sábado, 24 de maio de 2014

CAMPEONATO IPATINGUENSE: Sub-11 do Oriente fica pelo caminho; Já pelo Sub-13, vitória pelo placar mínimo garantiu a vaga

Por: José Dias Sorriso
Futblog do Sorriso




                                          
                          Garoto Adriano é um dos futuros craques da cidade de Belo Oriente


BELO ORIENTE - Os garotos do Oriente voltaram a campo na manhã deste sábado, no Estádio Menezão, em Belo Oriente, para mais uma super rodada das categorias: Sub-11 e Sub-13 - respectivamente, do Campeonato Ipatinguense de Futebol 2014. Os jogos que tiveram o tempero da expectativa formada em cima do lançamento do Projeto ''Cidadania pelo Esporte''.


Em campo, a garotada belo-orientina lutou e buscava o resultado positivo. Os primeiros a entrar em campo foram os jogadores da Categoria Sub-11 e acabaram derrotados pelo Jabaquara da cidade de Ipatinga pelo placar de 3 gols a 1. Os gols do jogo foram de: Ryan Procópio, a favor dos donos da casa; Isaac (2) e Gabriel, marcaram para o Jabaquara.

Com a derrota, o time de Belo Oriente está fora da competição, na Categoria Sub-11. Se em uma categoria estão eliminados, em outra o time de Belo Oriente segue avante. O Oriente, atuando contra o mesmo Jabaquara, na Categoria Sub-13, saiu com o resultado positivo, vencendo pelo placar de 1 a 0. O único gol do jogo, marcado em favor do time da casa, veio por intermédio do garoto craque de bola: Adriano, após uma cobrança de penalidade, ainda na etapa inicial. O goleito adversário chegou a tocar na bola, mas não conseguiu fazer a defesa e viu a bola ''morrer'' no fundo das redes.

Atlético Rafaela vence o Colón e escapa do rebaixamento



Fox Sports

Equipe marcou na segunda etapa com o meio-campista Demetris e sacramentou o rebaixamento do rival para a Série B


Atlético Rafaela venceu por 1 a 0 o Colón e escapou do rebaixamento (Divulgação/Atlético Rafaela)


A excelente campanha do Colón no Torneio Final virou pó e de nada adiantou para a equipe de Santa Fé. O Rubro-Negro perdeu por 1 a 0 para o Atlético Rafaela, no Gigante de Arroyto, neste sábado (24) e caiu para a segunda divisão do Campeonato Argentino.

Por conta da mudança no regulamento da competição, que terá 30 clubes em 2015, o time de Santa Fé só brigará pelo acesso em na outra temporada. O Atlético Rafaela encerrou uma escrita de 19 anos do Colón na primeira divisão do futebol argentino.

Durante a partida, o Rubro-Negro pouco assustou o rival e a vitória do Rafaela foi justa. O único gol da partida foi marcado por Depetris. O meio-campista iniciou jogada pelo lado direito e concluiu de cabeça para as redes após cruzamento para a grande área.

Junto com o Colón, All Boys e Argentinos Juniors compõe o trio que disputará a chamada Primera B, segunda divisão do Campeonato Argentino. Defensa Y Justicia e Banfield já garantiram vaga na Série A da próxima temporada.

Real faz do sofrimento goleada, vence Atlético e conquista La Decima




Gazeta Press


Sergio Ramos abriu, Bale marcou de cabeça, Marcelo ampliou e Cristiano Ronaldo deu o golpe de misericórdia fazendo 4 a 1


O maior campeão do Velho Continente levou mais uma taça (Getty Images)


Quando Godín abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo, o torcedor do Real Madrid provavelmente coçou a cabeça preocupado. A tensão durou até os acréscimos do tempo regulamentar, quando o ídolo Sergio Ramos empatou e levou o jogo para a prorrogação. No tempo extra, a final da Champions League gradativamente passou das cansadas mãos colchoneras para o intenso lado merengue: Bale marcou de cabeça, Marcelo ampliou e Cristiano Ronaldo deu o golpe de misericórdia fazendo 4 a 1. O maior campeão do Velho Continente levou mais uma taça.


Enfim, La Decima. Quando o zagueiro Fernando Hierro levantou a taça da Liga dos Campeões em 2001-02, a expectativa em Madri era que o ato se repetisse algumas vezes nas temporadas seguintes. Mas o maior vencedor da competição só voltaria a conquistar a Europa neste sábado, 12 anos depois. Pelas mãos do goleiro Iker Casillas, o Real Madrid finalmente volta a erguer a “orelhuda”, a taça mais cobiçada do continente.


O jogo – Os primeiros minutos foram marcados pela maior iniciativa do Real Madrid. Com maisqualidade no meio-campo, os merengues se propuseram a sair para o jogo. Mas mesmo ocupando o campo ofensivo levaram pouco perigo ao gol adversário. A principal atração dos momentos iniciais foi a substituição de Diego Costa, que não conseguiu se movimentar normalmente e acabou cedendo à lesão na coxa e deixando a partida para a entrada de Adrián. O tratamento com placenta de égua da “Dra. Milagre” não deu certo.

Trabalhando a bola no meio-campo, o Real Madrid manteve o jogo sob seu controle nas primeiras movimentações, mas não conseguiu invadir a defesa rival para criar reais oportunidades. O principal destaque até então era Di María, que pela esquerda era o único a se infiltrar para armar jogadas, mas o responsável pela primeira chance foi Gareth Bale. Ignorando as opções de passe, o galês puxou contragolpe pelo meio para invadir a área e bater com perigo à esquerda do gol de Courtois.

O grito de gol, porém, saiu apenas aos 35 minutos. Gabi cobrou escanteio na área e a defesa do Real afastou parcialmente. Mas Godín subiu mais que a marcação no rebote para desviar de cabeça e encobrir Casillas, que errou ao sair do gol. A cabeça que deu ao Atlético de Madrid o Campeonato Espanhol colocou os colchoneros à frente na decisão da Liga dos Campeões.

Após o gol, a final ficou ainda mais com a cara do Atleti, que passou a jogar mais no campo ofensivo. Liderados por Gabi, os colchoneros subiram de produção para apertar ainda mais a marcação. A resposta do Real Madrid viria apenas na etapa final.

O jogo ficou truncado após o intervalo, com várias faltas no campo ofensivo do Atleti, que aproveitava a vantagem para esfriar o duelo. Ocupando o território inimigo, os colchoneros criaram boa chance aos cinco minutos da etapa final, quando Koke roubou bola de Carvajal e cruzou para Raúl García bater de primeira sobre o gol.

Na sequência, Cristiano Ronaldo enfim apareceu no jogo. Após boa jogada pelo meio, Di María cavou falta para o português cobrar. Contando com desvio na barreira, o camisa 7 merengue obrigou Courtois a espalmar para escanteio. Em seguida, Cristiano ainda apareceu para cabecear, mas bola se perdeu pela linha de fundo.

Se lançando ao ataque, o Real Madrid deixou espaços para contragolpes, principalmente após as entradas de Isco e Marcelo. Sem Khedira na contenção adversária, David Villa e Gabi aproveitaram para acelerar pela direita e tentar cruzamentos, mas a zaga merengue conseguiu cortar.

Com o passar dos minutos, o Real Madrid passou a abafar o rival no campo de ataque. Primeiro Isco apareceu livre na entrada da área para bater à esquerda, depois foi a vez de Bale escapar pela direita e ganhar de Godín na velocidade, mas o galês chutou o chão ao invadir a área. A partir daí, a bola passou a cruzar a área colchonera com frequência e os zagueiros apareceram bem para impedir o empate.

Godín se jogou à frente de Di María para impedir o chute e na sequência Miranda repetiu o feito ao impedir cabeceio de Marcelo. Após cruzamento de Modric, a bola passou por toda a extensão da pequena área antes de Bale tentar o cruzamento e Courtois subir para ficar com a bola.

Após longos minutos sitiado em seu próprio campo, o Atleti saiu de trás aos 45 minutos, quando Gabi e Villa tocaram bola no campo de ataque até o atacante ser derrubado na entrada da área, mas a cobrança não levou perigo ao gol de Casillas. Nos acréscimos, porém, o intenso ritmo merengue deu resultado: após cruzamento da direita, Sergio Ramos aproveitou falha da marcação para subir sozinho e cabecear no canto esquerdo.

O empate aos 48 minutos do segundo tempo premiou a melhor equipe da segunda etapa e garantiu à partida mais 30 minutos de emoção. Na primeira etapa da prorrogação o Real mostrou menos desgaste físico e passou a segurar a bola na frente, mas a exemplo do que aconteceu no início do jogo levou pouco perigo. A oportunidade principal foi em cabeceio de Varane, mas Courtois fez a defesa.

Nos 15 minutos finais, o jogo menos criativo, mas mais emocionante. Modric bateu para fora da entrada da área e o Atlético respondeu em tentativa de Godín em bola aérea, mas nenhuma das jogadas representou perigo real. Aos quatro minutos, o lance fatal começou nos pés de Di María: o argentino escapou em velocidade pela esquerda para ganhar do cansado Juanfran e chutar cruzado. A bola bateu em Courtois e subiu para Gareth Bale cabecear com gol aberto e entrar de vez para a história merengue.

Depois, Tiago ainda teve chance na área do Real em saída errada de Casillas, mas no geral faltou ao Atlético a força física que tanto impressionou durante a bela temporada. Encontrando a defesa rival cansada e completamente aberta, o brasileiro Marcelo avançou pelo meio e bateu para fazer o terceiro.

Pouco depois, ainda deu tempo de Godín derrubar Cristiano Ronaldo dentro da área e o árbitro marcar pênalti. Mesmo apagado no jogo, o português converteu com tranquilidade para marcar seu 17º gol nesta Liga dos Campeões e ampliar seu recorde como maior artilheiro de uma única edição. E a sofrida vitória merengue virou goleada, a cereja do bolo da conquista de La Decima.

La Décima x maior da história: Real e Atlético fazem 1ª final da Champions entre vizinhos

ESPN

De um lado, o Real Madrid, um dos maiores clubes do mundo, colecionador de títulos e que persegue a mesma ambição há 12 anos...


Getty

De um lado, o Real Madrid, um dos maiores clubes do mundo, colecionador de títulos e que persegue a mesma ambição há 12 anos. Do outro, o Atlético de Madri, um time que desfruta - talvez - sua melhor temporada na história e que busca mostrar novamente que, para ser campeão, não precisa ser gigante ou o mais rico. Vivendo realidades distintas, as duas equipes definirão, no Estádio da Luz, em Lisboa, qual é o clube da capital espanhola dominará a Europa em 2013-14.

