história do futebol inglês - cerca de R$724 milhões - e desejo antigo de Guardiola, o novo camisa 10 entrou no lugar do jovem Edozie aos 19 minutos do segundo tempo, mas teve atuação discreta. A equipe não contou com nomes como Foden, De Bruyne, Sterling e Gabriel Jesus na partida.

Foi a quinta vez nas últimas seis Supercopas em que o campeão da Copa da Inglaterra levou a melhor. Com a conquista, o Leicester agora é bicampeão - também venceu em 1971. O City segue com seis, enquanto o Manchester United, com 21, é o maior vencedor.

No próximo fim de semana, as equipes estreiam pelo Campeonato Inglês. O Leicester recebe o Wolverhampton no sábado, às 11h (de Brasília). O Manchester City visita o Tottenham às 12h30 de domingo.

>> Globo Esporte

Galo procurou Diego Costa, mas atacante prefere continuar na Europa

Foto: Getty Images

O Atlético mantém a intenção de reforçar ainda mais o seu já recheado elenco e, por isso, tenta a contratação do atacante Diego Costa, brasileiro naturalizado espanhol. Uma fonte ligada ao jogador confirma que o Galo fez contato com o atleta. E, além do que já foi divulgado a respeito do alto salário de Diego, um outro fator pode ser um empecilho para que o atacante jogasse no Galo: o desejo de permanecer na Europa, de acordo com a apuração do Super.FC. O atacante quer voltar a atuar no Velho Continente, preferencialmente em clubes do primeiro escalão.

Diego tem 32 anos e já defendeu clubes como Chelsea e Atlético de Madrid e não entra em campo desde dezembro do ano passado. O alto valor do salário do atacante, porém, não impede uma negociação. Diego Costa também tem uma proposta para jogar na Turquia. O desejo do atleta, de acordo com a mesma fonte, é receber R$ 2 milhões por mês, valor superior ao do principal jogador atleticano no momento, Hulk, cujos vencimentos superam R$ 1 milhão.

Vale lembrar que a camisa 9 do Atlético está disponível desde a saída de Diego Tardelli, no final de maio. Nenhum outro atacante voltou a usar o famoso número.

>> O Tempo/SuperFC

Luxemburgo celebra vitória em estreia pelo Cruzeiro e projeta acesso: "Brigar por uma vaga"


Vanderlei Luxemburgo conversa com o auxiliar técnico Maurício Copertino em jogo do 
Cruzeiro — Foto: Jeferson Alves

Após a vitória contra o Brusque, de virada, por 2 a 1, o estreante Vanderlei Luxemburgo não quer saber de olhar para a parte de baixo da tabela. Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 16 pontos e deixou a zona de rebaixamento - agora é 15º colocado. Faltando pouco mais de um turno pela frente, o técnico ainda crê na possibilidade de uma arrancada até o G-4.

Se o resultado deste sábado já não bastasse para este otimismo, a Raposa terá pela frente duas partidas seguidas no Mineirão, contra o Vitória e Sampaio Corrêa.

- Temos um número de jogos suficientes para brigar por uma vaga. Temos que ir jogo a jogo. Agora, temos dois jogos em casa. Primeiro temos que jogar pensando no Vitória, depois no Sampaio, depois no Náutico. É jogo a jogo pra gente ir somando pontos e subir para a parte de cima da tabela.

O treinador também valorizou a força do elenco cruzeirense. Diante do Brusque, foram cinco substituições na etapa final que mudaram o jogo. Claudinho e Felipe Augusto, que saíram do banco de reservas, participaram do gol de empate. Em seguida, Giovanni, outro que entrou no decorrer da partida, selou a virada. Luxemburgo ainda sinalizou que as mexidas no time devem acontecer com frequência.

- Não existe futebol com cinco substituições que você não usa o grupo. Os jogadores que estão jogando hoje sabem que amanhã eles podem sair, entrar outro, fazer revezamento. Você usar cinco substituições no jogo, você dá, praticamente, 50% de gás novo na equipe. Se os caras tiverem ligados, comprometidos, como tem que estar com o trabalho, facilita bastante.

O Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h (de Brasília), em confronto direto com o Vitória, no Gigante da Pampulha. A equipe baiana ainda joga nesta rodada, contra o Vasco. Se vencer, alcança os mesmos 16 pontos dos mineiros.

>> Globo Esporte 

Brasil derrota a Espanha e é bicampeão olímpico no futebol em Tóquio

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Com dose extra de emoção, o Brasil venceu a Espanha por 2 a 1 na manhã deste sábado (7), em Yokohama (Japão), e garantiu o segundo ouro consecutivo do futebol masculino em Jogos Olímpicos. O heroi da final foi o atacante Malcom, que entrou na prorrogação e decidiu. Com o resultado, o país somou seu sétimo ouro nos Jogos de Tóquio, igualando o desempenho no Rio, cinco anos atrás.

Brasil e Espanha fizeram um duelo equilibrado e movimentado desde o início. Aos 15 do primeiro tempo, Diego Carlos salvou em cima da linha o que seria o gol espanhol. Aos 37, após checagem do VAR, foi assinalado pênalti do goleiro Unai Simón em saída atrapalhada da meta, atropelando Matheus Cunha. No entanto, na cobrança, Richarlison chutou por cima do gol, desperdiçando a chance de abrir o placar.

Porém, não demorou para o Brasil conseguir enfim sair na frente. Nos acréscimos da primeira etapa, Daniel Alves salvou um cruzamento de Claudinho que sairia pela linha de fundo. A bola subiu e Matheus Cunha ganhou dos zagueiros espanhois para dominar e chutar com precisão no canto esquerdo do goleiro: 1 a 0.

Na volta para o segundo tempo, a Espanha recuperou o jogo de posse de bola, enquanto o Brasil passou a se focar no contra-ataque. Foi assim que Richarlison quase ampliou. Aos seis minutos, ele recebeu na área, driblou o zagueiro e chutou. O desvio do goleiro Simón foi o suficiente para a bola sair da trajetória das redes e encontrar o travessão.

A Espanha também parou no travessão por duas vezes, até marcar aos 16. Soler cruzou da direita e Oyarzabal, de primeira, finalizou longe do alcance do goleiro Santos.

Daí em diante, a Espanha manteve a posse da bola, criando dificuldades para a seleção brasileira, mas sem conseguir transformar a vantagem em liderança no placar.

Na prorrogação, o técnico André Jardine substituiu Matheus Cunha por Malcom, uma substituição que se mostraria decisiva.

Recuperando o fôlego, o Brasil passou a dominar o jogo, utilizando principalmente o lado esquerdo, com o próprio Malcom e o lateral Guilherme Arana. O lance capital aconteceu aos quatro minutos do segundo tempo da prorrogação.

Malcom recebeu lançamento longo pela esquerda, passou pela marcação ao dominar a bola e saiu na cara do gol. Ele tocou na saída do goleiro para dar a vitória e o ouro ao Brasil.

O gol representou a conclusão de uma história curiosa do atacante de 24 anos. Ele fez parte da lista inicial de Jardine, mas não foi liberado pelo seu clube, o Zenit, da Rússia, por ainda ter uma final a disputar com o time. Posteriormente, com a lesão e o corte de Douglas Augusto às vésperas da viagem para o Japão, ele acabou sendo reconvocado, agora já com a permissão do Zenit. Ele foi o último atleta a se apresentar à seleção para a Olimpíada.

O Brasil, que até 2016 colecionava decepções no futebol masculino em Olimpíadas, agora tem dois ouros. Há cinco anos, o palco foi o Maracanã. E neste sábado, o Estádio de Yokohama, o mesmo onde a seleção conquistou seu último título da Copa do Mundo, em 2002.

>> Agência Brasil

Meia Claudinho, campeão em Tóquio, é anunciado pelo Zenit, da Rússia

Foto: Marco Galvão/CBF

Poucas horas após a conquistar o bicampeonato olímpico com o Brasil nos Jogos de Tóquio (Japão), o meia-atacante Claudinho foi anunciado como novo reforço do Zenit, da Rússia, que fechou acordo com o Red Bull Bragantino. A transferência do jogador, de 24 anos, foi acertada pelo valor de 15 milhões de euros (o equivalente a R$ 92,4 milhões), segundo o clube paulista, que também terá direito a 20% no caso de venda futura.

"O Zenit espera que Claudinho, assim como Malcolm, que se tornou o campeão olímpico em Tóquio, fortaleça a linha central e o poder de ataque do Zenit após a saída de Sebastian Driussi, acrescente variabilidade e dinamismo à equipe - disse Alexander Medvedev, gerente-executivo do clube russo.

Campeão olímpico na manhã deste sábado (7), em sua estreia em Olimpídas, o meia se destacou ano passado na Série A do Campeonato Brasileiro. Foi eleito a revelação e o craque da competição e ainda recebeu o troféu de artilheiro da competição, com 18 gols marcados, mesmo número do atacante Luciano, do São Paulo, também premiado neste quesito. Além disso, foi escolhido para a seleção do campeonato.

>> Agência Brasil

Coloca na conta do Luxa! Que reestreia sensacional! Virada Cabulosa

Divulgação

Foi na base da raça! Isso mesmo. Na base da raça. Fazia tempo que o torcedor do Cruzeiro não via um time tão aguerrido em campo. Na reestreia do técnico Vanderlei Luxemburgo no comando da equipe estrelada veio a vitória por 2 a 1 sobre o Brusque. Detalhe: de virada. O Brusque saiu na frente com Edu; Felipe Augusto e Giovanni anotaram os gols da virada celeste. Os dois jogadores que entraram na etapa final. Ponto para o técnico Vanderlei Luxemburgo. Mexidas que surtiram efeito. O Cruzeiro encerra o jejum de 9 jogos sem vencer na Série B do Brasileiro.
 
