segunda-feira, 20 de maio de 2024

O futebol regional teve grandes jogos no sábado e também neste domingo. Um verdadeiro show de bola nos tradicionais duelos amistosos que rolaram por todas as cidades. Aqui no FUTBLOG DO SORRISO todos os resultados. 

AMISTOSOS 

Esplanada A 1 x 2 Santos de Ipanema 
Caravelas 5 x 2 LDU 
Barra Alegre 2 x 5 IBBJ 
Rio Branco 2 x 1 Desportiva 
Madrileno 1 x 4 Milionários 
Borussia Fabriciano 5 x 5 Pesquisa 
Vila Celeste 3 x 0 Juventus da Vila Militar 
Forquilha 4 x 0 Valencia 
Portuguesa 4 x 1 Minas 
Flamenguinho de Ipatinga 2 x 4 Roma 
Borussia do Cordeiro 2 x 3 Ipaba 
Real Vale 1 x 2 São Francisco 
Botafogo 3 x 1 Manchester 
Primos 4 x 1 Dom Cavati 
Oriente 0 x 6 Shock 
Juventus BJG 3 x 4 Faixa Azul 
BEC 5 x 1 Arsenal 
Real Madrid 6 x 0 Futgole 
ARF 6 x 2 Vila Nova 
Independente do Limoeiro 4 x 3 Social 
Ponte Preta 4 x 2 Revés do Belém 
União São Cândido 3 x 1 Litrão 
Itamarati 3 x 1 Amigos VDS 
Novo Cruzeiro 2 x 2 Bugre 
Polêmicos 4 x 1 Valeverdense 
Boca Rica 1 x 1 Caravelas Master 
AERP 6 x 5 Barcelona 
Londrina 2 x 2 Braúnas 
Ipabinha 3 x 2 Vila Soares 
ADEC Antônio Dias 1 x 4 Olímpico 
Ajax 4 x 3 Aluvaeira 
Flamenguinho Fabriciano 3 x 1 Palmeiras Ipatinga 
Fusão 1 x 2 Bethânia 
ABC 3 x 1 Real Madruga 
Unidos 2 x 5 Íbis 
Palmeiras do Aeroporto 1 x 1 Expressinho Santa Cruz 
Arsenal 3 x 1 Real SAT 
Folha Viva 0 x 1 América Santa Efigênia 
Ubaporanga 2 x 3 Juca Antônio 
Opção Caratinga 2 x 4 Bonja 
Amatonense 8 x 3 Sport Club 600
Palmeiras Santa Luzia 6 x 1 Primeiro de Maio 
União Celeste 5 x 1 Guanabara 
Independente 7 x 0 Batuque 
SUCAM 0 x 2 Palmeiras do Adão Bento 
AE Juventus 1 x 4 ECSB Tubarão 
Sevale 0 x 2 Piedade 
Red Bull Caratinga 2 x 1 Manchester 
Flamenguinho RDC 2 x 1 Santo Antônio 
União dos Ferreiras 1 x 2 Esplanada B 
Portelinha 3 x 0 Terror 
Vila Ipanema 1 x 2 Vila Nova 
ADI 1 x 3 Iguaçu 
Ana Moura 0 x 0 Galácticos 
Industrial de Ipatinga 2 x 3 Penharol 
Vila do Carmo 3 x 0 Vale do Aço 
Juventus 4 x 4 Usipa 
Napoli 0 x 5 Floresta 
Real Master 4 x 4 Monza 

 Palavras do atacante Arthur Gomes sobre Pedrinho, novo dono da SAF do Cruzeiro Esporte Clube: 

“Pedrinho é um cara muito alegre, alto-astral. Na primeira conversa que teve com a gente, ele nos trouxe uma alegria. Ele chega para evoluir o Cruzeiro, para que a gente possa conquistar os nossos objetivos no ano”.

O presidente do Sousa promete acionar a Polícia Federal após uma penalidade que deu o que falar no duelo contra o Santa Cruz-RN pela Série D do Campeonato Brasileiro. 

O time paraibano acabou derrotado por 2 a 0, no estádio Barretão, em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte. Os jogadores do time se revoltaram com a marcação do árbitro maranhense Raimundo José. Depois de uma bola alçada na área, e afastada pelo zagueiro Marcelo Duarte, o árbitro deu o pênalti. 

"Está na cara o que foi. Pedirei a Polícia Federal para investigar. Eu não participo de esquema de apostas, assim como o Sousa também não. Jogamos na bola. Não há justificativas para este lance. Eu tenho no meu telefone mais de 50 ligações, do Brasil inteiro, perguntando sobre o lance. Não há explicações para este pênalti sem ser casa de aposta. Tem que haver uma investigação", disse Aldeone Abrantes, presidente do Sousa. 