Getty

Para efeito comparativo quanto ao poderio de cada um, segundo o estudo Money Football League da consultoria Deloitte, o Real foi o clube que mais faturou em 2012-13: 518,9 milhões de euros, contra 120 milhões do Atlético, apenas o 20º na lista.

Se o tamanho da diferença em relação à história e à realidade das duas equipes já é uma garantia de emoção para a final da competição, há também ainda um feito inédito que deixa o jogo ainda mais atrativo. Pela primeira vez, a Champions será decidida por clubes da mesma cidade.

Além disso, a final será a quinta entre clubes do mesmo país, a segunda envolvendo espanhóis. Na anterior, que foi justamente a primeira decisão entre times conterrâneos no torneio, o Real Madrid se deu bem ao atropelar o Valencia por 3 a 0.

Agora, o time merengue tentará repetir o ‘pioneirismo' para chegar à sonhada La Décima, nome como ficou conhecida a sua deseja décima taça da competição europeia. O clube já foi campeão entre 1956 e 1960, 1966, 1998, 2000 e 2002 e tenta abrir três troféus de diferença para o Milan, que é o segundo maior vencedor.

Do outro lado, o Atlético vive situação oposta. Afinal, a equipe comandada por Diego Simeone vai em busca de sua primeira taça da Champions, o que a faria se tornar o terceiro de seu país com o rótulo de campeão europeu. De quebra, os Colchoneros viveriam sua melhor temporada da história, pois já venceram o Espanhol - pela primeira vez desde 1996 - e assegurariam um doblete inédito.

Para chegarem à decisão, os dois times mostraram uma aplicação defensiva impecável e um estilo de jogo incansável. Até por isso, ambos vão ao jogo em Lisboa com desfalques significativos.

Pelo Real, o zagueiro Pepe, um dos destaques da temporada, se recupera de uma lesão na panturrilha esquerda e deve começar no banco. O lateral direito Arbeloa, que está até fora do Copa do Mundo por problema no joelho direito, também está fora. Benzema até assustou com um problema na virilha esquerda, mas não deve ser desfalque. Por fim, Xabi Alonso, suspenso, também não poderá ser escalado pelo técnico Carlo Ancelotti.

Dessa forma, Varane, que foi titular em boa parte da última temporada, mas perdeu espaço na atual, deve entrar na vaga de Pepe para formar dupla de zaga com Sergio Ramos. Carvajal, que já está substituindo Arbeloa, será mantido. Illarramendi é o provável nome a entrar no posto de Xabi Alonso.

Do outro lado do campo, o Atlético, possivelmente, irá ao gramado sem dois de seus principais atletas. Diego Costa sofreu lesão muscular de nível 1 no bíceps femural da perna direita na final contra o Barcelona, no último sábado. O atacante até foi à Sérvia para fazer um tratamento com placenta de égua para conseguir uma recuperação improvável, mas segue como dúvida.

Já Arda Turan, que sofreu uma pancada no quadril e também se lesionou diante do Barça, é outro que não está confirmado para o duelo.


FICHA TÉCNICA


REAL MADRID x ATLÉTICO DE MADRI

Local: Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal)

Data: 24 de maio de 2014, sábado

Horário: 15h45 (de Brasília)

Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)

Assistentes: Sander van Roekel e Erwin Zeinstra (ambos da Holanda)

Assistentes adicionais: Pol van Boekel e Richard Liesveld (ambos da Holanda)

REAL MADRID: Casillas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Illarramendi, Modric e Di María; Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo
Técnico: Carlo Ancelotti

ATLÉTICO DE MADRI: Courtois; Juanfran, Miranda, Godín e Filipe Luís; Gabi e Tiago; Raúl García, Adrián López (Arda Turan) e Koke; David Villa (Diego Costa)
Técnico: Diego Simeone

Culpi ganha reforços do departamento médico para duelo com Criciúma



Gazeta Press / ESPN

Divulgação/Atlético-MG


O Atlético-MG terá um time reforçado no jogo de domingo, contra o Criciúma, no Ipatingão. O departamento médico do time mineiro liberou os atacantes Guilherme e Diego Tardelli, que treinaram normalmente nesta sexta-feira. Tardelli se recuperou de uma lesão muscular na coxa esquerda, sofrida no clássico contra o Cruzeiro. Já Guilherme curou o tornozelo esquerdo, dolorido desde o jogo contra o Goiás.

Além dos dois jogadores, o armador Ronaldinho Gaúcho e o atacante Neto Berola também estão à disposição do técnico Levir Culpi após se recuperarem de lesões. O aproveitamento dos atletas ainda não é certo no jogo de domingo, isso porque, o treinador atleticano quer ter certeza que todos os jogadores estão 100% recuperados.

"É difícil você colocar um jogador com risco de machucar em uma volta. Tem que saber controlar com calma. Prefiro não colocar jogador em risco. Se machuca de novo, pode ficar fora do campeonato", comentou Levir Culpi, que terá o retorno do zagueiro Leonardo Silva, que cumpriu suspensão ante o Vitória, em Feira de Santana.

Aos poucos, Levir Culpi começa a ter todo o elenco do Atlético-MG à disposição, mas o técnico ainda tem jogadores importantes no departamento médico. O avante Jô, e o lateral-direito Marcos Rocha são titulares da equipe, mas estão fora de combate nas últimas rodadas por conta de lesões.

Venda de ingressos para Atlético x Criciúma no Ipatingão

Foto: Placar


Atlético x Criciúma

Domingo – 25/05/2014

Ipatingão– 18h30

Abertura dos Portões – 16h30

Portões – 3, 4, 7 e 8

Portão 8- Visitante



VENDA ANTECIPADA QUARTA-FEIRA GNVP QUINTA-FEIRA SEXTA-FEIRA SÁBADO DOMINGO

DATA 21/mai 22/mai 23/mai 24/mai 25/mai

Sede do Atlético em Lourdes 10 às 20h 10 às 17h 10 às 17h 10 às 17h FECHADO

Estádio Lamegão 10 às 17h 10 às 17h 10 às 17h 10 às 17h 10 às 19h45

Ciclovia - Canaã (Ipatinga) FECHADO 10 às 17h 10 às 17h 10 às 13h FECHADO

Point do Esporte (Ipatinga) FECHADO 10 às 17h 10 às 17h 10 às 13h FECHADO

U.O.T (Coronel Fabriciano) FECHADO 10 às 17h 10 às 17h 10 às 13h FECHADO

Placar (Timóteo) FECHADO 10h às 17h 10 às 17h 10 às 13h FECHADO



Preços de Ingressos

Descrição Acesso Categoria Preço

Cadeiras (Atlético) Portões 3, 4 e 7 Int / Meia R$20,00/r$10,00

Cadeiras (Visitante) Portão 8 Int / Meia R$20,00/R$10,00



Sistema de segurança:

Policias Internos: 85

Policias externos: 25

Bombeiro: 4

Polícia Civil: Plantão da Delegacia


Dados da FMF

Ronaldinho Gaúcho aluga mansão para Copa e cobra 34 mil reais por dia



Casa do craque do Atlético-MG fica no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro, e possui cinco quartos, seis banheiros e área de lazer. (Reprodução/ AirBnB)

Jorginho assume comando técnico do Vitória



Gazeta Press


O treinador chega para assumir a vaga de Ney Franco, que saiu do Leão para trabalhar no Flamengo


Com 49 anos, Jorginho despontou como técnico no Palmeiras, entretanto, não firmou passagens em Goiás, Ponte Preta, Portuguesa, Atlético-PR e Bahia (Foto Arena)


Jorginho, ex-Palmeiras, é o novo técnico do Vitória. O comandante foi anunciado nesta sexta-feira pelo site oficial do clube baiano. Ele chega para assumir a vaga de Ney Franco, que saiu do Leão para trabalhar no Flamengo.


“Estou muito feliz por essa oportunidade. O Vitória é uma grande equipe e vamos trabalhar muito para fazer uma campanha vitoriosa”, afirmou.


Jorginho já viaja com a equipe para o Rio de Janeiro. No domingo, a Rubro-negro enfrenta o Botafogo em Macaé, em confronto válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.


Com 49 anos, Jorginho despontou como técnico no Palmeiras, entretanto, não firmou passagens em Goiás, Ponte Preta, Portuguesa, Atlético-PR e Bahia. O treinador estava sem clube após sair do grande rival do Vitória.

América-MG empata com o Santa Cruz e lidera



Assessoria CBF

Quatro jogos abriram a sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta sexta-feira. Em Recife, o América-MG arrancou um empate em 1 a 1 com o Santa Cruz e segue líder isolado da competição, com 17 pontos. Willians marcou para os visitantes, e Danilo Pires para os anfitriões, que ocupam a 15ª posição, com sete pontos.

Em Bragança Paulista o Bragantino recebeu o Oeste e não deu qualquer chance ao adversário: 3 a 0, gols de Yago, duas vezes, e Samuel. O resultado deixou os anfitriões na 11ª posição, somando oito pontos. A equipe de Itápolis, com seis, está em 16º.

Quem também venceu em casa foi o Boa Esporte, que fez 2 a 0 no Avaí, com gols de Diego e Michel, e chegou aos oito pontos, na décima posição. A equipe catarinense, com sete, está em 13º lugar.

Em Fortaleza, o Ceará passou pela Ponte Preta, vencendo por 3 a 2, e chegou à vice-liderança, com 14 pontos. Com a derrota, os paulistas estão em sexto, somando dez. Magno Alves, Bill e Ricardinho marcaram para os anfitriões, enquanto Edno e Alexandro descontaram.

A Série B do Brasileiro segue neste sábado com mais seis jogos: Portuguesa x Atlético-GO, Sampaio Corrêa x Luverdense, Joinville x Vasco, Vila Nova x América-RN, Paraná Clube x Náutico e ABC x Icasa.

Brasil falha na recepção e Itália vence na estreia da Liga Mundial



Gazeta Press


O time comandado pelo técnico Bernardinho foi derrotado por 3 sets a 1, com parciais de 25/19, 27/25, 22/25 e 25/21, na Liga Mundial Masculina de Vôlei


Brasil estreou com derrota na Liga Mundial Masculina de Vôlei (Divulgação/CBV)


A Itália venceu o Brasil na tarde desta sexta-feira (23 de maio), em Jaguará do Sul, Santa Catarina, por 3 sets a 1, parciais de 25/19, 27/25, 22/25 e 25/21, na partida que marcou a estreia dos comandados do técnico Bernardinho na Liga Mundial Masculina de Vôlei.