BRUSQUE 1 X 2 CRUZEIRO

Motivo: 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Local: estádio Augusto Bauer, em Brusque - Santa Catarina

Data e horário: 07 de agosto, às 11h

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes

Assistentes: Edson Antônio de Sousa e Paulo Cesar Ferreira de Almeida

Brusque

Zé Carlos; Vivico (Nonato), Ianson, Everton Alemão, Airton; Pepê (Alex Ruan) (Claudinho), Zé Mateus, Bruno Alves (Jonatha) e Garcez; Thiago Alagoano (Diego Mathias) e Edu.
Técnico: Jerson Testoni.

Cruzeiro

Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Brock e Jean Victor; Flávio (Giovanni), Ariel Cabral, Rafael Sobis (Marcinho), Wellington Nem (Felipe Augusto) e Bruno José (Claudinho); Marcelo Moreno (Thiago).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols: Edu (Brusque); Felipe Augusto e Giovanni (Cruzeiro)

Cartões amarelos: Nonato, Airton (Brusque); Rafael Sóbis, Flávio, Ariel Cabral, Eduardo Brock, Felipe Augusto (Cruzeiro)

sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Galo vai pegar o Fluminense nas quartas da Copa do Brasil; histórico é favorável

Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

O Atlético vai enfrentar o Fluminense nas quartas de final da Copa do Brasil. Em sorteio realizado na tarde desta sexta-feira (6), pela CBF, os dois times que também disputam a Libertadores irão se encontrar na próxima fase da competição eliminatória.

Se depender do retrospecto no torneio, o torcedor atleticano pode se animar. As duas equipes se enfrentaram apenas uma vez pela Copa do Brasil. Pelas quartas de final da competição de 2000, o Galo avançou às semifinais após empatar em 3 a 3, no Rio, e em 2 a 2, em Belo Horizonte.

Em mata-matas, o Galo também leva a vantagem. A equipe alvinegra já eliminou o Tricolor carioca pela Copa Conmebol, em 1992, em 1993, e pela Copa do Brasil de 2000.

Os demais confrontos das quartas de final da Copa do Brasil são:

Santos x Athletico

Grêmio x Flamengo

São Paulo x Fortaleza

>> O Tempo/SuperFC

Cruzeiro divulga primeira lista de relacionados da terceira Era Vanderlei Luxemburgo

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O técnico Vanderlei Luxemburgo divulgou a primeira lista de relacionados nesta terceira passagem pelo Cruzeiro. As novidades ficam por conta do retorno do lateral-direito Geovane, recuperado de lesão na coxa direita, e do goleiro Lucas França, de volta de um empréstimo do Guarani.

Por outro lado, a Raposa não terá o lateral-direito Norberto, suspenso, para o duelo deste sábado (7), às 11h, contra o Brusque, no estádio Augusto Bauer, pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Seguem fora por conta de problemas de ordem médica o lateral-direito Cáceres, o zagueiro Rhodolfo e os volantes Lucas Ventura e Henrique.

Confira a lista de relacionados para o jogo contra o Brusque

Goleiros: Fábio, Lucas França e Vinícius

Laterais: Geovane e Jean Victor

Zagueiros: Eduardo Brock, Léo Santos e Ramon

Meio-campistas: Ariel Cabral, Claudinho, Flávio, Giovanni, Marcinho, Matheus Neris e Rômulo

Atacantes: Bruno José, Felipe Augusto, Marcelo Moreno, Rafael Sóbis, Thiago e Wellington Nem

>> Hoje em Dia 

Cuca vai poupar jogadores contra o Juventude em duelo pelo Brasileiro

Após avançar às quartas de final da Copa do Brasil, o Atlético agora tem pela frente o Juventude, pelo Campeonato Brasileiro. Depois, o embate de ida das quartas de final da Libertadores com o River Plate, na Argentina. E o técnico Cuca, visando a competição continental, vai poupar jogadores no duelo pelo torneio nacional.

"Cada jogo é uma história, e foi um jogo de muita disputa (contra o Bahia), então, o desgaste foi muito grande. É outro jogo para a gente fazer valer a força do grupo, avaliar junto com a fisiologia e a preparação física os jogadores, nem trata-se de preservar, trata-se de pensar no próximo jogo, aquele que vai estar na melhor condição, mais próximo dos 100% para colocar uma equipe competitiva e, se Deus quiser, conseguir mais uma vitória", disse Cuca, em entrevista coletiva.

Poupar jogadores, no entanto, não significa menosprezo ao adversário. O Juventude tem a oitava melhor campanha como mandante do Brasileiro, e Cuca sabe que o duelo no Alfredo Jaconi, neste domingo (8), às 16h (de Brasília), será difícil. "Vai ser jogo complicado e existe toda essa logística de volta, ida para Caxias, adversário que não jogou no meio de semana, que se prepara para jogar com a gente, e a gente tem que passar por todas essas adversidades."

Segundo colocado do Brasileiro, o Galo está apenas um ponto atrás do líder Palmeiras. O Juventude ocupa o 13º posto da competição. O duelo com o River, que faz Cuca poupar jogadores no Sul do Brasil, será três dias depois do embate no fim de semana, na quarta-feira (11), no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, na Argentina.

>> Hoje em Dia 

Seleção masculina de futebol do México fica com o bronze

O México conquistou a medalha de bronze no futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta sexta-feira, ao derrotar o Japão, por 3 a 1, no Saitama Stadium. O ouro será definido, neste sábado, no duelo entre Brasil e Espanha, em Yokohama.

A partida foi muito disputada, com as duas equipes procurando o ataque desde o início. O México, mais experiente, aproveitou melhor as oportunidades e abriu 2 a 0.

O primeiro gol mexicano foi marcado, aos 17 minutos do primeiro tempo, por Cordova, ao converter cobrança de pênalti. Aos 22, o mesmo Cordova bateu escanteio e Vasquez, de cabeça, ampliou a vantagem.

No segundo tempo, o Japão foi ao ataque, mas o México fez o terceiro gol. Em nova cobrança de escanteio de Cordova, Vega, de cabeça, fez belo gol, deixando os mexicanos muito próximos do pódio.

Mas os anfitriões reagiram, após a entrada de Mitoma. Driblador e agressivo, o atacante fez belas jogadas e animou a seleção da casa. Aos 33 minutos, o atleta passou pela marcação de três adversários e concluiu sem chances para o experiente goleiro Ochoa.

No minutos finais, o México recuou e o Japão poderia ter empatado a partida, mas Doan, Kubo e Mitoma desperdiçaram boas oportunidades.

Ao final do jogo, a alegria dos mexicanos contrastou com a tristeza profunda dos japoneses, inconformados com o fato de não terem conseguido uma medalha olímpica em casa.

>> Estadão Conteúdo

quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Grupo de empresários notifica o Cruzeiro e cobra R$ 330 milhões de indenização por rescisão de Dedé

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O Cruzeiro foi notificado, extrajudicialmente, a pagar R$ 330 milhões referente à cláusula indenizatória do contrato do zagueiro Dedé. A cobrança – considerada pelos cobradores como a maior da história do futebol brasileiro - é do Grupo D.I.S e da GT Sports, além de dois empresários (Marcos Vinícius Secundino e Giscard Salton), que participaram da aquisição dos direitos econômicos do defensor, em 2013, quando ele chegou à Raposa.

O documento é datado dessa quarta, e os empresários atribuíram o prazo de até cinco dias para o Cruzeiro realizar o pagamento do valor para evitar que a situação seja discutida na Justiça. O que provavelmente acontecerá.

Em 2013, quando o Cruzeiro contratou Dedé pagando R$ 7,758 milhões ao Vasco, ficou definido que o zagueiro teria 97% dos direitos econômicos presos ao grupo D.I.S e os outros 3% ao clube Villa Rio. Naquele momento, terceiros poderiam ter participação nos direitos de atletas.

Logo depois, os direitos econômicos de Dedé foram redivididos: 51,91% do fundo de investimentos DIS, 6,5% da GT Sports Assessoria, 30,5% nas mãos de Marcos Vinícius Sánchez Secundino, um dos proprietários da empresa farmacêutica EMS, e 11,09% com o empresário Giscard Salton, que repassou o direito à empresa da qual é sócio: EAS Agência de Atletas Ltda.

Também ficou definido que, em caso de rescisão antecipada e unilateral do contrato, ou caso Dedé tivesse a rescisão indireta do vínculo na Justiça, o Cruzeiro ficaria obrigado a pagar o valor referente à cláusula indenizatória esportiva. No caso de Dedé, do último contrato, no valor de R$ 330 milhões.

Caso o CRUZEIRO rescinda de forma antecipada o Contrato Desportivo firmado com o ATLETA, ou qualquer outro que venha a substituí-lo, sem a anuência da DIS, de MARCUS, da GT e de SALTON, exceto se por justa causa; ou ainda caso o ATLETA, obtenha judicialmente a rescisão indireta de seu contrato especial de trabalho desportivo, com a consequente perda dos Direitos Federativos pelo CRUZEIRO, ocasião na qual a DIS, MARCUS, GT e SALTON perderão os Direitos Econômicos de sua titularidade, o CRUZEIRO, ficará obrigado a pagar às referidas Partes uma indenização no valor correspondente à maior cláusula indenizatória desportiva (cláusula penal) pactuada no Contrato Desportivo, calculada de forma proporcional aos percentuais dos Direitos Econômicos de titularidade de cada uma das referidas Partes (...). - diz parte do acordo.

