sábado, 20 de junho de 2020

Crivella suspende Campeonato Carioca, volta atrás e atende pedido de dois clube

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil 
Os jogos do Campeonato Estadual do Rio, previstos para este domingo (21), estão mantidos. Após publicar decreto em que suspendia as competições esportivas com portões fechados até a próxima quinta-feira (25), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, reviu a decisão e suspendeu apenas os jogos envolvendo o Botafogo e o Fluminense, programados para segunda-feira (22), respectivamente contra Cabofriense e Volta Redonda.

Boletim coronavírus deste sábado (20 de junho): com mais um, Belo Oriente sobe para 51 casos confirmados

Foto: Divulgação

Cruzeiro: Angulo fala de comprometimento no time comandado por Enderson Moreira

Reprodução/TV Cruzeiro
Contratado há três meses junto ao Palmeiras, o colombiano Iván Ângulo destacou o empenho e a dedicação dos jogadores do Cruzeiro durante os treinamentos. De acordo com o atacante, de apenas 21 anos e com passagens vitoriosas pelas seleções de base de seu país, os atletas cinco estrelas estão assimilando muito bem a maneira de jogo do técnico Enderson Moreira.

De volta ao Cruzeiro, Marco Antônio Lage será o CEO do Instituto Palestra Itália

Foto: Igor Sales/Cruzeiro - Sergio Santos Rodrigues e Marco Antônio Lage 
Uma das datas mais importantes da história do Cruzeiro, o centenário segue sendo planejado com maestria pela gestão de Sérgio Santos Rodrigues. Nessa quinta-feira, o dirigente confirmou o retorno de Marco Antônio Lage à Raposa para ser o CEO do Instituto Palestra Italia, sendo o responsável direto por cuidar de projetos à altura das comemorações dos 100 anos do clube cinco estrelas.

Em churrasco, Queiroz comemorou rebaixamento do Cruzeiro antes de ser preso

Reprodução
Em Atibaia, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro comandou churrasco com camisa do Vasco, comemorou rebaixamento do Cruzeiro e bebeu Corona com ‘amiguinhas’ do filho

Conversas e fotos obtidas pelo Ministério Público do Rio, às quais o Estadão teve acesso, indicam que Fabrício Queiroz levava uma vida ativa na casa de Atibaia em que foi preso.

Atlético chega a 100 mil camisas vendidas e arrecadação de mais de R$ 19 milhões

Divulgação
O Atlético atingiu a marca de a marca de 100 mil camisas vendidas por meio do projeto Manto da Massa. O anúncio foi dado pelo presidente do clube Sergio Sette Câmara, por meio de suas redes sociais.

Sette Câmara afirma que disputa política pode derrubar MP de Bolsonaro

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Para o dirigente alvinegro, mudança nos direitos de transmissão para os mandantes pode não ocorrer por causa dos conflitos entre Congresso e Palácio do Planalto

Allan destaca ansiedade por volta dos jogos

Foto: Divulgação/Atlético
Os jogadores do Atlético afirmam que os treinamentos estão sendo positivos para que a equipe ganhe a cara do técnico Jorge Sampaoli, mas não escondem o desejo de disputar uma partida oficial o quanto antes, como ressalta o volante Allan.

Arana projeta Galo forte na volta das competições

Foto: Divulgação/Atlético
Um Atlético bastante forte e brigando pelos títulos do Campeonato Mineiro e Campeonato Brasileiro é o que projeta o lateral-esquerdo Guilherme Arana para quando as competições forem retomadas.

Covid-19 aumenta busca por imóveis com quintal ou varanda

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil 
A necessidade de isolamento social definiu a residência como o lugar mais seguro para quem quer passar incólume pela pandemia. Ter, em casa, um quintal; ou, no apartamento, uma varanda passou a ser desejo, necessidade ou vontade de muitas famílias, o que, inclusive, acabou por impactar sensivelmente no mercado de imóveis, tanto para compra como para aluguel.

O covid-19 deu nova conotação à palavra “morar”. “Quero uma casa com quintal, onde, nesses tempos de covid-10, eu possa ter uma horta e que haja espaço suficiente para a minha família praticar seus hobbies. Onde tenhamos espaço para ampliar nossa liberdade de criação”, disse à Agência Brasil a intérprete de libras Magda Petter Oliva, 46, mãe de duas estudantes com 12 e 20 anos.

Por causa da pandemia, as três têm ficado direto em casa. “Agora, até o cachorro parece ocupar um espaço enorme. Descobrimos que moramos em um apartamento muito pequeno”, disse ela referindo-se ao imóvel de pouco mais de 70 metros quadrados.

Magda está, desde março, tentando trocar o apartamento de dois quartos na Vila Mariana, em São Paulo, por uma casa com jardim, no mesmo bairro. Ela diz que “o estalo” para ir atrás desse desejo ocorreu logo após as primeiras notícias de que o covid-19 se espalhava rapidamente pelo país.

As filhas da intérprete têm como hobbie pintura e yôga. E Magda pratica tecido acrobático, esporte de origem circense, que envolve acrobacia aérea executada em um longo tecido suspenso. “De fato, é impossível fazermos tudo isso dentro do apartamento”.

