sábado, 21 de março de 2020

Expostos ao risco do coronavírus, caminhoneiros relatam que não têm onde se alimentar nas estradas

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Líder dos caminheiros, Wanderlei Alves, o Dedéco, postou um vídeo, na tarde deste sábado (21), em que pede atenção dos governos para a situação dos motoristas que não vêm tendo como se alimentar devido ao fechamento de restaurantes e lanchonetes contra o novo coronavírus.

"É essencial não esquecer dos caminheiros. Estou vendo os caminhoneiros se revoltarem, com razão. A ordem é ficar em casa, mas nós não, temos que trabalhar. A ordem é só para os outros se protegerem", registra Dedéco.

"Estamos trabalhando numa situação de calamidade, de parar num posto e o gerente dizer que não pode oferecer nem banho, porque o estabelecimento está fechado. Ou vocês que têm o poder nas redes sociais fazem uma campanha de apoio ao caminhoneiro (...) ou vamos exercer o direito de ficar em casa, assim como todos os cidadãos", destaca.

Ele afirma estar em contato com o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, mas que ainda não ouviu "nada contundente". "Hoje recebi relatos de caminhoneiros que dormiram com fome. Vocês acham isso justo?", indaga.

Dedéco ressalta que não se trata de "passar fome por falta de dinheiro", mas sim por não ter locais onde comer. 'Não temos a intenção de parar, mas também não temos a obrigação de trabalhar sem ter onde comer".

Para ele, os postos de pedágio no Brasil deveriam fechar, devido as transações de dinheiro facilitarem transmissão do vírus. "Por que tudo fechou, menos as praças de pedágio?", pergunta.



(Hoje em Dia)

Vereadora Bella Gonçalves testa positivo para Covid-19, o terceiro caso em parlamentares de BH

Reprodução/Twitter
A vereadora Bella Gonçalves (PSOL) revelou neste sábado (21), em suas redes sociais, que testou positivo para o novo coronavírus. Ela é o terceiro nome da Câmara Municipal de Belo Horizonte a divulgar que está com o vírus - os outros foram Gabriel Azevedo (sem partido) e Dr. Nilton (PROS).

Pelo Twitter, Bella afirmou que fez o teste a pedido da mesa diretora da Câmara, mas que, antes mesmo de desconfiar que poderia estar contaminada, já se encontrava em isolamento social.

A parlamentar salienta que está com sintomas leves, como tosse e mal-estar, e está bem.

Devido aos dois casos anteriores, a Câmara de BH já tinha paralisado as suas atividades desde terça-feira.

"Mesmo com a Câmara fechada, nosso mandato segue atuante, monitorando as ações do poder público e defendendo os interesses da população, sobretudo dos grupos mais vulnerabilizados da cidade, para quem é preciso garantir condições dignas para enfrentar esse momento de crise", escreveu Bella.

(Hoje em Dia)

Vítima de coronavírus, ex-presidente do Real Madrid morre na Espanha

Lorenzo Sanz, de 76 anos, dirigiu clube espanhol de 1995 a 2000


Divulgação/Real Madrid 
Presidente do Real Madrid entre 1995 e 2000, Lorenzo Sanz morreu neste sábado vítima do novo coronavírus, na Espanha. Um dos mais vitoriosos dirigentes da história do clube madrilenho, Sanz tinha 76 anos. À frente do clube, foi o responsável pela contratação de grandes estrelas, como o lateral brasileiro Roberto Carlos.

"Acaba de falecer o meu pai. Não merecia este fim, e desta maneira. Perdemos uma das pessoas mais bondosas, valentes e trabalhadoras que vi em minha vida. Sua família e o Real Madrid eram sua paixão. Minha mãe e meus irmãos pudemos desfrutar de todos os momentos de sua vida com orgulho", disse nas redes sociais o filho Lorenzo.

Em comunicado, a diretoria do Real lembrou os feitos do ex-dirigente. "Durante a presidência de Lorenzo Sanz, o Real Madrid seguiu engrandecendo sua história e sua lenda. Foi o presidente que conquistou, 32 anos depois, o tão aguardado sétimo título da Liga dos Campeões, em Amsterdã, em 1998."

Sob a gestão de Sanz, o Real obteve ainda outro título da Liga dos Campeões, um do Campeonato Espanhol, uma Supercopa da Espanha, um Mundial de Clubes, uma Liga e uma Recopa Europeia de Basquete.

Para tanto, o então presidente investiu pesado em reforços no futebol. Sua maior aposta, bem-sucedida, foi a contratação do lateral-esquerdo Roberto Carlos, então vindo da Inter de Milão após brilhar pelo Palmeiras e pela seleção brasileira. Também contratou Seedorf,

Suker e Mijatovic, formando elenco precioso ao lado de jogadores como Hierro e Raúl.

A atual direção do Real anunciou estar de luto. "Dadas as circunstâncias atuais, o Real Madrid renderá homenagens o quanto seja possível em reconhecimento que ele merece."

(Estadão Conteúdo e Estado de Minas)

Casos de coronavírus no Brasil em 21 de março: Ministério da Saúde atualizou os números na tarde deste sábado

Secretarias estaduais de saúde contabilizam 1.178 infectados em 26 estados e no DF. Último balanço oficial do Ministério da Saúde aponta 1.128. Roraima registrou os 2 primeiros casos. Já são 18 mortos no Brasil, 15 no estado de SP.


Reprodução
As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 19h40 deste sábado (21), 1.178 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal. São 18 mortes no Brasil, três no Rio de Janeiro e 15 em São Paulo.

O Ministério da Saúde atualizou os números na tarde deste sábado, informando que o Brasil tem um total de 1.128 casos confirmados de coronavírus e 18 mortes.

Roraima registrou os dois primeiros casos na noite deste sábado, último estado a ter casos confirmados no país.

No Distrito Federal, o número de casos de infectados foi de 87 para 108. Em Santa Catarina, o número saltou de 40 para 51. O Mato Grosso confirmou seu 2º caso, assim como o Tocantins.

No Rio Grande do Sul, mais cinco casos foram confirmados neste sábado. No Paraná, o número subiu para 43 casos.

O Ministério da Saúde declarou que todo o território nacional está sob o status de transmissão comunitária do coronavírus Sars-Cov-2, responsável pela pandemia da doença Covid-19. O status foi publicado em portaria na noite desta sexta-feira (20).

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já tinha anunciado nesta tarde que a medida seria tomada em breve para facilitar ações do governo. O ministro sinalizou também que a previsão é que os casos da doença disparem em abril e o sistema de saúde deve entrar em colapso.

A transmissão comunitária ou sustentada é aquela quando não é possível rastrear qual a origem da infecção, indicando que o vírus circula entre pessoas que não viajaram ou tiveram contato com quem esteve no exterior.

Até o balanço de quinta-feira (19), a transmissão comunitária estava configurada nos estados de São Paulo e de Pernambuco. Além disso, ocorre isoladamente em três capitais: Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Situação no mundo

Mais de 220 mil foram infectados e mais de 10 mil morreram até a manhã desta sexta-feira por causa do novo coronavírus, o Sars-Cov-2, em todo o mundo, de acordo com a universidade americana Johns Hopkins.

Testes serão feitos em casos leves

Durante a coletiva do Ministério da Saúde na tarde deste sábado, o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, disse que testes serão feitos em casos leves.

"Estamos adquirindo um volume de testes significativo para que, na próxima semana, daqui a 8 dias, tenhamos 5 milhões de testes rápidos para distribuição em todo o Brasil, para iniciarmos a realização (de testes) em casos leves", disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

"Vai aumentar muito a velocidade de diagnóstico em todo o Brasil", completou. Até então, somente pacientes com sintomas graves eram testados.

Os novos 5 milhões de testes serão priorizados para profissionais de saúde e unidades básicas de saúde, disse o secretário.

Segundo Oliveira, nas próximas semanas, deve-se chegar a 10 milhões de testes entregues.

"Vamos, muito em breve, implantar uma estratégia similar ao que a Coreia (do Sul) realizou lá, usando um 'drive thru' de testes em alguns centros, para aumentar a detecção a partir da testagem rápida, evitando que as pessoas tenham que ir a uma unidade de saúde", detalhou.

