A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Em Ipatinga, Bolsonaro suspende Renda Brasil e diz que valor do auxílio-emergencial segue indefinido

Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quarta-feira (26), durante o evento que marcou o retorno da produção da Usiminas em Ipatinga, no Vale do Aço, que o programa Renda Brasil, substituto do Bolsa Família e proposto pela equipe econômica, está suspenso momentaneamente. Segundo o chefe do Executivo, o texto precisa de ajustes e, por isso, não será enviado ao Congresso.

Bolsonaro também informou que o novo valor do auxílio-emergencial, que foi prorrogado até dezembro, segue indefinido. Até o momento, os brasileiros em situação de vulnerabilidade por causa da pandemia do novo coronavírus têm recebido R$ 600 mensais. No entanto, o montante deve ser reduzido para algo entre R$ 200, como defendia inicialmente a equipe econômica, e o valor atual, aprobvado pelo Congresso, conforme Bolsonaro.

Sobre o Renda Brasil, o presidente disse que a proposta da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes era retirar recursos dos mais pobres para repassar para os "paupérrimos", algo de que ele discorda frontalmente. "Ontem, discutimos a possível proposta do Renda Brasil, e falei: está suspenso. A proposta como apareceu para mim não será enviada ao parlamento", disse.

O Renda Brasil foi anunciado pelo ministro Paulo Guedes como um novo programa social que tomaria o lugar do Bolsa Família. A intenção seria elevar auxílio às famílias de baixa renda dos atuais R$ 190 para R$ 300. Isso dependeria, contudo, de cortes em uma série de outros benefícios de cunho social, como forma de compensar os impactos nas contas públicas. A suspensão da proposta por Bolsonaro é interpretada por analistas como uma derrota para a atual equipe econômica.

Na avaliação do presidente, não é possível usar dinheiro destinado ao abono salarial, por exemplo, para financiar o novo programa de assistência social. "Como a questão do abono salarial, para quem tem até dois salários. Seria um 14º, não podemos tirar de 12 milhões de famílias para dar para o Bolsa Família, ou Renda Brasil, seja o que for o nome deste programa", disse.

Com relação ao auxílio emergencial, o presidente disse que ainda não bateu o martelo sobre o valor do benefício. Mas deixou claro que não irá mais repassar R$ 600 para parte da população que está sem renda em decorrência do pandemia. "Sabemos que R$ 600 é pouco para muita gente que recebe. Mas é muito para um país que se endivida", ressaltou.

Retomada da economia

Durante a cerimônia que marcou o retorno da produção da Usiminas, após quatro meses, Bolsonaro destacou que é preciso aprender a conviver com a Covid-19 circulando no país. Segundo ele, as atividades comerciais e econômicas não podem continuar paralisadas por causa da crise sanitária.

"Lamentamos que o vírus mata. Lamentamos as mortes, não só essas, mas todas as outras mortes. Todo mundo aqui já teve um parente ou amigo que perdeu. E nos lamentamos. Mas devemos enfrentar. Não podemos simplesmente ficar em casa a vida toda", discursou.

Bolsonaro destacou que, antes da pandemia, o Brasil caminhava para crescer 3% neste ano. "Mas infelizmente apareceu um imprevisto, o tal do vírus", declarou. O chefe do executivo nacional garantiu que desenvolveu ações para que a economia e a saúde caminhassem juntas na pandemia, citando a criação do auxílio emergencial.

"Fizemos nossa parte. Fui muito criticado. Agora, a poucos dias, o diretor da OMS (Organização Mundial da Saúde), declarou que a vida e a economia não podem ser tratadas de forma dissociadas. Nós temos que aprender a conviver com o vírus mesmo após a vacina", ressaltou.

O presidente comemorou o fato de, aos poucos, o Brasil voltar a normalidade. "Ou o Brasil começa a produzir, começa realmente a fazer um plano que interessa a todos nós, que é o melhor programa social que existe, o emprego, ou estamos fadados ao insucesso. Não posso fazer milagre", disse para os funcionários e convidados da Usiminas.

https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/em-ipatinga-bolsonaro-suspende-renda-brasil-e-diz-que-valor-do-aux%C3%ADlio-emergencial-segue-indefinido-1.801261

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.