sábado, 29 de agosto de 2020

Valendo o título, Galo enfrenta o Tombense no Mineirão

Foto: Bruno Cantini
Chegou a hora! Neste domingo (30), no Mineirão, o Galo entra em campo para enfrentar o Tombense e decidir o título do Campeonato Mineiro 2020.

O Atlético venceu o primeiro duelo da final por 2 a 1 , na última quarta-feira (26), e precisa de um empate para soltar o grito de Campeão.

A vantagem, no entanto, não representa acomodação dentro do elenco alvinegro. Os jogadores estão cientes da necessidade de fazer uma grande partida para poder levantar a taça.

“A expectativa é muito boa. Fizemos um grande jogo na primeira partida da final e, agora, é consolidar isso, fazer um grande jogo para conquistar esse título, que seria muito importante para a minha carreira e para o Atlético”, disse o meia-atacante Hyoran.

“Eles não chegaram à final de graça, eles têm um elenco bom, qualificado, e final todo mundo dá a vida para conquistar o título. Será um jogo difícil. Temos a vantagem, revertemos essa vantagem, mas não vamos sentar em cima dela. Vamos buscar fazer um grande jogo para conseguir a vitória e buscar esse título importante para a gente”, comentou.

Esta é a 14ª decisão consecutiva do Atlético no Campeonato Mineiro. Maior vencedor da competição, com 44 títulos, o Atlético espera conquistar mais uma vez o Estadual para ampliar sua hegemonia em Minas Gerais.

“A parte mais difícil de estar nessa final é o espetáculo não ser completo devido à torcida não se fazer presente, mas estamos muito ansiosos para que esse jogo chegue logo e a gente consiga se concretizar campeões na primeira final do nosso treinador, já na sua chegada. Então, a expectativa é a melhor possível e que possamos dar o nosso melhor e sair com o título para ter uma sequência melhor no Campeonato Brasileiro”, disse o capitão Réver.

Site oficial

Magnus e Intelli fazem duelo de campeões da Liga Nacional de Futsal

Foto: Guilherme Mansuet/Divulgação/Magnus Futsal
Magnus Sorocaba e Intelli Tempersul se enfrentam neste domingo (30), às 11h15 (de Brasília), pela Liga Nacional de Futsal (LNF). A partida, válida pelo Grupo A, terá transmissão da TV Brasil, ao vivo, e será disputada com portões fechados, em prevenção à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Apesar do mando sorocabano, a partida será em Votorantim (SP), município a seis quilômetros da casa do Magnus, já que a Arena Sorocaba recebe um hospital de campanha, por causa da pandemia. O ginásio Professor João Carlos de Camargo, que tem abrigado os treinos da equipe, será o palco do confronto.

O duelo é o segundo jogo da atual temporada com transmissão da TV Brasil. O primeiro foi a vitória do Atlântico, de Erechim (RS), sobre o Marreco, de Francisco Beltrão (PR), por 2 a 0, na abertura do Grupo B, no domingo passado (23).

Este será o segundo jogo do Magnus Sorocaba em um intervalo de três dias. A equipe estreou na edição 2020 da LNF na última sexta-feira (28), em São Paulo, superando o Corinthians por 7 a 4. Foi a volta às quadras do atual tricampeão mundial após mais de cinco meses. O time sorocabano, que manteve a maior parte do elenco de 2019 e o reforçou com jovens da base, não atuava desde março, quando venceu o River Plate (Argentina) em casa.

Nova casa
A partida coloca frente a frente dois campeões nacionais e que até já decidiram título (em 2014, quando o time de Sorocaba levou a taça da LNF pela primeira e única vez). Nas duas temporadas anteriores, o troféu ficou com a Intelli, que à ocasião era sediada em Orlândia (SP), cidade onde o clube foi fundado.

De 2017 para cá, a Intelli passou por São Sebastião do Paraíso (MG) e São Carlos (SP), até, em 2020, chegar a Dracena (SP), onde aderiu o complemento Tempersul por motivo de patrocínio. O jogo deste domingo, seu primeiro na edição da competição deste ano, marca a estreia oficial do time como representante do município, que fica a mais de 645 quilômetros de São Paulo.

A equipe de Dracena teve um susto na quarta-feira (26), quando quatro atletas testaram positivo para covid-19. A assessoria de imprensa do clube informou que, na quinta-feira (27), eles realizaram exames mais aprofundados e que só um deles teve a presença do vírus confirmada. Segundo a regra da LNF, um time só pode entrar em quadra se tiver, pelo menos, 10 jogadores disponíveis.

“O Magnus já está treinando há três semanas em quadra e nós, da Intelli Tempersul, só estamos há uma semana. Eles têm vantagem em relação a entrosamento e reconhecimento de quadra. Mas estamos bem confiantes para essa estreia, fazer um grande jogo e, consequentemente, sair com o resultado positivo”, afirma o pivô Vitinho.

Mais jogos da LNF
Também neste domingo, em Umuarama (PR), o time da casa recebe o Joaçaba. Os paranaenses retornam à LNF após quatro anos, após terem participado, ininterruptamente, de 2006 a 2016. Sua melhor campanha foi em 2009, quando alcançou o terceiro lugar. Já os catarinenses estrearam na sexta-feira, também no Paraná, contra o Campo Mourão. Em julho, em um dos primeiros jogos oficiais de futsal no Brasil em meio à pandemia, a equipe conquistou a Recopa Santa Catarina, superando o São Francisco do Sul.

Agência Brasil

Hamilton vai largar na frente no GP da Bélgica

Reprodução/Twitter/Lewis Hamilton
A pole position do Grande Prêmio da Bélgica é de Lewis Hamilton. O inglês marcou o tempo de 1’41”451, no último treino de classificação na pista de 7km da pista de Spa-Francochamps, neste sábado (29). Em segundo lugar vem o finlandês Valterri Bottas e fechando o primeiro pelotão: Daniel Riciardo, Max Verstappen, Alexander Albon e Esteban Ocon

A sétima corrida do circuito da Fórmula 1 em 2020 será, neste domingo (30), às 10h, hora de Brasília. O líder da temporada, Lewis Hamilton, que busca o sétimo título, anotou hoje mais um recorde, ao fazer a volta mais rápida da história do circuito belga. Das 88 vitórias da carreira do hexacampeão, apenas duas delas foram na Bélgica.

A dupla da Mercedes (Hamilton e Bottas) segue dominando, mas os carros da Renault também foram destaque nesta última classificatória. O australiano Riciardo ficou com o terceiro lugar no grid de largada, enquanto o francês Ocon anotou o sexto tempo.

Agência Brasil

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Eleição para o CONSEP de Belo Oriente será no dia 11

Foto: Reprodução
O Conselho Comunitário de Segurança Pública II de Belo Oriente (CONSEP II) publicou na última segunda-feira, dia 24 de agosto, o edital de convocação para o processo eleitoral da entidade para o mandato de composição do biênio 2020-2022, que ocorrerá no dia 11 de setembro, a partir das 9h, no Auditório Jandira Vaz dos Santos, na Sede da Associação Comercial e Empresarial de Belo Oriente (ACE/CDL Belo Oriente).

A inscrição de chapa deve ser realizada até o dia 5 de setembro na sede da ACE/CDL no horário de 9h às 16h. O pedido de inscrição no processo eleitoral só poderá ser feito por maiores de 18 anos, acompanhados de cópia do atestado de bons antecedentes, título de eleitor, documento de identidade, CPF e comprovante de endereço de todos os componentes da chapa.

A eleição do CONSEP II será realizada em assembleia geral ordinária composta por autoridades locais, representantes de entidades de classe, clubes de serviço, associações diversas, comerciantes e moradores que compõe a área do CONSEP II.

Para mais informações e acesso ao edital de convocação, os interessados devem ir até a sede da Associação Comercial, Empresarial e CDL de Belo Oriente, localizada na Rua Primeiro de Março, Nº 399, Centro, Belo Oriente.

Atlético inicia preparação para finalíssima de domingo

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Motivado pela vitória por 2 a 1 sobre o Tombense, na noite da última quarta-feira (26), no Mineirão, no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, o elenco atleticano já treina para a finalíssima do Estadual, que acontecerá às 16h deste domingo (30), também no Gigante da Pampulha.

O grupo alvinegro volta a treinar na manhã desta sexta-feira (28), às 10h.

Autor do gol da vitória no primeiro duelo da final, o atacante Keno foi o entrevistado do Live Galo desta quinta-feira, na TV Galo. Ele comemorou o feito que deu ao Atlético a vantagem de jogar por um empate no segundo confronto.

“A gente precisa tentar. Fiquei muito feliz pelo gol e ainda mais pela vitória. Saímos atrás e conseguimos empatar logo depois. A gente pressionou o tempo todo e uma hora tem que sair o gol. Passei dois anos fora e estou tentando entrar em forma, trabalhos físicos, estou me adaptando o mais rápido possível e treinando muito firme para que eu possa entrar no meu 100% que eu jogava em 2018, a minha forma física de correr o tempo todo e ajudar a equipe. Então, ontem, acho que fiz um grande jogo. Sempre vou errar também, mas, quando erro, levanto a cabeça porque tenho que acertar a próxima. Fico feliz pelo resultado e pela forma que joguei ontem”, disse o jogador, que espera um adversário mais aberto no domingo.

“Ficou muito difícil no começo do jogo. Eles estavam jogando por uma bola só e colocaram o time todo lá atrás. Então, agora, vai ser melhor para a gente porque eles vão ter que sair, mas precisamos ter consciência de que o time deles é bom e não podemos sair à toa. Temos que fazer um bom jogo para não errar como erramos nesse primeiro jogo”, ressaltou.