(G1)

Governo usará laboratório do Exército para produzir cloroquina

Em vídeo, presidente afirmou que ação ampliará estoque do medicamento


Marcello Casal Jr/Agência Brasil 
O presidente Jair Bolsonaro divulgou na tarde hoje (21), nas redes sociais, um vídeo em que afirma que o hospital Albert Einstein deu início a pesquisas sobre o uso de cloroquina e da hidroxicloroquina no combate à covid-19. Essas substâncias são usadas normalmente contra o vírus da malária, no combate ao lúpus e à artrite reumatoide.

O presidente afirmou ainda que, em parceria com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, usará o laboratório químico e farmacêutico do Exército para ampliar a produção das substâncias. Bolsonaro comentou ainda que o Brasil deverá manter o estoque do medicamento, e que a produção nacional não será vendida a outros países.



(Agência Brasil)

Número de casos de covid-19 confirmados no Brasil sobe para 1.128

Apenas Roraima ainda não registrou infecções do novo coronavírus


Foto: Isác Nóbrega/PR
O número de casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, subiu de 904 para 1.128 nas últimas 24 horas, divulgou há pouco o Ministério da Saúde. O número de mortes aumentou de 11 para 18. Os dados consideram informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde até às 16h.

O Maranhão registrou hoje a primeira ocorrência da doença, detectada em um viajante que chegou de outro estado. No momento, apenas Roraima não registra nenhum caso.

De acordo com a contagem do ministério da Saúde, a região Sudeste registra o maior número de casos, com 642 confirmações. Em seguida, a região Nordeste, que soma 168 casos, a região Sul com 154 casos, o Centro-Oeste com 138 e a região Norte, com 26. Do total de mortes, 15 ocorreram no estado de São Paulo; e as três restantes, no estado do Rio de Janeiro.

Pelo segundo dia seguido, o ministério da Saúde não divulgou o número de casos suspeitos. De acordo com o secretário executivo da pasta, João Gabbardo dos Reis, o reconhecimento de transmissão comunitária (quando não é mais possível traçar a origem da contaminação) em todo o país fez o conceito de casos suspeitos perder o sentido.

“Estamos numa situação em que já está caracterizada a transmissão comunitária. Agora, qualquer cidadão brasileiro com sintoma pode ser considerado caso suspeito, por isso não faz mais nenhum sentido divulgar esse número”, justificou Gabbardo.

Testes
O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, informou que o ministério está prestes a adquirir 5 milhões de testes rápidos para o diagnóstico do coronavírus. Ele disse que a distribuição para todo o país começará em oito dias e ressaltou que o número de casos leves deverá aumentar nos próximos dias por causa da simplificação dos testes.

“Os testes estarão disponíveis daqui a oito dias para distribuição em todo o Brasil. Isso vai aumentar muito a velocidade de diagnóstico em todo o país”, declarou. Nas próximas semanas, o número poderá chegar a 10 milhões de testes rápidos, informou o secretário.

(Agência Brasil)

Bolsonaro edita MP e decreto para definir atividades essenciais

Medidas devem uniformizar ações que, até o momento, eram estaduais


Isác Nóbrega/PR
O presidente Jair Bolsonaro editou na noite desta sexta-feira (20) um decreto e uma medida provisória que garantem ao governo federal a competência sobre serviços essenciais, entre os quais a circulação interestadual e intermunicipal. De acordo com o governo, os dispositivos têm como objetivo “harmonizar as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus".

Com os dispositivos, que têm força de lei e passam a vigorar imediatamente, caberá ao presidente da República indicar quais serviços públicos e atividades essenciais não podem ser interrompidos em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus. O texto, segundo o governo, busca impedir que a circulação de insumos necessários para a população seja afetada pelas restrições sanitárias e biológicas em vigor em vários estados.

Além de delegar ao presidente a definição de serviços e atividades essenciais, a Medida Provisória 926/2020 determina que qualquer interrupção de locomoção interestadual e intermunicipal seja embasada em normas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A MP altera a Lei 13.979/2020, sancionada em fevereiro por Bolsonaro, que trata do enfrentamento ao coronavírus no país.

A MP entra em conflito com medidas de restrição à locomoção editadas por estados. Na quinta-feira (19), o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, editou um decreto que determinava a suspensão do transporte interestadual de passageiros entre o Rio e estados com circulação confirmada do coronavírus ou situação de emergência decretada. Paraná e Maranhão tomaram decisões semelhantes.

Outro ponto da MP simplifica procedimentos para a compra de material e de serviços necessários ao combate à pandemia. O texto flexibiliza e burocratiza a licitação para a aquisição de bens para o Sistema Único de Saúde (SUS).

O decreto detalha os serviços públicos e as atividades “indispensáveis ao atendimento das necessidades” do país. O texto cita a assistência à saúde (incluídos os serviços médicos e hospitalares), o transporte intermunicipal e interestadual de passageiros e os serviços de táxi ou de aplicativo. Em contraste com medidas tomadas por diversos países na prevenção ao coronavírus, o decreto inclui o transporte internacional de passageiros na lista de serviços que não podem ser interrompidos.

De acordo com o decreto, a suspensão desses serviços e dessas atividades essenciais “põe em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população”. O decreto proíbe restrições à circulação de trabalhadores que possam afetar os serviços e as atividades e à circulação de cargas de qualquer espécie que resultem em desabastecimento de gêneros necessários à população.

Caberá ao comitê de combate ao novo coronavírus criado pelo governo federal definir outros serviços públicos e atividades considerados essenciais e editar atos para regulamentar e operacionalizar as normas. O decreto estabelece ainda que os órgãos públicos e privados mantenham equipes devidamente preparadas e dispostas à execução, monitoramento e à fiscalização dos serviços públicos e das atividades essenciais, com canais permanentes de diálogo com órgãos federais, estaduais, distritais, municipais e privados.

(Agência Brasil)

Coronavírus: números atualizados deste sábado em Belo Oriente

Divulgação/Secretaria de Saúde de Belo Oriente 

Coronavírus: confira os números atualizados em Ipatinga nesse sábado

Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde de Ipatinga 

Neste momento caótico de coronavírus, internautas dão sugestões de como fazer compras sem sair de casa

É preciso de alternativas em um momento complicado como o atual



Futblog do Sorriso 
Um internauta enviou a REDAÇÃO DO FUTBLOG DO SORRISO uma sugestão de como fazer compras sem precisar de ir ao supermercado ou algo do tipo no momento de extrema necessidade.

Conforme o texto abaixo enviado pelo internauta, facilitaria muito a vida das pessoas, que devem seguir as recomendações de ficarem em casa neste conturbado período de coronavírus.

"Todas as pessoas que precisa de comprar nos supermercados façam uma lista e deixe com o lojista pra que eles possam separar e entregar em casa. Irá minimizar o fluxo de pessoas. A não ser que, os que irão comprar poucas coisas, entrem no mercado com as devidas limitações respeitando a quantia de pessoas dentro dos estabelecimentos", disse.

Importante comunicado do Supermercado Nantes: medidas que passa a valer a partir desse sábado

Confira a nota oficial 


Foto: José Dias Sorriso 
Supermercado Nantes informa:

Devido ao grande fluxo de pessoas, a partir deste sábado, 21/03, estaremos controlando o número de pessoas dentro do supermercado, como forma de prevenção ao covid-19.

ORIENTAÇÕES:

*Evitar trazer crianças, idosos, pessoas debilitadas de saúde.

*Manter distância uns dos outros na fila do caixa.

*Ser ágil ao fazer sua compra, para que outra pessoa possa entrar no supermercado.

Agradecemos e pedimos a colaboração de todos. E que Deus abençoe a todos.

Belo Oriente: serviços de transporte, bancos e cartório passam a operar de forma gradual

Rua da cidade de Belo Oriente
Um momento que não é de brincadeira. O coronavírus se tornou um dos piores acontecimentos da história mundial. Quanto a isso não resta dúvidas. Países assolados.

A região segue em alerta. Cidades como Belo Oriente, Ipatinga, Timóteo, Fabriciano, Pingo D'água e Ipaba. O maior números de casos é na cidade de Ipatinga.

Com toda a pandemia, as mais diversas atividades tiveram que ser paralasidas por meio de decretos municipais.

Na cidade de Belo Oriente, a linha de ônibus que leva passageiros com destino as cidades vizinhas opera com horários graduais. A recomendação é que as pessoas fiquem em casa. Somente saiam as ruas em caso de extrema necessidade. Evitar aglomerações.

Divulgação/Saritur 


Divulgação/Banco do Brasil 


O Banco do Brasil que opera em Belo Oriente soltou uma nota: "Sobre as medidas para amenizar os efeitos da pandemia do coronavírus (covide-19), o Banco do Brasil, com o objetivo de preservar o bem-estar dos clientes e funcionários, informa que o atendimento presencial somente ocorrerá no interior da agência, limitado a permanência máxima de 3 clientes por vez, das 10h às 13h.