Após três meses de busca, Magda chegou à conclusão de que o covid-19 acabou aumentando a procura por casas, a ponto de refletir no valor cobrado pelo aluguel. “Os preços estão subindo, me forçando a rever a faixa de preço que pretendo pagar, que passou de R$ 5 mil para R$ 6 mil mensais”.

Quintais, varandas e imóveis rurais

A percepção de Magda é corroborada pela gerente de Marketing Brasil do Imovelweb Angélica Quintela. Levantamento feito pela empresa, que atua nas 27 unidades federativas, aponta que, em maio, foi registrado um crescimento de 19% na busca por imóveis com quintais, quando comparado a abril.

“Na comparação com maio de 2019, a alta na procura por esse tipo de imóvel ficou em 96%”, detalhou a gerente de Marketing.

Além disso, houve um aumento de 20% na procura por imóveis com varandas, na comparação a abril. “Comparando maio de 2019 a maio de 2020 o crescimento ficou em 128%. Esse movimento já havia sido observado em abril, e continuou crescendo em maio”, completou.

O levantamento aponta também que, a partir de março, houve aumento na busca por imóveis rurais. Entre fevereiro e março o aumento ficou em 52%. Entre março e abril, 40%; e, entre abril e maio, mais 23%. Na comparação com 2019, o crescimento chegou a 310%.

Medo do Coronavírus

Foi pelo medo que tem do covid-19 que a dona de casa Amélia Vieira, 58, fechou a casa que tem em Valparaíso de Goiás (GO), região do Entorno do Distrito Federal, para morar em uma chácara em Luziânia (GO).

“Sou hipertensa e tenho uma filha cardíaca, de 24 anos. Levei, nas primeiras semanas, meu pai, de 93 anos, que além de ter Alzheimer usa marca-passo, para ficar com a gente. Somos todos do grupo de risco e isso me preocupa muito”, disse Amélia à Agência Brasil.

Como a opção pela mudança foi repentina, não deu para preparar a chácara para o pai, que acabou tendo de voltar pois requer muitos cuidados. “Lá havia risco até de ele se perder, por causa do Alzheimer”, disse Amélia que, devido às necessidades do pai, acaba retornando, uma semana a cada mês, a Valparaíso. “Por precaução, minha filha permanece na chácara”, disse.

Dificuldades e visitas online

Mudar de um apartamento para uma casa era algo que já estava nos planos do consultor de projetos da indústria de alimentos Bauducco Carlos Dilinski, de 50 anos. A chegada da pandemia ao Brasil acabou fazendo com que ele buscasse uma casa mais espaçosa do que a pretendida inicialmente.

“O covid-19 acabou atrasando todo o plano traçado por mim e minha família, porque inviabilizou as visitas aos imóveis que pretendemos alugar”, disse ele ao relatar a dificuldade para conseguir mudar do município paulista de Guarulhos, onde mora com a esposa e três filhos, para Bragança Paulista (SP), cidade mais próxima de seu trabalho.

Na pressa por evitar os longos deslocamentos que faz até o trabalho e de dar uma qualidade de vida ainda melhor para a família – que devido ao isolamento social tem ficado bem mais em casa –, Dilinski aderiu até a videoligações para conhecer, de longe, os imóveis disponíveis.

Segundo a gerente da Imovelweb, há atualmente diversas ferramentas tecnológicas que permitem as visitas online, sem necessariamente a pessoa se dirigir ao imóvel.

“Um outro dado interessante, que também obtivemos por meio de uma pesquisa com nossos usuários é de que 27% das pessoas fechariam negócio apenas com fotos e vídeos do local, sem realizar uma visita presencial”, disse Angélica à Agência Brasil.

Escolha difícil

A tecnologia, no entanto, ainda deixa inseguros alguns clientes na hora de assinar o contrato. “Estou tentando, mas é muito difícil fechar um negócio dessa forma. Apesar de ter feito visitas desse tipo, prefiro esperar a situação melhorar para ir conhecer de perto os imóveis”, pondera Dilinski.

A intérprete de libras Magda Petter tem opinião parecida. “Já fiz algumas visitas online, mas acho muito mais difícil, tanto a escolha como a tomada da decisão pelo imóvel”, disse.

Magda relata que esse tipo recurso é uma forma de compensar a falta de pessoas disponíveis para mostrar o imóvel, preocupadas com o risco de contaminação pelo covid-19. “Em parte, porque muitos dos corretores estão na idade considerada de risco para o novo coronavírus. E, também, pelo temor de alguns proprietários em abrir o imóvel [para possíveis locatários]”, disse.

Agência Brasil

sexta-feira, 19 de junho de 2020

MPF intima Flávio Bolsonaro para depor sobre vazamento de operação da PF

O Ministério Público Federal (MPF) intimou o senador Flávio Bolsonaro, nesta sexta-feira (19/06), para depor sobre o caso de vazamento de informações relacionadas à Operação Furna da Onça, realizada em 2018.

A operação foi decidida após denúncias feitas pelo empresário Paulo Marinho de que Flávio teria tido informação antecipada sobre a ação policial.

A Furna da Onça investiga o esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), envolvendo, também, o ex-assessor Fabrício Queiroz, que foi preso na quinta-feira (18/05).