O camisa 11 afirmou que o Galo precisará fazer um grande jogo para ficar com a taça no próximo final de semana.

“Um time que vai jogar uma final entra com mais garra, mais vontade. Não é jogo de três pontos, é um título que está sendo disputado. Então, a gente sabia que seria difícil. Eles não chegaram à toa na final e temos que colocar isso na cabeça, que é uma equipe forte. Agora, temos que descansar, ver o que o Sampaoli vai nos passar e que, domingo, a gente possa fazer um grande jogo e sair campeão”, disse.

Questionado sobre o desejo do técnico Jorge Sampaoli de conquistar o título, Keno ressaltou que a vontade de todos é grande.

“Ele quer ganhar sempre, independente do que a gente vai disputar, contra quem for, ele quer ganhar, ainda mais uma final. Todo mundo quer ganhar uma final, não só ele, mas os jogadores também. A gente entrou ontem focado. Sabemos que esse título pode nos dar uma confiança no Brasileiro, podemos engrenar se a gente fizer um bom jogo no domingo. Então, não só o Sampaoli quer esse título, todos nós queremos”, observou Keno.

O atacante atleticano concluiu ponderando que a conquista do título de Campeão Mineiro seria importante também para a sequência da equipe no Brasileirão.

“A gente sendo campeão, é uma confiança a mais para o grupo, para todos. Faltam 90 minutos e temos que entrar bastante concentrados. É um jogo arriscado porque o Tombense é um time qualificado, que toca bem a bola e força muito a bola aérea. Então, conseguindo esse título, podemos colocar uma confiança a mais para engrenar no Brasileiro”.

Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso do Atlético é contra o São Paulo, no dia 3 de setembro (quinta-feira), às 20h, no Mineirão.

https://atletico.com.br/noticias/atletico-inicia-preparacao-para-finalissima-de-domingo

Eliminação para o CRB marca pior campanha do Cruzeiro na Copa do Brasil nos anos 2000

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas 
Com boas campanhas nas últimas edições da Copa do Brasil, sendo campeão em 2017 e 2018, e chegando às semifinais em 2016 e 2019, o Cruzeiro foi eliminado pelo CRB ainda na terceira fase da Copa do Brasil. É a pior campanha da Raposa, maior campeã do torneio com seis títulos, nos anos 2000.

O Cruzeiro precisava de uma vitória por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Se vencesse por uma diferença maior, ficaria a vaga no tempo normal. O time abriu o placar, mas não conseguiu ampliar o marcador, levando o empate no segundo tempo e acabou sendo eliminado ainda na terceira fase.

O clube nunca havia ficado fora dos 16 melhores da Copa do Brasil nos anos 2000. Foi campeão em 2000, 2003, 2017 e 2018. Vice em 2014, eliminado nas semifinais em 2005, 2016 e 2019. Parou nas quartas de final em 2006 e, nas oitavas de final, nos anos de 2002, 2007, 2012, 2013 e 2015. Nos anos restantes, não disputou a competição por estar na Taça Libertadores.

O Cruzeiro também deixou de receber R$ 2 milhões por não chegar à quarta fase do torneio. O time, até então, havia acumulado R$ 3,9 milhões ao passar por São Raimundo-RR e Boa Esporte.

Contra o CRB, o Cruzeiro perdeu na ida por 2 a 0, no Mineirão, quando ainda era treinado por Adilson Batista. Na volta, já com Enderson Moreira, o Cruzeiro não conseguiu mudar o panorama do confronto e foi eliminado.

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/cruzeiro/noticia/eliminacao-para-o-crb-marca-pior-campanha-do-cruzeiro-na-copa-do-brasil-nos-anos-2000.ghtml

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Manoel espera dificuldades para Cruzeiro no clássico contra o América

Foto: Cruzeiro/Divulgação
Eliminado na terceira fase da Copa do Brasil com o empate por 1 a 1 contra o CRB, em Maceió, na última quarta-feira, o Cruzeiro junta forças agora em um só objetivo na temporada: a volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, pela sexta rodada da Série B, o time faz o clássico contra o América, no Mineirão, e o zagueiro Manoel, que fará a segunda partida como titular desde o seu retorno ao clube, prevê dificuldades.

"Jogo difícil. O América é uma equipe bem montada, uma equipe que disputa todas as bolas, que briga, muito forte. A gente tem que igualar na pegada, na vontade. Mas, para fazer grande jogos, a gente precisa disputar mais, brigar mais para conseguir sair com a vitória", afirmou o zagueiro, nesta quinta-feira.

Manoel foi titular contra o CRB e comemorou o fato de ter jogado uma partida inteira pela primeira vez desde fevereiro deste ano, ainda antes da paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus, quando o seu ex-clube, o Trabzonspor, venceu o Erzurum BB por 4 a 0, pela Copa da Turquia.

"Feliz que depois de seis meses sem jogar voltei e jogar os 90 minutos. Fiquei muito feliz. Pena que a gente não conseguiu a classificação, mas a gente tem que entender que o CRB é um time da Série B e o jogo é difícil e truncado. Tem que entender que a gente lutou do começo ao fim, mas a classificação não veio. A gente sai feliz pela briga que a gente teve, disputou todas as bolas. Isso é importante para ter um crescimento", disse.

Cruzeiro e América tentam se aproximar da parte de cima da tabela de classificação da Série B. A equipe celeste está na 11ª colocação com quatro pontos (três vitórias, um empate e uma derrota) - vale lembrar que começou a competição com seis pontos negativos.

Agência Estado

Morre o produtor musical Arnaldo Sacomani

Foto: Reprodução/Instagram
O produtor musical Arnaldo Saccomani, de 71 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira, três dias após seu aniversário. Ele também ficou conhecido também por ter sido jurado de programas como Ídolos e Qual É o Seu Talento.

Em maio do ano passado, Sacomani foi internado na UTI de um hospital de São Paulo com uremia. A doença, considerada rara, ocorre quando os rins não conseguem filtrar adequadamente os resíduos do sangue.

O produtor sofria de insuficiência renal e diabetes e começou a fazer hemodiálise em julho do ano passado. Segundo seus familiares, Arnaldo estava em seu sítio, na cidade de Indaiatuba, no interior de São Paulo. Sacomani deixa a mulher e duas filhas, Julia e Thais.

Em seu Instagram, Thais compartilhou uma foto em seus Stories segurando a mão do pai com a frase "Estaremos sempre juntos".

Arnaldo Saccomani iniciou a carreira ainda nos anos 60. Ele trabalhou com nomes como Tim Maia, Rita Lee, Ronnie Von, Fábio Júnior, Mara Maravilha, Chiquititas Brasil, além do cantor mexicano Luis Miguel, entre outros.

Ele ainda ajudou a lançar nomes da música nacional, como Mamonas Assassinas, Dominó e Tiririca. Seu último trabalho como produtor foi com a cantora Larissa Manoela, no álbum Além do Tempo, de 2019.

https://www.uai.com.br/app/noticia/e-mais/2020/08/27/noticia-e-mais,262021/morre-o-produtor-musical-arnaldo-sacomani.shtml

Romeu Zema diz que Minas é o estado que melhor combate a COVID-19

Foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG
O governador Romeu Zema (Novo) afirmou nessa quarta-feira que “Minas é o estado que conduziu melhor a pandemia”. A declaração foi feita durante a solenidade de religamento do alto-forno 1 da Usiminas, em Ipatinga, no Vale do Aço, que contou também com a participação do presidente Jair Bolsonaro.

Zema elogiou também a atuação dos municípios mineiros, mas alertou para a necessidade de manter os cuidados com o novo coronavírus. “A pandemia em Minas começa a dar sinais claros de que, tanto no número de casos quanto no de óbitos, está em declínio. É cedo para comemorar qualquer vitória, mas tudo indica que o pior ficou para trás. Lembro que todos nós, mineiros, estamos de parabéns”, disse, em pronunciamento durante evento da reativação do forno.

Minas ultrapassou ontem a marca de 200 mil casos de COVID-19. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), o estado totaliza 201.973 casos e 4.948 mortes pela doença. Somente ontem, foram confirmados 3.237 casos e 101 mortes no território mineiro. “Somos, hoje, um estado que tem a menor taxa de óbito do Brasil na pandemia. Conseguimos isso muito devido à nossa forma de ser. Mineiro é criterioso, desconfiado, e com certeza fez o distanciamento, tomou as medidas necessárias. Minas é o estado que melhor conduziu a pandemia”, finalizou Zema.

Desde o início da pandemia, em março, Minas não toma atitudes pelas prefeituras. O estado criou o programa Minas Consciente para orientar a retomada das atividades comerciais, segundo o governador. Ipatinga, local do evento, não segue o programa, mas pretende se enquadrar, conforme disse o prefeito.

“Ipatinga tem um caso atípico. O Minas Consciente coloca, dentro da cota para discussão de índice, UTI COVID e não COVID. Como Ipatinga atende alta complexidade, 82 municípios, as pessoas que vêm para Ipatinga participar de uma cirurgia e vão para UTI e que não é COVID, estão entrando na conta de UTI. Aí, não sairíamos do vermelho, terámos que fechar o comércio e o alto-forno 1. Vamos reunir e pedir essa alteração. Se acontecer, vamos estar na onda amarela”, disse o prefeito Nardyello Rocha (Cidadania) ao Estado de Minas.

https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2020/08/27/interna_politica,1179823/romeu-zema-diz-que-minas-e-o-estado-que-melhor-combate-a-covid-19.shtml

Buscas por desaparecidos em Brumadinho serão retomadas com série medidas de segurança

Corpo de Bombeiros/Divulgação
Interrompidas em 21 de março por causa da pandemia, as buscas pelas 11 pessoas ainda desaparecidas após a "Tragédia de Brumadinho" serão retomadas nesta quinta-feira (27). Um protocolo sanitário deverá ser seguido pelos militares para evitar o contágio pela Covid-19 .