E é neste último ponto, na rescisão contratual obtida por Dedé, que os empresários tomaram como base para notificar o Cruzeiro extrajudicialmente. Os termos do acordo de 2013 também constam no relatório da Kroll, encomendado pelo Cruzeiro ano passado e entregue à Polícia Civil para servir como base nas investigações de irregularidades no clube.

Segundo a defesa dos empresários, formada pelos advogados Carlos André de Freitas Lopes e Filipe Robles Ribeiro, e também o relatório da Kroll, o acordo valeria mesmo com futuras renovações de Dedé e Cruzeiro, o que ocorreu.

Em 2013, terceiros ainda eram permitidos participarem da divisão dos direitos econômicos de atletas. A partir de 1º de maio de 2015, ficou vetada a participação segundo circular distribuída pela Fifa. Desde então, a entidade máxima do futebol não reconhece mais essas participações.

O Cruzeiro foi procurado pela reportagem, mas ainda não se manifestou sobre o assunto.

>> Globo Esporte 

Resumo da madrugada do Brasil nas Olimpíadas

Foto: Rede do Esporte

A madrugada em Tóquio continuou rendendo medalhas para o Brasil. Dessa vez com Pedro Barros, que conquistou a prata no skate park. Outras duas medalhas da mesma cor foram garantidas com Bia Ferreira e Hebert no boxe, que podem ainda se transformar em ouro em breve. Confira um resumo do que aconteceu:

Skate

Tal qual no street, o Brasil foi representado no skate park: Pedro Barros, de 26 anos, foi prata na categoria masculina. O australiano Keegan Palmer arrematou o ouro; o bronze ficou com o norte-americano Cory Juneau.

Outros dois brasileiros estavam na corrida para o pódio: Pedro Quintas e Luiz Francisco, o Luizinho. Eles ficaram, respectivamente, como oitavo e quarto colocados – este último não conseguiu a medalha apenar por apenas um ponto.

Boxe

Fazendo jus às expectativas, Beatriz Ferreira e Hebert Conceição não se contentaram com os bronzes já garantidos e mudaram a cor das medalhas. Agora, as pratas já estão certas. E, de acordo com a dupla baiana, isso ainda não é o suficiente, eles vão com tudo para o ouro.

No peso-médio masculino (até 75kg), Hebert irá enfrentar Oleksandr Khyzhniak, da Ucrânia, na madrugada de sexta-feira para sábado, às 2h45. Representando o peso-leve feminino (até 60kg), Bia vai encarar a irlandesa Kellie Harrington, na madrugada de sábado para domingo, às 2h. Além dos dois, Abner Teixeira levou o bronze.

Vôlei masculino

Apesar do início promissor, a seleção de Renan Dal Zotto registrou um declínio histórico em quadra, que resultou em um placar de 3 sets a 1 para o Comitê Atletas Russo, com parciais de 18/25, 25/21, 26/24 e 25/23. Isso sem contar uma virada inacreditável a quem assistia, quando os rivais converteram uma pontuação de 20 a 12.

O ouro já não é mais uma possibilidade no horizonte, mas o bronze ainda pode acontecer. O Brasil irá jogar contra quem for derrotado na partida entre França e Argentina, que ocorre na madrugada de sexta-feira para sábado, às 1h.

Atletismo

O revezamento 4x100m masculino do Brasil está fora das finais em Tóquio. A equipe formada por Rodrigo Nascimento, Felipe Bardi, Derick Silva e Paulo André ficou em quinto na série, com 38s34, e acabou em 12º no geral. Os três primeiros de cada série, além dos dois melhores tempos entre as demais equipes, foram à final. No revezamento feminino, o Brasil ficou na mesma quinta colocação em série, e também não avança.

O brasileiro Darlan Romani ficou em quarto lugar na final do arremesso de peso, em prova que teve recorde olímpico batido pelo americano Ryan Crouser, que já era dono da marca.

Pentatlo moderno

No primeiro dia de provas, a brasileira Ieda Guimarães ficou na 30ª colocação. Ela acumulou 184 pontos, com 14 vitórias, 21 derrotas e dois empates na esgrima. Compõem o pentatlo moderno também a natação, o hipismo, o tiro e a corrida. As provas terão continuidade na madrugada desta sexta-feira (horário de Brasília).

>> O Globo

Vanderlei Luxemburgo desembarca em BH para assumir o Cruzeiro pela terceira vez na carreira

Foto: Roger Casé

Vanderlei Luxemburgo desembarcou no Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no fim da noite desta quarta-feira. O treinador chega para reassumir o comando do Cruzeiro, no lugar de Mozart, que deixou o clube na semana passada.

A agenda de Luxemburgo, nesta quinta-feira, está cheia. Pela manhã, ele estará na Toca da Raposa, onde será apresentado e comandará o treino do Cruzeiro, que antecede a viagem da equipe para Santa Catarina. No sábado, o time mineiro enfrenta o Brusque, às 11h (de Brasília). A partida, válida pela 16ª rodada da Série B, vai marcar a reestreia do treinador.

Luxemburgo teve compromissos pessoais nessa quarta-feira, mas mandou o auxiliar para a Toca antes de chegar. Maurício Copertino, integrante da comissão de Luxa, foi o responsável por comandar o treino dos jogadores cruzeirenses nessa quarta. Sob o olhar do novo comandante, o time só terá a atividade desta quinta, em Belo Horizonte, antes da viagem para Santa Catarina.

Além de Copertino, o técnico também trouxe Antônio Mello, preparador físico. Outra requisição de Luxemburgo foi a contratação de Ricardo Rocha como diretor técnico do clube, pedido prontamente atendido pela diretoria. O ex-jogador chega na segunda-feira a Belo Horizonte.

A terceira passagem de Luxemburgo pelo Cruzeiro será no momento mais delicado da história do clube, que completou 100 anos em janeiro. A Raposa vive uma dramática crise administrativa e técnica desde meados da temporada 2019.

O time está, pelo segundo ano seguido, na Série B. Na edição de 2021, o Cruzeiro completou, contra o Londrina, nove jogos seguidos sem vitória (seis empates e três derrotas). Com apenas 13 pontos em 15 rodadas e em 18º lugar da tabela, a briga da equipe, neste momento, é contra o rebaixamento à Série C.

Vanderlei Luxemburgo foi treinador do Cruzeiro entre 2002 e 2004, quando entrou para a história do clube com a conquista da Tríplice Coroa em 2003 (Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Brasileirão). Foram 107 jogos, 68 vitórias, 22 empates e 17 derrotas.

Luxemburgo voltou à Toca da Raposa em junho de 2015. Foram apenas 19 jogos, com 10 derrotas, três empates e seis vitórias. Ele não resistiu aos maus resultados e foi demitido no fim de agosto daquele ano, sendo substituído por Mano Menezes.

>> Globo Esporte

Atlético perde para o Bahia, mas usa vantagem e avança na Copa do Brasil

Foto: Jhony Pinho/AGIF

O Atlético não fez um grande jogo, mas está classificado às quartas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana, o Galo perdeu por 2 a 1 para o Bahia, mas garantiu a vaga graças ao triunfo por 2 a 0 no primeiro jogo, no Mineirão. Na etapa inicial, Rossi e Juninho Capixaba marcaram pelo Tricolor. Na etapa final, o chileno Eduardo Vargas saiu do banco de reservas para balançar as redes e colocar o Alvinegro na próxima fase.

O time alvinegro foi dominado no primeiro tempo. A escalação do técnico Cuca, com três volantes e três atacantes, não deu certo. O Galo acabou levando dois gols e pouco atacou. Na etapa final, o treinador acionou Vargas, Nacho e Dylan, que ajudaram a mudar o panorama da partida e levaram o Galo à classificação.

O Atlético conhecerá seu próximo adversário na sexta-feira, em sorteio que será realizado às 15h. Fluminense, Grêmio, Fortaleza, Athletico-PR e São Paulo já estão garantidos. Flamengo e Santos golearam no jogo de ida e devem confirmar as classificações contra ABC e Juazeirense, respectivamente.

Os dois times voltarão a campo no fim de semana para a disputa do Campeonato Brasileiro. No domingo, às 16h, o Atlético visita o Juventude. Um dia antes, às 21h, o Bahia joga fora de casa contra o Cuiabá.

BAHIA 2 X 1 ATLÉTICO

Bahia

Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Patrick de Lucca (Lucas Araújo, 12/2°T), Lucas Mugni (Thonny Anderson, 31/2°T) e Daniel; Rossi (Óscar Ruiz, 38/2°T), Gilberto e Rodriguinho (Ronaldo, 39/2°T)

Técnico: Dado Cavalcanti

Atlético

Everson; Mariano (Guga, 30/2°T), Réver, Junior Alonso e Dodô; Allan, Jair (Neto, 49/2°T)e Tchê Tchê (Nacho, no intervalo); Savarino (Dylan, no intervalo), Sasha (Vargas, no intervalo) e Hulk

Técnico: Cuca

Gols: Rossi, 11/1°T; Juninho Capixaba, 53/1°T; Eduardo Vargas, 17/2°T

Cartões amarelos: Nacho Fernández, 6/2°T; Eduardo Vargas, 18/2°T; Dylan, 20/2°T; Rossi, 32/2°T; Everson, 33/2°T; Luiz Otávio, 38/2°T; Thonny Anderson, 40/2°T; Allan, 44/2°T

Motivo: jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil

Estádio: Joia da Princesa, em Feira de Santana

Data: quarta-feira, 4 de agosto

Horário: 21h30

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli (SP)

VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)

>> Superesportes

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Galo vai entrar com ação no STJD para ter público no Brasileiro e Copa do Brasil

Divulgação

O departamento jurídico do Atlético já se prepara para ingressa no STJD nesta quinta-feira (5) o pedido para ter liberada a presença de torcedores em seus jogos como mandante pelo Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, caso avance esta noite diante do Bahia.