Por causa do foro privilegiado de Flávio Bolsonaro, a intimação foi encaminhada ao procurador-geral da República, Augusto Aras. O agora senador terá 30 dias, a contar do recebimento, para marcar o depoimento.

Metrópoles

Brasil ultrapassa 1 milhão de casos e tem 48.954 mortes por coronavírus

Segundo a última atualização feita pelo painel do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), o Brasil ultrapassou 1 milhão de casos confirmados do novo coronavírus, chegando a 1.032.913 diagnósticos positivos. Foram registradas 48.954 mortes desde o começo da pandemia no país. De acordo com os dados desta sexta-feira (19/06), nas últimas 24h, foram contabilizadas 54.771 novas ocorrências e 1.206 óbitos.

Os estados mais atingidos pela Covid-19 até o momento são São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pará e Maranhão. O Amazonas, uma das unidades federativas que mais sofreu com a epidemia, aparece em sexto lugar – segundo as estatísticas, o vírus está se interiorizando e perdendo força.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, a epidemia do novo coronavírus no Brasil está dando sinais de desaceleração. Porém, como o país tem dimensões continentais, entende-se que há, pelo menos, 27 surtos diferentes, um para cada estado. Por isso, enquanto em algumas unidades da Federação os casos vão caindo, em outras, ainda sobem – no DF, por exemplo, a incidência de Covid-19 aumentou 33% em uma semana.

Epidemiologistas consideram que só será possível afirmar, com certeza, que o coronavírus está desacelerando se os números continuarem caindo, de forma sustentada, por duas semanas.

Os números

O Conass passou a fazer a divulgação do boletim diariamente no começo de junho, por conta de constantes atrasos do Ministério da Saúde, pasta responsável pela compilação dos dados. A situação já foi normalizada, mas o painel dos secretários de Saúde é atualizado cerca de uma hora antes da plataforma do governo. Como a pasta usa os dados do Conass para fazer o levantamento, os dados divulgados são idênticos.

Segundo o Ministério da Saúde, o número alto de novos casos diagnosticados (a média tem sido entre 20 e 30 mil casos por dia) se deve a um problema na rotina de exportação dos dados da Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo que aconteceu nesta quinta (18/06). Os diagnósticos entraram, portanto, na conta desta sexta.

Metrópoles

Eliminatórias para a Copa do Mundo voltam com jogos em setembro

O Conselho da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) definiu setembro para o início das Eliminatórias no continente para Copa do Mundo de 2022. A confirmação do começo do torneio foi oficializada, nesta sexta-feira (19), com a aprovação de um protocolo de prevenção para o retorno aos treinos, viagens e competições. As medidas também devem servir aos clubes, embora ainda não exista previsão para o reinício da Taça Libertadores da América e da Copa Sul-americana.

Pelo calendário estabelecido, a Seleção Brasileira vai entrar em campo contra Bolívia e Peru, respectivamente nos dias 3 e 8 de setembro.

O documento elaborado pela Conmebol com as ações durante os jogos para evitar a disseminação da pandemia vai ser enviado aos governos dos países da América do Sul.

As eliminatórias classificam 4 equipes de forma direta para a Copa do Mundo e deveriam ter começado em março para terminar em novembro de 2021.

Agência Brasil

Senado marca para terça-feira votação da PEC do adiamento das eleições

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), marcou para a próxima terça-feira (23) a votação da Proposta de Emenda à Constituição nº 18/2020, que trata do adiamento das eleições municipais, previstas para outubro deste ano.

O Congresso Nacional começou a discutir o tema nas últimas semanas, considerando a resiliência do novo coronavírus, causador da covid-19. Especialistas da área médica ouvidos pelos senadores estimam um achatamento da curva de contaminação apenas no mês de setembro.

“Na terça-feira, pautaremos o substitutivo do senador Weverton Rocha [PDT-MA] para votação em primeiro e segundo turnos, para garantir, principalmente, os prazos já estabelecidos, segurança jurídica e o fortalecimento da democracia com as eleições ainda neste ano”, disse Alcolumbre, em mensagem no Twitter.

O primeiro turno das eleições está marcado para 4 de outubro. Congressistas mostram preocupação não apenas com a data da ida da população às urnas, mas com todo o calendário eleitoral. Isso compreende a realização das convenções partidárias e a própria campanha em si. É nesse momento que os candidatos precisam ter contato com os eleitores, conversando nas ruas e ouvindo as demandas da população. Nesse contexto, a participação dos candidatos que têm mais de 60 anos é um dos pontos que mais preocupam, já que os idosos são os mais vulneráveis à covid-19.

A proposta

A PEC 18 é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e a ela foram apensadas outras propostas com teor semelhante. A PEC do senador da Rede encabeçará o processo por ter sido a primeira a obter as 27 assinaturas necessárias para apresentação de uma proposta de emenda à Constituição.

O relator da PEC, Weverton Rocha, tem ouvido médicos, infectologistas e ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para construir seu relatório. Na última quarta-feira (17), foi realizada uma sessão inteiramente dedicada à discussão do tema, para que o relator pudesse ouvir as opiniões de seus pares. Nova sessão de debates ocorrerá na próxima segunda-feira (22) e contará, inclusive, com a participação do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso.