Dentre as medidas de segurança está o isolamento de quatro dias, inclusive dos familiares, de todos que vão vasculhar a lama na tentativa de localizar os corpos das vítimas. O uso de máscara, higienização frequente das mãos e distanciamento social também serão obrigatórios.

O protocolo foi formulado pelo Corpo de Bombeiros junto com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e outros órgãos. De acordo com as normas, militares com mais de 60 anos e com doenças pré-existentes não poderão ser escalados para as buscas.

Além disso, todo o efetivo deverá ser submetido a exames prévios e, diariamente, ter a temperatura corporal aferida. Aqueles que apresentarem sintomas de gripe ou resfriado serão imediatamente submetidos a consulta médica.

A tragédia em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), ocorreu em janeiro do ano passado após o rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão. Por causa do desastre, 270 pessoas morreram, sendo que 11 seguem sumidas em meio à lama.

O Corpo de Bombeiros destacou que as buscas serão retomadas sem previsão de término. A meta é localizar todos os corpos. "É uma situação difícil de se prever e apontar resultados, mas como estamos retornando, a esperança de encontrar os corpos ainda é muito grande. A vontade de dar uma resposta aos familiares das vítimas ainda desaparecidas é muito maior", informou a corporação.

Para isso, 60 militares foram escalados para as buscas. Eles vão utilizar drones e 50 máquinas. A princípio, não haverá cães farejadores nem helicópteros.

Confira o protocolo de segurança que será adotado pelos bombeiros:

Saúde

- O militar deverá ser submetido a exame médico pericial em sua unidade antes do embarque para Brumadinho, só podendo ser escalado após estar apto;

- Solicitar exames para avaliação de metais pesados antes e após o empenho, conforme protocolo específico;

- Todos os militares passarão por medição de temperatura diariamente, sendo considerado suspeito o caso com temperatura superior a 37,8ºC;

- Caso apresente febre e/ou sintomas respiratórios, tosse, congestão nasal, dificuldade para respirar, falta de ar, dor de garganta, dores no corpo, dor de cabeça, deverá comunicar ao chefe da frente/direto e solicitar avaliação médica no Posto de Saúde Avançado (PSA);

- Em caso de suspeita de contaminação definido pelo médico do PSA, seguir o protocolo de contingência de saúde;

- Deverá ser mantido o isolamento durante o período de folga (4 dias), se possível, inclusive de familiares próximos;

- Neste período, deverá observar o surgimento de febre ou sintomas respiratórios e fazer contato com o NAIS/SAS/Consultório médico da Unidade;

Transporte

- Para os deslocamentos das unidades até Brumadinho e no retorno ou, nos deslocamentos na área de operação, fica limitada a ocupação dos veículos a 50% do número de assentos disponíveis;

- Nos veículos para cinco passageiros fica permitido a ocupação dos dois assentos dianteiros e um ocupante no assento traseiro;

- Deverá ser disponibilizado frasco com álcool a 70% em todos os veículos utilizados para transporte da tropa, que ficará sob a responsabilidade do motorista;

- No caso de viaturas do CBMMG e caminhonetas alugadas, todas deverão ter frasco com álcool a 70% e os tripulantes deverão higienizar as mãos antes do embarque;

- Os veículos deverão operar sem o uso do ar condicionado e com vidros abertos. Nos veículos onde não for permitido a abertura das janelas ou em caso de chuva, deverá acionar o sistema de circulação externa de ar;

- Antes e após cada deslocamento, os veículos devem ser higienizados com álcool a 70% nas áreas de maior contato;

Alimentação

- Intensificar a atenção e o cuidado no cumprimento das boas práticas de manipulação de alimentos de acordo com a legislação em vigor;

- Orientar a higienização das mãos e antebraços dos manipuladores de alimentos que deve ser realizada com água, sabonete líquido inodoro e agente antisséptico;

- Utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequados para a atividade exercida. Essa utilização deve ser completa (luvas, touca descartável, máscara, óculos, face shield e avental descartável);

- Limitar a presença de um colaborador a cada 2,25m² no refeitório, considerando-se um espaço de 1,5m de distância entre eles;

- A alimentação deverá ser servida ao militar de forma individual, respeitando a distância mínima de 1,5m;

- Fica proibido o serviço de self service, bem como rodízio. Adotar o atendimento com marmitex;

- Estabelecer fluxos distintos de entrada e saída do ambiente;

- Deverá ser organizada uma fila para a entrada, respeitando a distância de 1,5 metros de um militar para o outro, com as devidas demarcações no piso;

- A entrada no refeitório só será permitida após a lavagem das mãos com sabonete líquido inodoro e a secagem das mãos com papel toalha, supervisionada por um responsável;

- Os militares deverão estar utilizando máscara para a entrada no ambiente, devendo essa ser retirada apenas no momento das refeições;

- Cada militar ocupará um mesa com uma cadeira, mantendo a distância de 1,5m de um militar para o outro no refeitório ou 2,25m²;

- As cadeiras não poderão ser retiradas de seus lugares;

- Manter o ambiente de trabalho com ventilação adequada, sempre que possível.

Dormitórios e estadia

- Os dormitórios disponíveis para acomodação dos militares deverão ser adaptados para prevenir e reduzir riscos de infecção pelo COVID-19;

- O distanciamento mínimo entre as camas deverá ser de 2 metros, não devendo utilizar a parte superior dos beliches; as mesmas não devem ser colocadas em corredores e demais áreas de circulação;

- Não será permitida a circulação dos militares em outros dormitórios;

- Manter os ambientes arejados por ventilação natural (portas e janelas abertas) e providenciar a retirada de tapumes utilizados para fechamento de áreas externas;

- O militar ao chegar ao dormitório deverá se dirigir ao lavabo ou toalete mais próximo para higienizar as mãos com água e sabão;

- Estabelecer um horário pré-definido para a limpeza e desinfecção dos quartos visando adequação à rotina dos militares;

- Os funcionários responsáveis pela limpeza deverão utilizar os equipamentos de proteção apropriados (máscara, luva de borracha, calça comprida, sapato fechado) e manter o distanciamento.

https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/buscas-por-desaparecidos-em-brumadinho-ser%C3%A3o-retomadas-com-s%C3%A9rie-medidas-de-seguran%C3%A7a-1.801237

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Conmebol define jogos dos times brasileiros na volta da competição

Foto: Reprodução/TV Globo
A Conmebol divulgou nesta quarta-feira (26) a tabela da retomada da Copa Libertadores. Faltam quatro rodadas para o término da fase de grupos, e todos as partidas dessa etapa já têm data e local definidos, sem presença de público prevista.

Paralisada pela pandemia do novo coronavírus, a competição será reiniciada no dia 15 de setembro, uma terça-feira, com quatro jogos. Nessa data, o Athletico-PR enfrentará o Jorge Wilstermann, em Cochabamba, e o Santos receberá o Olimpia, na Vila Belmiro.

No dia seguinte (16), será a vez de o Internacional encarar o América de Cali, no Beira-Rio, de o Grêmio medir forças com a Universidad Católica, em Santiago, e de o Palmeiras jogar contra o Bolívar, em La Paz. Quinta (17) será dia de São Paulo x River Plate, no Morumbi, e Independiente del Valle x Flamengo, em Quito. O detalhamento da programação apresentou um fator que pode complicar a situação do São Paulo no Grupo D. Não haverá mais duelos em Juliaca, em uma altitude de 3.800 m, onde o time tricolor perdeu por 2 a 1 para o Binacional.

Todas as equipes peruanas mandarão seus confrontos na capital Lima. O que significa que River Plate e LDU não precisarão encarar o Binacional em um cenário tão adverso. No momento, com duas rodadas disputadas, cada equipe da chave tem três pontos.

O River vai atuar como mandante no estádio Libertadores de América, do Independiente, e não no Monumental de Núñez. Já no Paraguai, apenas dois estádios receberão os jogos de Olimpia, Libertad e Guaraní, que atuarão em La Nueva Olla e no Defensores del Chaco, ambos em Assunção.

CONFIRA OS JOGOS DOS TIMES BRASILEIROS NA RETOMADA:

15/9 - terça-feira*

19h15 - Jorge Wilstermann x Athletico-PR

21h30 - Santos x Olimpia


16/9 - quarta-feira*

19h15 - Internacional x América de Cali

21h30 - Universidad Católica x Grêmio

21h30 - Bolívar x Palmeiras


17/9 - quinta-feira*

19h - São Paulo x River Plate

21h - Independiente del Valle x Flamengo

*Horários de Brasília

FOLHAPRESS

Ronaldinho Gaúcho deixa hotel onde estava preso no Paraguai com aplausos e agradecimentos

Reprodução
Um vídeo publicado nas redes sociais mostra o momento em que Ronaldinho Gaúcho e o irmão dele, Roberto de Assis, deixam o hotel onde estavam presos no Paraguai. Os dois foram aplaudidos e agradecidos na saída.

O ex-jogador e o irmão foram liberados da prisão domiciliar na segunda-feira (24), mediante pagamento de multa de R$ 1,1 milhão.