A Seleção Brasileira volta à quadra neste sábado, às 10 horas, no mesmo ginásio, contra o adversário que o derrotou nesta tarde. Com o resultado, o Brasil não soma nenhum ponto. A Itália, por ser sede da etapa final da competição, já está classificada para a próxima fase.

Com uma defesa bem postada e um saque arrasador, os italianos conseguiram desestruturar a recepção dos brasileiros, sendo essa a grande diferença para o resultado final do duelo. O levantador, Bruninho, admitiu a má atuação da Seleção Brasileira e já pensa na partida de sábado.

“A gente fez um primeiro set muito ruim, de repente foi a ansiedade da estreia. Eles foram melhores no saque, melhores em tudo. Não temos que ficar chorando. Eles já estão classificados para a fase final e soltaram o braço. Não adianta pensar na partida de hoje, temos que pensar no jogo de amanhã. Temos que melhorar muita coisa para chegar à final”, explicou o filho de Bernardinho.

O jogo - A Itália começou melhor e logo abriu 1/6. Depois do tempo técnico pedido pelo técnico Bernardinho, os brasileiros melhoraram e com um bloqueio mais eficiente reduziram a vantagem para 5/7. No entanto, o saque italiano era muito forte, o que dificultou a recepção do time de Bernardinho. A equipe italiana chegou abrir uma vantagem de sete pontos com 11/18. O bloqueio brasileiro parou de funcionar e os azuis fecharam o primeiro set em 19/25.

O segundo set começou com a Seleção Brasileira mais ligada e com as investidas de Leandro Vissotto e o bloqueio de Sidão, os comandados de Bernardinho abriram 10/7. Só que os italianos reagiram e com um bloqueio impecável viraram e assumiram o marcador em 17/19. O Brasil com dois saques fortes de Lucão e um ace de Sidão fez 25/24, mas o defesa italiana voltou a se postar bem, fechando o set para a Itália em 25/27.

O terceiro set continuava equilibrado, mas Bernardinho resolveu pedir tempo técnico quando o oposto Zatsev fez um ace e abriu 14/12 para o rival brasileiro. A bronca surtiu efeito e com um ponto de bloqueio, o Brasil passou a frente em 21/20. Vissotto e Bruninho estavam bem e o Brasil fechou o set com 25/22.

Vissotto, Lucarelli e Bruninho eram os destaques do Brasil no quarto set. O levantador era impecável nas bolas para os outros dois, que exploravam muito bem o bloqueio, fazendo com que os italianos não abrissem vantagem maior que dois pontos. No entanto, foi nessa tônica que a Itália levou o jogo até o final, forçando o saque e aproveitando a fragilidade dos brasileiros na recepção. Não poderia ser diferente, e com um ace incrível de Zatsev, a Itália fechou o quarto set em 25/21 e venceu o primeiro duelo diante dos brasileiros.

PSG confirma acerto com o Chelsea pelo zagueiro David Luiz




Fox Sports


Clube francês anunciou o acordo em seu site oficial. 

PSG oficializou acerto com o Chelsea pelo zagueiro David Luiz (Getty Images)


O PSG anunciou nesta sexta-feira (23), em seu site oficial, que chegou a um acordo com o Chelsea sobre a transferência do zagueiro David Luiz. O clube francês concretizará a contratação do brasileiro assim que a janela de transferências abrir, no dia 10 de junho. Não foram citados valores, mas, conforme apurou o FOXSports.com.br, os Blues receberão 50 milhões de euros, cerca de R$ 151 milhões.

Com 27 anos, David Luiz iniciou sua carreira no Vitória e ficou conhecido no futebol internacional quando passou a atuar com a camisa do Benfica, onde disputou quatro temporadas. O zagueiro acertou sua transferência para o Chelsea em 2011, clube pelo qual conquistou a UEFA Champions League, a Europa League e a FA CUP.

O defensor é titular absoluto da Seleção Brasileira e um dos homens de confiança de Luis Felipe Scolari. David Luiz disputará sua primeira Copa do Mundo neste ano e fará dupla de zaga com Thiago Silva, futuro companheiro também no PSG.

Real e Atlético levam rivalidade de Madri para a decisão em Lisboa




Gazeta Press


Campeão espanhol, o time de Diego Simeone busca o título inédito da Champions League


Melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo é a principal peça do Real Madrid para a final da Champions League (Getty Images)


Quando Bayern de Munique e Borussia Dortmund, ambos da Alemanha, decidiram o título no ano passado, com triunfo do primeiro, se acreditava que demoraria muito tempo para que a Liga dos Campeões da Europa voltasse a ter uma final tão recheada de rivalidade. Porém, quis o destino que o fato acontecesse logo um ano depois. Assim, Real Madrid e Atlético de Madrid se encontram neste sábado, às 15h45 (de Brasília), no Estádio da Luz, em Lisboa, capital de Portugal, para decidir quem será o campeão do torneio de clubes mais importante da Europa.


Os dois times chegam a esta decisão sem deixar dúvidas de que são merecedores do posto. O Atlético de Madrid, que no sábado passado conquistou o título espanhol, eliminou o Chelsea nas semifinais, fazendo 3 a 1 na Inglaterra após empate sem gols em casa. Já o Real Madrid atropelou o Bayern de Munique, goleando por 4 a 0 na Alemanha depois de ter feito 1 a 0 na Espanha.


"São os dois times que mereciam estar nesta decisão. Nós chegamos muito motivados pela conquista do fim de semana passado e dispostos a dar mais esta alegria aos nossos torcedores. Chegamos em um melhor momento e com um conjunto melhor. Já o Real Madrid tem melhores jogadores tecnicamente falando e está acostumado a este tipo de decisão. Tem tudo para ser um grande jogo, decidido nos detalhes. Acredito que o meio-de-campo deverá ter um papel decisivo neste aspecto” afirmou o argentino Diego Simeone, técnico do Atlético.


Carlo Ancelotti, comandante do Real Madrid, também prevê muito equilíbrio. “São dois times que estão acostumados a decidir, a fazer jogos importantes e carregam com eles grandes torcidas e muita rivalidade. Os ingredientes para uma decisão de primeiro nível já foram colocados na forma e agora é esperar pelo bolo, que tem tudo para ser bom. Da minha parte posso dizer que fizemos tudo em termos de preparação para neutralizarmos nosso adversário” - disse Carlo Ancelotti.


Em termos de escalação, o Real Madrid poderá contar com a suas principais estrelas, o atacante português Cristiano Ronaldo, recuperado de lesão na perna direita, e o meia galês Gareth Bale. Já Karim Benzema se recupera de uma contratura no músculo adutor da coxa sofrida no duelo contra o Espanyol no final de semana, pela última rodada do Campeonato Espanhol, e é dúvida.


Ainda lutando contra um problema no joelho direito, o zagueiro português Pepe pode ficar de fora, abrindo vaga para Raphaël Varane. Ausência certa é do meia Xabi Alonso, suspenso por acúmulo de cartões amarelos e que cede seu posto para Asier Illarramendi. O brasileiro Casemiro também pode iniciar a partida.

Pelo lado do Atlético a possibilidade de desfalque mais sentida é de um principais destaques, o atacante brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, que sofre com uma contratura muscular na parte posterior da coxa direita. Sem ele, David Villa será o escolhido para o posto. O volante Arda Turan, com dores na coxa direita, é dúvida e vai se submeter a um teste de vestiário, podendo abrir vaga para Raúl García.

Pelo Campeonato Espanhol as duas equipes se enfrentaram duas vezes. O Atlético de Madrid venceu por 1 a 0 no campo do Real, enquanto que no segundo turno eles empataram por 2 a 2. Já na Copa do Rei os merengues simplesmente passearam nas semifinais, ganhando dos atleticanos por 3 a 0 e por 2 a 0. O Real Madrid ganhou este título batendo o Barcelona na final.



FICHA TÉCNICA REAL MADRID-ESP X ATLÉTICO DE MADRID-ESP


Local: Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal)

Data: 24 de maio de 2014 (Sábado)

Horário: 15h45(de Brasília)

Árbitro:Björn Kuipers (Holanda)


REAL MADRID: Iker Casillas, Daniel Carvajal, Sergio Ramos, Pepe (Raphaël Varane) e Fabio Coentrao; Luka Modric, Asier Illarramendi, Ángel Di María e Gareth Bale ; Cristiano Ronaldo e Karim Benzema.

Técnico: Carlo Ancelotti


ATLÉTICO DE MADRID: Thibaut Courtois, Juanfran, Diego Godín, Miranda e Filipe Luís; Mario Suárez, Koke, Gabi, Raúl García (Arda Turan) e Diego; Diego Costa (David Villa)

Técnico: Diego Simeone

Criciúma tem problemas para enfrentar o Atlético-MG



Gazeta Press


Paulo Baier foi poupado dos treinamentos e Serginho é dúvida para encarar o Galo, em Minas Gerais


Criciúma pode não ter Paulo Baier e Serginho para encarar o Atlético-MG (Fernando Ribeiro/Criciúma EC)


O técnico Wagner Lopes terá problemas para escalar o Criciúma nesta sétima rodada do Campeonato Brasileiro Série A. Paulo Baier, principal criador do setor de armação do Tigre, foi poupado pela comissão técnica para evitar desgaste. Além dele, o meio-campista Serginho também é desfalque por questões contratuais e não enfrenta o Atlético-MG às 18h30 (de Brasília), em Ipatinga (MG), no Estádio Ipatingão.


Paulo Baier atuou nas duas últimas partidas do Criciúma, diante do Inter e da Chapecoense e não embarca para Minas para realizar um trabalho de fortalecimento físico. “O Paulo Baier é um jogador que merece cuidados. Se for colocado em muitos jogos seguidos, pode acabar ficando fora por mais tempo por conta de desgaste”, analisou Wagner Lopes.

Já Serginho não poderá ir a campo, pois os direitos federativos do atleta pertencem ao clube mineiro. No contrato de empréstimo, em vigor desde 2013, consta uma cláusula que determina o pagamento de uma quantia ao Atlético-MG caso o jogador venha a enfrentar o ex-clube.

Outras mudanças que podem ocorrer, com relação à equipe que venceu a Chapecoense por 1 a 0, são as entradas de Eduardo, na lateral direita, e Malyson, no meio-campo – este último, provavelmente, na vaga de Serginho.