A PEC de Randolfe prevê o dia 6 de dezembro como nova data para o primeiro turno das eleições, mas o martelo ainda não está batido. O dia 15 de novembro surge como uma possibilidade viável. A única certeza que parece existir no momento é a realização das eleições ainda neste ano. A maioria dos senadores não considera viável prorrogar o mandato de prefeitos e vereadores, o que ocorreria se om pleito municipal ficasse para o ano que vem, ou até mesmo para 2022, coincidindo com as eleições estaduais e nacionais.

Agência Brasil

Governo recupera quase R$ 40 mi de benefícios recebidos indevidamente

No total, 47,7 mil pessoas fizeram a devolução

O governo federal recebeu de volta, até o dia de hoje (19), R$ 39,6 milhões correspondentes ao pagamento de auxílio emergencial a pessoas que não se enquadravam nos critérios. Foram, no total, 47,7 mil pessoas que fizeram a devolução do benefício.

Segundo o governo, entre aqueles que recebem o benefício equivocadamente, existem aqueles que se enganam, outros que agem de má-fé e um terceiro grupo incluído de forma equivocada. Para devolver a quantia, é necessário entrar no site criado especificamente para devolução, emitir a Guia de Reolhimento da União (GRU) e pagá-la.

Os ministérios da Cidadania e da Justiça firmaram, em maio, acordo de cooperação técnica para operacionalizar ações de caráter preventivo e repressivo a fraudes relacionadas ao auxílio emergencial. O ministério também tem parceria com a Controladoria Geral da União (CGU). Por meio desse acordo de cooperação, os dois órgãos identificam irregularidades no pagamento do auxílio.

Quem tem direito ao auxílio emergencial?

Tem direito ao benefício o cidadão maior de 18 anos (ou mãe com menos de 18) que atenda a todos os seguintes requisitos:

• Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50) ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00); e

• Que não esteja recebendo benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda federal, exceto o Bolsa Família;

• Que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos);

• Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:

- Microempreendedores individuais (MEI);

- Contribuinte individual da Previdência Social;

- Trabalhador Informal, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo.

Quem não tem direito ao auxílio?

Não tem direito ao auxílio emergencial o cidadão que:

• Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa da família seja maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);

• Tem emprego formal;

• Está recebendo seguro-desemprego;

• Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;

• Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.

Agência Brasil

Chega a 50 no total: confirmados mais 5 casos de coronavírus em Belo Oriente nesta sexta-feira

Foto: Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde de Belo Oriente

Foto: Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde

quinta-feira, 18 de junho de 2020

De acordo com novo boletim, Belo Oriente chega a 45 casos confirmados de coronavírus

Foto: Secretaria Municipal de Saúde

Medida provisória dá direito de transmissão de jogos para clube mandante

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo/Divulgação
Em razão da pandemia, o texto promove outras alterações na Lei Pelé

O Poder Executivo editou a Medida Provisória 984/20, que determina que os direitos de transmissão ou reprodução das partidas esportivas pertencem ao clube mandante do jogo. A MP altera a Lei Pelé, que antes da mudança distribuía o chamado “direito de arena” entre o dono da casa e o adversário da partida.


Na prática, a mudança significa que a emissora de TV ou rádio interessada em exibir a partida precisará negociar apenas com um time, e não mais dois. Além disso, o próprio clube poderá transmitir o evento, abrindo uma nova possibilidade de fonte de receita. Segundo a MP, a negociação com os dois times só ocorrerá se houver indefinição quanto ao detentor do mando de jogo.

A MP foi publicada nesta quinta-feira (18) em edição extra do Diário Oficial da União. O texto promove outras alterações na Lei Pelé.

De acordo com a norma, os clubes desportivos poderão firmar contratos de trabalho de 30 dias com os atletas. Antes da mudança, a Lei Pelé previa 90 dias de vínculo mínimo. A nova regra vale até 31 de dezembro deste ano, quando se encerra o estado de calamidade decorrente da pandemia de Covid-19.

Patrocínio

Outra mudança da medida provisória é permitir que as emissoras de rádio e TV, inclusive por assinatura, patrocinem ou veiculem sua marca nos uniformes das equipes participantes da competição. Até a edição das MP, a prática era proibida.

A medida provisória determina ainda que, salvo convenção coletiva de trabalho em contrário, os 5% da receita dos direitos de transmissão das partidas, que são distribuídos igualmente entre os jogadores, serão repassados sem a mediação dos sindicatos de atletas profissionais, como previa a Lei Pelé.

A medida provisória chega ao Congresso Nacional um dia depois do Plenário da Câmara aprovar um projeto que suspende, durante a pandemia de Covid-19, os pagamentos das parcelas devidas pelos clubes ao Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut), que renegociou débitos com a Receita Federal, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), o Banco Central e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Tramitação

Deputados e senadores poderão apresentar emendas à medida provisória até a próxima segunda (22). Depois disso, a MP 984 será analisada diretamente no Plenário da Câmara, conforme o rito sumário de tramitação definido pelo Congresso Nacional durante o período de calamidade pública.