Ambos foram detidos no Paraguai, no início de março, após entrarem no país com passaportes e documentos paraguaios adulterados.

Ronaldinho Gaúcho e Roberto de Assis cumpriram a prisão domiciliar em um hotel, em Assunção. Na saída do local, fãs pediram autógrafos ao ex-jogador. Os dois retornaram ao Brasil na terça-feira (25).

O governo paraguaio autorizou a saída dos irmãos mesmo com as fronteiras fechadas por causa da pandemia do novo coronavírus.

Os dois deixaram Assunção em um voo particular com destino ao Rio de Janeiro.

Decisão

Segundo o acordo, Ronaldinho Gaúcho deve pagar mais de R$ 500 mil, e o irmão dele, condenado por uso dos documentos falsos, mais de R$ 600 mil.

Conforme sugerido pela defesa, o valor total da multa será descontado dos mais de R$ 8,9 milhões depositados como fiança, em abril, para a concessão da prisão domiciliar. Segundo o juiz, cerca de R$ 7,8 milhões serão ressarcidos à dupla.

Como a Justiça acatou o pedido do Ministério Público, após o prazo legal, o processo será arquivado. O juiz informou ainda que o valor da multa será utilizado no combate à Covid-19 no Paraguai.

Audiência

A audiência foi transmitida ao vivo pela Justiça do Paraguai, na segunda-feira, pela internet.

O judiciário acatou a proposta do Ministério Público, aceita pela defesa, de que Ronaldinho Gaúcho não fosse condenado por usar documento falso, desde que pagasse multa para reparar o dano causado ao país. Ele também deve fixar residência no Rio de Janeiro (RJ).

O juiz informou ainda que parte da multa do ex-jogador será destinada para ajudar na campanha de uma criança com uma doença grave e que Ronaldinho deverá avisar à Justiça paraguaia, durante um ano, quando viajar para fora do Brasil.

O irmão Assis foi condenado pelo uso de documento adulterado, mas teve a prisão de dois anos suspensa mediante o pagamento da multa. Além disso, deverá se apresentar a uma autoridade judicial brasileira a cada quatro meses, pelo período de dois anos.

Conforme o advogado de defesa, a investigação do Ministério Público não encontrou nenhuma prova relacionada aos crimes que a promotoria suspeitava, como lavagem de dinheiro e associação criminosa. A defesa destacou que os dois foram presos de forma injusta, ilegal e abusiva.

Prisão no Paraguai
Ronaldinho e Assis estavam detidos desde março, após entrarem no Paraguai com passaportes e documentos paraguaios adulterados. Outras três pessoas foram presas na ocasião.

De acordo com o promotor paraguaio Federico Delfino, existia um processo de naturalização no Paraguai aberto para Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Assis Moreira. Segundo ele, o procedimento corria à revelia dos dois brasileiros.

Ainda segundo Delfino, o esquema também envolveria um funcionário público paraguaio, que teria apresentado uma série de documentos à Direção de Migração do Paraguai para naturalizar os dois irmãos.

Ao envolver órgãos oficiais paraguaios, o caso se ampliou no país. Em 5 de março, o diretor geral da Direção de Migrações, Alexis Penayo, pediu demissão do cargo e criticou o Ministério do Interior pela demora na resolução do caso envolvendo Ronaldinho Gaúcho.

Inicialmente, o Ministério Público do Paraguai decidiu não acusar Ronaldinho e Assis por terem entrado no país com passaportes adulterados. De acordo com os promotores, os dois admitiram o erro — e, assim, a promotoria entendeu que eles "foram enganados em sua boa-fé".

No entanto, o juiz Mirko Valinotti, do Juizado Penal de Garantias de Assunção, que ouviu os brasileiros, rejeitou o pedido do MP na ocasião.

Após a audiência que durou seis horas, o Valinotti decidiu que os dois seguiriam sendo investigados. A Justiça do Paraguai determinou a prisão preventiva dos irmãos Assis Moreira, alegando "risco de fuga e que o Brasil não extradita seus cidadãos". No país, a prisão preventiva pode durar até seis meses.

Em 7 de abril, o juiz do Paraguai concedeu prisão domiciliar aos irmãos. Eles pagaram fiança de 1,6 milhão de dólares e, desde então, estavam hospedados em hotel no centro de Assunção, proibidos de deixar o pais.

https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2020/08/26/com-figurino-estiloso-ronaldinho-gaucho-deixa-prisao-no-paraguai-com-aplausos-e-agradecimentos-video.ghtml

Em Ipatinga, Bolsonaro suspende Renda Brasil e diz que valor do auxílio-emergencial segue indefinido

Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quarta-feira (26), durante o evento que marcou o retorno da produção da Usiminas em Ipatinga, no Vale do Aço, que o programa Renda Brasil, substituto do Bolsa Família e proposto pela equipe econômica, está suspenso momentaneamente. Segundo o chefe do Executivo, o texto precisa de ajustes e, por isso, não será enviado ao Congresso.

Bolsonaro também informou que o novo valor do auxílio-emergencial, que foi prorrogado até dezembro, segue indefinido. Até o momento, os brasileiros em situação de vulnerabilidade por causa da pandemia do novo coronavírus têm recebido R$ 600 mensais. No entanto, o montante deve ser reduzido para algo entre R$ 200, como defendia inicialmente a equipe econômica, e o valor atual, aprobvado pelo Congresso, conforme Bolsonaro.

Sobre o Renda Brasil, o presidente disse que a proposta da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes era retirar recursos dos mais pobres para repassar para os "paupérrimos", algo de que ele discorda frontalmente. "Ontem, discutimos a possível proposta do Renda Brasil, e falei: está suspenso. A proposta como apareceu para mim não será enviada ao parlamento", disse.

O Renda Brasil foi anunciado pelo ministro Paulo Guedes como um novo programa social que tomaria o lugar do Bolsa Família. A intenção seria elevar auxílio às famílias de baixa renda dos atuais R$ 190 para R$ 300. Isso dependeria, contudo, de cortes em uma série de outros benefícios de cunho social, como forma de compensar os impactos nas contas públicas. A suspensão da proposta por Bolsonaro é interpretada por analistas como uma derrota para a atual equipe econômica.

Na avaliação do presidente, não é possível usar dinheiro destinado ao abono salarial, por exemplo, para financiar o novo programa de assistência social. "Como a questão do abono salarial, para quem tem até dois salários. Seria um 14º, não podemos tirar de 12 milhões de famílias para dar para o Bolsa Família, ou Renda Brasil, seja o que for o nome deste programa", disse.

Com relação ao auxílio emergencial, o presidente disse que ainda não bateu o martelo sobre o valor do benefício. Mas deixou claro que não irá mais repassar R$ 600 para parte da população que está sem renda em decorrência do pandemia. "Sabemos que R$ 600 é pouco para muita gente que recebe. Mas é muito para um país que se endivida", ressaltou.

Retomada da economia

Durante a cerimônia que marcou o retorno da produção da Usiminas, após quatro meses, Bolsonaro destacou que é preciso aprender a conviver com a Covid-19 circulando no país. Segundo ele, as atividades comerciais e econômicas não podem continuar paralisadas por causa da crise sanitária.

"Lamentamos que o vírus mata. Lamentamos as mortes, não só essas, mas todas as outras mortes. Todo mundo aqui já teve um parente ou amigo que perdeu. E nos lamentamos. Mas devemos enfrentar. Não podemos simplesmente ficar em casa a vida toda", discursou.

Bolsonaro destacou que, antes da pandemia, o Brasil caminhava para crescer 3% neste ano. "Mas infelizmente apareceu um imprevisto, o tal do vírus", declarou. O chefe do executivo nacional garantiu que desenvolveu ações para que a economia e a saúde caminhassem juntas na pandemia, citando a criação do auxílio emergencial.

"Fizemos nossa parte. Fui muito criticado. Agora, a poucos dias, o diretor da OMS (Organização Mundial da Saúde), declarou que a vida e a economia não podem ser tratadas de forma dissociadas. Nós temos que aprender a conviver com o vírus mesmo após a vacina", ressaltou.

O presidente comemorou o fato de, aos poucos, o Brasil voltar a normalidade. "Ou o Brasil começa a produzir, começa realmente a fazer um plano que interessa a todos nós, que é o melhor programa social que existe, o emprego, ou estamos fadados ao insucesso. Não posso fazer milagre", disse para os funcionários e convidados da Usiminas.

https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/em-ipatinga-bolsonaro-suspende-renda-brasil-e-diz-que-valor-do-aux%C3%ADlio-emergencial-segue-indefinido-1.801261

NBA adia jogos de playoffs após Bucks decidir não entrar em quadra

Foto: Divulgação/NBA
A NBA (liga de basquete profissional dos Estados Unidos) anunciou que os três jogos dos playoffs programados para a noite desta quarta-feira (26) foram adiados após a decisão do Milwaukee Bucks de não entrar em quadra para o jogo 5 contra o Orlando Magic.

Segundo a Reuters, o Bucks decidiu não entrar como forma de protesto contra a injustiça racial. A ação acontece após o caso Jacob Blake, no qual o homem negro foi baleado pelas costas pela polícia em Kenosha, Wisconsin, no último domingo (23).

“Eu, nossos jogadores e nossa organização estamos muito perturbados com o que está acontecendo em Kenosha”, disse o técnico do Bucks, Mike Budenholzer, nesta quarta.

“É um grande desafio ter apreço e desejo de mudança e algo diferente e melhor em Kenosha, Milwaukee e Wisconsin e depois sair e disputar um jogo”, disse.