"Eu vou denunciar este árbitro na CBF e pedir investigação da Polícia Federal para saber o que houve. Tudo tem limites. Há situações de pênalti, como uma mão na bola ou empurrão, mas não houve nada. O Brasil inteiro está me questionando o que aconteceu. Eu não tenho outra justificativa que não seja apostas em favorecimento de alguém", complementou ele em entrevista destacada pelo GE.
Domingão de bola rolando pelo futebol brasileiro. Aqui no FUTBLOG DO SORRISO todos os resultados.

BRASILEIRÃO SÉRIE B 
Santos 4 x 0 Brusque 
Mirassol 2 x 0 Ituano 
Operário-PR 0 x 0 Ceará 

BRASILEIRÃO SÉRIE C 
Remo 0 x 0 Tombense 
Londrina 2 x 0 São Bernardo 
Ferroviário 0 x 4 ABC 

BRASILEIRÃO SÉRIE D 
Brasiliense 1 x 1 Mixto 
Tocantinópolis 3 x 1 Altos 
Cametá 4 x 1 Moto Club 
Treze 3 x 0 Iguatu 
Retrô 1 x 2 Itabaiana 
Costa Rica-MS 1 x 0 Pouso Alegre 
Fluminense-PI 2 x 0 River 
CRAC 1 x 2 Anápolis 
Concórdia 1 x 0 Barra 
América-RN 2 x 0 Potiguar 

PAULISTÃO DA QUINTA DIVISÃO 
ECUS Suzano 2 x 0 Atlético Mogi 
Olimpia 2 x 1 Fernandópolis 

CARIOCA DA SÉRIE A2 
Resende 2 x 0 Americano 

CARIOCA SÉRIE C 
Santa Cruz 0 x 1 Unisouza 
Niteroiense 2 x 0 Campos 
Paraty 0 x 2 EC Resende 
Vera Cruz 1 x 0 CAAC Brasil 

MINEIRO MÓDULO II 
Betim 1 x 1 Nacional de Muriaé 
Varginha 1 x 1 URT 

PARANAENSE DA SEGUNDA DIVISÃO 
Apucarana 2 x 0 Grêmio Maringá
Nacional 2 x 2 Foz do Iguaçu 
Iguaçu 2 x 0 Patriotas 

GOIANO DA SEGUNDA DIVISÃO 
Santa Helena 2 x 0 Trindade 
ASEEV 0 x 1 Centro Oeste 
Anapolina 2 x 1 ABECAT 

MATO-GROSSENSE SEGUNDA DIVISÃO 
Santa Cruz 3 x 1 Cáceres 
Rondonópolis 3 x 3 Operário FC 
Sport Sinop 1 x 2 Juara 

AMAPAENSE DA SEGUNDA DIVISÃO 
Cruzeiro 1 x 1 Cristal

O Caravelas goleou o LDU por 5 a 2 na tarde de sábado em duelo amistoso. O jogo realizado no campo do Panorama. Leley (2), Rogério Geleia, Tinga e Diogo Semente marcaram os gols da vitória do Caravelas. O time foi comandado por Jhonny e entrou em campo com: Pablo, Gian Baianinho, Matusa, Vânio Cambalhota, Fofão, Válber, Zander, Tinga, Higor, Rogério Geleia e Diogo Semente. No decorrer do jogo entraram no time do Caravelas: Gulosão, Fael, Leley e Girley. 

Em amistoso realizado em Naquinho, distrito de Açucena, o Santo Antônio derrotou o WR de Governador Valadares por 6 a 3. Os gols do Santo Antônio marcados por Rafael (2), Patrik, Gabriel Saci e Hiago (2) - esse último foi o grande destaque da partida. 

Após pedir para deixar o Sousa-PB, alegando problemas pessoais, Paulo César Schardong foi anunciado como novo técnico do Sergipe. O treinador tem um vasto currículo. Em Minas, ele já passou por times como Democrata de Governador Valadares, Nacional de Muriaé, Novo Esporte de Ipatinga e Aymorés de Ubá. No Sousa ele vinha fazendo um grande trabalho. Além de vários outros clubes do futebol brasileiro, Schardong já esteve também no futebol do exterior.

O técnico Adilson Batista pode retornar ao Cruzeiro Esporte Clube. Não será para comandar o time principal. Atualmente no comando do Amazonas, o treinador é avaliado para assumir a categoria de base do clube. 

sexta-feira, 17 de maio de 2024

Em Ipatinga, Secretaria de Saúde alerta para superlotação nas unidades de urgência e emergência

PMI

Além de Ipatinga, as unidades são porta de entrada para pacientes de outros 35 municípios da macrorregião.