Agência Câmara de Notícias

Fabrício Queiroz é preso em Atibaia, interior de São Paulo

Reprodução/Internet
Fabrício Queiroz, ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), foi preso no início da manhã desta quinta-feira (18) em Atibaia, interior de São Paulo. Ele deverá ser levado para o Rio de Janeiro.

A ação faz parte da Operação Anjo, que cumpre ainda outras medidas cautelares autorizadas pela Justiça, relacionadas ao inquérito que investiga a chamada "rachadinha", em que servidores da Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) devolveriam parte dos seus vencimentos ao então deputado estadual Flávio Bolsonaro.

Queiroz era lotado no gabinete do parlamentar à época em que Flávio era deputado estadual.

O nome de Fabrício Queiroz consta em um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que aponta uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em uma conta em nome do ex-assessor.

O relatório integrou a investigação da Operação Furna da Onça, desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro, que prendeu deputados estaduais no início de novembro do ano passado.



Contra outros suspeitos de participação no esquema (o servidor Matheus Azeredo Coutinho, os ex-funcionários Luiza Paes Souza e Alessandra Esteve Marins e o advogado Luis Gustavo Botto Maia), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro obteve na Justiça a decretação de medidas cautelares que incluem busca e apreensão, afastamento da função pública, comparecimento mensal em juízo e a proibição de contato com testemunhas.

A Agência Brasil entrou em contato com a defesa de Queiroz, mas não obteve resposta.

Repercussão
Pelo Twitter, o senador Flávio Bolsonaro disse que encara a prisão do ex-assessor com tranquilidade e que "a verdade prevalecerá". De acordo com o senador, a operação de hoje é "mais uma peça foi movimentada no tabuleiro para atacar Bolsonaro".

Agência Brasil

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Belo Oriente tem mais um óbito confirmado, bate recorde no dia com mais 4 casos e totaliza 40 infectados

*Foto: Secretaria Municipal de Saúde - Nota corrigida 

*Nota abaixo da Prefeitura Municipal de Belo Oriente:

A Prefeitura de Belo Oriente, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, confirmou nesta quarta-feira, 17, o 4º óbito em decorrência de complicações por coronavírus. Trata-se de um homem de 64 anos, morador do distrito de Perpétuo Socorro (Cachoeira Escura).

Conforme familiares, o paciente estava internado no Hospital Márcio Cunha há mais de 30 dias devido a um Acidente Vascular Cerebral (AVC), tinha diabetes e era hipertenso, durante o período de internação apresentou problemas respiratórios e seguindo os protocolos exigidos pelo Ministério da Saúde neste caso, ele foi submetido ao teste diagnóstico RT-PCR, o qual deu resultado positivo.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a família recebeu as orientações quanto à realização do velório e sepultamento.

Neste momento de dor, a Prefeitura de Belo Oriente manifesta profundo pesar e se solidariza aos amigos e familiares.

*A nota destacada anteriormente pela Prefeitura Municipal de Belo Oriente foi atualizada para correção. Ao invés de 27 casos em isolamento domiciliar, são 25, segundo informado. 

Bolsonaro diz que 'está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar'

Foto: Agência Brasil
Em conversa com apoiadores, o presidente também afirmou que a quebra de sigilo de parlamentares de sua base política 'não tem história nenhuma vista numa democracia', em referência a pedido da PGR, autorizado pelo ministro do STF Alexandre de Moraes.

Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, na manhã desta quarta-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro disse que não será o primeiro a agir e, sem se referir diretamente a quem, disse que estão abusando e que está "chegando a hora" de tudo ser posto no seu lugar.

"Eu estou fazendo exatamente o que tem que ser feito. Eu não vou ser o primeiro a chutar o pau da barraca. Eles estão abusando, tá? Isso está a olhos vistos", afirmou o presidente. Para ele, a quebra de sigilos bancários de dez deputados e um senador governista “não tem história nenhuma vista numa democracia, o mais frágil que ela seja”.

A quebra de sigilo bancário foi um pedido da Procuradoria-Geral da República, autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na última terça-feira (16). O objetivo da medida é identificar financiadores de atos antidemocráticos nos quais manifestantes pediram fechamento do Supremo, do Congresso e intervenção militar.

"O ocorrido no dia de ontem [terça-feira], no dia de hoje, quebrando sigilos de parlamentares, não tem história nenhuma vista numa democracia, o mais frágil que ela seja. Então, está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar", disse Bolsonaro.

"Está chegando a hora de nós acertamos o Brasil no rumo da prosperidade. E todos, sem exceção, entenderem o que é democracia. Democracia não é o que eu quero, o que você, o que outro poder quer, o que outro poder quer. Está chegando a hora, fique tranquila", completou o presidente, ao se dirigir aos apoiadores.
A conversa de Bolsonaro com apoiadores foi transmitida pelas redes sociais do canal "Foco do Brasil".

Na terça, Bolsonaro já havia publicado em uma rede social uma série de dez mensagens nas quais aponta "abusos", "violação de direitos" e "ataques concretos" ao governo e que, diante disso, tomará as "medidas legais" para, segundo afirmou, proteger a Constituição.

G1 Brasília

Premier League volta e já acontece lance polêmico. O gol que "não" foi gol.