Segundo a decisão da NBA, que foi tomada em conjunto com a NBPA (Associação de Atletas Profissional de Basquete), as três partidas programadas da rodada dos playoffs da NBA desta quarta (Orlando Magic x Milwaukee Bucks, Houston Rockets x Oklahoma City Thunder e Los Angeles Lakers x Portland Trail Blazers) serão remarcados posteriormente.

Agência Brasil

Usiminas reativa alto-forno desligado por causa da pandemia

Foto: Maurício de Almeida/TV Brasil
Depois de quatro meses fechado o alto-forno 1 da Usiminas, na cidade de Ipatinga, no Vale do Aço de Minas Gerais, vai voltar a funcionar. O equipamento produz o ferro-gusa, que é a primeira etapa do processo siderúrgico.

O alto-forno foi desligado no dia 24 de abril devido à queda da demanda por aço por causa da pandemia do novo coronavírus. Agora com o reaquecimento do mercado nacional e internacional as atividades na usina vão começar a voltar ao normal. De acordo com vice-presidente Industrial da Usiminas, Américo Ferreira Neto, o religamento do alto forno é uma prova de que a economia está crescendo novamente: "A Usiminas não produz para estocar, portanto o alto-forno só voltará a funcionar porque novas encomendas de aço da indústria chegaram."

A Usiminas em Ipatinga, que tem cerca de 6 mil funcionários, é fundamental para o desenvolvimento econômico de toda a região do Vale do Aço. A volta das atividades é um bom sinal para o comércio e para a rede hoteleira. Madalena Rodrigues, gerente-geral de um dos hotéis da região, diz que durante os piores meses da pandemia todos os quartos ficaram vazios e dez funcionários foram demitidos. Agora com a volta das atividades na região a expectativa é que o hotel vai ficar lotado novamente e que novos empregos serão gerados. “O turismo de negócio que acontece por conta da Usiminas é o principal responsável para atrair hóspedes para Ipatinga. A volta do alto-forno também vai ajudar o setor de turismo.”

A economia do Vale do Aço não é a única que vai ser beneficiada com o religamento do alto-forno 1. O presidente do Conselho Regional de Economia do Distrito Federal, Cesar Bergo, diz que a exportação do material produzido na Usiminas também vai ajudar toda a economia brasileira neste período de retomada do crescimento. “Nós estamos passando de um grande pessimismo para um otimismo moderado. As novas contratações que estão sendo realizadas pela Usiminas são um sinal de que a partir de setembro vamos reverter a situação de crise e caminhar de volta para a normalidade."

Agência Brasil

Vitória e Ceará fazem duelo nordestino pela Copa do Brasil

Foto: Pietro Carpi/EC Vitória
Vitória e Ceará jogam nesta quarta-feira (26), às 21h30 no estádio do Barradão, em Salvador, para saber quem vai à quarta fase da Copa do Brasil. Na primeira partida, melhor para o Vozão, que ganhou por 1 a 0 e joga por qualquer empate para seguir na competição, e ainda embolsar R$ 2 milhões como prêmio aos classificados.

Precisando vencer, o rubro-negro baiano do treinador Bruno Pivetti promete um esquema mais ofensivo. Pela Série B, neste sábado (22), o Vitória empatou com o CRB em 2 a 2, em Maceió. As equipes também jogaram este ano pelas quartas de final da Copa do Nordeste, e os cearenses levaram a melhor e foram até final conquistando o bicampeonato da Lampions League, como brincam os torcedores. A equipe de Guto Ferreira está embalada, porque ganhou do Bahia na última rodada do Brasileirão da Série A, por 2 a 0, conquistando a primeira vitória na competição.

Esta edição da Copa do Brasil não tem o chamado gol qualificado, portanto, a decisão será nos pênaltis caso o Vitória vença por um gol de diferença.

Agência Brasil

Em São Paulo, conflitos em condomínios se multiplicam na pandemia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Os conflitos em condomínio se multiplicaram durante a pandemia de coronavírus, segundo a Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios (AABIC). Os registros de queixas dobraram e até triplicaram em alguns prédios de acordo com a entidade que reúne empresas que administram cerca de 16 mil condomínios.

As reclamações cresceram na proporção em que as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa, na avaliação do presidente da associação, José Roberto Graiche Junior. “O pessoal, antes da pandemia, não estava acostumado a ficar tanto tempo dentro de casa. Agora, tem que trabalhar em casa e conciliar a escola dos filhos com estudo online”, explica.

O barulho tem sido a maior reclamação no período, segundo ele. “O barulho de pessoas dentro da unidade: fazendo aula de música, arrastando móvel ou as crianças brincando naqueles condomínios onde não está liberado o playground”, destaca.

As reformas também se tornaram objeto de várias disputas. “Agora, com a flexibilização [da quarentena], as obras dentro das unidades voltaram, com algumas restrições, algumas regras para poder acomodar tanto a pessoa que precisa fazer reforma como as que ainda estão em casa”, acrescenta.

Diálogo

Porém, de acordo com Graiche, a maior parte dos conflitos têm sido resolvido com diálogo entre síndicos e moradores. “Uma simples conversa do síndico ou zelador, dando um toque de que a pessoa está incomodando o vizinho, a grande maioria das vezes já resolve. Ou uma simples conversa entre os próprios vizinhos”, ressalta.

Síndico de um condomínio com aproximadamente 1,6 mil pessoas em 448 apartamentos, Paulo Werneck diz que tem buscado o bom senso e se desdobrado para mediar as diferentes opiniões. “A gente está tendo que ser prefeito, advogado, presidente. Cada um quer uma coisa. A pessoa tem que entender que o direito acaba onde começa o do vizinho”, comenta sobre as dificuldades em gerir o condomínio na região do Morumbi, zona sul da capital paulista.

Paulo conta que, antes da pandemia tinha que lidar, em média, com três ou quatro reclamações de moradores. No últimos dois meses, no entanto, o síndico já teve que mediar mais de 20 conflitos. “Tem muita reclamação de barulho. Criança pulando. Mesmo não sendo tarde da noite o pessoal reclama, porque as crianças não têm onde brincar”, conta a respeito de como o home office [trabalho em casa] fez parte dos moradores ficarem mais exigentes em relação ao silêncio.

Quando isso ocorre, o síndico diz que tenta conversar com o morador do apartamento de onde vem o barulho. “Quando o barulho é muito alto, a gente tenta conversar”, diz. No caso das unidades com crianças, às vezes um tapete ou uma conversa com os pequenos ajuda a reduzir o incomodo para o vizinho.

Uma novidade da pandemia são, segundo Paulo, as reclamações sobre o uso de máscara nos espaços internos do condomínio. Ele explica que, como parâmetro, os prédios adotam normas semelhantes às da prefeitura e do governo estadual para o funcionamento do comércio e serviços. “Tem sempre um ou outro que esquece ou fala que não acha certo usar, porque está fazendo exercício físico. As academias exigem máscara. A gente procura se adequar à norma do governo, buscando a realidade do condomínio”, conta.

Mas, mesmo com os desentendimentos, o síndico diz que os moradores têm buscado o entendimento e sido solidários nos tempos difíceis. “Apesar dos conflitos, eu diria que o pessoal está mais solidário um com outro. Tem feito ações dentro do condomínio para ajudar comunidades mais próximas”, diz.

Agência Brasil

Brasileiro Feminino volta com reforços e times afetados pela pandemia

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Quando o apito soar no gramado da Vila Belmiro, às 14h (horário de Brasília) desta quarta-feira (26), dando início à partida entre Santos e Audax, chegará ao fim uma espera de 164 dias, ou cinco meses e meio, pela volta da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. A competição foi interrompida em 15 de março, durante a quinta rodada, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Como a doença ainda não está controlada no território nacional, o retorno do torneio terá de ser realizado sem a presença de público e sob rigoroso protocolo sanitário, com várias diretrizes para os jogos. Entre as normas estão o acesso restrito a campo e vestiários; a realização de exames da covid-19 custeados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF); aferição da temperatura na chegada ao estádio, de todas as pessoas envolvidas na realização do jogo; o uso frequente de máscaras (com exceção dos atletas em campo); e a higienização com álcool em gel.

Os procedimentos são os mesmos adotados no Brasileirão masculino, incluindo as mudanças feitas após a primeira rodada da Série A, como testagem de todo o elenco 72 horas antes da partida, e entrega dos resultados dos testes à CBF até 24 horas antes do jogo pelo time mandante, e até 12 horas antes da viagem, no caso do visitante. "À princípio, vamos seguir o mesmo protocolo. À medida que as rodadas forem ocorrendo e os resultados aparecendo, ai sim, a gente vai verificar a necessidade ou não de mudança de programas de testagem", diz à Agência Brasil Jorge Pagura, o coordenador médico da entidade.

Além do jogo na Vila, outras duas partidas movimentam esta quarta (26) pela quinta rodada do Brasileiro feminino. Às 15h30, o Internacional recebe o Flamengo no Sesc Campestre. Já às 19h30, Corinthians e Ferroviária reeditam a final do ano passado no Parque São Jorge. A sexta rodada tem inicio no sábado (29) e vai até segunda-feira (31), com os seguintes duelos:

Sábado (29)

14h - Cruzeiro x Grêmio (Mineirão)

15h - Ponte Preta x Palmeiras (Moisés Lucarelli)

20h30 - Vitória x Iranduba (Barradão)

Domingo (30)

14h - São Paulo x Minas Icesp (CFA de Cotia)

15h - Avaí/Kindermann x Santos (Carlos Alberto Costa Neves)

15h - Ferroviária x Internacional (Fonte Luminosa)

15h - Audax x São José (José Liberatti)

Segunda-feira (31)

19h - Flamengo x Corinthians (a definir)

Caras novas

A pandemia da covid-19 impactou as equipes do Brasileiro Feminino de forma diversa. Santos e São Paulo, por exemplo, voltaram aos treinos com o mesmo grupo de antes da paralisação. Se por um lado o Palmeira perdeu Bia Zaneratto, atacante da seleção brasileira, que estava emprestada pelo Wuhan Xinjiyuan (China), por outro se reforçou com atletas que atuavam no exterior: a zagueira Janaína Queiroz, ex-Braga (Portugal) e a meia-campista Camilinha, ex-Orlando Pride (Estados Unidos). Esta última, também jogadora da seleção verde e amarela.