O clube já tem preparada toda a logística de retorno de público aos seus jogos, já que na partida de volta das quartas de final da Libertadores, no próximo dia 18, o Galo receberá o River Plate com a presença de 30% da capacidade total do Mineirão, após a liberação da Conmebol.

Na última semana, a Prefeitura de Belo Horizonte sinalizou a possibilidade de retorno dos torcedores de Atlético, Cruzeiro e América aos jogos de seus respectivos clubes.

Nesta quarta-feira (4), o Flamengo obteve liberação do STJD para mandar seus jogos pelas competições organizadas pela CBF com a presença de seus torcedores em jogos como mandante.

O Cruzeiro já havia conseguido tal feito na semana passada. E o clube celeste pagará a punição de cinco partidas sem torcida nos próximos jogos. A punição se deve aos problemas ocorridos no último jogo do clube pela Série A, contra o Palmeiras, que decretou o rebaixamento celeste.

>> O Tempo/SuperFC

Tóquio: seleção feminina de vôlei vence e avança para a semifinal

Foto: Reprodução/Twitter

Invicta, a seleção brasileira de vôlei feminino venceu nesta quarta-feira (4) o Comitê Olímpico Russo (ROC, na sigla em inglês) por 3 sets a 1 e avançou às semifinais da Olimpíada de Tóquio. A partida teve parciais de 23/25, 25/21, 25/19 e 25/22. O confronto aconteceu na Arena de Ariake, na capital Tóquio.

Na próxima fase, a seleção brasileira vai duelar com a Coreia do Sul, que foi derrotada pelo Brasil na fase de grupos por 3 sets a 0. O confronto será realizado na sexta-feira (6).

Na primeira fase, as brasileiras terminaram na liderança do Grupo A. Além das coreanas, compunham a chave a República Dominicana, Japão, Sérvia e Quênia. Nestes confrontos, foram apenas três sets perdidos, dois para as dominicanas e um para as sérvias.

No masculino, a seleção brasileira de vôlei também vai encarar o Comitê Olímpico Russo na madrugada desta quinta-feira (5), à 1h (horário de Brasília). A semifinal será disputada na Arena de Ariake.

>> Agência Brasil

América segue se preparando para o duelo contra o Fluminense

Divulgação

Nesta quarta-feira, o elenco do América completou mais um dia de preparação para o duelo contra o Fluminense-RJ, neste domingo, às 16h, na Arena Independência. A partida é válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.
 
A manhã no CT Lanna Drumond iniciou com aquecimento supervisionado pelo Núcleo de Performance do Coelho, focado na mobilidade e reflexo, realizada com um jogador de frente para o outro, em que o objetivo é acertar o lado que o adversário irá escolher para sair.
 
Paralelamente, os goleiros realizavam atividades específicas sob o comando dos preparadores Marcos Gontijo e Silvio Jardim.
 
Na sequência, os jogadores foram divididos em dois grupos para realizar exercícios de um contra um. A atividade é realizada com dois jogadores que, durante 15 segundos, se enfrentam e precisam manter a posse de bola e marcar gols, auxiliando na velocidade, capacidade de roubar bola e finalização.

Após os trabalhos do dia, a equipe americana foi liberada para o almoço no CT Lanna Drumond. O elenco se reapresenta nesta quinta-feira, às 15h30, para mais um dia de trabalho com foco no próximo compromisso.

>> Site oficial

Arturo Vidal na mira do Flamengo, segundo informa jornalista

Divulgação

Especulado no Flamengo em diversas oportunidades, Arturo Vidal já deu inúmeras demonstrações de carinho pelo Rubro-Negro e, por várias vezes, reforçou o desejo de defender o Manto Sagrado. Apesar das muitas declarações do chileno, nunca houve nada de concreto com o Mengo.

No entanto, as coisas podem mudar. Isso porque, segundo o jornalista português Pedro Almeida, o Fla abriu conversas para a contratação do volante.

>> Coluna do Flamengo

Imprensa chilena coloca Marcelo Moreno bem próximo de um acerto com o Colo-Colo

Divulgação

O atacante Marcelo Moreno, do Cruzeiro, segue na mira do Colo Colo. De acordo com o site 'En Cancha', o time chileno está cada vez mais próximo de contratar o boliviano de 34 anos. Apesar das informações vindas de Santiago, o experiente atleta disse na última segunda-feira que não recebeu nenhuma proposta oficial.

"O principal objetivo da diretoria do Colo Colo é a contratação do atacante Marcelo Moreno, a obsessão do treinador Gustavo Quinteros", noticia o 'En Cancha'. "Os passos que estão dando o Cacique para ficar com Marcelo Moreno estão cada vez mais adiantados", acrescenta.

A publicação diz que nos próximos dias pode haver novidade positiva para o time chileno e destaca que as negociações estão ocorrendo de maneira sigilosa.

>> Superesportes

Democrata joga com torcida em casa pela primeira vez no ano; clube anuncia venda de ingressos

Foto: Divulgação
Depois de quase um ano e meio, o Democrata vai voltar a ter público no estádio José Mammoud Abbas. No próximo sábado, dia 7, a Pantera joga contra o Serranense pelo Mineiro do Módulo II, às 15h.

O clube vai colocar 599 ingressos à venda, somente na quinta e sexta-feira, dias 5 e 6, no próprio estádio. Não haverá venda de ingressos no dia da partida.

O último jogo do Democrata com a presença da torcida no Mamudão foi no dia 24 de fevereiro do ano passado.

Nesta temporada, o time já jogou com presença de público, mas foi fora de casa. No último sábado, dia 31, em Betim, quando empatou em 1 x 1.

O retorno do público aos estádios em Minas Gerais foi possível depois que a Federação Mineira de Futebol criou um protocolo de segurança para a prevenção à covid-19.

Para ter a presença do público, o clube mandante tem que cumprir várias exigências, como fazer o controle de acesso ao estádio e aferição da temperatura corporal de todas as pessoas que entrarem. Os torcedores são obrigados a usar máscaras.

Com o número de 599 ingressos disponibilizados para a próxima partida, o torcedor não vai precisar comprovar que se vacinou nem apresentar testes de Covid. Porém, mulheres grávidas e menores de dezoito anos não vão poder entrar no estádio.

Confira os ingressos disponíveis e os preços:

Cadeira - 100 disponíveis - R$ 80

Arquibancada de concreto - 150 disponíveis - R$ 60

Arquibancada metálica - 349 disponíveis - R$ 50

>> Globo Esporte

Galo se garante na defesa e espera ataque inoperante do Bahia para avançar

Divulgação

Em busca de confirmar a classificação às quartas de final da Copa do Brasil, o Atlético terá pela frente um Bahia que vive seu pior momento na temporada. Já abatido depois de perder o primeiro jogo por 2 a 0, no Mineirão, o Tricolor agora recebe o Galo no Joia da Princesa, em Feira de Santana, nesta quarta-feira (4), às 21h30, precisando fazer o que não faz há mais de dois meses: vencer por três gols de diferença. Do outro lado, o Galo, com a defesa consolidada, só quer confirmar a classificação e embolsar R$3,4 milhões de premiação.

Após uma sequência de dois jogos com domínio total atleticano (3 a 0 pelo Brasileirão e 2 a 0 pelo primeiro jogo da Copa do Brasil), as duas equipes voltam a se enfrentar em uma partida decisiva. Apesar da importância do jogo, o Bahia não deve complicar o desejo atleticano de avançar. O Tricolor precisa de, pelo menos, uma vitória por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis e pensar na classificação.

Além da boa fase do Galo, que vive uma sequência de 10 jogos sem perder e com apenas três gols sofridos, o clube alvinegro tem a seu favor a má fase do time baiano, que não vence há cinco partidas - mesmo número de jogos que não balança as redes.

Comandado por Dado Cavalcanti, o Bahia chega para esse confronto precisando vencer o Atlético por três gols de diferença para se classificar sem as penalidades, o que não acontece desde o fim de maio, quando o Tricolor bateu o Santos por 3 a 0, pelo Brasileirão.

Para esta partida, o Galo não poderá contar o zagueiro Nathan Silva, que já disputou a competição pelo Atlético-GO, nem com o lesionado Matias Zaracho, que vinha sendo titular na equipe de Cuca, com um esquema de quatro atletas jogando no meio de campo. Com isso, o treinador pode optar por escalar um atacante a mais, voltando, então, ao sistema 4-3-3.

Uma das opções para compor o trio ofensivo com Hulk e Savarino é o atacante Eduardo Vargas, que fez boa partida no domingo (1º), pelo Brasileirão. “A gente tem uma vantagem boa, ganhamos de 2 a 0 aqui, mas não está nada definido ainda. O Bahia lá é forte e a gente vai ter que se preparar para ganhar. Eu me sinto bem nas três (posições no ataque). Na ponta esquerda ou direita, como centroavante. A verdade é que não tenho muitas complicações em relação a isso”, disse o atacante Vargas.

Bahia x Atlético

Motivo: jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil

Data: quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Local: estádio, Feira de Santana

Horário: 21h30

Provável Atlético: Everson; Mariano, Réver, Junior Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê e Nacho 
Fernández; Hulk, Vargas e Savarino

Provável Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Ligger e Juninho Capixaba; Edson, Patrick de Lucca e Thonny Anderson; Rossi, Rodriguinho e Gilberto.​ Técnico: Dado Cavalcanti.

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (CBF, SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA, SP) e Daniel Paulo Ziolli (CBF, SP)

VAR: José Cláudio Rocha Filho (CBF, SP)

>> O Tempo

Mais Um! Demitido no ano passado, Ney Franco aciona o Cruzeiro na Justiça e pede R$ 600 mil

Foto: Divulgação

O técnico Ney Franco acionou o Cruzeiro na Justiça pedindo o pagamento R$ 636 mil. O treinador comandou o time celeste em sete jogos no ano passado e foi demitido após pouco mais de um mês no cargo.