Quanto ao substituto de Paulo Baier no setor de criação, Lopes fez mistério e não revelou o escolhido, temendo facilitar a análise da equipe mineira. Quando perguntado sobre a alteração, o treinador ironizou: “Quem vai jogar no Atlético, você sabe me dizer? Passa pra mim se eles vão vir com três zagueiros ou dois”.

River Plate e San Lorenzo disputam a final do Supercampeonato argentino


Fox Sports 



Campeão do Torneio Final e o vencedor do Torneio inicial duelam neste sábado, com transmissão ao vivo do FOX Sports



River Plate, campeão do Torneio Final, e San Lorenzo, vencedor do Torneio Inicial, se enfrentam neste sábado (24 de maio) na final do Supercampeonato argentino, no estádio Juan Gilberto Funes. O FOX Sports transmite a partida ao vivo, a partir das 21h15.

Os desfalques para o duelo deste sábado irão pesar para os dois lados. O River não poderá contar com Teófilo Gutiérrez, que já se apresentou a seleção da Colômbia para a Copa do Mundo. Do lado do San Lorenzo, Edgardo Bauza não terá Ignacio Piatti e Nicolas Blandi, lesionados, e Balanta, que também está na preparação para o Mundial com a seleção colombiana.


Sendo assim, o River Plate deve entrar em campo com a seguinte formação: Marcelo Barovero; Gabriel Mercado, Jonatan Maidana, Ramiro Funes Mori e Leonel Vangioni; Carlos Carbonero, Cristian Ledesma e Ariel Rojas; Manuel Lanzini; Fernando Cavenaghi e Daniel Villalva.


Do lado do San Lorenzo, a equipe será: Sebastián Torrico; Julio Buffarini, Fabricio Fontanini, Santiago Gentiletti e Emmanuel Mas; Héctor Villalba, Juan Mercier, Néstor Ortigoza e Leandro Romagnoli; Angel Correa e Mauro Matos.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

AGENDA DE JOGOS: Futebol Amador Regional



Sábado

AMISTOSOS - VETERANOS 



15:30

Nápole x Ajax - Campo do Alegre -Timóteo


Independente x Aluvaeira - Campo do Limoeiro


Oriente x Itamarati - Campo do Oriente


Chácaras Madalena x Galeto - Em Ipatinga


Naque x Caratinguense - Em Ipatinga 



Domingo

CAMPEONATO IPATINGUENSE - 1ª DIVISÃO

6ª Rodada - Primeira Fase

15:20 

Vila Nova x Limoeiro - Vila Formosa


Itamarati x Cidade Nobre - Bethânia


Industrial x Beira-Rio - Bom Retiro

Universo x Novo Vale - Novo Cruzeiro


Iguaçu x União - Iguaçu



CAMPEONATO IPATINGUENSE - 2ª DIVISÃO

5ª Rodada - Primeira Fase

9:40

Vila Celeste x Vila da Paz - Vila Celeste


15:20


Chácaras Madalena x Vale Alto - Ferreirão


Ipanema x AERC - Vila Ipanema


Barra Alegre x Pedra Branca - Barra Alegre


Rio Branco x Palestra - Esperança


Tiradentes x Teneminas - Tiradentes


Renascer x Esperança - Vila Celeste


Panorama x Fourquilha - Panorama

Três Jogos realizados na noite de quinta-feira: Palmeiras vence Figueirense por 1 a 0 e chega ao G4



Assessoria CBF


Três partidas encerraram, na noite desta quinta-feira, a sexta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. No estádio Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, o Palmeiras derrotou o Figueirense por 1 a 0, gol de Henrique. Com o resultado, o clube paulista chegou aos doze pontos e passou a ocupar a quarta posição na tabela. Os catarinenses, com um ponto somado, estão em 19º.

No Serra Dourada, Goiás e Santos empataram em 2 a 2. Pela equipe goiana, marcaram Alex Alves e Erik, já os paulistas fizeram com Geovânio e Cícero. O empate deixou os anfitriões com onze pontos, na sexta posição. Os visitantes ocupam o 13º lugar, com sete pontos.

Em Feira de Santana-BA, o Atlético-MG derrotou o Vitória por 3 a 2. Dátolo, Alemão (contra) e Rever marcaram para os visitantes. Para os anfitriões, Dinei e Willie anotaram. O resultado deixou o clube mineiro na sétima posição, com 10 pontos. A derrota deixou os baianos em 15º, com cinco
.

Brasil estreia com vitória no Torneio de Toulon


Assessoria CBF


Não foi uma partida fácil, como de costume em estreias de competições, mas a Seleção Brasileira Sub-21 começou bem no Torneio Internacional de Toulon. Contra uma bem armada Coreia do Sul, Thalles e Luan marcaram os gols do 2 a 0 nesta tarde de quinta-feira na França.

O jogo começou com o juiz assinalando um pênalti a favor dos coreanos. Uma bola que resvalou na mão de Wendell e o árbitro entendeu que era uma infração. Sem problemas. Debaixo da baliza estava Marcos. Com calma e concentração, o goleiro esperou o camisa 10 adversário definir a cobrança e voou para não deixar a rede brasileira balançar.

Depois do susto, o Brasil pôs a bola no chão e tomou as rédeas da partida. Tanto que não demorou para o primeiro gol sair. Alisson já tinha chegado perto de marcar com um chute em arco que passou raspando a trave quando, na sequência, em bola alçada à área por Gilberto, Thalles dominou no peito e mandou um bomba para fazer 1 a 0.

Apesar do domínio, a Seleção Brasileira não conseguiu ampliar o placar na primeira etapa. No segundo tempo, a Coreia se lançou ao ataque, mas só conseguiu uma chance, num lance em que Dória escorregou, mas tranquilo, novamente Marcos estava lá para defender o chute à queima roupa, sem dar rebote.

De olho em aumentar a vantagem, Alexandre Gallo começou a fazer substituições. Luan, Lucas Piazon e Alison entraram no lugar de Leandro, Alisson e Ademílson. E foi no último minuto do tempo regulamentar - as partidas do Torneio Internacional de Toulon deste ano têm 80 minutos de duração, sendo cada tempo de 40 minutos - que o primeiro deles a entrar em campo fechou a conta.

Luan já tinha chegado perto de marcar um gol de placa ao deixar três jogadores para trás dentro da área, mas no momento da conclusão foi travado pelo zagueiro. O suficiente para conquistar a torcida, que ficou de pé para ver ele buscar a bola no meio-campo, ouvir o treinador dizer "vai dentro Luan, é só você", e a bola ir parar no fundo das redes depois de enfileirar adversários e tocar na saída do goleiro.

O próximo adversário do Brasil no Torneio de Toulon é a Colômbia, já neste sábado. Por conta disso, a sexta-feira será de recuperação para preparar os jogadores.

BRASIL

Marcos, Gilberto, Marquinhos, Dória (c) e Wendell; Rodrigo Caio e Lucas Evangelista; Leandro (Luan), Ademílson (Alison) e Alisson (Lucas Piazon); Thalles.

PLACAR DO FUTEBOL




Série A:

(6º)Goiás-GO 2x2 Santos-SP(13º).
(4º)Palmeiras-SP 1x0 Figueirense-SC(19º).
(15º)Vitória-BA 2x3 Atlético-MG(7º).

PA:

Final 2º Turno: Ida:
Remo 2x2 Paysandu.

PB:

(6º)Auto Esporte 1x0 Treze(4º).

Levir Culpi destaca espírito de luta e elogia arrancada do Atlético-MG


Gazeta Press


Bruno Cantini/Atlético-MG

Atlético-MG somou o terceiro triunfo seguido no Brasileiro

O Atlético-MG começou bem o jogo contra o Vitória e, com 16 minutos de jogo, já estava com dois gols de frente, mas o clube relaxou no fim da partida e permitiu a reação dos baianos, vencendo por 3 a 2, placar que deixou Levir Culpi irritado. O treinador, porém, elogiou o espírito de luta dos jogadores e reclamou das condições do gramado do estádio Joia da Princesa.

"Estou alegre pela vitória. Fiquei aliviado, porque os times brigaram em campo. Tivemos muitas dificuldades com o gramado pesado. O campo ficou tão difícil para jogar que os cinco gols saíram de confusão na área. Nós fizemos o placar de 3 a 0, aí ficou mais tranquilo e deu para segurar. O jogo valeu pelo espírito dos jogadores, que é elogiável, mas abre os olhos da gente para melhorar um pouco mais", analisou.

Com o triunfo em Feira de Santana, o Atlético-MG emplaca a terceira vitória seguida do Brasileiro e começa a encostar nos primeiros colocados da tabela. O técnico Levir Culpi entende que, se o clube vencer os próximos compromissos, ficará em uma condição muito boa na parada para a Copa do Mundo, retornando forte na briga pelo título.

"Subimos na tabela e estamos próximos da ponta já. Foi uma arrancada muito boa e fico feliz, porque a gente vai ter um tempo maior para ficar com eles (jogadores). Se a gente conseguir mais uma, duas, três vitórias, praticamente vamos para a ponta do campeonato. Teríamos tempo para trabalhar e seria muito bom para seguir o trabalho", declarou.

Tottenham anuncia saída do goleiro Gomes após seis temporadas


Gazeta Press


Getty

Gomes: Harry Redkapp não gosta de sul-americanos e de brasileiros

O Tottenham Hotspur anunciou nesta quinta-feira, em nota oficial, que o goleiro brasileiro Gomes, que defendeu a equipe por seis temporadas, não vai mais defender a equipe após o fim de seu contrato, que se encerra em junho.

O Tottenham anunciou em seu Twitter oficial o término de contrato do goleiro.

"Heurelho Gomes vai deixar o clube com o encerramento de seu contrato no próximo mês e nós gostaríamos de desejar ao popular goleiro tudo de melhor para o futuro", diz a nota.

Gomes chegou aos Spurs em julho de 2008, após se destacar na Europa com a camisa do PSV Eindhoven, da Holanda. Ao todo, o goleiro defendeu a equipe londrina em 135 oportunidades.

Os melhores momentos do arqueiro no time inglês foram alcançados nas temporadas 2009/10 e 2010/11, quando, titular, foi destaque da equipe que chegou às quartas de final da Liga dos Campeões.

Com 33 anos, Gomes estará livre para negociar após a Copa do Mundo e pode surgir como reforço de alguma grande equipe brasileira.

Com passaporte em mãos, Jobson se diz aliviado por poder retornar



Gazeta Press

Após impasse com o Al Ittihad, na Arábia Saudita, o atacante Jobson está pronto para retornar ao Brasil...