"Saí do Brasil tem quatro anos, para jogar no Orlando e, desde minha chegada, vejo grandes mudanças [de estrutura no futebol feminino]. No Palmeiras, isso é nítido. Acho que a gente, que está vindo de fora, pode somar e trazer uma experiência grande", destacou Camilinha, em entrevista coletiva.

Ex-clube da meia-campista no Brasil, o Corinthians também foi atrás de novidades durante a paralisação, acertando o retorno da lateral Yasmin, que estava no Benfica (Portugal). A lateral Daiane, que também estava no clube português, assinou com a Ferroviária, atual campeã e líder da competição nacional. A experiente jogadora, de 34 anos, foi capitã do time grená nos títulos da Copa do Brasil e do Brasileiro, em 2014, e da Libertadores, em 2015.

No Internacional, o reforço veio dos Emirados Árabes: a atacante Rafa Travalão, de 32 anos, que defendia o Abu Dhabi SC. Já o Flamengo foi outro a apostar na experiência ao trazer a zagueira Cida, de 34 anos. Ao mesmo tempo, promoveu quatro jovens da equipe sub-18. O Rubro-Negro Carioca também teve mudança no comando, pois o técnico Ricardo Abrantes assumiu a coordenação estratégica das modalidades de alto rendimento da Marinha, que é a parceira do clube no futebol. O substituto é Celso Silva, que era auxiliar de Ricardo desde 2015.

Realidades distintas

Se algumas equipes fizeram ajustes pontuais, o Audax, da cidade de Osasco (SP), teve que ir ao mercado para repor perdas da pandemia. A equipe iniciou o Brasileiro com um elenco jovem, formado com apoio de uma parceria com o Instituto Tiger, que fomenta o futebol feminino na comunidade de Heliópolis, na zona sul da capital paulista. Mas, segundo o técnico Wagner de Oliveira, a preocupação com a covid-19 levou muitos pais a tirarem as meninas menores de 18 anos do projeto. O jeito foi trazer seis caras novas - quatro delas, inclusive, já devem estrear hoje (26) diante do Santos.

"Voltamos a treinar mais forte na semana passada. Mas o retorno, quando se começa a trabalhar com intensidade, demora. O time estava se entendendo, encaixando. Todas as equipes perderam com a pandemia, mas o Audax certamente perdeu mais que todo mundo, por ser uma equipe nova. Será um jogo difícil contra o Santos. Teremos que ter paciência, cobrar só o que for necessário, fazer um trabalho de formiguinha para não lesionar as atletas e buscar sempre melhorar", descreve Oliveira à Agência Brasil.

O caso mais delicado é o do Iranduba. A equipe de Manaus afirma que a patrocinadora master, a empresa britânica VeganNation, não cumpriu o contrato firmado no fim de 2018 e que o caso está na Justiça. O clube receberia por meio de moedas virtuais, que entrariam no mercado em 2019 e seriam trocadas por dinheiro - o que não aconteceu. O time, inclusive, faz uma campanha online de financiamento coletivo para ajudar a pagar as despesas com o grupo. Até o momento, foram arrecadados cerca de R$ 4,9 mil.

Com a crise financeira, o Iranduba perdeu quase todas as jogadores do elenco e corre risco de não conseguir entrar em campo no próximo sábado (29), contra o Vitória. "Hoje, 24 de agosto [dia da entrevista], o Iranduba não tem time. Estamos em busca de atletas para jogarmos no fim de semana. O tempo é curto. Estamos fazendo algumas consultas", reconhece o diretor Lauro Tentartini à Agência Brasil. A equipe tem até sexta-feira (28) para regularizar as novas jogadora junto à CBF.

Agência Brasil

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Gestão Wagner aumentou em quase 40% salário de Dedé no Cruzeiro quatro meses após renovação e prometeu comissão de R$ 2,2 mi a agente

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Dono de um dos maiores salários do elenco do Cruzeiro nas últimas temporadas, o zagueiro Dedé, de 32 anos, renovou o vínculo em duas oportunidades durante a gestão do ex-presidente Wagner Pires de Sá. Em agosto de 2018, quatro meses após assinar um contrato de longa duração, ele obteve aditivo que lhe rendeu 37% a mais de remuneração.

Isso é o que aponta relatório de investigação da Kroll, empresa contratada pelo clube celeste para passar a limpo o que foi feito durante a administração Wagner, indiciado na última semana pela Polícia Civil. O documento foi entregue ao Ministério Público de Minas Gerais, que deverá oferecer denúncia nos próximos dias. O ex-vice de futebol, Itair Machado, e o ex-diretor-geral, Sérgio Nonato, também estão entre os indiciados.

A primeira renovação de Dedé assinada por Pires de Sá, conforme mostram os documentos a que o Superesportes teve acesso, foi em 11 abril de 2018. O Cruzeiro se comprometeu a pagar R$ 9,3 milhões entre salário e direito de imagem em vínculo de 21 meses (até dezembro de 2019), além de comissão ao agente Giuliano Aranda no valor de R$ 410 mil.

Ex-vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado foi o responsável por anunciar a renovação na época. Em seu Twitter, ele escreveu: “Bora mitar juntos! Renovamos com o Mito Dedé até o final de 2019. Aqui é sua casa, Dedé Vital. Tamo junto (sic) #OMitoRenovou”. A publicação não existe mais, bem como a conta do ex-dirigente na rede social. Na ocasião, Dedé respondeu ao tweet de Itair: “Glória a Deus”.

A temporada de 2018 marcou o retorno de Dedé aos gramados. Na data da primeira renovação assinada por Wagner, o zagueiro havia atuado em sete jogos. Antes disso, o jogador ficou nove meses longe dos gramados em função de graves lesões no joelho. Naquele ano, Dedé conseguiu retomar uma sequência de boas atuações. Em meados de agosto, foi convocado pelo técnico Tite para amistosos da Seleção Brasileira contra Estados Unidos e El Salvador.

Cerca de quatro meses depois da renovação, justamente com a justificativa da boa performance, Dedé e Cruzeiro acertaram novo contrato, com cifras substancialmente maiores. A remuneração aumentou em 37% - saltou para R$ 24,2 milhões (salários e direitos de imagem) em vínculo de 40 meses. Os novos valores de intermediação também chamaram atenção da Kroll.

Se em abril o Cruzeiro havia prometido pagar R$ 410 mil aos agentes, em agosto o número mais do que quadriplicou. O clube celeste se comprometeu a transferir, de forma parcelada, R$ 1,8 milhão a Giuliano Aranda. O outro representante de Dedé, Ubiraci Cardoso, assinou o contrato como testemunha. Ou seja, em quatro meses, a Raposa se comprometeu a pagar R$ 2,2 milhões ao representante do camisa 26.

Mais uma vez, esse anúncio foi amplamente comemorado pelo Cruzeiro. Sem muitos detalhes do acordo, Dedé apareceu em vídeo nas redes sociais do clube, em 18 de agosto de 2018, exaltando os então dirigentes Itair Machado e Wagner Pires de Sá.

“Agradecer muito ao Itair pelo esforço, a forma que tratou essa minha renovação e o carinho que tem por mim. Muito obrigado. Com certeza será um privilégio e vou fazer de tudo para honrar esse manto e representar bastante o clube onde estiver. Presidente Wagner muito obrigado pelo carinho e confiança. Está sempre me dando moral. Estamos juntos. Pode ter certeza que, até o final da nossa história aqui no Cruzeiro vou estar representando e dando o meu melhor aqui. Obrigado, galera. Até 2021. É nóis”, disse.

Outro lado

Questionado sobre o motivo de duas renovações num curto espaço de tempo, com diferenças grandes em relação à remuneração e comissões, Giuliano Aranda garantiu que não há irregularidade nos valores recebidos e defendeu Dedé.

“Até ano passado, o Dedé tinha quase sete anos de Cruzeiro. Fizemos vários contratos ao longo desse período. Tínhamos realizado uma renovação simples (abril de 2018), só estendemos (até dezembro de 2019). Em julho (de 2018) poderíamos assinar pré-contrato com outro clube, poderíamos ter ficado quietos, mas reconhecemos a importância do Cruzeiro e estendemos. Não tem nada de irregular nesses valores. Nem do salário nem das comissões”, disse.

“Fizemos algo simples (na primeira renovação), mas o Dedé explodiu. Convocação para Seleção Brasileira, consulta, consulta, Flamengo, Palmeiras, aí partiu do próprio clube estender ainda mais (até dezembro de 2021). A renovação nem foi pelas propostas, mas pela performance em campo”, avaliou.

Magrão, como é conhecido o agente, também foi perguntado sobre o que ele já recebeu do Cruzeiro. O empresário afirmou que “nem 30%” do montante acordado nesses dois contratos.