Na ação, o ex-comandante da Raposa reivindica verbas rescisórias, o salário de setembro de 2020, FGTS não recolhido, além de multas relacionadas à Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Ney relata no documento que firmou contrato com o clube de 9 de setembro de 2020 a 31 de janeiro de 2021, mas que o vínculo foi rescindido no dia 12 de outubro do ano passado. Na ocasião, segundo o técnico, foi firmado um acordo para o pagamento parcelado do salário atrasado, de verbas rescisórias e de FGTS não depositado, no valor total de R$ 323 mil.

Entretanto, diz o treinador, nada foi pago até o momento. Ele pede, então, a anulação do acordo feito com o Cruzeiro e que o pedido de R$ 636 mil seja aceito pela Justiça.

Demissão

O anúncio da demissão de Ney Franco foi feito pelo presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, no dia 11 de outubro do ano passado, após um empate sem gols com o Oeste, então lanterna da Série B, em Barueri.

Com o treinador, a equipe celeste disputou sete jogos, perdeu quatro, venceu dois e empatou um, tendo um aproveitamento de 33,33%. No dia da demissão, a Raposa ocupava penúltima posição na tabela.

>> Rádio Itatiaia

terça-feira, 3 de agosto de 2021

Sem receber grande parte dos salários, Felipão aciona Cruzeiro na Justiça

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Com pendências salariais no período em que esteve à frente do clube - outubro de 2020 a janeiro de 2021 -, o técnico Luiz Felipe Scolari acionou o Cruzeiro na Justiça do Trabalho. A informação do jornal O Tempo foi confirmada pelo Superesportes. O conteúdo do processo e o valor da causa estão sob sigilo.

Em três meses e meio na Toca, Felipão recebeu apenas uma remuneração. Quando deixou a Raposa, na reta final da Série B, ele concordou em parcelar as cifras pendentes por um longo período. A diretoria, contudo, não cumpriu o combinado.

Vale lembrar que o contrato de Luiz Felipe com o Cruzeiro iria até dezembro de 2022. Por opção, o treinador fez acordo para sair do clube em meio às discordâncias da forma de condução do departamento de futebol.

Felipão foi importante para ajudar o time celeste a se livrar do rebaixamento à terceira divisão. Em 21 jogos na Série B de 2020, obteve nove vitórias, oito empates e quatro derrotas, com pouco mais de 55% de aproveitamento.

Com Scolari, o Cruzeiro saiu do penúltimo lugar, na 16º rodada (13 pontos), e pulou para o 12º, na 37ª (48). Em dado momento, os torcedores chegaram a sonhar com o acesso, embora o treinador tenha deixado bem claro que a briga era pela permanência na Série B.

Hoje aos 72 anos - completará 73 em novembro -, Felipão tenta tirar o Grêmio do Z4 do Brasileirão. Com dois jogos a menos que grande parte dos clubes, o tricolor gaúcho é o 19º, com apenas sete pontos (1 vitória, 4 empates e 7 derrotas).

Considerando apenas o desempenho de Scolari, o Grêmio ganhou um jogo, empatou dois e perdeu um no Brasileirão. Na Copa Sul-Americana, foi eliminado pela LDU, nas oitavas de final. Já na Copa do Brasil, superou o Vitória, também nas oitavas.

>> Superesportes

Luxemburgo fecha comissão e quer Ricardo Rocha no futebol do Cruzeiro

Reprodução

Contratado pelo Cruzeiro até dezembro de 2022, Vanderlei Luxemburgo fechou o "pacote" da comissão técnica ao indicar o auxiliar Maurício Copertino e o preparador físico Antônio Mello. O primeiro não chegou a um acordo para dirigir o time sub-23 do Santos, de acordo com a Gazeta Esportiva, enquanto o segundo fez parte de vários trabalhos da carreira de Luxa, como a própria conquista da Tríplice Coroa pela Raposa, em 2003.

Além de Copertino e Mello, Luxemburgo quer Ricardo Rocha, ex-zagueiro da Seleção Brasileira, no cargo de diretor técnico de futebol, exercido anteriormente por Deivid. A informação foi divulgada pelo jornalista Heverton Guimarães no programa Os Donos da Bola, da TV Bandeirantes.

Com passagens por Santa Cruz, Guarani, Sporting de Portugal, São Paulo, Real Madrid, Santos, Vasco, Fluminense e Flamengo, Ricardo Rocha integrou a delegação que conquistou o tetra da Copa do Mundo em 1994. Ele sofreu uma lesão muscular na vitória por 2 a 0 sobre a Rússia, pelo jogo de estreia da fase de grupos, e não se recuperou a tempo de voltar a atuar na competição. Em seu lugar, o técnico Carlos Alberto Parreira colocou Aldair, que fez dupla com Márcio Santos. A outra opção era Ronaldão.

Após pendurar as chuteiras em 1998, Ricardo Rocha teve experiências nas funções de técnico (Santa Cruz e CRB), coordenador (São Paulo) e assessor de futebol (Criciúma), porém foi diante de microfones e câmeras que ganhou notoriedade. Hoje aos 58 anos, o ex-defensor trabalhou como comentarista na Rádio Globo/CBN, nos canais SporTV e Fox Sports e na emissora TV Record.

Procurado pelo Superesportes, Ricardo não atendeu aos telefonemas e nem respondeu as mensagens. Se aceitar o convite do Cruzeiro, o ex-zagueiro atuará diretamente com a comissão técnica e o grupo de atletas no dia a dia de treinos na Toca e jogos na Série B do Campeonato Brasileiro. Por sua vez, o executivo Rodrigo Pastana continuará envolvido em questões administrativas juntamente com o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

>> Superesportes

OFICIAL! Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Cruzeiro

Divulgação

Um dos profissionais mais vencedores da história centenária do Cruzeiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo está de volta ao Clube Celeste. O treinador de 69 anos assina com a Raposa e chega com o objetivo imediato de comandar a recuperação do time cinco estrelas dentro da Série B do Campeonato Brasileiro.

Nascido em Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro, Vanderlei Luxemburgo começa agora a sua terceira passagem pelo Cruzeiro. Técnico da equipe azul e branca entre 2002 e 2004 e em 2015, o treinador registra 126 jogos à frente do clube, com 74 vitórias, 25 empates e 27 reveses.

Foi com Luxemburgo que o Cruzeiro conquistou a inédita Tríplice Coroa, em 2003. Naquele ano, a Raposa faturou o Campeonato Mineiro, o tetracampeonato da Copa do Brasil e o segundo título Brasileiro.

Vanderlei Luxemburgo coleciona em sua carreira inúmeros troféus. São cinco Campeonato Brasileiro Série A (1993, 1994, 1998, 2003, 2004), um da Série B (1989), um da Copa do Brasil (2003), além de vários estaduais, sendo o Paulista de 2020 o último faturado por ele, quando dirigia o Palmeiras. Também conquistou a Copa América de 1999 e o Torneio Pré-Olímpico Sub-23 de 2000 pela Seleção Brasileira.

A chegada do novo técnico do Cruzeiro deverá acontecer na próxima quinta-feira, 5 de agosto.

FICHA TÉCNICA

Nome completo: Vanderlei Luxemburgo da Silva

Nascimento: 10/05/1952

Naturalidade: Nova Iguaçu-RJ

Carreira: Campo Grande-RJ (1983), Rio Branco-ES (1983), Al-Ittihad – Arábia Saudita (1983/1984), Friburguense-RJ (1984), Democrata-GV (1985), Fluminense (1986), América-RJ (1987), Al-Shabab – Arábia Saudita (1987/1988), Bragantino (1989 a 1990), Flamengo (1991), Guarani-SP (1991), Ponte Preta (1992 a 1993), Palmeiras (1993 a 1994), Flamengo (1995), Paraná (1995), Palmeiras (1995 a 1996), Santos (1997), Corinthians (1998), Seleção Brasileira (1998 a 2000), Corinthians (2001), Palmeiras (2002), Cruzeiro (2002 a 2004), Santos (2004), Real Madrid-ESP (2004/2005 e 2005/2006), Santos (2006 a 2007), Palmeiras (2008 a 2009), Santos (2009), Atlético-MG (2009 a 2010), Flamengo (2010 a 2012), Grêmio (2012 a 2013), Fluminense (2013), Flamengo (2014 a 2015), Cruzeiro (2015), Tianjin Quanjian-CHI (2016), Sport (2017), Vasco da Gama (2019), Palmeiras (2020), Vasco da Gama (2020) e Cruzeiro (desde 08/2021)

Títulos: Copa América (1999), Torneio Pré-Olímpico sub-23 (2000), Campeonato Brasileiro (1993, 1994, 1998, 2003, 2004), Copa do Brasil (2003), Campeonato Brasileiro Série B (1989), Campeonato Mineiro (2003 e 2010), Campeonato Paulista (1990, 1993, 1994, 1996, 2001, 2006, 2007, 2008 e 2020), Campeonato Pernambucano (2017), Campeonato Carioca (2011), Flórida Cup (2020), Torneio Rio-São Paulo (1993, 1997), Copa Rio (1991), Campeonato Capixaba (1983).

>> Site oficial

Asensio marca na prorrogação, Espanha vence Japão e disputará ouro com o Brasil


Jogador do Real Madrid, Asensio decidiu para os espanhóis - 
Foto: Francois Nel/Getty Images

O Brasil terá um rival de peso na disputa pela medalha de ouro no torneio de futebol masculino das Olimpíadas de Tóquio. A Espanha sofreu, mas venceu o Japão por 1 a 0, na prorrogação, nesta terça-feira, em Saitama. No tempo normal foi 0 a 0. Um golaço de Asensio no segundo tempo extra garantiu a vitória e a vaga na final da competição diante da seleção brasileira, no sábado.