Divulgação/Cartório de Belo Oriente 

Divulgação/Cartório de Belo Oriente 


Já o cartório de Belo Oriente também traz uma informação nesse período de pandemia. Segundo a informação, o atendimento presencial só será feito para os registros de nascimento e óbito. Está suspenso o atendimento presencial no período de 19 a 27 de março.

Para maiores detalhes, com relação ao cartório de Belo Oriente, ligue: (31) 3258-1313 ou pelo e-mail: cartoriobelooriente@yahoo.com.br

Prefeito de Fortaleza e comitiva estão com coronavírus

Reprodução
O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, testou positivo para coronavírus. O resultado do exame foi divulgado nesta sexta-feira (20).

Roberto Cláudio, que está no seu segundo mandato a frente da 5ª maior cidade do Brasil, está trabalhando isolado em casa, onde irá ficar em quarentena.

O prefeito esteve em contato permanente com o governador do Estado Camilo Santana (PT) e uma comitiva de políticos nos últimos dias, durante os quais anunciaram medidas de combate ao avanço do coronavírus.

Entre os políticos que foram infectados, estão a vice-governadora do Estado, Izolda Cela (PDT).e o líder do Governo, deputado Júlio César Filho (PDT).

(Informações do O Povo)

Dirigente de clube gaúcho testa positivo para o coronavírus

O Internacional afirmou, em comunicado divulgado nesta sexta-feira (20), que o presidente do clube, Marcelo Medeiros, testou positivo para o novo coronavírus.


Reprodução
"Apesar de não apresentar mais sintomas da doença, [ele] deve permanecer um total de 14 dias em isolamento e repouso, seguindo o protocolo indicado pelos órgãos de saúde. O Clube segue com todas medidas preventivas já adotadas com os demais membros da direção, departamento de futebol, atletas e funcionários, que continuam sem sintomas de manifestação do Covid-19", disse o Inter em nota.

O dirigente apresentou os sintomas da doença no início da semana e, na segunda-feira (16), realizou exame no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre. O primeiro resultado foi negativo e ele aguardava o parecer da contraprova.

Medeiros tem 59 anos e seguirá o tratamento em casa, isolado do contato de outras pessoas.

(FOLHAPRESS)

Apesar de recorde de mortes na Itália, Napoli anuncia retorno aos treinos na 4ª

A decisão gerou críticas nas redes sociais e da União dos Jogadores da Itália, o sindicato dos atletas do país europeu


Reprodução/Twitter
Apesar da pandemia do novo coronavírus e do estrago causado pelo covid-19 na Itália, a diretoria do Napoli surpreendeu nesta sexta-feira ao anunciar o retorno dos treinos para a próxima quarta-feira. A decisão gerou críticas nas redes sociais e da União dos Jogadores da Itália (AIC, na sigla em italiano), o sindicato dos atletas do país europeu.

O anúncio causou surpresa porque somente nesta sexta as autoridades italianas confirmaram 627 mortes, a maior alta diária desde o início da pandemia. No total, o país já soma 4 032 óbitos. O número de infectados já superou 41.035. A Itália só perde para a China neste quesito. No total de mortes, já superou o país asiático.

"O Napoli comunica que o time voltará aos treinos no dia 25 de março no Centro de Treinamentos com atividade pela manhã", anunciou o clube, em seu site. Antes, o Cagliari, que também disputa a primeira divisão do Campeonato Italiano, também anunciara que o seu time principal voltaria a treinar em pequenos grupos na segunda-feira.

Diante destas decisões, o presidente da União dos Jogadores da Itália, Damiano Tommasi, afirmou nesta sexta que seria um absurdo e perigoso para os times de futebol retomarem os treinamentos na próxima semana.

"Qualquer pessoa que esteja pensando em obter uma vantagem treinando seus jogadores, não sei o que eles têm em suas cabeças", escreveu Damiano Tommasi no site da AIC. "Eu digo isso sem querer causar polêmica porque este não é o momento para isso Mas treinar agora, dois meses antes do retorno do campeonato, não faz sentido e é perigoso".

Todo o esporte está suspenso no país desde 9 de março na tentativa do governo conter a disseminação do vírus que já matou 4.032 pessoas, mais do que qualquer outro lugar do planeta.

(Estadão Conteúdo)

sexta-feira, 20 de março de 2020

Decreto determina suspensão do comércio varejista e de prestação de serviços em Timóteo

Norma vale a partir de sábado (21/03), mas assegura funcionamento de atividades essenciais como supermercados, farmácias, açougues, padarias, lojas de ração, entre outros


Divulgação/PMT
Um novo decreto (nº 5.271) publicado nesta sexta-feira (20/03) pela Prefeitura de Timóteo amplia a adoção de medidas de prevenção e enfrentamento à propagação da Covid-19 (novo coronavírus).

As novas determinações foram discutidas e acordadas durante reunião realizada nesta sexta-feira com a presença do prefeito Douglas Willkys, dos secretários municipais Eduardo Morais (Saúde) e Fabrício Araújo (Planejamento), de representantes da Associação Comercial e Empresarial e Câmara de Dirigentes Lojistas (ACE/CDL) de Timóteo; do Sindicato do Comércio do Vale do Aço (Sindcomércio); e do Sindicato dos Comerciários de Timóteo e Coronel Fabriciano (Secteo CF).

A partir do sábado, dia 21 de março, estão suspensas por um período de 30 dias as atividades de comércio varejista e de prestação de serviços, exceto aqueles que comercializem bens e serviços e que sejam indispensáveis para o sustento do dia a dia, como supermercados, mercados, mercearias, sacolões, açougues, peixarias e demais de gêneros alimentícios.

Comércios

Também se enquadram nesses serviços essenciais padarias, lanchonetes, farmácias, drogarias, incluindo de manipulação e comércio de insumos de saúde; lojas de ração e cuidados a animais; postos de combustíveis; distribuidoras de gás de cozinha e água mineral e oficinas mecânicas. É recomendável que esses estabelecimentos promovam, caso seja possível, rotina de rotatividade/revezamento entre os funcionários para reduzir o número de pessoas nos estabelecimentos.

Está mantida a suspensão das atividades de academia, centro de ginástica, estúdios esportivos; reuniões, cultos, celebrações, clubes, saunas, quadras, campos desportivos e eventos culturais. A aglomeração de pessoas em capelas e cemitérios está limitada à presença de familiares no momento do sepultamento. As atividades de bares, botecos e similares também estão suspensas. Caso possam fazer entregas em domicílios, a sugestão é que adotem essa prática.

As medidas seguem alinhadas com as iniciativas adotadas em Coronel Fabriciano e Ipatinga.
A avaliação do prazo de suspensão em Timóteo será feita semanalmente levando em conta a evolução da pandemia.

No caso de instituições financeiras, bancos, casas lotéricas deverão adotar medidas de não aglomeração e evitar filas, mantendo distanciamento mínimo de dois metros entre si.

O descumprimento dessas medidas pode gerar autuação aos estabelecimentos; em caso de reincidência será aplicada multa de 300 Unidades Padrão Fiscal do Município de Timóteo (UFPMT), hoje cotada a R$ 2,93 cada. Tornando-se recorrente o descumprimento, além de multas, terá o alvará de localização cassado com denúncia encaminhada ao Ministério Público.

Prefeitura de Timóteo

Todas as atividades não essenciais nas dependências da Prefeitura de Timóteo serão suspensas, assim como prazos processuais de processos administrativos do âmbito do Poder Executivo municipal; de requerimentos dos cidadãos como pedidos de isenções, renovações de permissões, autorizações e licenças e retificações de dados.

Já as atividades essenciais como na área da Saúde estão mantidas. Outras que também se manterão em funcionamento face da necessidade do funcionamento da máquina pública são as seguintes: manutenção e conservação dos prédios públicos, vigilância patrimonial, contabilidade, tesouraria, contabilidade, receita municipal, medicina e segurança do trabalho, compras, licitações e pregões, almoxarifado, varrição, capina, poda, coleta e transporte de lixo e recicláveis, obras emergenciais, defesa civil, Conselho Tutelar, CRAS edição e publicação de atos oficiais.