Reprodução

Jobson está pronto para voltar ao Brasil

Após impasse com o Al Ittihad, na Arábia Saudita, o atacante Jobson está pronto para retornar ao Brasil. Ele passou quatro meses no futebol árabe sem receber após ser afastado pelo clube, que alegou que o atleta não se submeteu a um exame antidoping.

Jobson, de 26 anos, pôde comemorar nesta quinta-feira a obtenção do passaporte e do visto para voltar a sua terra natal. Mesmo após rescindir o empréstimo com o Al-Ittihad na semana passada, o jogador vinha tendo problemas para obter os documentos.

"Final da novela. Passaporte. Acabou", comemorou o atacante em sua página pessoal no Facebook, escrevendo um agradecimento árabe em seguida.

Jobson ainda tem contrato com o Botafogo até 2015, mas não deve ser aproveitado pelo clube carioca, já que não faz parte dos planos do presidente Maurício Assumpção.

Árbitro Paulo César de Oliveira anuncia a aposentadoria dos gramados


ESPN

Um dos nomes mais conhecidos da arbitragem nacional anunciou a aposentadoria nesta quinta-feira...


Divulgação

Paulo César de Oliveira anunciou a saída do futebol profissional aos 40 anos

Um dos nomes mais conhecidos da arbitragem nacional anunciou a aposentadoria nesta quinta-feira. O árbitro Paulo César de Oliveira, aos 40 anos, compareceu esta noite na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF) para se retirar do quadro profissional. Agora aposentado, ele garantiu terminar sua trajetória sem nenhum arrependimento.

"Foi uma trajetória vencedora, onde consegui galgar tudo aquilo que sonhava na minha carreira. Comecei em 1996 e cheguei ao quadro da primeira divisão, de forma definitiva, em 1997. Já em 1999 ingressei no quadro internacional. Passei todo esse tempo representando a arbitragem paulista como árbitro Fifa", declarou Paulo César ao site da FPF.

Paulo César encerra a carreira acumulando jogos importantes a nível paulista e brasileiro, como decisões de Série A e Copa do Brasil. O árbitro, contudo, colocou outra partida como a mais importante da trajetória.

"Fiz final de Copa do Brasil, jogos decisivos de Campeonato Brasileiro e Libertadores, porém o jogo que mais me marcou foi o amistoso entre Brasil e Haiti, em um jogo da paz, onde tive o orgulho de apitar aquele jogo", disse, relembrando a goleada por 6 a 0 da seleção brasileira, em 2004.

Croácia sofre mais uma baixa e lateral Strinic está fora da Copa



Gazeta Press

Com uma lesão muscular, o lateral-esquerdo Ivan Strinic está fora do Mundial no Brasil

Ivan Strinic é a segunda baixa na seleção que enfrentará o Brasil na abertura da Copa do Mundo (Getty Images)


A Croácia perdeu mais um jogador para a Copa do Mundo. Nesta quinta-feira foi confirmada a lesão muscular do lateral-esquerdo Ivan Strinic, do Dnipro (Ucrânia). O técnico da seleção croata, Niko Kovac, lamentou o ocorrido.

“Sua lesão muscular deve impedí-lo de se juntar aos treinamentos por outros dez dias. Eu sinto por Ivan, mas nós temos de encontrar outras soluções. A Croácia não tem muitas opções para a lateral esquerda, ainda que tenhamos jogadores que possam preencher isso”, afirmou.

É a segunda baixa na seleção que enfrentará o Brasil na abertura da Copa do Mundo, em 12 de Junho, na Arena Corinthians, em São Paulo. Na segunda-feira, foi a vez do corte do meia Ivo Ilicevic (Hamburgo-ALE), que lesionou as duas pernas.

O treinador se mostrou preocupado com a parte física dos jogadores para a Copa. “Nós gastamos meio ano planejando isso e fizemos tudo o que poderíamos. Agora, nós temos de trabalhar duro, mas também cuidar da fadiga”, finalizou.

Klinsmann divulga 23 convocados e deixa Donovan de fora da Copa



Fox Sports

Treinador alemão anunciou os atletas que vestirão a camisa dos Estados Unidos no Mundial do Brasil e não chamou o veterano camisa 10

Klinsmann convocou a seleção dos Estados Unidos, mas deixou Donovan de fora (Getty Images)


O treinador Jurgen Klinsmann divulgou nesta quinta-feira (22) a lista definitiva dos 23 jogadores da seleção dos Estados Unidos que vão disputar a Copa do Mundo. O alemão, no entanto, causou espanto à todos após deixar o craque do país, Landon Donovan de fora da convocação.

Donovan é o maior artilheiro da história do país com 57 gols em 154 partidas disputadas. Atualmente no Los Angels Galaxy, o atleta não apontou nenhuma lesão ou outro problema que poderia tirá-lo do Mundial. O norte-americano disputou as Copas de 2002 (Japão e Coreia do Sul), 2006 (Alemanha) e 2010 (África do Sul).

O meio-campista marcou cinco gols em Mundiais e é o artilheiro isolado da seleção nesta competição. O camisa 10 é eternamente lembrado pelo heroico gol diante da Argélia, quando aos 46 minutos do segundo tempo, Donovan marcou o gol que deu a vaga nas oitavas de final para os Estados Unidos.

Confira a lista dos 23 jogadores convocados para a seleção dos Estados Unidos

Goleiros: Brad Guzan (Aston Villa), Tim Howard (Everton) e Nick Rimando (Real Salt Lake)

Defensores: DaMarcus Beasley (Puebla), Matt Besler (Sporting Kansas City), John Brooks (Hertha Berlin), Geoff Cameron (Stoke City), Timmy Chandler (Nürnberg), Omar Gonzalez (LA Galaxy), Fabian Johnson (Borussia Mönchengladbach) e DeAndre Yedlin (Seattle Sounders FC)

Meio-campistas: Kyle Beckerman (Real Salt Lake), Alejandro Bedoya (Nantes), Michael Bradley (Toronto FC), Brad Davis (Houston Dynamo), Mix Diskerud (Rosenborg), Julian Green (Bayern Munich), Jermaine Jones (Besiktas), Graham Zusi e (Sporting Kansas City)

Atacantes: Jozy Altidore (Sunderland), Clint Dempsey (Seattle Sounders FC), Aron Johannsson (AZ Alkmaar), Chris Wondolowski (San Jose Earthquakes)

Inglaterra divulga numeração para a Copa; Rooney vai com a 10



Gazeta Press


Federação Inglesa de Futebol (FA) divulgou nesta quinta-feira os números dos jogadores para o Mundial

Rooney será o camisa 10 da seleção da Inglaterra na Copa do Mundo (Fotoarena)


A Federação Inglesa de Futebol (FA) divulgou nesta quinta-feira a numeração que os atletas da seleção usarão na Copa do Mundo do Brasil. Destaque, o atacante Wayne Rooney ficará com a imponente 10.

Já o capitão Steen Gerrard seguirá usando a 4, camisa que veste o meia inglês desde a Copa de 2006, na Alemanha. Outro destaque dos ingleses é o meia Frank Lampard. Assim como Gerrard, Lampard segue usando a 8, como 2006 e 2010.

Terceiro goleiro em 2010, Joe Hart usará a camisa 1. Convocado para renovar a equipe, segundo o treinador, o lateral Luke Shaw, de 19 anos, ficará com a 23.


Confira a numeração completa:

1. Joe Hart
2. Glen Johnson
3. Leighton Baines
4. Steven Gerrard
5. Gary Cahill
6. Phil Jagielka
7. Jack Wilshere
8. Frank Lampard
9. Daniel Sturridge
10. Wayne Rooney
11. Daniel Welbeck
12. Chris Smalling
13. Ben Foster
14. Jordan Henderson
15. Alex Oxlade-Chamberlain
16. Phil Jones
17. James Milner
18. Rickie Lambert
19. Raheem Sterling
20. Adam Lallana
21. Ross Barkley
22. Fraser Forster
23. Luke Shaw

Henrique marca e Palmeiras bate Figueirense sob olhares de Gareca



Gazeta Press

Centroavante marcou seu quinto gol em seis jogos pelo Verdão. Vitória deixa o time paulista no G-4 do Brasileirão

Henrique marcou após belo cruzamento de William Matheus e colocou o Palmeiras no G-4 (Cesar Greco/Foto Arena)


O goleador balançou as redes aos 36 minutos do primeiro tempo, fazendo o seu quinto gol em seis jogos no clube. Uma rara chance de garantir a vitória em um jogo de dedicação palmeirense para superar a falta de criatividade. Diante de um rival sem qualidade, foi o suficiente para Alberto Valentim se despedir do comando interino com 100% de aproveitamento em quatro jogos, três deles pela liga nacional.Das tribunas da Fonte Luminosa, em Araraquara, Ricardo Gareca não viu um futebol convincente do time que aceitou assumir, mas acompanhou um artilheiro. Com gol de Henrique, o Palmeiras venceu o Figueirense por 1 a 0 e alcançou a quarta posição do Campeonato Brasileiro.

O Verdão atingiu 12 pontos, atrás do Fluminense no saldo de gols e um ponto abaixo de Cruzeiro e Internacional. Provavelmente com Gareca no banco, a equipe buscará a quinta vitória consecutiva em visita ao Chapecoense, em Santa Catarina, às 18h30 (de Brasília) de domingo. O Figueira, com três pontos e só um gol marcado, tenta sair da penúltima posição recebendo o Goiás às 16 horas de domingo.

O jogo – Em sua última missão como técnico interino do Palmeiras, Alberto Valentim não inventou. Do time que venceu o Vitória no domingo, apenas promoveu as voltas de Wendel e William Matheus, recuperados de contusão, às laterais, e impôs mias uma vez a ordem de todos marcarem atrás da linha da bola quando não tiverem a posse.

Nesse espírito, Diogo se destacou com sua constante movimentação, tanto na defesa quanto no ataque. Assim, conseguiu falta aos quatro minutos que Wesley cobrou em sua cabeça, e o camisa 17 balançou as redes pelo lado de fora. Cinco minutos depois, rolou para Wesley bater com perigo. E foi só.

Das tribunas do estádio, Ricardo Gareca, que ainda não foi apresentado aos comandados, viu um time ansioso e sem ninguém para coordenar as ações ofensivas, já que Mendieta, mais uma vez, quase não foi visto em campo. Wesley, por sua vez, raramente acertava algo. O Figueirense soube se aproveitar avançando a marcação, mas sem qualidade para ir mais à frente do que o círculo central.

