A mais completa cobertura. Informação com credibilidade. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Cruzeiro empata com Vitória e perde chance de se afastar do Z4 da Série B

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro desperdiçou boa chance de se afastar da zona de rebaixamento da Série B ao empatar por 2 a 2 com o Vitória, nesta quarta-feira, no Independência, pela 17ª rodada. Com gols de Rafael Sobis e Giovanni, o time celeste vencia por 2 a 1 até os 35 minutos do segundo tempo, quando Samuel, que já havia balançado a rede em cobrança de pênalti na etapa inicial, deixou tudo igual ao driblar Fábio e bater de pé esquerdo.

O tropeço em Belo Horizonte manteve a Raposa em 15º lugar, agora com 17 pontos - um a mais que a 16ª, Ponte Preta, e a 12 do Guarani, 4º colocado (29). No sábado, às 16h30, a equipe mineira volta a jogar no Horto, diante do Sampaio Corrêa, pela 18ª rodada. Já o Vitória, 17º, com 14, receberá o CRB às 16h de domingo, no Barradão, em Salvador.

O técnico Vanderlei Luxemburgo optou por repetir a equipe titular que bateu o Brusque por 2 a 1, no último sábado, em Santa Catarina. Assim, ele manteve Rômulo na lateral direita, apesar de ter novamente Norberto à disposição, e deixou Giovanni, autor do segundo gol, no banco de reservas.

Mesmo com 61% de posse de bola, o Cruzeiro praticamente não levou perigo à meta do Vitória, que fechou bem os espaços pelas laterais e dificultou os avanços de Wellington e Bruno José. Com isso, Marcelo Moreno ficou isolado no ataque, e Rafael Sobis não rendeu na função de armador.

Além de ser ineficaz na frente, a Raposa vacilou na retaguarda. Aos 22 minutos, Marcinho dominou a bola dentro da grande área e foi agarrado por Rômulo. Pênalti. Samuel cobrou rasteiro no canto esquerdo e abriu o placar para o Leão no Independência: 1 a 0.

A resposta celeste veio apenas na reta final da primeira parte. Aos 38, Bruno José arrancou pela esquerda, foi à linha de fundo e rolou para trás. Sobis chegou batendo de primeira, porém Mateus Moraes fez o corte dentro da pequena área e evitou o gol cruzeirense.

Preocupado com o mau desempenho do time, Luxemburgo fez três substituições no intervalo: trocou Rômulo, Flávio e Marcelo Moreno por Norberto, Giovanni e Marcinho. Com isso, Rafael Sobis virou centroavante e deu resposta com um chute rasteiro aos 4min, após falha da defesa do Vitória e escorada de Wellington Nem: 1 a 1.

Aos 6 minutos, Sobis quase virou o jogo para o Cruzeiro. O arremate de longa distância passou muito perto da meta rubro-negra. Na sequência, o goleiro Lucas Arcanjo precisou trabalhar em três oportunidades: duas em conclusões de Marcinho e uma de Ariel Cabral.

Em meio à evidente melhora do Cruzeiro no segundo tempo, Vanderlei precisou trocar Ariel Cabral, que sentiu fisgada na coxa, por Adriano. A modificação não interferiu na postura ofensiva da equipe, que seguiu pressionando em busca de mais um gol.

Aos 23, Giovanni resolveu soltar a bomba de longa distância, assim como havia feito no confronto com o Brusque. Se no último sábado ele contou com falha do goleiro Zé Carlos, nesta quarta-feira foi a vez de Pablo Siles dar sua parcela de contribuição para a virada do Cruzeiro. Com um desvio de cabeça no meio do caminho, o volante uruguaio revelado pelo Danubio tirou Lucas Arcanjo da jogada: 2 a 1.

Tudo estava conspirando para a manutenção dos 100% de aproveitamento de Vanderlei Luxemburgo, porém um descuido do lado esquerdo da defesa possibilitou o empate do Vitória, aos 35 minutos. Samuel se aproveitou do apagão celeste, driblou Fábio e finalizou forte: 2 a 2. O Cruzeiro ainda esteve perto de fazer 3 a 2, mas Lucas Arcanjo brilhou novamente e espalmou o cabeceio do zagueiro Ramon, aos 46 minutos.

CRUZEIRO 2X2 VITÓRIA

CRUZEIRO
Fábio; Rômulo (Norberto, no intervalo), Ramon, Eduardo Brock e Jean Victor; Flávio (Giovanni, no intervalo), Ariel Cabral e Rafael Sobis (Matheus Neris, aos 25 do 2T); Wellington Nem, Bruno José e Marcelo Moreno (Marcinho, no intervalo)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

VITÓRIA
Lucas Arcanjo; Raul Prata, João Victor, Mateus Moraes e Roberto; Pablo Siles, Fernando Neto (Eduardo, aos 41 do 2T) e Bruno Oliveira (Soares, aos 29 do 2T); Marcinho, Guilherme Santos (David, aos 11 do 2T) e Samuel (Eron, aos 41 do 2T)
Técnico: Ricardo Amadeu (interino)

Gols: Rafael Sobis, aos 4, Giovanni, aos 23 do 2T (Cruzeiro); Samuel, aos 23 do 1T e aos 35 do 2T (Vitória)

Cartões amarelos: Wellington Nem, aos 16, Bruno José, aos 34 do 1T; Giovanni, aos 27, Jean Victor, aos 49 do 2T (Cruzeiro); João Victor, aos 13, Pablo Siles, aos 27, Roberto, aos 31, Samuel, aos 35 do 2T (Vitória)

Motivo: 17ª rodada da Série B

Estádio: Independência, em Belo Horizonte

Data: quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (ambos do DF)

>> Superesportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.