A Secretaria de Saúde de Ipatinga lançou um alerta à população, na última quarta-feira (15), sobre a superlotação nas unidades de urgência e emergência do município. Com uma demanda crescente por serviços de saúde, principalmente relacionada a doenças respiratórias, comuns nos períodos mais secos, as unidades estão operando no limite de sua capacidade, enfrentando dificuldades para atender a todos que necessitam de cuidados médicos urgentes. Além de Ipatinga, as unidades atendem pacientes de outros 35 municípios da macrorregião. As portas de entrada são Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM), UPA24h (Unidade de Pronto Atendimento) e Hospital Márcio Cunha (HMC).  

De acordo com o secretário de Saúde de Ipatinga, Walisson Medeiros, a situação requer a colaboração de todos. "Estamos enfrentando uma sobrecarga em nossas unidades de urgência e emergência. É essencial que a população compreenda a gravidade da situação e busque alternativas de atendimento em casos de sintomas leves", ressaltou.

Diante desse cenário, a Secretaria de Saúde orienta a população a procurar a Unidade de Suporte localizada no bairro Cidade Nobre para casos de sintomas leves, a fim de aliviar a pressão sobre as unidades de urgência e emergência. 

"A Unidade de Suporte está preparada para oferecer atendimento adequado a pacientes com sintomas leves, contribuindo para uma distribuição mais equitativa dos recursos de saúde", explicou o secretário.

O secretário também destacou a importância do apoio e compreensão da população. "Contamos com a colaboração de todos. É fundamental que cada um faça a sua parte, buscando atendimento adequado conforme a gravidade do seu caso", concluiu.

Ascom/PMI

Fiocruz alerta para importância da vacina da gripe para os gaúchos

Foto: Tomaz Silva

Os brasileiros de modo geral e os moradores do Rio Grande do Sul, em especial, devem estar atentos para se vacinar contra a Influenza A (vírus da gripe), bem como usar máscaras adequadas (N95, KN95, PFF2) quando forem a uma unidade de saúde. O uso de máscaras é indicado também para quem estiver com sintomas de infecção respiratória. O alerta foi dado pelo pesquisador do Programa de Computação Científica (Procc) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Marcelo Gomes, também coordenador do InfoGripe.

Marcelo Gomes destacou que a vacina e os cuidados são fundamentais na medida em que os quadros respiratórios podem se agravar com a queda das temperaturas no estado gaúcho e a situação de vulnerabilidade da população. O pesquisador lembrou que o Rio Grande do Sul já vinha registrando, nas últimas semanas epidemiológicas, aumento das internações por infecções respiratórias, especialmente influenza A e vírus sincicial respiratório (VSR).

“Com muitas pessoas em abrigos, vivendo em condições bastante particulares, é importante a gente conscientizar especialmente sobre o uso de máscaras para quem está com sintomas”, avalia o pesquisador. Marcelo Gomes sugeriu também implementar algum nível de distanciamento dos infectados e dos sintomáticos nos locais em isso for possível, para ajudar a reduzir a propagação de vírus respiratórios nesses locais. Segundo ele, a queda das temperaturas cria uma situação muito propícia para a propagação desses vírus. “Diante desse cenário, é óbvio e fundamental que o grupo de risco esteja em dia com as vacinas contra a gripe e contra a covid-19”, disse o pesquisador. Gomes reforçou ainda a importância da vacinação também contra o tétano e a hepatite, doenças comuns durante desastres climáticos como o enfrentado pelos gaúchos.

Alerta

O novo Boletim InfoGripe, divulgado pela Fiocruz, reafirma o alerta para as internações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), principalmente em função da influenza A e do VSR, que ainda estão em ascensão em boa parte do território brasileiro. Alguns estados, entretanto, apresentam interrupção do crescimento das SRAG por aquelas doenças. em alguns estados. O estudo se refere à Semana Epidemiológica (SE) 19, de 5 a 11 de maio, o estudo tem como base os dados inseridos Sivep-Gripe até o dia 13 de maio.

Face à situação de calamidade no Rio Grande do Sul, em decorrência das enchentes, os dados das semanas recentes registrados no estado não foram considerados no boletim diante da dificuldade de atendimento da população atingida pela catástrofe, bem como da digitação de casos no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe). No país como um todo, percebe-se sinal de estabilidade de SRAG na tendência de longo prazo (últimas seis semanas) e de queda no curto prazo (últimas três semanas).

Por outro lado, 16 estados apontam crescimento de SRAG na tendência de longo prazo: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Já em alguns estados do Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, observa-se interrupção do crescimento ou queda do VSR. Em relação à influenza A, associada ao aumento de SRAG em adolescentes e adultos, já se nota desaceleração no Nordeste e em parte do Norte e Sul do Brasil.