Irritado, Alberto Valentim inverteu Diogo com Marquinhos Gabriel, que passou a jogar pela direita para aparecer com mais eficiência. Diante da pouca criatividade, o técnico, então, aproveitou a correria para liberar a movimentação dos dois jogadores para dar chances ao centroavante, suprindo mais um sumiço de Mendieta.

Assim, aos 33, Diogo cruzou para Henrique parar no goleiro Tiago Volpi. Três minutos depois, a tentativa foi fatal. William Matheus tabelou com Marquinhos Gabriel e alçou a bola na área para Henrique se abaixar para cabeceá-la nas redes, abrindo o placar e sendo festejado como ídolo.

O gol trouxe a tranquilidade que a equipe precisava. A volta do intervalo foi com o time tentando impor o ritmo, controlando a bola e enervando o Figueirense, que logo recebeu três cartões amarelo por cometer faltas duras. Os catarinenses, porém, foram avançando na marra, e preocuparam Alberto Valentim.

O interino cansou de pedir mais movimentação a Mendieta e o sacou para Bernardo estrear no clube. Depois, aumentou a marcação trocando Marquinhos Gabriel por Victor Luis. O rival, por sua vez, foi indo à frente e Guto Ferreira apostou em Everaldo. O atacante teve a chance do empate aparecendo livre na grande área, mas parando em grande defesa de Fábio com os pés, aos 29 minutos.

Das tribunas, Ricardo Gareca viu que terá à disposição uma equipe que compensa a falta de criatividade com disposição e humildade para marcar sem bola e suportar pressão, além de um goleiro reserva confiável. Constatou, também, que isso é suficiente para vencer adversários de pouca qualidade como o Figueirense, o que não é raro no Campeonato Brasileiro

Santos cede empate e pressão em cima de Oswaldo aumenta



Gazeta Press


Time visitante ficou duas vezes na frente, mas, em bobeira do volante estreante Renato, deixou os três pontos escaparem em jogo acirrado

Santos e Goiás empataram em 2 a 2 no Serra Dourada (Foto Arena)


O Peixe mais uma vez vacilou no Campeonato Brasileiro. Após ficar à frente no placar por duas vezes, o alvinegro praiano cedeu o empate ao Goiás em 2 a 2, no Serra Dourada, pela 6ª rodada do nacional.

Geuvânio, no início do jogo, e Cícero, já no fim da primeira etapa, marcaram para o Santos, enquanto Alex Alves e Erick decretaram a igualdade.A partida também marcou a reestreia de Renato dez anos depois de deixar o clube. O volante de 35 anos atuou como primeiro volante, mas acabou falhando no segundo gol do Esmeraldino e por fim deixou o campo com cãibra.

Com apenas uma vitória no Brasileirão, o técnico Oswaldo de Oliveira complica sua situação no clube, que já não parece muito confortável após uma semana de ataques ao seu trabalho e de cobrança por parte do treinador à diretoria.

Em busca da reação rápida, o Peixe encara no próximo domingo, às 16 horas, o Flamengo, no Morumbi. Já o Goiás visita o Figueirense no mesmo dia e horário.


O JOGO

Logo aos 2 minutos de jogo, a reestreia de Renato com a camisa do Peixe por pouco não foi abrilhantada com um gol. Após cobrança de escanteio pela esquerda, a bola passou por todo mundo e sobrou limpa para Renato, praticamente da marca penal, bater de primeira, mas a bola subiu demais e foi para fora.

Em seguida, Geuvânio puxou contra-ataque e quase deixou Gabriel livre, na cara do gol, não fosse o carrinho salvador do zagueiro esmeraldino.Com tanta pressão, o Peixe abriu o placar já aos 8 minutos. Cicinho arrancou pela lateral direita e cruzou, Gabriel dominou, girou bonito e carimbou a trave. No rebote, Geuvânio não perdoou e balançou a rede do Serra Dourada.

Após levar o gol, o time da casa partiu em busca da reação imediata e teve uma grande chance com uma falta bem próxima ao gol de Aranha, mas a cobrança ficou na barreira, para alívio dos santistas, que mais uma vez entraram em campo com o uniforme número 3, amarelo e preto.

À frente do placar, o Santos passou a explorar em saídas rápidas e perigosas. Aos 16 minutos, após o Goiás perder a bola no meio de campo, Cícero carregou até a entrada da área adversária e bateu forte. A bola passou rente a trave de Fernando Henrique.

Aos 25 minutos, mesmo sem merecer pelo futebol que vinha apresentado, o Goiás chegou ao empate em lance de bola parada. Após cobrança de escanteio pela direita e um desvio no primeiro pau, o zagueiro Alex Alves foi oportuno e pegou de primeira, sem chance para Aranha.

Com o gol, o Esmeraldino se empolgou e tentou sufocar o Peixe na base da correria e da vontade, mas aos poucos o jogo ficou morno, sem muitos lances de perigo. Até que Thiago Mendes colocasse pilha na partida novamente, infelizmente para o torcedor local, já que o lateral cometeu pênalti infantil já no fim do primeiro tempo.

No lance, David Braz se aventurou no ataque, fez fila e a bola sobrou para Arouca, que devolveu para o zagueiro santista, que só não fez o gol porque o lateral do Goiás o atropelou pelas costas. Pênalti assinalado e convertido por Cícero, que deslocou o goleiro rival na cobrança.

Na frente do placar novamente, a notícia ruim para o alvinegro praiano foi a saída de Gabriel precocemente do jogo após sentir uma lesão. Antes de descer para o vestiário, o volante Renato falou rapidamente sobre sua reestreia com a camisa do Santos após 10 anos. "Emoção grande, como da primeira vez. Agora é fazer o melhor para saírmos com os três pontos", disse.

Os 15 primeiros minutos da etapa complementar foram bastante conservadores. As duas equipes voltaram dos vestiários mais cautelosas, principalmente os comandados por Oswaldo de Oliveira, que conquistavam a vitória parcial.

Na tentativa de pressionar o Peixe, o técnico Ricardo Drubscky colocou dois atacantes rápidos no jogo, Erick e Assuério. Pouco depois, a substituição já fez efeito. Renato saiu jogando errado, perdeu a bola no meio de campo e viu Assuério partir em direção ao gol. Desarrumado, o Peixe deu espaço para Erick receber passe sozinho e bater na saída de Aranha para empatar o jogo.

O Peixe sentiu o gol e viu o time da casa crescer junto com a torcida, que passou a se inflamar nas arquibancadas. Autor do gol de empate, Erick levava perigo sempre que recebia a bola. Em um rápido contra-ataque, o atacante esmeraldino entortou Cicinho e quase marcou um golaço.

No fim, Stéfano Yuri quase deu a vitória aos santistas, mas o placar não foi mais alterado, sem comemoração de nenhuma das equipes.

Confusão entre torcidas após decisão do Colombiano deixa seis mortos



Gazeta Press

Indignados com o resultado negativo da equipe, torcedores do Junior Barranquilla causaram grande tumulto pela cidade


Atlético Nacional venceu nos pênaltis e ficou com o título colombiano (EFE)

Na noite da última quarta-feira, Atlético Nacional e Junior Barranquilla decidiram o título colombiano. Melhor para o time de Medellín, que venceu nos pênaltis e ficou com o título. A nota triste foram os conflitos envolvendo torcedores que se seguiram, deixando pelo menos seis mortos.

Na cidade de Barranquilla, os torcedores saíram às ruas. Inconformados com o resultado negativo da equipe, eles arremessaram pedras contra lojas e causaram grande tumulto. Cinco pessoas morreram na cidade.

Do outro lado da festa, os torcedores do Atlético Nacional também saíram às ruas, mas para festejar. Pelo menos 250 acidentes de trânsito foram registrados na cidade e uma pessoa morreu.

O detalhe é que a segurança era uma das principais preocupações dos organizadores da partida, que destacaram 1200 policiais e restringiram a venda de bebidas alcoólicas nas imediações do estádio.

Atlético-MG supera Vitória e emplaca terceiro triunfo seguido



Gazeta Press

Mesmo jogando fora de casa, e com um time inteiro de desfalques, o Galo não tomou conhecimento do adversário e venceu por 3 a 2

Time de Levir Culpi bateu o Vitória por 3 a 2, nesta quinta (Foto Arena)


O Atlético-MG precisou de pouco mais de 15 minutos para encaminhar o terceiro triunfo seguido no Brasileirão. Mesmo jogando fora de casa, e com um time inteiro de desfalques, o Galo não tomou conhecimento do Vitória e venceu por 3 a 2, em jogo realizado nesta quinta-feira, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana.

Eficiência, qualidade técnica, e até um pouquinho de sorte, estes foram os ingredientes do triunfo atleticano, que começou a ser construído com um gol do argentino Dátolo. Logo na sequência, Edcarlos tentou um desvio de cabeça, a bola bateu em Alemão e foi parar nas redes do Vitória. A arbitragem confirmou gol contra de Alemão.

No segundo tempo, o capitão Réver marcou o terceiro tento alvinegro, com o Vitória descontando dois minutos depois com Willie, que voltou a marcar no finalzinho da partida. Com o resultado, o Galo chega aos dez pontos, deixando o Vitória estacionado nos cinco pontos.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG terá compromisso contra o Criciúma, jogo marcado para o próximo domingo, no Ipatingão. O Independência já foi entregue para a Fifa, o estádio vai servir de campo de treino durante a Copa do Mundo. Já o Vitória, vai visitar o Botafogo, também no domingo.

O jogo – O jogo em Feira de Santana começou movimentado, com as duas equipes perseguindo o gol. Antes dos cinco minutos iniciais, mineiros e baianos já tinham finalizado ao menos uma vez. Atuando com o mando de campo, o Vitória manteve a posse de bola no campo ofensivo por mais tempo, porém, com dificuldades para encontrar espaços na defesa atleticana.

Já o Galo apostou na saída rápida para o ataque para tentar surpreender o Vitória. As jogadas pelos lados do campo, explorando a velocidade de Fernandinho e Marion foram a principal arma alvinegra no jogo. O apoio dos laterais também foi importante no confronto. Prova disso é que em uma dessas subidas os visitantes abriram o placar.

Aos 11, o Atlético-MG conseguiu chegar bem à linha de fundo com Emerson Conceição, que cruzou na medida para ao argentino Dátolo, que apareceu atrás da defesa baiana, e de cabeça, completou para as redes, abrindo os trabalhos no Joia da Princesa. O segundo gol do Atlético-MG não demorou, e saiu de uma cobrança de escanteio pela esquerda cinco minutos após a abertura do marcador.