O zagueiro Dedé também foi procurado. Por meio de sua assessoria de imprensa, ele optou por não se pronunciar sobre o tema. O ex-presidente Wagner Pires de Sá e o ex-vice de futebol, Itair Machado, não atenderam às ligações.

Em tratamento

O último jogo de Dedé foi em 19 de outubro de 2019, quando o Cruzeiro bateu o Corinthians por 2 a 1 pelo Campeonato Brasileiro. No dia 23 de outubro do ano passado, o médico Sérgio Campolina realizou cirurgia para a retirada de um fragmento ósseo no joelho direito do zagueiro, mas a recuperação não aconteceu como esperado.

O zagueiro, então, voltou a ser operado. Em 8 de março deste ano, ele foi submetido a novo procedimento para a correção do eixo mecânico e restauração de estruturas articulares do joelho direito. Dedé está em fase de fisioterapia, mas optou por passar esse período no Rio de Janeiro, auxiliado por profissionais de sua confiança.

Contratado em abril de 2013 com o auxílio de investidores, que pagaram R$ 14 milhões, Dedé disputou 188 jogos e marcou 15 gols pelo Cruzeiro.

https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2020/08/25/noticia_cruzeiro,3859946/gestao-wagner-aumentou-em-quase-40-salario-de-dede-no-cruzeiro.shtml

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Juiz do Paraguai concede liberdade a Ronaldinho Gaúcho após 5 meses

Divulgação/Ministério Público do Paraguai 
A Justiça do Paraguai concedeu liberdade nesta segunda-feira (24) a Ronaldinho Gaúcho, que estava em prisão domiciliar. O ex-jogador da seleção brasileira poderá retornar ao Brasil após cinco meses de privação da liberdade no país vizinho por tentar ingressar com passaporte adulterado.

O juiz Gustavo Amarilla aceitou uma "suspensão condicional" das acusações contra o ex-jogador, concordando com solicitação apresentada pela procuradoria no início do mês.

Roberto de Assis Moreira, irmão e empresário de Ronaldinho, recebeu uma condenação de 2 anos em suspenso, e ambos poderão deixar o Paraguai sob determinadas condições.

Agência Brasil 

Estados e municípios poderão pegar mais R$ 6 bi em empréstimos

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Os estados e os municípios poderão contrair mais R$ 6 bilhões em empréstimos no sistema financeiro. Em reunião extraordinária, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (24) a elevação do limite de crédito dos governos locais para 2020.

Com a decisão, o limite global de contratação de operações de crédito pelos governos locais passou de R$ 12 bilhões para R$ 18 bilhões. Desse total, o teto das operações com garantia da União, quando o Tesouro Nacional cobre eventuais inadimplências, passou de R$ 4,5 bilhões para R$ 7,5 bilhões. O limite das operações sem garantia do governo federal subiu de R$ 7,5 bilhões para R$ 10,5 bilhões.

A União tem um limite de contratação de crédito de R$ 400 milhões, que não foi alterado nessa reunião. Dessa forma, o teto total de operações de crédito pelos três níveis de governo – federal, estadual e municipal – subiu de R$ 12,4 bilhões para R$ 18,4 bilhões.

A medida não tem impacto fiscal para a União, porque as mudanças valeram para os entes públicos locais. Em nota, o Ministério da Economia informou que o novo limite está alinhado com a projeção de resultado primário para os estados e os municípios e a meta de resultado para as empresas estatais federais, conforme estabelecido na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020. No início do ano, o governo decidiu zerar a meta fiscal para os governos locais.

Por causa do estado de calamidade pública aprovado no início da pandemia do novo coronavírus, o governo federal está dispensado de cumprir meta de primário em 2020. O resultado primário representa o déficit ou o superávit nas contas do governo desconsiderando o pagamento dos juros da dívida pública.

Acompanhamento

Todo ano, o CMN fixa valores máximos que a União, os estados e os municípios podem pegar emprestado no sistema financeiro. A utilização desse limite poderá ser acompanhada pelas instituições que integram o sistema financeiro e pela sociedade, por meio do site do Banco Central.

Essa é a segunda vez em 2020 em que o CMN eleva os limites de crédito para estados e municípios. A última vez em que o teto foi reajustado tinha sido em junho.

Agência Brasil

Copa do Brasil volta nesta terça-feira com três jogos

Foto: Lucas Merçon/FFC
A Copa do Brasil volta nesta terça-feira (25) com três confrontos válidos pelo jogo de volta da terceira fase. Afogados e Ponte Preta se enfrentam no Estádio Vianão, em Pernambuco, às 16h (horário de Brasília). América-MG e Ferroviária duelam no Independência, às 19h. Para fechar o dia, Fluminense e Figueirense medem forças no Maracanã, às 21h30.

Para a torcida do Figueirense, pode ser a revanche da final da Copa do Brasil de 2007, vencida pelo Tricolor Carioca, além da arrancada para uma nova fase em 2020. Já para o a o Fluminense, vale a afirmação do trabalho de Odair Hellmann, após bons resultados no Campeonato Brasileiro.

Com sete pontos conquistados e ocupando a sétima posição, o Fluminense vem bem no Brasileirão. Apesar da boa fase, o time precisa tirar a vantagem de 1 a 0 do Figueirense na Copa do Brasil. O zagueiro Luccas Claro encara o encontro como a partida do ano e explica qual será a estratégia para passar de fase.

“Sem dúvida é o jogo do ano, o mais importante. É eliminatório, já fomos desclassificados na Sul-Americana, então temos que fazer o nosso melhor para buscar a classificação. Jogando em casa, temos que impor o nosso ritmo, fazer o nosso jogo. Primeiramente, devemos entrar como qualquer outro jogo, buscando a vitória. Nós precisamos de um placar simples, de 1 a 0. É isso que temos que pensar, que nós temos que fazer um gol. Conquistando, a partir daí pensamos no segundo para levar a classificação direta. Porém, nós sabemos da dificuldade que vai ser o jogo. A equipe do Figueirense é qualificada, tanto que nos venceu no primeiro jogo. Temos que fazer o nosso futebol, buscar a vitória pensando primeiramente no primeiro gol para depois pensar no segundo”, disse o zagueiro.

Com a vantagem do empate, o Figueirense espera acabar de vez com a má fase. Depois de ter sido eliminado nas quartas de final do Campeonato Catarinense, a equipe vinha de duas derrotas e um empate na série B do Brasileirão. A vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP, no último sábado (22), fora de casa, retomou a confiança para o confronto contra o Tricolor, como o próprio técnico Marcio Coelho afirma.

“Importantíssimo a gente interromper a sequência de mau resultados, então a vitória dá um respiro, ainda mais para um confronto duríssimo que a gente tem na Copa do Brasil, É outra situação, mas a gente sabe que a confiança já é retomada, então é muito bom a gente ir para esse jogo com uma vitória”.

Se o duelo entre Figueirense e Fluminense está completamente indefinido, o primeiro jogo do retorno da Copa do Brasil tem um favorito. A Ponte Preta pode perder por até dois gols de diferença contra a equipe de Afogados que garante vaga na próxima fase. No jogo de ida, a Macaca venceu por 3 a 0, garantindo a vantagem.

No segundo jogo desta terça (24) pela Copa do Brasil, entre América-MG e Ferroviária, a definição etá aberta: as equipes empataram em 0 a 0 no jogo de ida. Quem vencer, vai para a quarta fase. Qualquer empate leva a partida para os pênaltis.

Confira AQUI a tabela completa de jogos e a classificação da Copa do Brasil

Agência Brasil

Defesa da deputada Flordelis diz que não há elementos para denúncia

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil 
O advogado Anderson Rollemberg, que defende a deputada federal Flordelis (PSD-RJ), afirmou não ver elementos que sustentem a denúncia contra ela. A parlamentar foi denunciada nesta segunda-feira (24) pelo homicídio de seu marido, pastor Anderson do Carmo. O crime aconteceu em 16 de junho de 2019, quando ele chegou em casa, em Niterói, e foi alvejado com vários tiros.

“Temos aqui o desfecho da segunda fase da investigação, em que a autoridade policial apontou que a deputada Flordelis seria a mandante deste crime. Ao ver da defesa, não há elementos, mínimos que fossem, para ela receber esse tratamento de ser indiciada, denunciada, como mandante desse terrível crime”, disse Rollemberg.

Segundo o advogado, que alega só ter tido acesso pleno à investigação nesta segunda-feira, não há elementos nos autos que justifiquem a denúncia contra sua cliente.

“Pela leitura rápida que tivemos, os elementos que ali apontam a autoridade policial, ao ver da defesa, não são suficientes para que ela fosse denunciada, muito menos presa. Foi feita uma ginástica muito grande para colocar a deputada como mandante desse crime e também para prender os filhos”, declarou o advogado.

Segundo ele, as mensagens encontradas pela polícia no celular da deputada não foram escritas por ela, mas sim por uma das filhas, que tinha acesso ao aparelho.

“Isso já foi muito debatido na primeira fase. Não era a deputada que fazia a digitação para o Lucas [um dos filhos, presos no primeiro momento]. Era uma das filhas. Já foi desde o início esclarecido, no primeiro momento das oitivas, que ocorreram logo após o fato. Vejo fora do contexto se utilizar dessas mensagens para incriminá-la. Se for só isso, não há motivo sequer para ela ser denunciada como mandante”, destacou Rollemberg.

Por ter imunidade parlamentar, a deputada não pode ser presa, a não ser em flagrante delito. O PSD já anunciou que ela foi suspensa do partido e pode acabar sendo expulsa.