(PMT)

Fabriciano reforça situação de emergência e suspende serviços e comércios para conter avanço do Coronavírus

A Prefeitura de Fabriciano adotou medidas complementares ao decreto que declarou Situação de Emergência (Decreto Municipal 7.186/2020) para conter o crescimento de casos do Coronavírus – Covid-19. 


Divulgação/PMCF
O documento amplia as restrições de funcionamento de serviços e comércios, tais como: Lojas, bares, academias restaurantes e lanchonetes. Estes estabelecimento não poderão ter atendimento presencial. Templos religiosos, casas noturnas e outros devem paralisar suas atividades pelo menos até o dia 7 de abri. Alvará de ambulantes também está suspenso.

O decreto entra em vigor a partir deste sábado, 21. Durante a “quarentena”, apenas serviços essenciais funcionarão: supermercados, farmácias, sacolões, mercados, padarias, fornecedores de hortifrútis, açougues, postos de combustíveis, lojas de conveniência e de alimentos de animais e Correios. Comércios que permanecerem abertos terão que restringir o número de pessoas no seu interior e manter a distância mínima de 2 metros, além de garantir segurança para os seus funcionários e clientes. Escritórios, indústrias e fábricas, bancos e casas lotéricas poderão funcionar em conformidade com normas da vigilância sanitária, em regime de escalas visando a não aglomeração de pessoas.

“É necessário adotar ações mais restritivas neste momento e o poder público está tomando todas as medidas para proteger a população. Mas é fundamental que as pessoas entendam que o isolamento social é importante para evitar a circulação do Coronavírus – COVID-19. Portanto, fique em casa, evitem aglomerações e sigam as recomendações dos órgãos de saúde”, reforça o prefeito Dr. Marcos Vinicius.

Em caso de descumprimento do decreto o empreendimento pode ter cassado o alvará de funcionamento, ser multado, sem prejuízo das sanções cíveis e penais. As ações foram definidas durante a reunião do comitê de crise de Fabriciano e com os diversos setores e empresários, como proprietários de academias, Acicel-CDL, Sindcomércio dentre outros. O período de quarentena pode ser ampliado ou suspenso conforme a evolução dos casos na cidade.

Em Fabriciano, algumas ações já foram tomadas para evitar a proliferação do coronavírus. Todas as atividades letivas estão suspensas até o dia 7, incluindo as da rede particular e creches. Eventos públicos e privados ficam proibidos. Banco de Alimentos, Biblioteca, Museu Municipal estão com atendimentos suspensos por tempo indeterminado.

Foi determinado o fechamento do terminal rodoviário do Município, com proibição da circulação de ônibus interestaduais e intermunicipais; intensificação da higiene de veículos de transporte público, táxis e ônibus coletivos. Os ônibus também só poderão circular com até 50% da sua capacidade, sendo proibido ônibus com ar condicionado.

Serviços de limpeza urbana, como coleta de lixo domiciliar, varrição e capina serão mantidos com restrições. O atendimento nas repartições públicas está mantido, mas com funcionários trabalhando em regime de escala.

SERVIÇOS DE SAÚDE REFORÇADOS

Esta semana, a Prefeitura também iniciou a contratação emergencial de profissionais da saúde para reforçar as ações de combate ao Coronavírius. Estes profissionais farão visitas domiciliares aos idosos para avaliar o estado de saúde geral, orientar sobre a prevenção e vacinar contra a gripe. Com isso, o município evita que os idosos usem o transporte coletivo e peguem aglomerações nas unidades de saúde.

Nas Unidades Básicas de Saúde, os medicamentos de uso continuos para pacientes crônicos serão dispensados para 60 dias. Também haverá um intervalo maior de tempo entre agendamentos de consultas de pré-natal e exames preventivos. “As unidades estarão em funcionamento. Mas pedimos que as pessoas procurem o serviço apenas em situações de extrema necessidade, evitando a superlotação dos serviços. Dúvidas, orientações sobre agendamentos serão esclarecidas por telefone”.

A Prefeitura mantém o Tele Orientação - EuSaúde, com atendimento 24 horas por dia via WhatsApp pelo telefone (31) 99674-7263. O atendimento de casos suspeitos da doença será realizado no Centro de Referência de Enfrentamento ao Coronavírus, na rua Albert Scharlet, s/n, das 7h às 22h, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

CASOS SUSPEITOS

Até o momento, o Fabriciano segue com 1 caso confirmado e 46 suspeitos. Os pacientes são monitorados pela Secretaria de Saúde e mantidos em isolamento domiciliar. “Frisamos que por mais que nos esforcemos, sem o apoio da sociedade na observância das recomendações, tudo será em vão. Calma, responsabilidade social e amor ao próximo são fundamentais neste momento”, conclui o prefeito Dr. Marcos Vinicius.

(PMCF)

Fabriciano começa a vacinação contra a gripe no dia 23 de março; Idosos receberão as doses em casa

As Unidades Básicas de Saúde de Coronel Fabriciano já estão preparadas para o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. 


Divulgação/PMCF
Primeiro, serão vacinados pessoas acima de 60 anos e os trabalhadores da saúde, que atuam na linha de frente do atendimento à população. Os demais grupos prioritários também serão imunizados, conforme calendário definido pelo Ministério da Saúde, na unidade de saúde de sua referência.

Em Fabriciano, a Prefeitura vai vacinar a população idosa em casa. A medida é mais uma ação preventiva contra o coranavírus no município. Pessoas com idade avançada são mais suscetíveis ao agravamento de quadros gripais e ao Coronavírus, podendo evoluir para óbito. O objetivo é evitar que idosos usem o transporte coletivo e frequentem lugares com aglomerações, inclusive, nas unidades de saúde.

“A vacinação domiciliar vai seguir um cronograma montado pela Secretaria de Saúde e já começa a partir desta segunda-feira, 23. Tudo isso é para garantir a proteção e segurança dos nossos idosos”, reforça o secretário de Governança da Saúde, Ricardo Cacau.

Está garantida a imunização domiciliar de pacientes acamados cadastrados na rede municipal e a distribuição de doses para os internos do Lar dos Idosos São Vicente de Paulo, funcionários e pacientes do Hospital Dr. José Maria Morais e trabalhadores da saúde.

A vacinação será realizada em 3 etapas, com período de imunização específico para cada grupo alvo da campanha. Exceto os idosos, as doses serão disponibilizadas nas unidades de saúde, conforme o horário de funcionamento das salas de vacinas. É necessário apresentar a caderneta de vacinação para atualização e o cartão do SUS. Em Fabriciano, têm direito a vacina contra a influenza cerca de 40 mil pessoas, e a meta é imunizar até 90% deste público.

A campanha vai até o dia 23 de maio e o Dia D de Mobilização Nacional está agendado para 9 de maio.

CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO

23 de março a 16 de abril: pessoas acima de 60 anos e profissionais da saúde (público e privado);

16 de abril a 9 de maio: professores de escolas públicas e privadas, funcionários do sistema prisional e população carcerária;

9 de maio a 23 de maio: crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, adolescentes de 12 a 21 anos que estejam cumprindo medidas socioeducativas, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o nascimento do bebê), doentes crônicos e adultos de 55 a 59 anos.

(PMCF)

Grave acidente no Anel Rodoviário deixa pelo menos três mortos

Caminhão tombou e arrastou carros e motocicletas na altura do Betânia, no sentido Vitória


Reprodução/Redes Sociais
Um grave acidente parou o Anel Rodoviário na tarde desta sexta-feira. De acordo com a Polícia Militar, um caminhão tombou e arrastou carros e motos. As autoridades confirmaram que três pessoas morreram. Duas vítimas foram socorridas com maior gravidade pelo helicóptero Pegasus.

A colisão ocorreu no sentido Vitória, na altura do Bairro Betânia, Região Oeste de Belo Horizonte. As vias foram bloqueadas e motoristas enfrentaram congestionamento. Segundo a PM, treze veículos se envolveram no acidente.

O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram socorro às vítimas. Nove viaturas dos bombeiros e o helicóptero Pegasus foram deslocados para apoio da ocorrência.

(Estado de Minas)

Coronavírus: total de casos confirmados em MG sobe de 29 para 38; casos suspeitos ultrapassam 4 mil

Balanço foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta sexta-feira (20)


Fiocruz/Divulgação
Já são 38 casos confirmados de infecção por coronavírus em Minas Gerais – 4.194 casos suspeitos. Desde o início do surto, 114 casos foram descartados após exames. A informação é do último balanço da Secretaria de Estado de Minas Gerais, divulgado nesta sexta-feira (20).