A vitória na prorrogação garante à Espanha a quarta participação em uma final do torneio de futebol masculino nas Olimpíadas. Campeã em 1992, a Roja buscará sua segunda medalha de ouro na história diante do Brasil, atual detentor do título. O confronto será realizado no sábado, às 8h30 (de Brasília), no Estádio Internacional de Yokohama - onde a seleção brasileira foi campeã mundial em 2002.

Coube a uma das grandes estrelas da badalada geração espanhola em Tóquio decidir um dos jogos mais duros da campanha. Atacante do Real Madrid, com espaço constante no time titular, Asensio entrou no lugar de Olmo no segundo tempo e mostrou seu talento no lance que deu a vitória à Espanha: ele recebeu de Oyarzábal e bateu colocado, um tapa com categoria, que virou golaço!

A Espanha precisou da prorrogação para superar o anfitrião Japão em um duelo que foi marcado pelas escassas chances de gol. Os espanhóis mantiveram a estratégia de sempre: trocar passes, tentar abrir espaços com paciência e enfrentar defesas fechadas. Mas o Japão conseguiu neutralizar boa parte das tentativas, além de conseguir levar perigo nos contra-ataques. A Espanha chegou mais perto do gol apenas no fim do tempo normal, mas os japoneses se seguraram até o segundo tempo da prorrogação, quando Asensio fez o gol que impediu a disputa de pênaltis.

>> Globo Esporte

Seleção Brasileira elimina o México nos pênaltis e avança à final em busca do bi olímpico

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Rumo ao bicampeonato dos Jogos Olímpicos! Na manhã desta terça-feira (3), a Seleção Brasileira fez um jogo bem disputado e equilibrado com o México, no Estádio de Kashima, e avançou com vitória por 4 a 1 nos pênaltis – o placar ficou empatado em 0 a 0 no tempo regulamentar e na prorrogação. Com o resultado, a equipe comandada por André Jardine se classificou à final do futebol masculino de Tóquio 2020 e vai em busca de mais uma medalha de ouro para o país!

O adversário da Canarinho sairá do confronto entre Japão e Espanha, que decidem a outra semifinal ainda hoje, em Saitama. A disputa pelo ouro está marcada para o sábado (7), às 8h30 (de Brasília), em Yokohama.

O jogo

A Seleção Brasileira começou pressionando e, logo no primeiro minuto da partida, Guilherme Arana avançou pela esquerda e cruzou com perigo da linha de fundo, vendo a bola passar pela área mexicana. Com mais posse de bola e controlando as ações, o Brasil chegou bem novamente na marca dos 13. Bruno Guimarães fez ótima virada de jogo, a bola sobrou para Arana, que finalizou cruzado da esquerda para defesa de Ochoa.

Trocando passes na área adversária, Daniel Alves escorou para Antony aos 19, e o atacante chutou forte da entrada da área para outra intervenção do goleiro do México. Logo depois, aos 23, Daniel Alves cobrou falta direto no canto direito do goleiro que, novamente, salvou a equipe mexicana. Quatro minutos depois, após ser lançado dentro da área, Douglas Luiz protegeu a bola e acabou caindo após chegada de Esquivel. O árbitro assinalou pênalti e, depois da revisão do VAR, voltou atrás na marcação.

A defesa brasileira, pouco acionada ao longo do confronto, foi eficiente nos dois únicos lances de perigo da seleção mexicana. Aos 42, Romo recebeu dentro da área e chutou forte para excelente intervenção de Santos, que se esticou e mandou para escanteio. E, na marca dos 45, Antuna pegou bola da esquerda e foi travado por Diego Carlos na hora da finalização.

O cenário mudou um pouco no segundo tempo do confronto. Com as duas equipes se postando bem na marcação, a partida ficou mais equilibrada e sem muitas chances claras de gol. A primeira chegada foi aos 20 minutos. Antony avançou pela ponta direita, se livrou da marcação, invadiu a área e finalizou rasteiro para defesa de Ochoa.

E a principal chance foi da Canarinho. Na marca dos 36, Daniel Alves cruzou bem para Richarlison testar firme para o gol. A bola bateu na trave, voltou por trás do goleiro mexicano e não entrou. Na sobra, o próprio camisa 10 cruzou de volta para a área, mas Martinelli não alcançou para concluir. Na única chegada do México, Martín cabeceou bem após cobrança de falta, e Santos defendeu com segurança para manter o placar zerado. Antes da saída para a prorrogação, já aos 46, Reinier tabelou com Martinelli dentro da área, tocou para trás buscando Richarlison, mas o zagueiro Montes afastou o perigo.

Classificação com emoção!

No primeiro tempo da prorrogação, as duas equipes foram mais cautelosas e não criaram muitas chances para alterar o placar. Do lado do México, Martín cabeceou por cima do gol de Santos, aos quatro minutos. Na marca dos 13, Guilherme Arana arriscou chute cruzado pela Canarinho, mas a bola passou ao lado da meta defendida por Ochoa. O equilíbrio seguiu para o segundo tempo, que também não teve bola na rede, o que levou a decisão para os pênaltis.

Da marca da cal, melhor para o Brasil! Santos defendeu a cobrança de Eduardo Aguirre, e Vásquez mandou na trave. Do lado da Canarinho, Daniel Alves, Gabriel Martinelli, Bruno Guimarães e Reinier converteram para garantir a vitória brasileira por 4 a 1.

Brasil: Santos, Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz (Matheus Henrique), Bruno Guimarães, Claudinho (Reinier) e Antony (Malcom); Paulinho (Gabriel Martinelli) e Richarlison.

>> CBF

segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Brasil e México decidem vaga na final do futebol masculino em Tóquio

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Os dois últimos campeões olímpicos do futebol masculino vão decidir quem continua sonhando com mais um ouro, nesta terça (3), às 5h (hora de Brasília), no estádio Kashima. O vencedor de Brasil e México vai à final dos Jogos de Tóquio contra Japão ou Espanha, que se enfrentam na outra semifinal.

O atacante Matheus Cunha sofreu uma contratura e é dúvida na seleção brasileira. O treinador André Jardine faz mistério quanto ao substituto, mas Paulinho e Reinier são as opções mais prováveis. “Treinamos uma opção, mas não vou abrir pra não facilitar a vida do México. Tenho certeza que a coletividade não sai prejudicada.”

Em jogos olímpicos, Brasil e México só se enfrentaram uma vez, na final de Londres em 2012 que terminou com a vitória de 2 a 1 dos mexicanos. Para o meia Anthony essa lembrança não passa pela cabeça dos jogadores. “Não me recordo muito bem, só tinha 12 anos. Não vira assunto aqui pra gente.”

>> Agência Brasil

Goleiro Lucas França encerra passagem pelo Guarani sem estrear e volta ao Cruzeiro

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani

O elenco do Guarani se reapresentou na tarde desta segunda-feira com uma baixa para a sequência da temporada: o goleiro Lucas França não faz mais parte do grupo alviverde.

Pouco mais de um mês depois de ter assinado contrato de empréstimo, ele deixa o clube sem sequer estrear e retorna ao Cruzeiro.

Segundo o comunicado do clube campineiro, a Raposa solicitou a volta do jogador. O diretor de futebol do Cruzeiro, Rodrigo Pastana, já tinha adiantado que faria o pedido diante da negociação de Vitor Eudes para o Marítimo, de Portugal.

Lucas França chegou ao Guarani no fim de junho e foi relacionado para alguns jogos, mas apenas como opção no banco. Contra o Vila Nova, no último sábado, ele foi um dos reservas de Gabriel Mesquita, ao lado de Rafael Martins.

Em campo, o Guarani iniciou a preparação para o duelo contra o Brasil-RS, na sexta-feira, às 19h, no Brinco de Ouro, com um coletivo contra o sub-20.

Participaram da atividade os jogadores que não atuaram ou atuaram pouco tempo na goleada sofrida para o Vila Nova. Os titulares realizaram trabalho regenerativo.

Com duas derrotas seguidas por 4 a 1 e há três jogos sem vencer, o Guarani vai buscar a reabilitação na Série B sem seu principal jogador. O meia Régis, artilheiro e garçom do time, está suspenso com três cartões amarelos. Andrigo é a principal opção.

Também existe a expectativa em relação à liberação do zagueiro Carlão, em transição física desde quinta-feira passada. Já o atacante Júlio César ainda está em tratamento de lesão muscular e dificilmente terá condição de jogo até sexta-feira.

O Bugre perdeu duas colocações e agora aparece em oitavo, com 23 pontos, a três do G-4.

>> Globo Esporte 

Federação Paulista de Futebol confirma retorno da Copa São Paulo de Futebol Júnior para 2022

Foto: Rodrigo Corsi/FPF

A Federação Paulista de Futebol anunciou nesta segunda-feira que a Copa São Paulo de Futebol Júnior voltará a ser disputada em 2022, quando chegará à 52ª edição. A competição não ocorreu em 2021 devido à pandemia da Covid-19.

Segundo resolução assinada pelo presidente da entidade, Reinaldo Carneiro Bastos, o torneio vai acontecer entre 2 e 25 de janeiro. A data da final sempre coincide com a comemoração do aniversário da cidade de São Paulo.

Os próximos passos serão as definições das sedes, os clubes participantes e a divisão de grupos.

Assim como havia adiantado quando confirmou o cancelamento da edição 2021, a Federação Paulista de Futebol reiterou que vai permitir a participação de atletas nascidos em 2001.