Agência Brasil

Remo empata no Maranhão; Criciúma vence São Bento em casa

Foto: Reprodução/Twitter
Duas partidas realizadas na noite desta segunda-feira pelo Campeonato Brasileiro da Série C. Imperatriz-MA e Remo-PA empataram por 0 a 0. Imperatriz jogou em casa. O Criciúma venceu o São Bento Por 3 a 1, no estádio Heriberto Hulse. Agenor, Léo Ceará e Michel (gols do time da casa); Fábio Bahia (descontou para o São Bento).

Após os jogos realizados nesta segunda-feira, a liderança do grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C pertence ao Volta Redonda, que soma 7 pontos ganhos, juntamente com Criciúma.

O Brusque é o terceiro colocado do grupo somando 6 pontos. Em quatro, São José de Porto Alegre, com 6. O quinto é o Ituano com 4, sendo seguido pelo Ypiranga, com os mesmos 4 pontos. O Tombense é o sétimo colocado com 3 pontos. O Londrina aparece em oitavo com 2 pontos ganhos. O Boa Esporte também soma 2 pontos. Na última colocação, o São Bento, que ainda não pontuou, sendo 3 jogos e 3 derrotas da equipe paulista na competição.

Já no grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, a liderança é do Santa Cruz, com sete pontos ganhos, seguido pelo Remo, que também soma sete pontos ganhos, na segunda colocação. Em terceiro, Ferroviário, 6 pontos; na quarta colocação aparece Paysandu e Vila Nova - ambos com quatro pontos; em sexto, Jacuipense, 3 pontos; em sétimo, Manaus 2 pontos. Imperatriz e Botafogo da Paraíba - um ponto cada. Na décima e última colocação do grupo, Treze da Paraíba, que ainda não pontuou.

Chapecoense bate o Guarani pela Série B. Time catarinense está embalado.

Foto: Márcio Cunha/Chapecoense
A Chapecoense derrotou o Guarani por 2 a 0, na noite desta segunda-feira, pela Série B do Brasileiro. Aylon aos 40 e Anselmo Ramon aos 42 minutos  - ambos os gols na etapa inicial. Brilhou o goleiro João Ricardo (ex-América/MG). O Guarani perdeu duas penalidades. A Chapecoense na vice-liderança com 10 pontos ganhos.

CLASSIFICAÇÃO

1° Paraná Clube - 11 pontos
2° Chapecoense - 10
3° Cuiabá - 10
4° Operário/PR - 9
5° Ponte Preta - 8
6° CRB - 8
7° América/MG - 8
8° Juventude - 8
9° Vitória - 7
10° Botafogo/SP - 6
11° Cruzeiro - 4
12° Figueirense - 4
13° Náutico - 4
14° Avaí - 3
15° CSA - 3
16° Guarani - 3
17° Brasil de Pelotas - 3
18° Confiança/SE - 2
19° Oeste - 2
20° Sampaio Correa/MA - 0

Thiago Larghi inicia os trabalhos no Goiás

Divulgação/Goiás
Ex-técnico do Atlético-MG começou o trabalho no Goiás! Segunda-feira de muito trabalho no CT esmeraldino. O técnico Thiago Larghi e sua equipe de comissão técnica já comandaram o primeiro dia de treinamentos.

Quarta-feira tem decisão pela Copa do Brasil: Goiás x Vasco, às 21h30.

Sport anuncia novo técnico

Foto: Divulgação
O Sport anunciou por meio de suas redes sociais a contratação do técnico Jair Ventura. O treinador que tem passagem por Botafogo, Santos e Corinthians. Ele assume a vaga de Daniel Paulista.

Otero regularizado no Corinthians

Divulgação
Informação dada pelo repórter JP Capellanes, da Rádio Bandeirantes.

ATENÇÃO: Otero está no BID e já pode estrear pelo Corinthians nesta quarta-feira contra o Fortaleza!

BELO ORIENTE! Operação da Polícia Militar em Braúna Grande teve dois menores apreendidos

Foto: Divulgação/Polícia Militar 
REDAÇÃO DO FS  

BELO ORIENTE - Por volta das 22 horas, do dia 20 de agosto, última quinta-feira, o quartel da Polícia Militar de Belo Oriente recebeu uma ligação, via 190, dando conta de que indivíduos teriam invadido um imóvel, situado na zona rural, mais precisamente, em Braúna Grande, e que no local residiam um casal de idosos. Tal informação foi repassada para as viaturas locais que rapidamente se deslocaram até o local.

A equipe do sargento Morais, ao chegar, surpreendeu os infratores ainda no interior da residência. Um dos autores foi avistado pelo soldado Alcântara por uma das janelas e instantes depois os militares ouviram uma movimentação em meio a um matagal aos fundos da casa. O barulho chamou a atenção dos policiais que decidiram verificar. Momento em que constataram que se tratava dos autores em fuga. Foi dada a ordem de parada aos indivíduos, sendo que os mesmos, não obedeceram. Em razão disso, os militares iniciaram uma perseguição aos marginais pelo matagal e obtiveram êxito em capturá-los próximo a um riacho já no terreno vizinho.

Os dois autores, menores de idade, sendo de 17 e 14 anos, já são bastante conhecidos no meio policial devido a prática de reiterados atos infracionais. Com eles, foi apreendida uma faca e um canivete. Em conversa com as vítimas, uma mulher de 82 anos e um homem de 79 anos, eles relataram que estavam em casa, assistindo televisão, quando ouviram um barulho do lado de fora. O homem disse ter saído até o lado externo da casa, mas não viu nada e retornou para o interior da residência. Já a mulher, afirmou ter ido até a janela e visto dois indivíduos agachados tentando se esconder na lateral do imóvel. Após avistar os indivíduos, a proprietária da casa pediu ao seu marido para buscar auxílio junto aos vizinhos, pedindo-os para ligar para a polícia.

O marido atendendo ao pedido, com êxito foi acionada a polícia. No espaço que o marido saiu para chamar a polícia, os infratores aproveitaram para ingressarem no interior do imóvel, forçando uma das janelas, que até então estava fechada. A mulher de 82 anos disse aos militares que os indivíduos estavam furiosos e a todo momento pedia para ela "dar conta do dinheiro". Reviraram toda a casa. A mulher conseguiu fugir para a casa de um vizinho enquanto sua casa era revirada.

Muito amedrontada, na casa do vizinho, aguardou a chegada da Polícia Militar. Os menores de 17 e 14 anos foram apreendidos. Eles não conseguiram subtrair nenhum bem das vítimas.

Preparador físico demitido em janeiro aciona Cruzeiro na Justiça e cobra R$ 314 mil

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Demitido do Cruzeiro em 6 de janeiro, o preparador físico Emerson Polimeno ajuizou ação contra o clube na Justiça. O processo foi distribuído na 7ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, no último sábado.

O profissional cobra R$ 314.523,96 referentes a aviso prévio, saldo de salário, verbas rescisórias, “bichos” por participações em competições e multas. O Superesportes confirmou a informação da Rádio Itatiaia.

Polimeno foi contratado pelo Cruzeiro em 2 de janeiro de 2018, logo no início da gestão do ex-presidente Wagner Pires de Sá, com uma remuneração mensal de R$ 20 mil.

O acordo previa bônus em caso de títulos e/ou metas alcançadas em competições. Ao todo, o preparador pleiteia o recebimento de R$ 68 mil por participações em Campeonato Mineiro, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores.

Por essa razão, o advogado de Emerson, Régis Obregon Virgili, pede à Justiça que tais gratificações sejam consideradas de natureza salarial, elevando os vencimentos para R$ 25.666,67.

“Uma vez evidenciada a indiscutível natureza remuneratória/salarial dos bônus devidos ao Reclamante em 2019, o cômputo de tais parcelas deverá integrar a base de cálculo de todas as verbas rescisórias e indenizatórias a que faz jus em razão da rescisão do seu contrato laboral”.

No fim da petição, a defesa do reclamante solicita que o Cruzeiro quite, na audiência de conciliação e instrução, o valor de R$101.021,32 do termo de rescisão do contrato de trabalho. Haverá encontro entre as partes no dia 23 de setembro.

Outros ex-integrantes do staff do Cruzeiro também buscaram direitos trabalhistas na Justiça, como o técnico Mano Menezes, os auxiliares Sidnei Lobo e James Freitas, o preparador físico Eduardo Silva, o analista de desempenho Rafael Vieira e o preparador de goleiros Robertinho

Pedidos de Emerson Polimeno na Justiça

Termo de rescisão de contrato - R$ 101.021,32

Fixação da remuneração mensal - R$ 25.666,67

Salário novembro 2019 - R$ 18.402,67

Salário dezembro 2019 - R$ 25.666,67

Saldo de salário janeiro 2020 - R$ 6.333,33

Copa do Brasil de 2018 - R$ 17.000,00 (título)

Copa Libertadores 2019 - R$ 10.000,00 (classificação)

Mineiro 2019 - R$ 20.000,00 (título)

Brasileiro 2019 - R$ 1.000,00 (participação)

Aviso prévio indenizado - R$ 28.233,33

Média aviso prévio indenizado - R$ 2.533,33

13º salário 2019 - R$ 25.666,67

Salário proporcional - R$ 4.352,30

Férias vencidas acrescidas de 1/3 - R$ 34.222,22

Diferença FGTS - R$ 19.666,67

Multa 40% FGTS - R$ 22.864,72

Multa art. 467 CLT - R$ 22.864,72

Multa art. 477 CLT - R$ 25.666,67

https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2020/08/24/noticia_cruzeiro,3859860/preparador-fisico-demitido-em-janeiro-cobra-r-314-mil-do-cruzeiro.shtml