O zagueiro Edcarlos tentou um desvio de cabeça, a bola bateu em Alemão, gol contra, e foi parar nas redes do goleiro Wilson, dando um verdadeiro banho de água fria no torcedor do Vitória. Com a boa vantagem obtida, o Galo recuou as linhas de marcação, chamando os donos da casa para tentar encaixar um contra-ataque e matar o jogo.

Sem alternativas, o time de Carlos Amadeu resolveu encarar a armadilha atleticana e se lançou todo à frente. Aos 29, os baianos chegaram bem pela direita, mas Souza chegou atrasado para complementar cruzamento, desperdiçando ótima chance. Já no fim do primeiro tempo, os atleticanos chegaram bem com Dátolo, que quase ampliou em um toque de cobertura, mas errou o alvo por pouco.

Na volta para a etapa final, o jogo apresentou um cenário com alternância de oportunidades. Enquanto o Vitória partiu para o tudo ou nada, o Atlético-MG usou os espaços deixados pelos donos da casa para criar boas chances de gol. As laterais do campo continuaram a ser a principal alternativa alvinegra.

Com o passar do tempo, a torcida foi perdendo a paciência com o Vitória, e as vaias começaram a ser ouvidas no Joia da Princesa, o que deixou os jogadores nervosos em campo. Com isso, os erros de passe e finalização ficaram mais evidentes. O gramado irregular ainda colaborou para a noite pouco inspirada para o time nordestino.

Aos 17, o que parecia difícil, ficou ainda mais complicado para o Vitória. Dátolo cobrou falta pela direita, e o zagueiro Réver aproveitou a boa estatura para subir mais que a zaga adversária e marcar o terceiro gol do Atlético-MG. Para deixar o torcedor baiano esperançoso, o Vitória diminuiu dois minutos depois com Willie, em falha bisonha da defesa alvinegra. Aos 45, Willie voltou a marcar, mas a reação parou por aí.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Edu insinua clima ruim no Atlético-MG; Kalil ironiza


Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG


Portal Terra

O interesse do Corinthians na contratação do atacante Diego Tardelli, do Atlético-MG, deixou o presidente do time mineiro, Alexandre Kalil, irritado. Em declarações à imprensa esportiva, ele ironizou a possibilidade de perder um dos principais jogadores do elenco. Na noite desta quarta-feira, Edu Gaspar, gerente de futebol corintiano, rebateu tudo e insinuou que o clima do elenco atleticano pode favorecer um acordo.

“Sobre a ironia, é uma pena, porque eu gostaria que ele estivesse bastante atento ao que acontece dentro do vestiário dele: se os atletas estão felizes, se estão bem. Isso é importante ele estar sabendo”, afirmou Gaspar, em entrevista à Rádio Bandeirantes no Canindé, onde o Corinthians enfrenta o Atlético-PR pelo Campeonato Brasileiro.

Kalil ironizou o interesse corintiano em entrevista à Rádio Globo, afirmando que, em troca, exigiria o Itaquerão (Arena Corinthians), estádio recém-inaugurado e palco da Copa do Mundo. Ao Terra, o presidente foi além: “no Atlético Mineiro, mando eu. Eles têm que parar de ligar para o jogador diretamente. É uma cambada de amadores. Por isso este clube está uma m...”.

“Eu nem sei se é o Diego, mas há bastante rumores de bastante coisa que acontece por lá”, afirmou Edu, que citou o interesse em Tardelli com base nas oportunidades de mercado. “Não é o Corinthians que está de olho nele, é o mercado. Sabemos da capacidade do jogador e da dificuldade da negociação. Mas qual clube do Brasil que, com os recurso, não contrataria?”, indagou o gerente de futebol.

Edu Gaspar ainda confirmou que a negociação por Lodeiro, praticamente fechada, depende ainda da realização de exames médicos e da parte burocrática – incluindo a assinatura do contrato. Se tudo ocorrer nos conformes, ele pode ser apresentado antes da Copa do Mundo, que se inicia em 12 de junho. Jogador do Botafogo, Lodeiro está em preparação para o evento com a seleção uruguaia.


Kalil responde pelo Twitter e ironiza dirigente corintiano


Após saber das declarações de Edu Gaspar, o presidente do Atlético-MG Alexandre Kalil ironizou o diretor corintiano. Por meio do Twitter, o mandatário atleticano voltou a provocar o adversário paulista e diz nem saber quem é Edu: "coitado do Corinthians".

Mortal no jogo aéreo, Marcelo Moreno recebe elogios do treinador



Gazeta Press

Marcelo Oliveira comentou o perfil tático do jogador boliviano, destacando a qualidade de "gerar gols" do atacante


"Marcelo Moreno tem muita disposição e um cabeceio que quase sempre gera gols, afirmou o técnico do Cruzeiro (Foto Arena)


O atacante Marcelo Moreno vive ótima fase no Cruzeiro, o que tem rendido elogios do treinador Marcelo Oliveira. O técnico afirma que o elenco do Cruzeiro é muito qualificado, com dois grandes jogadores que podem atuar sem problemas no setor ofensivo. O comandante celeste destaca o jogo aéreo do boliviano, que segundo ele, gera muito gols para a Raposa.

“Temos dois grandes atacantes, e o Borges está recuperando a melhor forma. É importante ter jogadores de características diferentes. O Borges é mais forte na bola por baixo, nas tabelas, e o Marcelo Moreno tem muita disposição e um cabeceio que quase sempre gera gols”, declarou.

A sequência de jogos do atacante pode ser interrompida no Cruzeiro, isso porque, o jogador foi convocado para defender seleção da Bolívia em dois jogos amistosos. O próprio atleta cogita pedir dispensa da seleção e tem o apoio de Marcelo Oliveira. “O Cruzeiro deveria pedir a sua liberação, desde que ele não seja punido com mais jogos”, afirmou.

Marcelo Moreno foi expulso no clássico contra o Atlético-MG e aguarda julgamento no STJD. Caso seja punido, o Cruzeiro não vai pedir a liberação do jogador, porque neste caso, o atleta cumpriria a punição no período que ficaria à disposição da Seleção da Bolívia.

Inter segue com problemas no time para pegar o Cruzeiro



Gazeta Press

Alan Patrick e Alex deixaram o gramado do Couto Pereira com lesões e Abel pode ter até seis desfalques para encarar a Raposa

Willians retorna de suspensão, mas Abel ainda tem muitos desfalques no Internacional (Foto Arena/Carlos Eduardo de Quadros)


Diante do Coritiba, o Internacional entrou em campo com sete reservas – e terminou a partida com nove – de titulares, só Dida e Fabrício jogaram os 90 minutos no Couto Pereira. A situação do elenco colorado para o jogo deste domingo, contra o Cruzeiro, vai dar uma aliviada, mas de leve. O técnico Abel Braga segue tendo inúmeros problemas tanto por lesão quanto por convocação de atletas para suas seleções nacionais.

Primeiro, as boas notícias: Juan e Willians, que cumpriram suspensão nesta quarta-feira, voltarão ao time normalmente. Já Alex, que sofreu uma lesão na coxa no empate com o Coritiba, está fora. Alan Patrick, que também deixou o campo lesionado, será reavaliado – o mesmo ocorrerá com D’Alessandro e Rafael Moura, que também são dúvidas. Gilberto e Aránguiz, convocados, estão fora, bem como Paulão, que está contundido e só volta após a Copa do Mundo. Ao todo, o Colorado pode ter até seis desfalques.

Com três dúvidas, fica difícil projetar um time para a partida de domingo, no Centenário, em Caxias do Sul. Alan Patrick, Rafael Moura e D’Alessandro realizarão exames entre quinta e sexta-feira para saberem se terão condições de jogo. Caso não atuem, os substitutos devem ser Otávio, Valdívia e Wellington Paulista, todos tiveram boa atuação contra o Coxa.

A partida diante da Raposa pode recolocar o Inter na liderança do Brasileirão. Após dois empates seguidos, o Colorado caiu do 1º para o 4º lugar, mas segue como o único invicto da competição, com 12 pontos em seis jogos.

Robinho está perto de assinar com o turco Beskitas, diz jornal



Fox Sports

Milan já teria recebido uma oferta formal pelo atacante brasileiro

Robinho teve uma difícil temporada no Milan, tenho disputado apenas 15 partidas completas, com três gols marcados (Getty Images)


Robinho pode estar perto de sair do Milan rumo ao Beskitas, na Turquia. A informação é do jornal turco Fakitas, que garante que uma oferta formal já foi feita pelo jogador.

O brasileiro iria assinar um contrato de um ano com o Beskitas, com possibilidade de renovação por uma segunda temporada. Adriano Galliano já teria encontrado dirigentes do clube turco para negociar.

Robinho teve uma difícil temporada no Milan pela Serie A TIM, tenho disputado apenas 15 partidas completas, com três gols marcados.

Bayern aceita oferta de R$ 75 mi e Toni Kroos é do Manchester United


Fox Sports


Segundo o Daily Mail, acordo teria sido fechado por David Moyes, e diretoria dos Red Devils só aguardava o aval de Louis van Gaal

Depois de Kroos, o próximo alvo do Manchester United é Arjen Robben, também do Bayern (Getty Images)


Bayern de Munique e Manchester United entraram em acordo e o meio-campista alemão Toni Kroos irá defender os Red Devils a partir da próxima temporada. É o que afirma o diário inglês Daily Mail, que diz que o valor da transação foi de 20 milhões de libras, cerca de 75 milhões de reais.

Kroos era um dos nomes previstos na lista de reforços que van Gaal enviou à diretoria do Manchester United quando chegou ao clube. Entretanto, o acordo entre as duas equipes já estaria acertado desde a época de David Moyes, e a diretoria somente aguardava o aval do novo treinador.

O clube de Manchester parte agora em busca de outro reforço de peso do atual campeão alemão: o holandês Arjen Robben. Os próximos alvos seriam aqueles que constam na tal lista de van Gaal - Luke Shaw, do Southampton, Mats Hummels, do Borussia Dortmund, Thomas Müller e Holger Badstuber, ambos também do Bayern.