Entre as capitais, 15 mostram indícios de aumento de SRAG: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Macapá (AP), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ) e São Luís (MA).

Crianças

A nível nacional, a circulação do VSR mantém valores expressivos de incidência e mortalidade de SRAG nas crianças pequenas. Outros vírus respiratórios com destaque para essa faixa etária são o rinovírus, a influenza A (gripe) e a covid-19. Já nos idosos, prevalece a influenza A e a covid-19. A mortalidade da SRAG nas últimas oito semanas foi semelhante entre os dois grupos.

De acordo com o boletim, nas quatro últimas semanas epidemiológicas, a prevalência entre os casos como resultado positivo para vírus respiratórios foi de influenza A (27,6%), influenza B (0,2%), vírus sincicial respiratório (56,8%) e Sars-CoV-2/covid-19 (5,1%). Entre os óbitos, a presença desses mesmos vírus entre os positivos foi de influenza A (47,1%), influenza B (0,8%), vírus sincicial respiratório (13,4%), e Sars-CoV-2/covid-19 (35,1%).

Ano epidemiológico

Referente ao ano epidemiológico 2024, o Boletim InfoGripe revela que já foram notificados 53.179 casos de SRAG, sendo 25.194 (47,4%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório e 19.434 (36,5%) negativos. Pelo menos 5.645 (10,6%) casos aguardam resultado laboratorial. Dados de positividade para semanas recentes estão sujeitos a grandes alterações em atualizações seguintes por conta do fluxo de notificação de casos e inserção do resultado laboratorial associado. Dentre os casos positivos do ano corrente, tem-se influenza A (18%), influenza B (0,3%), vírus sincicial respiratório (39,6%) e Sars-CoV-2/covid-19 (29,5%).

Em relação aos óbitos de SRAG verificados este ano, independentemente da presença de febre, já foram registrados 3.703 óbitos, sendo 2.146 (58%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 1.238 (33,4%) negativos e cerca de 117 (3,2%) aguardam resultado laboratorial. Dentre os casos positivos do ano corrente, tem-se influenza A (18,6%), influenza B (0,4%), vírus sincicial respiratório (5,8%) e Sars-CoV-2/covid-19 (71,4%), indica o Boletim InfoGripe.

Agência Brasil

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

Foto: Geovana Albuquerque

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade igual ou superior a 15 anos, 151,5 milhões sabem ler e escrever ao menos um bilhete simples e 11,4 milhões não têm essa habilidade mínima. Em números proporcionais, o resultado indica taxa de alfabetização em 93%, em 2022 e, consequentemente, a taxa de analfabetismo foi 7% do contingente populacional.

Os dados são do Censo Demográfico 2022 – Alfabetização: Resultados do universo, divulgado nesta sexta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o IBGE, observa-se uma tendência de aumento da taxa de alfabetização das pessoas de 15 anos ou mais ao longo dos censos. Em 1940, menos da metade da população era alfabetizada, 44,%. Após quatro décadas, em 1980, houve aumento de 30,5 pontos percentuais na taxa de alfabetização, passando para 74,5% e, finalmente, depois de mais quatro décadas, o país atingiu um percentual 93% em 2022, representando um aumento de 18,5 pontos percentuais em relação a 1980.

“A comparação dos resultados de 2000 com os de 2010 e os de 2022 indica que a queda na taxa de analfabetismo ocorreu em todas as faixas etárias, refletindo, principalmente, a expansão educacional, que universalizou o acesso ao ensino fundamental no início dos anos 1990, e a transição demográfica que substituiu gerações mais antigas e menos educadas por gerações mais novas e mais educadas”, diz o instituto.

De acordo com o IBGE, em 2022, o grupo de 15 a 19 anos atingiu a menor taxa de analfabetismo (1,5%) e o grupo de 65 anos ou mais permaneceu com a maior taxa de analfabetismo (20,3%).

“A elevada taxa de analfabetismo entre os mais velhos é um reflexo da dívida educacional brasileira, cuja tônica foi o atraso no investimento em educação, tanto para escolarização das crianças, quanto para a garantia de acesso a programas de alfabetização de jovens e adultos por uma parcela das pessoas que não foram alfabetizadas nas idades apropriadas, conforme almejado pela Constituição de 1988”, diz o órgão.

Em 2022, a taxa de analfabetismo de pessoas de cor ou raça branca e amarela com 15 anos ou mais era de 4,3% e de 2,5%, respectivamente, enquanto a taxa de analfabetismo de pretos, pardos e indígenas na mesma faixa etária era de 10,1%, 8,8% e 16,1%, respectivamente.