Reprodução
No jogo de retomada da Premier League Inglesa, entre Aston Villa e Sheffield, o goleiro do Aston Villa entrou com bola e tudo para dentro da meta e a pulseira do árbitro não vibrou, além do VAR não detectar o gol do Sheffield. A bola possui chip que deveria ter sinalizado. Uma vergonha o que ocorreu. Gol claríssimo. Vale lembrar que o sistema de tecnologia do estádio reconhece que falhou (não funcionou), mas aí vem a pergunta: onde estava o VAR para alertar ao árbitro que foi gol? Um dos erros grotescos até aqui na Premier League. 

Por José Dias Sorriso - Futblog do Sorriso

Bolsonaro manda novo recado ao STF ao discursar em posse de ministro das Comunicações

Foto: Fábio Faria/Twitter
Presidente diz que quem diz o que as instituições devem fazer 'é o povo' e não o contrário

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aproveitou a cerimônia de posse do ministro das Comunicações, Fábio Faria, nesta quarta-feira, para mandar uma indireta ao Supremo Tribunal Federal (STF).

“Não são as instituições que dizem ao povo o que ele deve fazer, mas o povo que diz às instituições o que elas devem fazer”, discursou o presidente para uma plateia que contava também com o presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

Desde a noite dessa terça-feira(16), o presidente Jair Bolsonaro vem reiterando recados dirigidos ao Supremo Tribunal Federal. Primeiro, que iria tomar medidas legais, em post no Twitter. Para em seguida, anunciar, na manhã de hoje, ao responder a uma apoiadora, que “está chegando a hora de tudo ser colocado no lugar”.

À altura do cargo

O deputado federal licenciado Fábio Faria (PSD) assumiu, nesta quarta-feira, o ministério das Comunicações, e começou o discurso retirando a máscara que usava para agradecer ao presidente a nomeação para assumir a pasta. “Espero estar à altura do cargo”, afirmou.

Faria também fez um longo agradecimento a políticos, entre eles ao presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, ex-ministro das Comunicações do governo Michel Temer (MDB), e a representantes dos poderes da República, entre eles os presidente Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM), e STF, Dias Toffoli. Todos presentes à cerimônia de posse, no Palácio do Planalto, exceto Davi Alcolumbre (DEM), a quem Faria chamou de amigo e que, segundo ele, "teve um imprevisto que o impediu de paricipar da cerimônia.

Faria aproveitou também para agradecer à mulher, Patrícia Abravanel, filha do apresentador Sílvio Santos, o apoio para assumir o cargo para, conforme afirmou, 'servir ao meu País”. “É uma missão que está acima de qualquer coisa”, justificou o novo ministro.

Pacificar o País

Faria encerrou o discurso citando um versículo bíblico."Permanecem agora três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém, o maior deles é o amor e que ele possa nos unir pelo bem do Brasil”.

Antes dessa citação, Faria, que é evangélico, fez um apelo: “Deixar as diferenças políticas e ideológicas para enfrentar esse inimigo comum (pandemia do coronavírus). É hora de pacificar o país.

Estado Minas

Comitê gestor de crise aprova reabertura do comércio em Ipatinga três vezes por semana

Foto: Aciapi e CDL Ipatinga
Segundo a prefeitura, os comerciantes poderão abrir as portas a partir desta sexta-feira (19).

A Prefeitura de Ipatinga autorizou, nesta terça-feira (16), a reabertura do comércio na cidade. A decisão foi tomada durante uma reunião com o comitê gestor de crise Covid-19.

Segundo o prefeito Nardyello Rocha (Cidadania), os comerciantes poderão abrir as portas a partir desta sexta-feira (19), de 8h às 18h.

Já a partir de segunda-feira (22), o comércio poderá ser aberto três vezes por semana, nas segundas, quartas e sextas-feiras, também de 8h às 18h.

“Estamos procurando achar um ponto de equilíbrio, onde nós possamos dar uma reaquecida na economia. Sabemos das dificuldades dos comerciantes, mas o momento é de ter muito cuidado com a vida”, disse o prefeito.

As feiras livres também poderão reabrir. Para elas, a flexibilização será diferente: poderão abrir de segunda a sexta-feira, até às 20h. O funcionamento no fim de semana está proibido.

Já os shoppings, bares e restaurantes não estão incluídos nessa flexibilização.

Coronavírus em Ipatinga
Nesta terça-feira (16), a prefeitura notificou 61 novos casos de Covid-19 chegando a 912 confirmados. Segundo o boletim epidemiológico, 550 foram curados e 21 morreram.

A prefeitura também emitiu um alerta à população informando que a taxa de ocupação dos leitos de UTI do SUS, tanto para Covid-19 quanto para outras doenças, está em 95%. Em números, são 65 vagas no total e 62 estão ocupadas.

O município ainda investiga 923 casos suspeitos da doença.

G1 dos Vales

Pesquisa de brasileiros sobre tratamento de AVC repercute no exterior

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil 
Um estudo feito por pesquisadores brasileiros para comprovar a segurança e eficácia da trombectomia mecânica no Sistema Único de Saúde (SUS) para tratamento de casos agudos de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico foi publicado pelo The New England Journal Of Medicine, uma das mais prestigiadas revistas na área da medicina.