Também serão contempladas as gerações de 2002, 2003, 2004, 2005 e 2006. A próxima Copinha, então, poderá ter jogadores de 15 até 21 anos - dependendo do aniversário de cada um.

A Copinha era disputada ininterruptamente desde 1969, mas a FPF decidiu não realizar o torneio em 2021 ao constatar que não haveria "condições de segurança sanitária para os atletas participantes e para a população das cidades que abrigariam as partidas".

A edição de 2021 teria 128 times, de todos os Estados do Brasil. Seriam cerca de 3800 atletas, mais centenas de profissionais de comissão técnica, arbitragem e organização das partidas.

>> Globo Esporte 

REAPRESENTAÇÃO NO ATLÉTICO - Hulk com trabalho físico à parte e Zaracho lesionado

Foto: Pedro Souza/Atlético

O elenco alvinegro se reapresentou na tarde desta segunda-feira (02), na Cidade do Galo, iniciando a preparação para a partida decisiva contra o Bahia, pelas oitavas da Copa do Brasil.

Autor do segundo gol na vitória de ontem (01), sobre o Athletico-PR, o volante Neto participou de entrevista coletiva. O atleta falou acerca da importância de se preparar bem para se destacar em meio ao forte elenco atleticano.

"O treinamento é essencial para que o jogador que vem da base consiga aprender e desenvolver seu trabalho da melhor forma possível, para dar conta do recado quando for chamado", disse.

Departamento médico:

O atacante Hulk se apresentou nesta tarde e mostrou sensível melhora no quadro de conjuntivite e fez trabalhos físicos à parte.

O meia Matías Zaracho teve lesão muscular na região adutora da coxa esquerda e já está na fisioterapia.

>> Site oficial

Ciclista morre após ser atropelado por caminhão na BR-381, em Timóteo

Redes sociais 

Um homem, de 50 anos, morreu após ser atropelado por um caminhão na BR-381, em Timóteo. A vítima conduzia uma bicicleta no acostamento da rodovia. O acidente aconteceu na manhã desta segunda-feira (2).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista do caminhão disse que os dois seguiam sentido a Belo Horizonte. Durante o trajeto, uma carreta, que transitava no sentido contrário, passou rente à faixa central. Com isso, o caminhoneiro fez uma manobra para desviar e atingiu a vítima, que caiu.

Ainda segundo os bombeiros, Wolmar Cardoso Loksinger foi encaminhado ao hospital em estado grave. Ele apresentava ferimentos no crânio, abdômen rígido e escoriações pelo corpo.

>> G1 Vales de Minas Gerais 

FUTEBOL REGIONAL - Todos os resultados de sábado e domingo

Reprodução

*POR JOSÉ DIAS SORRISO 

Um final de semana de bola rolando em toda a região e no Colar Metropolitano. Uma verdadeira chuva de jogos e gols. A rede balançou pra valer pelos gramados. Alguns jogos equilibrados e outros nem tanto. Várias goleadas. 

Confira todos os resultados dos jogos:

AMISTOSOS DE SÁBADO E DOMINGO

Unidos/Ipaba 0 x 3 União Rodoviário 

Barra Alegre 7 x 1 Chácara Madalena 

Barcelona/Ipatinga 3 x 5 Ponte Preta 

Vila Celeste 1 x 3 Vila Nova 

Elite 2 x 2 Real Master 

Galácticos/Fabriciano 2 x 1 Santo André 

Esquadrão 4 x 1 LDU 

Real Vale 3 x 5 Galo Velho CESJO

Valencia 2 x 3 ARF

Pedra Branca 3 x 4 Limoeiro/Ipatinga

EC 600 1 x 0 Juventude/Córrego Grande 

São Francisco 2 x 1 Íbis 

Desportiva 4 x 4 IBBJ

Pesquisa 3 x 3 Borussia/Fabriciano 

Itamarati D 1 x 2 Londrina 

Palmeiras/Ipatinga 2 x 4 Braúnas

Vila Martins 1 x 2 AERP

Independente do Limoeiro 2 x 1 Polêmicos

Galáticos/Ipatinga 4 x 1 Guarani 

Vermelhense 1 x 3 Opção

Juventus Árica 4 x 1 Amigos do VDS

CBY 2 x 2 Acesita 

Ipabinha 3 x 4 Borussia/Ipatinga

SEVALE 4 x 1 Revés do Belém 

Atlético Master 2 x 3 Boca Rica 

Galeto 6 x 1 Grêmio 

Novo Cruzeiro Sudário 1 x 4 Minas

Roma 7 x 1 Chupa Cabra 

Shock 3 x 1 RPS

Olímpico 3 x 3 Primavera 

Monza 0 x 1 Manchester 

Ajax 2 x 3 Aluvaeira 

Esplanada A 1 x 5 Juventus/Bom Jesus do Galho

São Lourenço 2 x 4 Ipaba EC

BEC 2 x 2 Social 

Comunitário 0 x 8 União São Cândido 

SERGRAF 3 x 2 ABC

Novo Vale 2 x 3 Bugre 

Servos 4 x 4 Areia Preta 

Leicester 2 x 2 San Lorenzo 

Cachoeiro 2 x 0 Vila Nova/Ipaba 

Mercenários 1 x 2 Limoeiro 

EC Caratinga 3 x 2 Real Madrid Ipatinga

Nova União dos Ferreiras 1 x 2 Sucam 

EC Dom Lara 2 x 2 Sapucaia 

Tubarão 4 x 0 Esplanada B 

Nacional da Igrejinha 1 x 1 Independente 

Caparaó 1 x 1 Fluminense

Juventus/Piedade de Caratinga 1 x 1 Red Bull Caratinga

Folha Viva 3 x 3 EC Piedade 

Atlético Salatiel 3 x 2 Arsenal 

Palmeiras/Santa Luzia 1 x 7 AABB Manhuaçu

Tricolor do Barracão 1 x 1 Palmeiras do Aeroporto

Primeiro de Maio 3 x 0 EC Santo Antônio

Real Madrid Taruaçu 7 x 3 Primos 

Atlético Master 2 x 3 Boca Rica 

Guanabara 2 x 7 Portuguesa 

Os Intocáveis 6 x 4 Batuque 

Real Sat 2 x 1 Juca Antônio 

Amatonense 1 x 2 EC Caratinga B

Manchester 1 x 0 PSG

Libertad Ousadia 1 x 4 Ubaporanga 

Operário 0 x 7 Vila Nova Pampulha 

Palmeiras do Adão Bento 3 x 4 Portelinha 

Terror 1 x 0 Villarreal 

Lucas FC 1 x 0 Bonja Master 

Expressinho do Guardinha 1 x 4 Niterói 

Ruinha 4 x 1 Vila Bráz 

Xodó 1 x 0 Lagoa 

Brejaúba 2 x 2 Jorge Neca 

Coqueiros 4 x 2 Mirante 

Napoli/Fabriciano 2 x 2 ADI Master 

Elite 2 x 2 Real Master 

Galácticos/Fabriciano 2 x 1 Santo André 

Flamenguinho 3 x 2 Industrial 

Real Marli 3 x 7 Vila do Carmo

Botafogo 3 x 3 Penharol

Juventus 0 x 0 Ana Moura 

Usipa 3 x 1 Oriente 

Olímpico 3 x 3 Primavera 

Vale do Aço 2 x 2 Fusão 

COPA VERÃO DE FUTEBOL AMADOR, EM IPATINGA - FINAL 

CNZ 1 x 1 Villarreal 

No tempo normal, o gol do CNZ foi marcado após grande jogada do atacante Mateusinho do Bagre, com finalização do também atacante Woshinho de Braúnas. O Villarreal igualou já no final do jogo com penalidade cobrada pelo experiente Denilson de Santana do Paraíso. Nos pênaltis, CNZ levou a melhor e sagrou-se bicampeão da competição. 

1º TORNEIO DE INVERNO SOCIETY CLUBE OLIVEIRA, EM CARATINGA

Quartas de Final

Força Jovem (Santa Luzia) (3) 2 x 2 (1) Força Jovem (Inhapim)

Mais Soluções/Alcaida 1 x 6 Galera do Society

Gameleira 3 x 1 Lilás F.C

Galácticos 4 x 3 Santa Rita 

Três vira, seis acaba: Com mais um hat-trick de Gabriel Santos, Caldense faz 6 a 0 no Águia Negra

Site oficial/Caldense 

Três vira, seis acaba. A Caldense goleou o Águia Negra por 6 a 0 na tarde deste domingo (01) em Rio Brilhante-MS pela nona rodada da fase de grupos da Série D 2021. No primeiro tempo Gabriel Santos fez três gols e na etapa complementar Caio Ribeiro, Patrick Lopez e Mariotto marcaram.

A Veterana jogou com João Paulo, João Vitor, Morais, Victor Françoso (Ferreira), Caio Ribeiro (Gustavo Moreira), Guilherme Borges (Nicholas Denzel), Steylon, Igor Pimenta (Luan Gabriel), Denílson, Patrick Lopez e Gabriel Santos (Mariotto).

Desde o primeiro minuto a Veterana dominou a partida. Gabriel Santos bateu cruzado e o goleiro tirou com a ponta dos dedos, depois Igor Pimenta arriscou de longe e ela passou perto. Na marca de 21 minutos, o goleiro do Águia Negra teve de ser substituído pois sofreu uma lesão no ombro.

Logo em seguida, aos 24, Gabriel Santos aproveitou a sobre de um tiro de meta, disparou e balançou as redes. Aos 28 minutos, em bate-rebate na área, Patrick Lopez tentou de bicicleta, a bola bateu na zaga e no rebote Gabriel Santos fez mais um. Na marca de 36, Igor Pimenta mandou um passe açucarado para Gabriel Santos, que tocou de cobertura na saída do goleiro, fez seu segundo hat-trick no campeonato e chegou a 11 gols na artilharia isolada da competição.