Segundo o IBGE, as mulheres tendem a apresentar melhores indicadores educacionais do que os homens, inclusive melhores taxa de alfabetização. Em 2022, o percentual de mulheres que sabiam ler e escrever era 93,5%, enquanto o de homens era 92,5%.

Essa vantagem das mulheres foi verificada em praticamente todos os grupos etários analisados, exceto entre os mais velhos de 65 anos ou mais de idade. A maior diferença em pontos percentuais a favor das mulheres foi no grupo de 45 a 54 anos, atingindo 2,7 pontos percentuais, ainda que as mulheres pertencentes aos grupos de idade abaixo de 45 anos sigam apresentando maiores taxas de alfabetização comparadas aos homens dos mesmos grupos de idade. Somente na faixa etária de 65 anos ou mais, os homens apresentavam uma proporção maior de pessoas que sabiam ler e escrever, de 79,9%, comparado ao de 79,6% das mulheres.

A Região Sul se mantém com a maior taxa de alfabetização de pessoas com 15 anos ou mais. O percentual passou de 94,9% em 2010 para 96,6% em 2022. Em seguida, com maiores taxas, vem a Região Sudeste, que variou de 94,6% em 2010 para 96,1% em 2022.

O percentual de alfabetização da Região Nordeste permaneceu o mais baixo do país, embora tenha apresentado aumento – de 80,9% em 2010 para 85,8% em 2022. A segunda menor taxa de alfabetização foi encontrada na Região Norte tanto em 2010 quanto em 2022. Nessa região, o indicador seguiu a tendência nacional, passando de 88,8% em 2010 para 91,8% em 2022, situando-se um pouco mais próximo do índice da Região Centro-Oeste, que passou de 92,8% em 2010 para 94,9% em 2022.

População indígena

A taxa de alfabetização das pessoas indígenas – incluindo as que se consideram indígenas pelo critério de pertencimento –, foi 85% em 2022. De 2010 para 2022, a taxa de analfabetismo dessa população caiu de 23,4% para 15,1%. A queda mais expressiva foi observada na região Norte (de 31,3% para 15,3%).

A queda na taxa de analfabetismo das pessoas indígenas ocorreu em todas as faixas etárias, com as maiores reduções nas faixas de 35 a 44 anos (de 22,9% para 12%), 55 a 64 anos (de 38,3% a 27,4%) e 25 a 34 anos de idade (de 17,4% para 6,7%). Os homens indígenas de 15 anos ou mais têm taxa de alfabetização de 85,7%, 1,4 p.p. acima da taxa de alfabetização das mulheres indígenas (84,3%).

Agência Brasil

Chuvas no RS deixam 154 mortos e mais de 618 mil pessoas fora de casa

Foto: Rafa Neddermeyer

O número de mortes confirmadas no Rio Grande do Sul subiu para 154 em consequência dos temporais que atingiram o estado desde o fim de abril, conforme boletim divulgado pela Defesa Civil nesta sexta-feira (17). Neste momento, 98 pessoas continuam desaparecidas e há 806 feridos.

O número de pessoas fora das próprias residências devido às cheias dos rios já ultrapassou 618,3 mil, sendo 540.192 desalojados, que são aqueles que tiveram de sair de seus lares e estão acolhidos em casas de familiares, amigos ou conhecidos. O restante, de acordo com o monitoramento atualizado diariamente pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul (78.165 pessoas), vive temporariamente em um dos mais de 875 abrigos cadastrados no estado.

O número de atingidos também aumentou para 2.281.830 de pessoas, ou 20,95% dos 10,88 milhões de habitantes do estado.

Até o momento, 82.666 pessoas foram resgatadas por helicópteros, agentes de segurança e barcos oficiais ou de voluntários. O boletim da Defesa Civil contabiliza ainda o resgate de 12.108 animais silvestres e domésticos, que foram salvos.

As chuvas afetaram nove em cada dez municípios gaúchos. De acordo com o último boletim, 92,75% (461) dos 497 municípios do Rio Grande do Sul tiveram suas rotinas impactadas pelos eventos climáticos.

Agência Brasil

Xavi pode deixar o Barcelona após declarações sobre dificuldades financeiras do clube

Após declarações sobre dificuldades financeiras do Barcelona, o clima ficou ruim entre o técnico Xavi e o presidente Juan Laporta que não gostou nem um pouquinho. Já se fala nos bastidores que Xavi não deve permanecer no comando do clube espanhol. Xavi teria dito que pelo fato do Barça não passar por um bom momento nas finanças fica difícil de competir com os demais clubes devido não ter como fazer grandes contratações. O nome de Rafa Márquez, que está no Barcelona B, é cotado para assumir a equipe principal. 