Em comparação com o último relatório, o total de infectados subiu 31% – são 38 contra 29 registros na quinta-feira. O salto no número de casos investigados também foi notável: 4.193 deste balanço, contra 2.210 do último levantamento.

Em Belo Horizonte, 20 casos foram confirmados. Neste último balanço, outras três cidades tiveram confirmação de pacientes infectados por Covid-19: Mariana, na Região Central do estado, Poços de Caldas, no Sul de Minas, e Uberaba, no Triângulo Mineiro.

Confira a quantidade de casos por município:

Belo Horizonte: 20 casos

Juiz de Fora: 5 casos

Nova Lima: 4 casos

Coronel Fabriciano: 1 caso

Divinópolis: 1 caso

Ipatinga: 1 caso

Mariana: 1 caso

Patrocínio: 1 caso

Poços de Caldas: 1 caso

Sete Lagoas: 1 caso

Uberaba: 1 caso

Uberlândia: 1 caso

Existem três perfis de transmissão da doença. Os casos importados são de pessoas que se infectaram em outro país. Estes são responsáveis pela maioria das confirmações: 25 (65,79%).

Em sete pacientes houve episódio de transmissão local – a identificação do caso suspeito ou confirmado em que a fonte de infecção seja conhecida ou até a 4ª geração de transmissão.

Belo Horizonte teve os únicos dois casos de transmissão comunitária no estado, notificados nos últimos dias 14 e 16 – incapacidade de relacionar casos confirmados através de cadeias de transmissão para um grande número de casos ou pelo aumento de testes positivos através de amostras sentinela (testes sistemáticos de rotina de amostras respiratórias de laboratórios estabelecidos).

(Estado de Minas)

Jogos Escolares de Minas Gerais são adiados

Foto: Tiago Ciccarini


Medida visa proteger jovens atletas do coronavírus


Em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19), que levou Minas Gerais a decretar situação de emergência, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), por meio da Subsecretaria de Esportes, decidiu adiar o início dos Jogos Escolares de Minas Gerais deste ano (Jemg 2020), ficando suspenso o cronograma de execução.

A medida visa proteger milhares de estudantes-atletas envolvidos nos jogos, seguindo as orientações das autoridades brasileiras de Saúde. Com a suspensão por tempo indeterminado das aulas da rede pública estadual, anunciada pelo Governo de Minas Gerais, e a adoção de diversas medidas de contenção ao avanço do coronavírus, a medida evita danos à saúde da população.

O Jemg é uma ação realizada pela Sedese, por meio da Subsecretaria de Esportes, e pela Secretaria de Estado de Educação (SEE). A execução é de responsabilidade da Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais (FEEMG).

O Governo de Minas, por meio da coordenação do Jemg, vai continuar a monitorar o Covid-19 no Brasil, podendo retomar as atividades assim que a situação estiver normalizada e de acordo com as leis vigentes.

Outras informações podem ser obtidas no site http://jogosescolares.esportes.mg.gov.br.

(Agência Minas)

Coronavírus: Secretaria Municipal de Saúde de Belo Oriente solta Boletim Epidemiológico; confira os números

Foto: Divulgação/PMBO

Triste cenário: com coronavírus, comércio já demite; cortes podem atingir 5 milhões no País

A estimativa é de sindicatos e associações patronais


Foto: state.gov
Em meio às ordens para fechamento de shopping centers ao redor do País e após três dias de isolamento voluntário da população, como tentativa de conter a escalada dos casos de coronavírus nas principais cidades, os varejistas refazem as contas, renegociam pagamentos a fornecedores e dizem que, inevitavelmente, começarão a demitir seus funcionários a partir da semana que vem.

Estimativas de entidades patronais, como a Associação Brasileira das Lojas Satélites (Ablos), que reúne as lojas maiores dos shoppings, e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), falam em até 5 milhões de desempregados no comércio pelo País, até o fim de abril.

Segundo Paulo Solmucci, da Abrasel, os empresários já vêm de um longo período de vendas fracas e não têm, neste momento, caixa para manter impostos, aluguel de ponto e folha salarial com os empreendimentos fechados. "A situação já estava péssima, agora ficou dramática", diz.

Já Tito Bessa Júnior, da Ablos, afirma que o capital de giro dos comerciantes mal consegue suprir um mês fraco de vendas, o que dirá cinco semanas sem faturamento - a maioria das ordens de fechamento vão da semana que vem até o fim de abril. "Eu mesmo vou demitir cerca de 40% dos meus funcionários a partir da semana que vem", diz Bessa Júnior, que também é dono da rede TNG, com 170 lojas e 1.600 funcionários. "Acabei de encerrar o contrato com a empresa de limpeza, hoje (ontem) já cortei o pessoal que presta serviço para o TI e, na semana que vem, vou ter de dispensar 500 pessoas das operações das lojas."

Coletivas

Segundo ele, os shoppings centers empregam direta e indiretamente 4 milhões de pessoas pelo Brasil. Se a situação permanecer como está, a tendência é que a metade seja liberada pelas empresas. "Eu estou há três dias conversando com lojistas e todos dizem que vão cortar 50%, 40%. Alguns vão dar férias coletivas primeiro, mas a partir de abril não tem o que fazer", conta.

O advogado Leonardo Tavano, do escritório Tavano Maier Advogados, que atende a grupos como Vivara, Cinemark, Etna e Restoque (dona das marcas Le Lis Blanc, Dudalina, John John), diz que sua equipe trabalha sem parar nas últimas 72 horas preparando demissões e alternativas, como redução de jornada de trabalho de 25%, férias individuais e coletivas. "O que estou vendo é que as lojas vão fechar unidades, principalmente aquelas que já vinham com baixa performance, e enxugar de 30% a 50% do o quadro de colaboradores."

Além das demissões, os comerciantes tentam renegociar os contratos de locação, assim como prolongar os pagamentos dos fornecedores. "Imposto, aluguel de shopping, essas coisas esquece, não vou pagar. A minha meta é preservar a maior quantidade possível de empregos", conta Angelo Augusto de Campos Neto, da MOB, com 34 lojas. "Estou tentando conversar com os shoppings para ver se eles paralisam a cobrança de aluguel e condomínios, já que estamos fechados mesmo", conta Andrea Duca, da Gregory, com 62 lojas. Ela vai dar férias coletivas aos funcionários e começar a demitir os vendedores comissionados. "Vamos agora cortar os funcionários que ainda não concluíram o período de experiência, deve dar uns 100", diz.

Para o economista Claudio Felisone de Angelo, coordenador do programa de administração de varejo da FIA, os comerciantes não têm outra alternativa a não ser reduzir o quadro de funcionários. "É uma decisão muito dura, mas é isso ou quebrar."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

(Estado de Minas)

Ficarão em quarentena: ônibus com doze pessoas foi interceptado em Ipatinga

Veículo foi interceptado por equipe do governo e a Polícia 


Reprodução
Por determinação do prefeito Nardyello Rocha, juntamente com sua equipe de governo e a polícia, interceptaram um ônibus vindo da cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso. O veículo seguiría sentido Vitória, capital capixaba. O ônibus chegou a cidade do Vale do Aço por volta de meia-noite, segundo informações repassadas. O veículo desembarcou em Ipatinga com doze pessoas, que irão ficar em quarentena.

É #FAKE que vacina canina mostrada em vídeo se destine ao novo coronavírus humano

Vídeo que tem viralizado nas redes sociais confunde o coronavírus que ataca animais com o novo coronavírus que ataca humanos. Especialistas dizem que a mensagem passada é totalmente falsa.


Reprodução
Circula nas redes sociais um vídeo em que um homem apresenta uma caderneta de vacinação de seu cachorro com um adesivo da vacina "Vanguard HTLP 5/ CV-L", destinada à prevenção do coronavírus canino. No vídeo, o homem diz: "Esse vírus não é novo, gente. Até meus cães estão imunes a esse vírus. Meu cachorro está mais imunizado do que eu? Eles vêm falar agora que estão fabricando essa vacina? Me poupe. Esse vírus é antigo". A mensagem é #FAKE.

Alexandre Merlo, gerente técnico e de pesquisa aplicada para animais de companhia da Zoetis, fabricante da vacina mencionada no vídeo, explica que o produto não se destina a humanos nem tem a ver com o novo coronavírus.