Na etapa complementar o Verdão voltou com fome de mais gols. Logo aos 5 minutos, após cobrança de falta na área, Caio Ribeiro resvalou e anotou o quarto. Aos 18, Patrick Lopez mandou uma pancada de fora e acertou o ângulo para fazer o quinto alviverde. Aos 38, em cobrança de falta frontal, Mariotto acertou um lindo chute de canhota e fechou o placar. Águia Negra 0 x 6 Caldense.

Com o resultado a Veterana volta a ter o melhor ataque da Série D, agora com 20 gols. A equipe alviverde volta a campo no próximo sábado às 16h no Ronaldão contra o Patrocinense.

>> Site oficial

Na Série D, Ferroviária vence Patrocinense e dispara na liderança de grupo

Jonatan Dutra/Ferroviária SA

Não foi tão fácil como se esperava, mas a Ferroviária venceu o Patrocinense, por 2 a 0, em Patrocínio, e abriu vantagem na liderança do Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro da Série D. Outros 12 jogos foram disputados neste domingo pela nona rodada.

Com a vitória, a Ferroviária completou seu nono jogo invicta e lidera com 22 pontos. Tem cinco na frente da Caldense, que aplicou a maior goleada da rodada em cima do Águia Negra-MS, no Mato Grosso do Sul, por 6 a 0.

O Uberlândia está em terceiro lugar, mesmo tendo perdido fora por 1 a 0 para o Rio Branco, de Venda Nova (ES). O Boa completa o G4, com 13 pontos, mesma pontuação do clube do interior do Espírito Santo, em quinto e na briga direta por uma vaga na segunda fase.

Outro paulista, o Santo André, foi até o Paraná e empatou por 1 a 1 com o Cianorte em jogo válido pelo Grupo A7. O time do ABC paulista agora é vice-líder com 14 pontos, dois atrás da Portuguesa, que lidera. Completam o G4, o Madureira com 13 e o Cianorte, com 12 pontos.

OUTROS GRUPOS

Pelo Grupo A1, o Castanhal-PA venceu fora por 1 a 0 o Atlético Acreano-AC e agora tem a maior pontuação da competição com 23 pontos e campanha invicta. Em casa, o Ypiranga-AP fez 1 a 0 no Penarol-AM e os dois têm 11 pontos, na disputa pela quarta posição.

No Grupo A2, Paragominas e Palmas empataram por 1 a 1 e continuam fora da zona de classificação. Pelo Grupo A3, o líder ABC, com 19 pontos, empatou por 1 a 1 em Caruaru (PE) com o Central, na lanterna com sete pontos.

No Grupo A4, o Retrô assumiu a vice-liderança com 16 pontos após vencer por 1 a 0 o ASA, em Arapiraca (AL). O líder é o Juazeirense, com 19. O Itabaiana-SE ainda está em terceiro com 15 apesar da derrota em casa por 2 a 1 para o Bahia de Feira(BA), em quinto com 11 pontos. O Sergipe é quarto com 15.

Pelo Grupo A5, o Nova Mutum-MT venceu por 2 a 0 o Goianésia-GO, vice-líder com 16 pontos, dois a menos do que a Aparecidense, com 18. O União-MT tem 5 em terceiro, seguido pelo Brasiliense e Nova Mutum, ambos com 14.

Dois jogos foram disputados pelo Grupo A8. O invicto Joinville segurou o empate sem gols fora de casa com o Caxias e ambos continuam no G4. O Joinville é vice-líder com 17, quatro atrás do cascavel, com 21. O Caxias é terceiro com 13, um na frente do Juventus-SC, com 12, em quarto lugar.

Os 64 times estão divididos em oito grupos com oito integrantes cada, que jogam em turno e returno dentro de suas chaves, totalizando 14 rodadas. Os quatro primeiros de cada grupo avançam à segunda fase num total de 32 times. Depois acontecem confrontos de mata-mata até a decisão do título.

Confira a 9.ª rodada da Série D do Brasileiro:

Sábado

Guarany de Sobral-CE 1 x 1 Imperatriz-MA


América-RN 2 x 2 Treze-PB


Campinense-PB 3 x 0 Atlético-CE


Gama-DF 1 x 1 Porto Velho-RO


Madureira-RJ 1 x 2 São Bento-SP


Juventus-SC 1 x 1 FC Cascavel-PR


Moto Club-MA 1 x 0 4 de Julho-PI


Jaraguá-GO 0 x 2 União-MT


Tocantinópolis-TO 0 x 1 Juventude-MA


Caucaia-CE 1 x 0 Sousa-PB


Juazeirense-BA 0 x 0 Sergipe-SE


Atlético Alagoinhas-BA 1 x 0 Murici-AL


Aparecidense-GO 1 x 0 Brasiliense-DF


Esportivo-RS 0 x 0 Marcílio Dias-SC


São Raimundo-RR 3 x 1 Galvez-AC


Boa-MG 1 x 1 Rio Branco-ES


Inter de Limeira-SP 1 x 0 Boavista-RJ


Fast Clube-AM 4 x 0 GAS-RR


Portuguesa-SP 1 x 1 Bangu-RJ


Domingo


Rio Branco (Venda Nova)-ES 1 x 0 Uberlândia-MG


Caxias-RS 0 x 0 Joinville-SC


Rio Branco-PR 1 x 0 Aimoré-RS


Paragominas-PA 1 x 1 Palmas-TO


Central-PE 1 x 1 ABC-RN


Itabaiana-SE 1 x 2 Bahia de Feira-BA


ASA-AL 0 x 1 Retrô-PE


Nova Mutum-MT 2 x 0 Goianésia-GO


Patrocinense-MG 0 x 2 Ferroviária-SP


Águia Negra-MS 0 x 6 Caldense-MG


Cianorte-PR 1 x 1 Santo André-SP


Atlético Acreano-AC 0 x 1 Castanhal-PA


Ypiranga-AP 1 x 0 Penarol-AM

>> Superesportes

Giovani Perim defende pênalti nos acréscimos e o Rio Branco VN vence o Uberlândia, pela Série D 2021

CBF TV 

Decisivo em todas as glórias recentes do Rio Branco VN, Giovani Perim novamente foi protagonista, na tarde deste domingo, no Olímpio Perim. O goleiro fez uma defesa incrível, no primeiro tempo, e ainda defendeu um pênalti, nos acréscimos, que garantiu a vitória de 1 a 0 da sua equipe, contra o Uberlândia, pela nona rodada da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro 2021.

Antes do goleiro brilhar, o time capixaba fez o único gol da partida, também em uma penalidade máxima sofrida pelo atacante Diego e cobrada pelo meia Gustavo Tonoli.

Com a vitória, o Rio Branco VN chega aos mesmos 13 pontos do quarto colocado Boa Esporte, mas fica atrás na classificação por ter um saldo de gols inferior (3 contra 4). Já o Uberlândia, com a derrota, permanece com 15 pontos, mas vai sendo ultrapassado pela Caldense, que vai ganhando do Águia Negra, e cai para a terceira posição no Grupo 6.

A Série D do Campeonato Brasileiro 2021 prossegue no próximo final de semana com os jogos da 10ª rodada da primeira fase. No sábado, às 16h (de Brasília), o Uberlândia recebe o Boa Esporte, no Parque do Sabiá. No domingo, às 15h, o Rio Branco VN pega o Rio Branco-ES, no Kleber Andrade, em Cariacica.

O jogo

O jogo foi em Venda Nova do Imigrante, mas parece que o Uberlândia era quem estava atuando em casa. Pelo menos em grande parte do primeiro tempo, o time mineiro marcou melhor a saída de bola dos capixabas, teve mais posse de bola e criou uma grande chance com Daniel, que o goleiro Giovani Perim evitou o gol. Apesar de não estar em uma tarde inspirada, ainda sim, o Rio Branco VN conseguiu criar três boas oportunidades. Na principal delas, a trave e o goleiro Roballo salvaram o Verdão.

Ao contrário do primeiro tempo, o segundo foi fraco tecnicamente e muito faltoso. Os times se lançavam ao ataque com "chutões" e poucas foram as chances de gols. Na reta final, em uma das raras oportunidades, o goleiro Roballo cometeu um pênalti em Diego e Gustavo Tonoli abriu o placar. Nos acréscimos, uma nova penalidade, mas em favor do Uberlândia. O atacante Daniel Costa foi para a cobrança e Giovani Perim garantiu os três pontos do time da casa.

RIO BRANCO VN 1 X 0 UBERLÂNDIA
Campeonato Brasileiro Série D 2021 (1ª Fase - 9ª rodada)
Data: 01 de agosto (domingo)
Hora: 15h (de Brasília)
Local: Olímpio Perim (Venda Nova do Imigrante, ES)
Árbitro: Luiz Claudio Sobral (PE)
Gols: Gustavo Tonoli (RVN) aos 29min do 2º tempo

Rio Branco VN: Giovani Perim; Leomir, Ferrugem, Rafael Olioza e Douglas; Canário, Henrique Tiririca, Arthur Faria (W. Chrispim) e Gustavo Tonolli; Waschington (Jonata Pé de Pato) e Montaño (Diego). Técnico: Carlos Roy.

Uberlândia: Rafael Roballo; Kellyton, Juan Sosa, Bruno Maia e Mateus Mendes (Elivelton); Maicon Souza (Franco), Nailson (Alípio) e Matheus Paquetá (Vandinho); Felipe Pará (Daniel Costa), Ingro e Daniel Ribeiro. Técnico: Chiquinho Lima.

>> Globo Esporte