Confira sobre a venda de ingressos para Ipatinga Futebol Clube x Real Noroeste

Confira sobre a venda de ingressos para Ipatinga Futebol Clube x Real Noroeste. O Tigre vai entrar em campo neste sábado pela Série D do Brasileiro. VENDA DE INGRESSOS

Goleiro Cássio é aguardado no início da próxima semana na Toca da Raposa

O goleiro Cássio está muito próximo de ser anunciado de forma oficial pelo Cruzeiro Esporte Clube. O jogador não treinou no Corinthians na manhã desta sexta depois da saída de sua rescisão contratual com a equipe paulista. Há informação nos bastidores que Cássio é aguardado no início da próxima semana na Toca da Raposa. Finda-se, portanto, a passagem do goleiro pelo Corinthians. No clube paulista ele realizou 712 jogos, sendo campeão paulista, mundial, brasileiro e da Recopa.

quarta-feira, 15 de maio de 2024

Secretaria de Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias

Foto: Fábio Marchetto/SES

No período que compreende o outono e o inverno, ocorre o aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e vírus respiratórios, como influenza e vírus sincicial respiratório (VSR), quando comparados a outras estações do ano, com destaque para os grupos de crianças de até 12 anos e idosos acima de 60 anos.

Nesse contexto, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) alerta para a importância do reforço às medidas preventivas, como a vacinação para influenza e covid-19. Apesar de disponíveis na rede pública, a cobertura vacinal contra a gripe em Minas é de 34,34%, enquanto para a vacina bivalente contra covid-19 é de 23,3%, o que indica uma baixa procura pela vacinação até o momento.

O subsecretário de Vigilância em Saúde da SES-MG, Eduardo Prosdoscimi, destaca os esforços da pasta no cenário epidemiológico das doenças respiratórias. “Minas Gerais está distribuindo nesta semana, às unidades regionais, as vacinas contra covid que foram recebidas do Ministério da Saúde, garantindo a disponibilidade desses imunizantes nos municípios”, informa ele, enfatizando que as vacinas são específicas, seguras e essenciais para proteger a população.

Além da vacinação, outras medidas de prevenção são destacadas, como a higienização frequente das mãos. Para aquelas pessoas que estiverem com sintomas gripais, é aconselhado o uso de máscaras, que sejam evitadas aglomerações e ainda a procura por atendimento médico.

A SES-MG destinou um repasse de R$ 32 milhões para a Vigilância em Saúde dos municípios realizarem ações de prevenção e controle das doenças respiratórias e para o enfrentamento das arboviroses (dengue, zika e chikungunya), conforme a situação epidemiológica municipal indicar.

Prosdoscimi reforça a importância da adesão às medidas preventivas e da busca por vacinação, e destaca que é fundamental que a população procure as unidades de saúde mais próximas para se imunizar.

“O apoio mútuo e a adoção responsável de medidas individuais são essenciais para enfrentar esse período sazonal de doenças respiratórias com resiliência e eficácia”, pontua.

Leitos pediátricos

A SES-MG estabeleceu, por meio da Deliberação CIB-SUS/MG nº 4.684/2024, de 6/5, as diretrizes e fluxos para abertura de novos leitos clínicos de pediatria e conversão de leitos para pediatria no SUS-MG, para atendimento de crianças com Síndrome Respiratória Aguda Grave. Os municípios têm até o dia 24/5 para formalizar as solicitações.

“Essa deliberação vai custear ampliações ou conversão de leitos já existentes em pediatria para ampliar a assistência a essa população, considerando as sobrecargas dos serviços de saúde”, explica Cristiane Barbosa Marques, superintendente de Políticas de Atenção Hospitalar da SES-MG.

Os valores totais destinados à iniciativa ainda serão calculados, uma vez que ele vai variar conforme os dados que forem inseridos no SUSFácil. Os repasses serão provenientes do Fundo Estadual de Saúde e, após análise dos pedidos, a SES-MG publicará uma resolução de financiamento que vai normatizar o repasse efetivo dos recursos.

Para fazer jus ao incentivo, o beneficiário deverá encaminhar ofício do gestor municipal para a SES/MG, contendo apresentação do cenário epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave no município; informações sobre a capacidade instalada e o número de leitos a serem ampliados e/ou convertidos para pediatria por estabelecimento de saúde (SCNES); taxa de ocupação e indicação de espera para leitos; declaração do gestor sobre a existência de equipamentos e recursos humanos disponíveis para o funcionamento dos leitos a serem ampliados ou convertidos; e decreto de declaração da situação de emergência em saúde pública do município. A aprovação das solicitações fica condicionada à análise da Secretaria, levando em consideração as informações fornecidas pelo órgão municipal.