Resultado de uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Rede Brasil AVC, o estudo Resilient sugere a adoção do tratamento na saúde pública do Brasil. O acidente vascular cerebral isquêmico é o tipo mais frequente de AVC e ocorre quando um vaso sanguíneo que irriga o cérebro é entupido por um coágulo ou trombo. Quando esse entupimento provoca a ruptura do vaso, o AVC se torna hemorrágico, o que ocorre em 15% dos casos.

“Esses resultados e essa publicação são muito importantes para o Brasil, porque colocam o país no cenário internacional, na revista médica mais importante do mundo", diz a fundadora da Rede Brasil AVC e vice-presidente da Organização Mundial do AVC, Sheila Martins, que coordenou o estudo. Segundo Sheila, a pesquisa mostra que o tratamento funciona no sistema público de um país em desenvolvimento. "Ele é efetivo, ele é factível de ser implementado e ele é custo-efetivo”, afirmou.

“O estudo mostrou para o mundo que outros países em desenvolvimento também podem implementar esse tratamento. O estudo teve uma grande repercussão internacional. Grandes universidades e nomes da neurologia vascular do mundo têm comentado o estudo e falado sobre a importância dele. Isso mostra a importância dessa pesquisa não só para o Brasil, mas também para outros países”, acrescentou a médica.

A trombectomia funciona como um cateterismo, em que um cateter é usado no AVC isquêmico para desobstruir um vaso sanguíneo no cérebro de forma mecânica, removendo o coágulo com o uso de um stent ou por sucção. O tratamento usado atualmente é a trombólise, em que se administra medicação na veia para dissolver o coágulo que interrompe a circulação cerebral. Os medicamentos são chamados de trombolíticos e são eficazes nos AVCs menores.

No entanto, no AVC isquêmico agudo, quando há obstrução de grandes vasos, o tratamento por trombólise intravenosa está associado a baixas taxas de eficácia. Nesses casos, a trombectomia mecânica representa uma alternativa terapêutica mais eficaz.

Os pesquisadores concluíram que, quando comparada aos tratamentos medicamentosos que estão no SUS, a trombectomia mecânica aumenta de 21% para 35% a independência funcional do paciente, além de diminuir em 16% a mortalidade ou o risco de dependência grave. As pessoas que receberam a trombectomia tiveram 2,6 vezes mais chances de ficar independentes, ou seja, sem precisar de outras pessoas para as atividades diárias, e tiveram 3,4 vezes mais chances de ficar sem sequela alguma na comparação com pacientes que fizeram apenas tratamento clínico.

Segundo a Rede Brasil AVC, o uso do cateter já ocorre em 68 hospitais privados do país e é uma realidade na rede pública de outros países, como o Canadá e o Chile. A adoção da trombectomia no SUS depende da aprovação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec). O estudo já foi submetido à Conitec e aguarda aprovação.

“A aplicação da trombectomia no SUS depende da aprovação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no Sistema Único de Saúde (Conitec). Tivemos uma reunião em março com o Ministério da Saúde, em um grande evento, no Rio de Janeiro, antes da pandemia e ficou acordado que nós submeteríamos, como pesquisadores apoiados por todas as nossas sociedades, a solicitação de incorporação [do procedimento]. Isso foi feito, na última semana, junto com a publicação no renomado The New England Journal Of Medicine, já encaminhando os resultados oficiais”, disse Sheila Martins.

Agência Brasil

MP faz operação contra fraudes na compra de respiradores no Rio

Foto: Rogério Santana/Governo do Rio de Janeiro 
O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumpre hoje (17) dois mandados de prisão preventiva contra acusados de fraudes na compra de respiradores pulmonares no estado. Além disso, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão nas cidades do Rio e de Brasília, em mais uma etapa da operação Mercadores do Caos.

De acordo com o MPRJ, foram gastos R$ 18 milhões na compara desses equipamentos, usados no tratamento de pacientes com covid-19 em estado grave. Segundo as investigações, os respiradores foram comprados de forma emergencial, sem licitação.

Além disso, passados dois meses da data prevista para a chegada dos equipamentos, nenhum respirador foi entregue pelas empresas e nem o dinheiro foi devolvido aos cofres públicos, segundo o Ministério Público.

Agência Brasil

Ferj confirma volta do Campeonato Carioca nesta quinta-feira

Foto: Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro
Não houve consenso e decisão pode chegar aos tribunais

Mesmo sem unanimidade entre os 12 clubes da Série A do Campeonato Carioca, a Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) confirmou a volta da competição para esta quinta-feira (18) com o duelo entre Flamengo x Bangu. Pelo calendário sugerido para as duas rodadas finais da fase de grupos da Taça Rio, o rubro-negro volta a campo novamente dia 25, enquanto Fluminense e Botafogo jogam 22 e 26 e o Vasco, em 21 e 24 de junho.

Realizado virtualmente, o chamado arbitral teve início na segunda-feira (15) e recomeçou nessa terça (16) à noite sob forte impasse. Apesar das ponderações e tentativas de acordo, Fluminense e Botafogo seguiram contra o retorno do torneio, por causa da pandemia. Entretanto, eles foram votos vencidos e não descartam buscar o caminho da Justiça Desportiva.