RESULTADOS DO FUTEBOL




Série A:
(16º)Flamengo-RJ 1x1 Bahia-BA(9º).
(18º)Coritiba-PR 1x1 Internacional-RS(4º).
(1º)Cruzeiro-MG 2x0 Sport-PE(11º).
(12º)Criciúma-SC 1x0 Chapecoense-SC(20º).
(2º)Grêmio-RS 2x1 Botafogo-RJ(17º).
(3º)Fluminense-RJ 5x2 São Paulo-SP(7º).
(8º)Corinthians-SP 1x1 Atlético-PR(14º).


AC:
(6º)Náuas 2x3 Alto Acre(7º).
(2º)Rio Branco 2x0 Vasco(5º).
(8º)Andirá 0x6 Atlético(1º).

Camp. Colombiano:
Final: Volta:
Atlético Nacional 2x1 Junior Barranquilla(4x3 nos pênaltis).

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Com três chapéus e sem deixar a bola cair, Xavier faz golaço e é destaque




Melhor do mundo no último Mundial, Bruno Xavier deixa três adversários para trás e faz de peito contra a Alemanha no jogo que deu título ao Brasil em torneio no México


Por GloboEsporte.com Playa del Carmen, México


O Prêmio Puskas é dado pela Fifa para o autor do gol mais bonito do ano. O problema é que ele só vale para os artilheiros dos gramados. No último sábado, Bruno Xavier mostrou que seria um forte candidato para 2014. Eleito o melhor jogador do último Mundial de futebol de areia, o jogador do Corinthians aplicou três chapéus sem deixar a bola cair e ainda assinou a obra-prima arrematando de peito. O golaço foi o nono e último do Brasil na vitória sobre a Alemanha, por 9 a 4, que deu o título do Torneio Internacional do México, disputado na Playa del Carmo.

- O gol não sai da cabeça, um gol que jamais pensei em fazer, de muita dificuldade. Dei três chapéus, sem deixar a bola cair. Veio o filme de quando eu comecei, que imaginava fazer gols bonitos. Por incrível que pareça, nunca imaginei fazer um gol assim. Podia até passar no Fantástico - brincou Bruno.

Bruno Xavier dá o primeiro dos três chapéus que terminaram no golaço (Foto: BSWW/Divulgação)


Adversário ainda tenta parar Bruno, mas não consegue (Foto: BSWW/Divulgação)

Bruno Xavier recebe a bola na lateral da quadra, parte para cima do adversário e, de letra, dá o primeiro chapéu. Em seguida, encobre o segundo marcador e, quando o goleiro sai do gol para tentar desarmá-lo, ele dá mais um toquinho para ficar livre e entrar com bola e tudo e marcar de peito. O gol de placa ganhou destaque no site e nas redes sociais da Federação Internacional de Beach Soccer, que já trata o feito do brasileiro como "possivelmente o melhor gol já feito".

Com a vitória sobre a Alemanha, o Brasil garantiu o título antecipado da competição. No entanto, ainda enfrentou e derrotou o México para completar tabela e levantar a taça de campeão.

Bruno Xavier comemora golaço de placa contra Alemanha (Foto: BSWW/Divulgação)

Com gol de bicicleta, Criciúma vence Chape e se afasta da degola



 Gazeta Press

Triunfo do Tigre, o segundo na competição, levou a equipe aos sete pontos no Campeonato Brasileiro, dois a mais que o Flamengo

Chapecoense, recém-chegada à elite do futebol brasileiro, ainda não conseguiu vencer no Brasileirão (EmanuelGalafassi/Fotoarena)


O aproveitamento do Criciúma no Brasileirão não é dos melhores. Porém, se considerarmos apenas confrontos contra times catarinenses, o Tigre está 100%. A equipe, que já venceu o Figueirense, recebeu a Chapecoense neta quarta-feira, e também saiu de campo vitoriosa, ao fazer 1 a 0 no rival.

Aos 22 minutos do primeiro tempo, após confusão na área, a bola sobrou para Silvinho, que acertou uma bela bicicleta, de dentro da pequena área, e anotou o único gol da partida.

O triunfo do Criciúma, o segundo na competição, levou a equipe aos sete pontos na competição, dois a mais que o Flamengo, que abre a zona de rebaixamento.

A Chapecoense, recém-chegada à elite do futebol brasileiro, ainda não conseguiu vencer no Brasileirão e segura a lanterna da competição, com apenas dois pontos anotados.

No próximo domingo, o Criciúma viaja até Minas Gerais, onde encara o Atlético-MG no Ipatingão, já que o Independência, onde o Galo normalmente manda seus jogos, foi cedido para a Fifa.

Já a Chapecoense atua em casa. Na Arena Índio Condá, a equipe alviverde reencontra o Palmeiras, pela primeira vez em duelo válido pela Série A do Campeonato Brasileiro.

O jogo - A técnica das duas equipes foi muito prejudicada pela quantidade de água que encharcava o gramado do Estádio Heriberto Hulse devido à chuva contínua que caía na cidade do Interior de SC.

Mesmo diante de um jogo muito frio e fraco tecnicamente, era possível identificar alguma superioridade dos anfitriões, que passavam mais tempo no campo de ataque, mesmo que não criasse muitas chances de gol.

E o Tigre não desperdiçou a rara oportunidade quando ela apareceu. Aos 22 minutos, após cobrança de escanteio muito fechada, a bola ficou viva dentro da pequena área e sobrou para Silvinho. O atacante do Criciúma surpreendeu e virou uma bicicleta para mandar a bola para as redes e inaugurar o placar.

A Chapecoense, em busca do gol de empate, foi obrigada a se abrir. Assim, os contra-ataques se transformaram em uma nova – e boa – alternativa para os donos da casa.

Aos 44 minutos, Silvinho puxou contragolpe muito veloz para o Tigre e virou o jogo para Paulo Baier. O camisa 10 tricolor dominou de esquerda e soltou a bomba de direita. Danilo fez grande defesa e garantiu o 1 a 0 até o intervalo.

No segundo tempo, a Chape começou mais perigosa. E, seguindo o exemplo dos anfitriões, usou a bola parada para assustar. Após cobrança de escanteio, Wanderson subiu e testou para as redes. O árbitro marcou falta de ataque e anulou o gol.

O Criciúma respondeu mais uma vez com Paulo Baier. O meia recebeu ótimo passe de João Vítor, fintou um zagueiro e soltou um tiro cruzado muito forte. Danilo fez linda defesa.O jogo esfriou. As chances de gol minguaram ainda mais e restou ao Criciúma administrar o resultado, que o afasta da zona de rebaixamento e garante um tempo de tranquilidade na equipe

Cruzeiro não joga bem, mas bate Sport no Mineirão e assume liderança



Gazeta Press

Vitória por 2 a 0, com gols de Ricardo Goulart e Marcelo Moreno, deixou a Raposa com 13 pontos, na primeira posição do Campeonato Brasileiro

Marcelo Moreno marcou o segundo gol da vitória do Cruzeiro (Foto Arena/Dudu Macedo)


Depois de um primeiro tempo muito ruim, o Cruzeiro reagiu na etapa final e conseguiu impor o mando de campo em cima do Sport, vencendo por 2 a 0, em jogo realizado nesta quarta-feira (21 de maio), no Mineirão. O triunfo conquistado sem muito brilho foi o suficiente para colocar a Raposa na liderança isolada do Brasileiro, aproveitando que o vice-líder, Internacional, apenas empatou na rodada.

O Cruzeiro chegou aos 13 pontos, contra do Internacional, assumindo a liderança de forma isolada da competição nacional. O primeiro gol do jogo foi anotado pelo meia-atacante Ricardo Goulart, e o segundo marcado pelo boliviano Marcelo Moreno. Com o revés, o Sport fica estacionado com sete pontos, no meio da tabela.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá um confronto direto pelas primeiras colocações, visitando o Internacional, em jogo marcado para o próximo domingo. Já o Sport joga no mesmo dia, mas terá o apoio da torcida no compromisso contra o Corinthians.


O jogo – O jogo no Mineirão começou morno, com o Cruzeiro sem imprimir um ritmo acelerado, como costuma fazer contra os adversários no Gigante da Pampulha. Mesmo sem se esforçar ao máximo, a Raposa dominou as ações. A primeira chance clara de gol saiu dos pés do boliviano Marcelo Moreno, que ganhou da zaga pernambucana na velocidade e finalizou cruzado, errando o alvo por pouco.

Como a transição de bola celeste até o ataque aconteceu de forma lenta, o Sport começou a adiantar a marcação, chegando ao ataque com perigo algumas vezes. O Leão, porém, mostrou pouca eficiência na hora do passe final, facilitando a vida dos defensores cruzeirenses e do goleiro Fábio.

Insatisfeito com o rendimento da equipe, o técnico Marcelo Oliveira passou a cobrar que os comandados saíssem do campo defensivo com mais velocidade. Os jogadores celestes até tentaram executar as ordens do treinador, mas as dificuldades, fruto do bom posicionamento do time visitante atrapalham. Com isso, os chutes de média e longa distância passaram a ser uma alternativa para os mineiros.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Cruzeiro até melhorou no jogo, mas ainda muito aquém do habitual. Aos 31, o Sport chegou a balançar as redes, com o atacante Leonardo, mas o árbitro paranaense Felipe Gomes da Silva enxergou irregularidade no lance, invalidando a jogada e irritando os torcedores do Leão.

Na volta para a etapa final, o cenário do primeiro tempo parecia que seria repetido, mas a jogada aérea do Cruzeiro funcionou, e o clube abriu o placar no Mineirão. Aos cinco minutos, Dagoberto cobrou falta pela esquerda, e Ricardo Goulart bem colocado na área, desviou, sem chances para Magrão, abrindo os trabalhos.

O gol parece ter dado um pouco mais de confiança ao Cruzeiro, que passou a ter mais a bola nos pés. As jogadas de tabela passaram a acontecer com mais frequência, mas foram na maioria desarmadas. Aos 16, Marcelo Moreno teve boa chance de cabecear com liberdade, mas acertou o travessão, em lance de muita dificuldade.

A partir dos 20 minutos, os visitantes resolveram agredir mais, mas a estrela do goleiro Fábio brilhou com o jogador fazendo grandes defesas. Na mais difícil das intervenções, Neto baiano tentou da entrada da aérea e o goleiro se esticou todo para espalmar, mandando para escanteio.

Mesmo com o Leão lutando bastante, foi o Cruzeiro que chegou ao segundo gol com Marcelo Moreno. Aos 31, o boliviano subiu mais que a zaga pernambucana, e de cabeça, completou para as redes. No final do jogo, o time do técnico Eduardo Baptista procurou ao menos o tento de honra, mas teve mesmo que amargar mais uma derrota.