A medida dá continuidade ao conjunto de ações que foram implementadas a partir da aprovação, no final do mês de abril, do Plano de Ação Estadual para o Enfrentamento de Doenças Respiratórias, por meio da Deliberação CIB-SUS/MG nº 4.679/2024.

O documento estruturou normas para que os municípios mineiros possam receber os investimentos conforme a Portaria nº 3.556/2024 do Ministério da Saúde, que institui um incentivo financeiro extraordinário e temporário para o atendimento de crianças com Srag na Atenção Especializada do SUS, o que viabilizou que estados e municípios acessem recursos para a ampliação de leitos de UTI-Pediátrica ou leitos de Suporte Ventilatório Pulmonar Pediátrico.

Ambas as medidas visam a ampliação da capacidade de atendimento às crianças com Srag de forma emergencial e temporária, destacando a responsabilidade compartilhada entre os governos estadual e federal no enfrentamento dessa situação crítica.

Cuidados

A médica neurocirurgiã Ádria Gabrielle Biondi Soares, residente em Montes Claros, no Norte de Minas, relata as preocupações e cuidados especiais que tem tido com os pequenos durante o período de aumento das doenças respiratórias. O filho mais velho tem 3 anos de idade e o mais novo é um bebê de apenas quatro meses.

"A faixa etária mais acometida pela bronquiolite é a do meu bebê, o que me deixa até um pouco ansiosa", revela Ádria. Ela tem adotado medidas preventivas, como evitar que o filho mais velho, que há alguns dias apresenta quadro gripal, fique muito próximo do bebê, e também lavar o nariz do pequeno com frequência. Graças aos cuidados, segundo ela, ele tem se mantido saudável, com apenas alguns espirros, mas sem gripes ou febres.

Em 2024, já foram registrados 2.658 casos de Srag em crianças de zero a 9 anos no estado, dos quais 1.098 apenas em abril. Os números ainda são parciais e estão sujeitos a revisão, mas se apresentam inferiores aos do ano passado, quando, entre os meses de janeiro a abril, foram notificados 4.221 casos.

O relato de Ádria Gabrielle Biondi Soares evidencia as angústias enfrentadas por muitas mães por conta do período mais suscetível à ocorrência de casos, reforçando a importância da adoção de medidas preventivas e do cuidado constante com a saúde das crianças durante este período sazonal de doenças respiratórias.

“Todo ano a gente tem que lidar com essa situação, mas este ano, para mim, foi ainda mais preocupante, por causa da chegada do neném”, afirma.

Agência Minas

Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em maio e junho

Marcello Casal Jr

Cerca de 4,4 milhões de trabalhadores com carteira assinada nascidos em maio e junho podem sacar, a partir desta quarta-feira (16), o valor do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) em 2024. A quantia está disponível no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital e no Portal Gov.br.

No Rio Grande do Sul, além do pagamento para os nascidos em maio e junho, serão antecipados, para esta quarta-feira, os créditos dos benefícios para os nascidos de julho a dezembro. A medida beneficiará 702 mil trabalhadores afetados pelas fortes chuvas no estado, que receberão o valor total de R$ 726,7 milhões este mês.

Ao todo, a Caixa Econômica Federal liberará R$ 4,45 bilhões neste mês. Aprovado no fim do ano passado, o calendário de liberações segue o mês de nascimento do trabalhador, no caso do PIS, ou o número final de inscrição do Pasep. Os pagamentos ocorrem de 15 de fevereiro a 15 de agosto.

Neste ano, cerca de R$ 27 bilhões poderão ser sacados. Segundo o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), o abono salarial de 2024 será pago a 24,87 milhões de trabalhadores em todo o país. Desse total, 21,98 milhões são da iniciativa privada e receberão o abono do PIS e 2,89 milhões de servidores públicos, empregados de estatais e militares têm direito ao Pasep.

O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal; e o Pasep, pelo Banco do Brasil. Como ocorre tradicionalmente, os pagamentos serão divididos em seis lotes, baseados no mês de nascimento, no caso do PIS, e no número final de inscrição, no caso do Pasep. O saque começará nas datas de liberação dos lotes e acabarão em 27 de dezembro de 2024. Após esse prazo, será necessário aguardar convocação especial do Ministério do Trabalho e Previdência.

Quem tem direito
Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado para a apuração, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do abono é proporcional ao período em que o empregado trabalhou com carteira assinada em 2022. Cada mês trabalhado equivale a um benefício de R$ 117,67, com períodos iguais ou superiores a 15 dias contados como mês cheio. Quem trabalhou 12 meses com carteira assinada receberá o salário mínimo cheio, de R$ 1.412.