"O coronavírus da vacina é um coronavírus que é conhecido há bastante tempo. Ele é conhecido há décadas e provoca nos cães um quadro gastrointestinal, principalmente diarreia; às vezes, vômito. Então esse coronavírus que já é conhecido do cão há bastante tempo, embora pertença à mesma família de coronavírus, não tem relação com esse coronavírus novo, que é o Sars coronavírus 2, que acomete humanos. Essa vacina serve só para prevenir a coronavirose canina. Essa vacina não serve para tratar pessoas que têm infecção pelo coronavírus", diz.

A Zoetis divulgou uma nota para desmentir o vídeo.

Rodrigo Cruz, médico veterinário formado na Universidade Federal Fluminense (UFF) e sócio-diretor do Lab&Pet, centro de apoio diagnóstico no Rio de Janeiro, explica a diferença. Ele se utiliza de um diagrama que ajuda a entender as ramificações da família coronavírus.

"Não existe nenhum relato ou proposição de que o novo coronavírus que está causando tudo que vemos hoje seja relacionado com cães e gatos. O coronavírus que ataca cães e gatos é da mesma família que está atacando a população mundial, porém ele corresponde a um outro gênero, que é o gênero alphacoronavírus. O que ataca humanos é o gênero betacoronavírus. Só aí eles já diferem bastante um do outro. Depois do gênero, ele ainda se diferencia em espécies. Há o coronavírus canino e o coronavírus felino. Para humanos, ele vai se dividir no que se apregoa chamar de Sars COV, Mers-Cov e o Sars COV 2, causador da pandemia de Covid 19."


Reprodução


"A grande diferença de parte clínica é que em cães e gatos ele não faz uma manifestação respiratória como está ocorrendo em humanos. No cão, o coronavírus é mais presente em eventos de vômito e diarreia, e habitualmente ataca cães jovens adultos. Nos gatos, o curso da doença é diferente dos cães e dos humanos. Ele é responsável por uma doença conhecida pela sigla PIF (peritonite infecciosa felina), que pode se manifestar por efusões, aparecimento de líquidos em cavidades abdominais ou torácicas."

"Não há nenhuma sinalização até o presente momento de que o coronavírus pode ser transmitido de espécie a espécie como estão falando. A vacina é extremamente segura e a única forma de prevenir as doenças de cães e gatos. São vacinas já testadas, confiáveis, muitas delas vezes produzidas com vírus inativados", afirma Rodrigo Cruz.

A Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais do Rio de Janeiro fez uma nota para desmentir o conteúdo do vídeo.

"O termo coronavírus é usado para identificar uma variedade de vírus capaz de causar infecções em diferentes espécies. O coronavírus do cão é o CCov, o do gato é o FCoV. O vídeo que está sendo divulgado pelas redes sociais é falacioso porque se refere às cepas de outra família do coronavírus e não à da Covid-19", diz o comunicado.

Leonardo Weissmann, médico infectologista e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, explica que a família dos coronavírus não é nova. "Ela é conhecida, é uma família de vírus conhecida desde a década de 1960. Existem centenas de coronavírus que circulam entre animais. Esse novo coronavírus descoberto recentemente ele é apenas o sétimo coronavírus capaz de infectar humanos, conhecidamente. Então, por se tratar de um vírus novo e em comportamento que ainda está sendo estudado, por esse motivo é que ainda não temos vacina específica para esse coronavírus", diz.

Weissmann mostrou um quadro que explica os sete tipos de coronavírus que podem infectar humanos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reforça que "não há evidências de que animais de companhia/animais de estimação, como cães ou gatos, possam transmitir o novo coronavírus".

A entidade diz ainda que, até o momento, não há nenhuma vacina e nenhum medicamento antiviral específico para prevenir ou tratar a Covid-2019. "As pessoas afetadas devem receber cuidados para aliviar os sintomas. Pessoas com doenças graves devem ser hospitalizadas. A maioria dos pacientes se recupera graças aos cuidados de suporte."

"Possíveis vacinas e alguns tratamentos medicamentosos específicos estão sob investigação. Eles estão sendo testados através de ensaios clínicos. A OMS está coordenando esforços para desenvolver vacinas e medicamentos para prevenir e tratar a Covid-19", informa a entidade.

"As maneiras mais eficazes de proteger a si e aos outros são limpar frequentemente as mãos, cobrir a tosse com a curva do cotovelo ou tecido e manter uma distância de pelo menos um metro das pessoas que estão tossindo ou espirrando."

(Infomações do G1)

Homem é morto dentro de casa em Periquito

O corpo da vítima foi encontrado em cima da cama, pela própria mulher. Suspeitos foram identificados, mas conseguiram fugir.


Um homem de 34 anos foi morto dentro de uma casa localizada no centro de Periquito, nessa quinta-feira (19). O corpo de André Luiz dos Santos foi encontrado em cima da cama pela própria mulher. Ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Militar, a mulher da vítima informou que, um dia anterior do crime, André chegou em casa após fazer uso de drogas e, sem motivos, começou a espancá-la. Devido as agressões, ela acionou a PM, porém o homem fugiu.

Temendo que o companheiro retornasse, a mulher foi dormir na casa da irmã e ao chegar pela manhã em casa, para entregar um dinheiro para o homem ir embora, viu o corpo de André deitado em cima da cama com o rosto tampado por uma coberta. Ao retirar, percebeu muito sangue.

A perícia esteve na casa e constatou que a vítima foi morta com vários tiros na cabeça. O corpo foi encaminhado ao IML de Governador Valadares.

Em busca dos autores do crime, a Polícia Militar conseguiu identificar dois suspeitos de 15 e 24 anos, um deles é sobrinho da mulher da vítima. Porém, ao chegar no local da denúncia, ambos conseguiram fugir armados e não foram localizados até o momento.

(G1 dos Vales)

quinta-feira, 19 de março de 2020

Boa notícia: testes acusam negativo para integrantes do grupo vindo de Israel para Ipatinga

SECOM/PMI
Das seis pessoas que chegaram em Ipatinga com avaliação de condição suspeita para o contágio do novo coronavírus, no 29 de fevereiro, após participarem de uma excursão a Israel, no Oriente Médico, somente uma foi confirmada positivo. As outras cinco acusaram negativo no teste para identificação da doença, conforme diagnóstico dos laboratórios especializados.

O único caso confirmado da excursão trata-se de uma mulher de 38 anos e o resultado saiu no dia 13 de março. Contudo, a pessoa contaminada – que apresentava dor de garganta, febre, coriza, tosse – já cumpriu o tempo de quarentena recomendado pelas autoridades sanitárias, não registra mais nenhum sintoma.

“Quero aqui destacar que além do único caso positivo até o momento ter sido superado, todas as outras pessoas que estiveram nesta mesma excursão e realizaram o teste não só foram negativados como já cumpriram o prazo de quarentena. Agora, devido à disseminação do vírus na nossa cidade, a orientação é permanecer em casa e evitar aglomeração. Essa é uma prevenção para todos”, instruiu a secretária municipal de Saúde, Érica Dias.

De acordo com o último boletim epidemiológico do município, divulgado nesta quinta-feira (19), Ipatinga tem um caso confirmado da doença, 365 em investigação e dez descartados.

Entenda o caso

Alguns integrantes de uma excursão que retornaram no dia 29 de fevereiro, de uma excursão oriunda de Israel, no Oriente Médio, apresentaram sintomas gripais (febre, dor de garganta e coriza), e procuraram atendimento médico nos hospitais da região.

As pessoas com sintomas gripais passaram a figurar no rol de casos suspeitos ao covid-19, no dia 3 de março, data em que Israel passou a integrar a lista de países monitorados pelo Ministério da Saúde. Todos os suspeitos ficaram em situação de isolamento domiciliar.

Os demais membros da excursão vinda do Oriente Médio não apresentaram sintomas gripais, foram monitorados pelo município e não houve necessidade de atendimento médico.

Por causa do coronavírus: Comitê de Crise e Executivo de Ipatinga determinam fechamento do comércio

Medida será adotada a partir deste sábado (21), com amparo de decreto municipal que será publicado nas próximas horas, estendendo-se até 30 de março. 


SECOM/PMI
Setores de gêneros alimentícios e medicamentos estão entre exceções e não há riscos de desabastecimento ou motivo para corrida de consumidores aos estabelecimentos.