Pagamento

Trabalhadores da iniciativa privada com conta corrente ou poupança na Caixa receberão o crédito automaticamente no banco, de acordo com o mês de seu nascimento.

Os demais beneficiários receberão os valores por meio da poupança social digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. Caso não seja possível a abertura da conta digital, o saque poderá ser feito com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, Caixa Aqui ou agências, também de acordo com o calendário de pagamento escalonado por mês de nascimento.

O pagamento do abono do Pasep ocorre por meio de crédito em conta para quem é correntista ou tem poupança no Banco do Brasil. O trabalhador que não é correntista do BB pode fazer a transferência por TED para conta de sua titularidade em terminais de autoatendimento e portal www.bb.com.br/pasep ou no guichê de caixa das agências, mediante apresentação de documento oficial de identidade.

Até 2020, o abono salarial do ano anterior era pago de julho do ano corrente a junho do ano seguinte. No início de 2021, o Codefat atendeu a recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU) e passou a depositar o dinheiro somente dois anos após o trabalho com carteira assinada.

Agência Brasil

Brasil derrota Canadá na estreia da Liga das Nações Feminina

Maurício Val/FV Images/CBV

A seleção brasileira de vôlei iniciou a disputa da primeira semana da Liga das Nações Feminina (LNF) com uma vitória por 3 sets a 1 (parciais de 26/24, 23/25, 26/24 e 25/12) sobre o Canadá na noite desta terça-feira (14) no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Com a presença já garantida na próxima edição dos Jogos Olímpicos, a seleção brasileira encara a LNF, que reúne as 16 seleções mais bem ranqueadas do mundo, como parte da preparação para o megaevento esportivo que será disputado em Paris (França) a partir de 26 de julho.

O próximo compromisso do Brasil pela competição será na próxima quinta-feira (16), oportunidade na qual medirá forças com a seleção da República da Coreia a partir das 14h (horário de Brasília).

Paras várias equipes a LNF significa a última oportunidade de classificação a Paris. Os resultados da primeira fase – 12 jogos ao longo de três semanas – contam pontos no ranking mundial, que definirá as últimas cinco vagas olímpicas do vôlei feminino.

Agência Brasil 

terça-feira, 14 de maio de 2024

EUROCOPA 2024: apenas capitães poderão falar com árbitro

Reprodução/UEFA

A União das Federações Europeias de Futebol (Uefa) estabelece que somente os capitães dos times poderão falar com os árbitros das partidas durante a Euro 2024. O diretor de arbitragem da Uefa afirma que, caso outros atletas se aproximarem dos juízes para reclamar, eles receberão cartão amarelo na competição, que ocorre a partir de 14 de junho.

“Explicar uma decisão com até 22 jogadores em cima é impossível para um árbitro. Isso pode levar a uma falha na comunicação, o que deixa o esporte feio rapidamente. Pedimos aos capitães que garantam que seus companheiros não cerquem o árbitro para permitir conversas diretas. Assim, a decisão é transmitida de maneira respeitosa”, afirma Roberto Rosetti, diretor de arbitragem da entidade, em entrevista à Reuters.

Nos casos em que o capitão da equipe for o goleiro, um jogador de linha deve ser escolhido para se comunicar com os juízes durante as partidas, mas a decisão deve ser avisada antes da partida. Rosetti afirma que os árbitros estão prontos para conversar e compartilhar com treinadores e jogadores detalhes das decisões tomadas com a ajuda do VAR.

“Ser árbitro no esporte atualmente é muito difícil. O árbitro toma de 200 a 250 decisões por partida. Ou seja, uma a cada 22 segundos. Em situações difíceis e às vezes controversas, sob enorme pressão, com cada uma delas examinada e assistida novamente de vários ângulos diferentes por torcedores e especialistas”, acrescenta o diretor.

O primeiro jogo da Eurocopa será na sexta-feira (14/6) entre Alemanha e Escócia, em Munique. O torneio de seleções europeias vai até 14 de julho, em que o jogo final será no Estádio Olímpico de Berlim.

Metrópoles

Abrigo no Rio Grande do Sul tem posto de saúde, canil e barbearia

PMPA

Em Rio Grande, um dos municípios afetados pelas cheias, têm 300 desalojados. Na cidade, foi instalado um abrigo da Cruz Vermelha, o maior da região. A reportagem da TV Brasil foi ver como funciona o abrigo.

No local, médicos e outros profissionais de um posto de saúde estão atendendo depois que a unidade ficou alagada. Há atividades lúdicas para as 50 crianças abrigadas, como cinema, oficinas e música.

Voluntários oferecem ainda serviço de barbearia. No prédio, onde funcionava um antigo supermercado, foi criado um canil para acolher os animais das famílias abrigadas. 

Agência Brasil