Em reunião iniciada no final da tarde desta quinta-feira (19) e que suscitou muitas ponderações e debates entre as autoridades, avançando para o início da noite, o Executivo de Ipatinga e o Conselho Gestor de Crise constituído para atuar emergencialmente em função dos riscos iminentes de transmissões local e comunitária do coronavírus definiram em conjunto a interrupção das atividades comerciais em diversos segmentos, no município, a partir deste sábado (21). Acatada por unanimidade entre os presentes, a medida se estende até o dia 30 de março e diz respeito a shoppings, centros comerciais, feiras, bares, restaurantes, lojas de roupas, calçados, eletrodomésticos, estabelecimentos de prestação de serviços, entre outros, tendo em vista os últimos números oficiais de casos suspeitos de covid-19 na cidade.

Boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na tarde desta quinta dá conta de que já são 365 pacientes com apresentação de sintomas e contaminação investigada. Entre os exames realizados nos laboratórios especializados, há apenas um caso confirmado, sendo outros dez descartados.

Além de secretários municipais, o Conselho Gestor de Crise é constituído por representantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Ministério Público e membros de diversos setores ativos da sociedade.

A restrição para funcionamento, oficializada em decreto a ser publicado nas próximas horas, não atinge empresas do gênero alimentício como supermercados, hortifrútis e padarias. Farmácias, drogarias, postos de combustíveis e locais de venda de remédios para animais também poderão funcionar. Nos segmentos afetados, será permitido apenas o serviço de tele-entrega, desde que atendidos os critérios especificados no decreto.

As decisões foram referendadas pelo Ministério Público e as forças de segurança, que se comprometeram a atuar com firmeza para o cumprimento fiel do decreto municipal.

Contaminação por faixa etária

A intenção inicial do Executivo, após uma série de discussões com representantes da classe, era apenas limitar os horários. Contudo, ao serem analisados os números das pessoas supostamente atingidas pelo surto deparou-se com uma realidade preocupante.

O dado mais surpreendente dos casos suspeitos de contaminação no município é que a grande maioria diz respeito a pessoas na faixa etária de 20 a 49 anos (223 casos).

Os demais pacientes investigados são das seguintes faixas: de 0 a 4 anos – 15; de 5 a 9 anos – 17; de 10 a 14 anos – 18; de 15 a 19 anos – 17; de 50 a 59 anos – 30; de 60 a 69 anos – 11; de 70 a 79 anos – 5; mais de 80 anos – 5; sem idade registrada – 24 casos.

Coronavírus: confira o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Ipatinga

Reprodução

Esporte no fim de semana: tudo parado

O esporte na região do Vale do Aço está parado neste final de semana. Tudo devido a pandemia do coronavírus (covide-19). 


Futblog do Sorriso 
Todos Os amantes do Esporte ficarão sem poderem atuar. Algo incomum, porém, que será necessário, conforme terá que acontecer pelos próximos dias. Várias prefeituras na região do Vale do Aço publicaram decretos, como em Belo Oriente, Ipatinga, Iapu, entre outras.

Não haverá jogos pelas associações Master 35 e 45. Por meio das diretorias das respectivas entidades, os jogos estão todos cancelados, assim como pelos amistosos entre clubes amadores e veteranos. Não haverá ainda os jogos das mais variadas competições, que acontecem no determinado período, na região do Vale do Aço. Também estão suspensas devido ao coronavírus, as partidas pelo futebol society.

Não é diferente a situação com relação ao futebol profissional e estarão suspensas as mais diversas competições, conforme destacado pelas próprias federações. Já as superligas masculina e feminina de vôlei foram encerradas. Não haverá nenhuma equipe declarada campeã.

FUTEBOL REGIONAL

Associação Master 35 (parada)
Associação Master 45 (parada)
Amistosos (parados)


*SITUAÇÃO DOS ESTADUAIS E COPA DO NORDESTE

Paranaense - Parado (indeterminado)
Gaúcho - Parado (15 dias)
Catarinense - Parado (indeterminado)

Capixaba - Parado (indeterminado)
Mineiro (1ª divisão e Módulo II) - Parados (indeterminado)
Carioca - Parado (15 dias)
Paulista - Parado (indeterminado)

Brasiliense - Parado (indeterminado)
Goiano - Parado (indeterminado)
Sul-Mato-Grossense - Parado (indeterminado)
Mato-Grossense - Parado (indeterminado)

Alagoano - Parado (15 dias, podendo ser prorrogado)
Baiano - Parado (indeterminado)
Cearense - Parado (indeterminado)
Maranhense - Parado (indeterminado)
Paraibano - Parado (indeterminado)
Pernambucano - Parado (indeterminado)
Piauiense - Parado (indeterminado)
Potiguar - Parado (indeterminado)
Sergipe - Parado (indeterminado)
Copa do Nordeste - Parado (indeterminado)

Acreano - Parado (indeterminado)
Amazonense - Parado (15 dias)
Amapaense - Parado (15 dias)
Paraense - Parado (indeterminado)
Rondoniense - Parado (15 dias)
Roraimense - Parado (indeterminado)
Tocantinense - Parado (indeterminado)

*Com informações do Resumo Esportivo e adaptações da Redação

Detran-MG suspende serviços e prioriza atendimento online por tempo indeterminado

O Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) suspendeu, por tempo indeterminado, alguns serviços, como exames de direção, provas e leilões. 


Divulgação
Já outros atendimentos serão feitos exclusivamente online, como a renovação da renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e a emissão de boleto de multa. As mudanças fazem parte das medidas de segurança adotadas pelo órgão para a contenção da transmissão do coronavírus.

De acordo com o Detran-MG, os serviços retornarão ao normal assim que os riscos de transmissão do vírus diminuírem. Ou seja, não há informação oficial sobre quando isso ocorrerá. Ainda segundo o órgão, na impossibilidade de concluir um serviço em meio online, o cidadão deve agendar o atendimento presencial, clicando aqui.

Veja abaixo a relação de serviços feitos pelo Detran-MG, de acordo com o meio de atendimento:

Serviços suspensos

Exames de direção veicular; prova de legislação; prova de reciclagem;
aulas teóricas presenciais do processo de formação e especialização de condutores; leilões de veículos e atendimento médico e psicológico no Detran-MG: Exames Especiais.

Nesse último caso, segundo o órgão, os exames especiais realizados pela Seção de Avaliação Psicológica e pela Junta Médica do Detran-MG, em Belo Horizonte, serão cancelados e remarcados assim que os riscos de transmissão do vírus diminuírem.

Apenas no site

Habilitação: Renovação de CNH; alteração de endereço no mesmo município (Habilitação); solicitação de CNH definitiva; solicitação de 2ª via de documento de habilitação; solicitação de Adição de categoria na CNH; solicitação de Mudança de categoria da CNH; solicitação de Permissão internacional para Dirigir (PID); cadastro para primeira habilitação; inclusão de atividade remunerada; exclusão de lentes corretivas.

Segundo o órgão, para concluir alguns desses serviços de Habilitação, é necessário comparecer à clínica médica e psicológica para realização do exame e captura de imagem.

Veículos: alteração de endereço no mesmo município (Veículos); consultar situação do veículo; emitir boleto de multa; emitir certidão negativa de propriedade; consultar motivo: Veículo Não Licenciado.

Apenas no Fale Conosco

Alteração de dados pessoais na Carteira Nacional de Habilitação (CNH); inclusão de cursos na CNH; informações.

Serviços que dependem de entrega de documentos na sede do Detran-MG

A entrega dos documentos deverá ser feita no setor de protocolo. O prazo para atendimento e execução do serviço é de 48h.

Serviços que dependem do atendimento presencial na sede do Detran-MG

Na impossibilidade de concluir o serviço online, é necessário fazer o agendamento para atendimento presencial. Para fazer o agendamento, clique aqui.

Emissão de documentos de veículos:

De acordo com o Detran-MG, a emissão de Certificados de Registro de Veículo (CRV) e de Certificado de Registro e Licenciamento de veículos (CRLV) não será imediata.

As solicitações deverão ser protocoladas e a retirada ou resposta da impossibilidade da emissão será em até três dias úteis. Esses documentos serão emitidos de forma imediata nos casos de comprovada urgência ou interesse público.

Por fim, o Detran informou que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) estão preparados para auxiliar o cidadão em caso de dúvidas e na prestação de serviço.

(Hoje em Dia)

Coronavírus: empresas poderão cortar jornadas e salários pela metade

Medidas são temporárias, em troca da manutenção do emprego


Foto: José Cruz/Agência Brasil
Além de permitir o adiamento do pagamento de tributos e contribuições, o governo quer permitir que as empresas afetadas pela crise do coronavírus cortem temporariamente metade da jornada e dos salários dos trabalhadores. Nos próximos dias, uma medida provisória (MP) deve ser editada para flexibilizar normas trabalhistas durante o estado de calamidade pública.

Segundo o Ministério da Economia, a medida é importante para evitar demissões e a perda de empregos provocada pela queda da atividade econômica. A negociação será individual.

“É preciso oferecer instrumentos para empresas e empregados superem esse período de turbulência. O interesse de ambos é preservação de emprego e renda”, disse o secretário de Trabalho da pasta, Bruno Dalcolmo.

O salário-hora do trabalhador não pode ser reduzido, de forma que a diminuição da jornada seja proporcional à redução do salário. As empresas também deverão continuar a pagar pelo menos o salário mínimo.

“Não é algo simples, mas a ideia é preservar o emprego. Muito mais grave, diante de uma crise dessa, é a pessoa perder o emprego e sobreviver sem salário”, justificou o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco. Segundo ele, a ideia é que o trabalhador tenha uma renda de subsistência durante o estado de calamidade.

Férias e feriados
A medida provisória também prevê a simplificação de diversos itens, como o trabalho remoto, a antecipação de férias individuais e de feriados não religiosos e a decretação de férias coletivas (tanto num setor como em toda a empresa). O trabalhador com horas a mais trabalhadas poderá usar o banco de horas para tirar folgas, em troca da reposição depois do fim da calamidade pública, limitada a duas horas por dia.

Em entrevista coletiva para detalhar as novas medidas para a preservação dos empregos, a equipe econômica informou que cogitava em incluir, na medida provisória, um dispositivo que permitia a suspensão do contrato de trabalho, nos moldes de alguns países europeus. Nesse caso, o trabalhador não teria o salário reduzido a zero, mas receberia uma parte da remuneração, conforme explicou Dalcomo.

Na segunda-feira (16), o ministro da Economia, Paulo Guedes, tinha anunciado uma série de medidas para ajudar empresas afetadas pela crise do coronavírus. As ações incluíam o adiamento, por três meses do pagamento das contribuições do patrão ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), dos tributos relativos ao Simples Nacional e a redução, pelo mesmo período, das contribuições para o Sistema S. O governo também destinou uma linha de crédito de R$ 5 bilhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

(Agência Brasil)

quarta-feira, 18 de março de 2020

STF derruba liminar que sugeriu soltar presos por conta do COVID-19

Vara deve analisar caso de cada preso antes de liberdade provisória


Arquivo/Agência Brasil
O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quarta (18) a liminar proferida pelo ministro Marco Aurélio que "conclamou" juízes de todo o país a soltar presos que estão no grupo risco do novo coronavírus (COVID-19).

Pela liminar, os magistrados das Varas de Execução Penal (VEP) de todo o país deveriam analisar a situação de cada preso e avaliar a eventual concessão de liberdade condicional para maiores de 60 anos e dar regime domiciliar a portadores do vírus HIV, diabéticos, pessoas com tuberculose, doenças respiratórias, cardíacas, gestantes e lactantes. Além disso, os juízes deveriam conceder medidas alternativas para quem cometeu crime sem violência ou grave ameaça.

Por 7 votos 2, o STF entendeu que as medidas para evitar o contaminação de presos foram tomadas pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, além do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que editou uma recomendação sobre o mesmo assunto.

A decisão do ministro foi tomada ontem (18) à noite e a liminar foi levada hoje para referendo do plenário. A liminar foi proferida em um processo que foi julgado em 2015, quando o STF proibiu o Poder Executivo de contingenciar verbas do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para melhorar as condições de presídios. Nesta semana, o Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD) pediu que a situação precária dos presídios fosse novamente levada em conta diante da pandemia do novo coronavírus.

(Agência Brasil)

Davi Alcolumbre testa positivo para coronavírus

Presidente do Senado está em isolamento domiciliar


Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Exame feito pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, deu positivo para o novo coronavírus. A amostra foi colhida na última terça (17) e o resultado nesta quarta (18), segundo informou a assessoria de imprensa da Presidência do Senado.

Esse é o segundo exame a que o presidente do Congresso se submeteu. O primeiro, realizado semana passado, havia dado negativo.

Segundo a assessoria, Alcolumbre não apresenta sintomas severos. “Davi Alcolumbre, no entanto, está bem, sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, e segue em isolamento domiciliar, conforme determina o protocolo de conduta do Ministério da Saúde e a OMS”, disse a assessoria, em nota.

"Depois do meu primeiro exame ao novo coronavírus dar negativo, refiz o procedimento, que nesta quarta-feira (18) resultou positivo para Covid-19. Estou bem, sem sintomas severos, e sigo em isolamento domiciliar, conforme determina o Ministério da Saúde e a OMS", disse Alcolumbre.

Alcolumbre não esteve no Senado nos últimos dias. Ontem, a coletiva que anunciou a implantação da sessão deliberativa remota no Senado foi conduzida pelo vice-presidente da Casa, Antonio Anastasia (PSD-MG). Alcolumbre, pelo Twitter, disse que acompanhava a coletiva de casa.

Pouco depois da confirmação da sua assessoria, o presidente do Legislativo utilizou o Twitter para tranquilizar seus aliados e afirmar que trabalhará de casa.

"Sigo trabalhando de casa, por meio de ligações. Temos importantes matérias para serem analisadas. O Congresso Nacional seguirá trabalhando e juntos vamos enfrentar essa pandemia", acrescentou Alcolumbre.

A última agenda pública dele foi no Supremo Tribunal Federal (STF), quando se encontrou com o presidente do Judiciário, Dias Toffoli, e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também esteve no encontro. Alcolumbre era esperado para uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro, no fim da tarde de hoje, mas, em virtude do resultado do exame, ele ficará em casa.

(Agência Brasil)

Bolsonaro diz que situação é grave, mas não deve haver pânico

Presidente concedeu entrevista coletiva ao lado de ministros


Foto: Carolina Antunes/PR
O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (18) que a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil preocupa o governo, mas pediu o empenho da população para seguir as orientações das autoridades e evitar o clima de pânico no país.

"Primeiro, também diria que o pânico não leva a lugar nenhum. Repito que o momento é de grande preocupação, é de grande gravidade, mas devemos evitar que esse clima chegue a nós, adotando essas medidas", afirmou durante coletiva de imprensa, no Palácio do Planalto, ao lado de oito ministros. Todos estavam usando máscaras de saúde.

"Teremos dias difíceis, dias duros pela frente. Agora, serão menos difíceis se cada um de vocês se preocupar consigo, com seus parentes e com os seus amigos. Somente dessa forma, seguindo os preceitos ditados pelo Ministério da Saúde, como, em primeiro lugar, medidas básicas de higiene, nós podemos alongar a curva da infecção, e de modo que nós, Poder Executivo, através dos nossos meios, hospitais e demais órgãos de saúde, atender aqueles que necessitarem, e atender com qualidade", acrescentou.

De acordo com a última atualização do Ministério da Saúde, o Brasil tem 291 casos confirmados da doença e 8,8 mil em investigação. Três pessoas morreram.

Assim como o presidente, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que é preciso ter cautela com medidas que resultem no fechamento total do país, o que, segundo ele, pode criar outros problemas.

"É muito fácil falar: 'fecha tudo e não deixe ninguém sair', quando as pessoas têm ainda muita informalidade, pouco recurso. Precisa ser criado planos de alternativa econômica e eu preciso muito da equipe do Paulo Guedes. Esses fechamentos de estrada, que alguns governadores insinuam, essa logística é de interesse nacional, não adianta fechar tudo e falta o frango que está pronto para chegar, porque daí você segura uma coisa e desabastece outra", disse.

Durante a coletiva, o ministro Paulo Guedes anunciou que o governo distribuirá vouchers (cupons) por três meses para proteger os trabalhadores informais, as pessoas sem assistência social e a população que desistiu de procurar emprego. A medida consumirá R$ 15 bilhões, sendo R$ 5 bilhões por mês.

O governo também anunciou que imóveis do programa habitacional Minha Casa Minha Vida, ainda desocupados, serão reservados para abrigar pacientes que precisem ficar isolados por causa do novo coronavírus.

Outra medida em andamento, segundo o ministro Luiz Henrique Mandetta, é a disponibilização de um sistema de teleatendimento em saúde para a população para responder dúvidas e dar orientações sobre o novo coronavírus (Covid-19).

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, anunciou medidas para socorrer as empresas aéreas, que tiveram mais de 50% de redução da demanda, por conta dos fechamentos de fronteiras e cancelamentos de voos domésticos e internacionais.

(Agência Brasil)