Se essa volta não parar nos tribunais, os jogos serão de portões fechados e vão ocorrer apenas em três estádios (Maracanã, São Januário e Nilton Santos). Eles ainda não têm hora marcada, o que deve ser definido hoje (17) em reunião com a prefeitura, que já autorizou o retorno dentro da fase 2 de flexibilização da cidade. Esse encontro deve acertar ainda outros detalhes, envolvendo a operação das partidas. A Ferj espera também para hoje o aval do governo estadual sobre o protocolo Jogo Seguro, para evitar o contágio do novo coronavírus (covid 19) entre os participantes das partidas.

O último jogo do Campeonato Carioca ocorreu no dia 16 de março. Segundo os últimos dados da Secretaria estadual de Saúde, o Rio tem 83.343 infectados e 7.967 mortos pela covid-19.

Agência Brasil

terça-feira, 16 de junho de 2020

Jean volta aos trabalhos na Toca da Raposa

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
O volante Jean, que testou positivo para a Covid-19 e ficou afastado por 15 dias das atividades na Toca da Raposa 2, voltou aos treinos na manhã desta terça-feira, no CT do futebol profissional do Cruzeiro.

O atleta, que estava assintomático, cumpriu as orientações de isolamento social em sua casa e, após realizar exames que atestaram a imunidade, se reapresentou ao técnico Enderson Moreira.

“Tomamos todos os cuidados que os médicos do clube nos passaram, seguimos todas as orientações, todos os protocolos e, graças a Deus, deu tudo certo. Fico muito feliz, é uma alegria imensa poder ter essa liberdade, poder trabalhar, poder voltar a fazer aquilo que mais gosto”, disse ele.

“Estou me sentindo bem (fisicamente), fiz um trabalho à parte, sem poder forçar nada, principalmente muscular, e aos poucos vou treinando normalmente com o grupo. Mas a princípio treinando à parte, para pegar essa parte física. É uma readaptação, para que a gente possa estar o mais rápido possível com o grupo”, completou.

“Queria agradecer todas as mensagens de apoio, pelo carinho. Realmente foi algo muito especial e dizer que estou de volta para dar bastante alegria ao torcedor cruzeirense. Fico muito feliz pelo carinho do torcedor e pode ter certeza que já tenho uma história com o Clube. Nós passamos por essa situação e já cheguei no Cruzeiro vencendo essa batalha. Obrigado pelas orações e pelo carinho de todo o torcedor e de todo o mundo. Obrigado”, finalizou.

Superintendente do Departamento Médico do Cruzeiro, Daniel Baumfeld comentou sobre o processo da volta do jogador aos treinos, com total segurança, já que todas as orientações de saúde estão sendo cumpridas de maneira precisa.

“O Cruzeiro seguiu todos os protocolos epidemiológicos estabelecidos pelas organizações de saúde e pela CBF e, com o resultado de exame positivo, Jean foi afastado por 15 dias. O atleta foi liberado nesta terça feira para retornar às atividades, após repetir exames sorológicos semanais para atestar a imunidade e manter-se assintomático durante todo o período”, declarou.

Site Oficial

Presidente do Avaí cobra Atlético-MG por Guga e ameaça ir à CBF: 'Está contratando e não me paga'

Foto: Bruno Cantini/Atlético/Divulgação
O Avaí vendeu o lateral-direito Guga para o Atlético-MG em dezembro de 2018, mas ainda não viu o pagamento pela contratação. É o que garante o presidente do clube catarinense, Francisco Battistoni, que afirmou não ter recebido o valor completo pela transferência. Inclusive, ameaçou acionar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para buscar uma solução.

— Tem time que está me devendo e está contratando. Não me paga. É o Atlético-MG. Eu estou ameaçando fazer uma denúncia nele, pois está me devendo o valor que é de 30% da última parcela, que não pagou, e eu estou ameaçando denunciar na CBF e eu vou fazer isso — disse o presidente, em entrevista à Rádio CBN de Florianópolis.

Cabe destacar que o Atlético-MG adquiriu 70% dos direitos econômicos de Guga no final de 2018 por 1,8 milhão de euros (cerca de R$ 7,9 milhões na cotação da época). O valor que o Atlético deve ao clube é de aproximadamente R$ 500 mil.

Na ocasião, Guga tinha 20 anos e vinha de uma temporada de destaque pelo clube catarinenense na segunda divisão. Em 2019, o lateral fez 37 jogos pelo Atlético-MG, com cinco partidas disputadas neste ano.

EXTRA

Romeu Zema anuncia a entrega de 500 respiradores

Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG
O governador Romeu Zema anunciou nesta terça-feira (16/6), na Cidade Administrativa, durante coletiva de imprensa virtual, a entrega de 500 respiradores. Deste total, 420 foram adquiridos com recursos da Ação Civil Pública movida contra a Samarco e suas controladoras (Vale e BHP), a título de garantia do rompimento da barragem da mineradora em 2015, em Mariana. Os 80 restantes foram disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Romeu Zema explicou que cerca de 320 são considerados não invasivos (beira de leito). Até o final do mês, o Estado receberá mais 100 respiradores, que estavam previstos para chegar em julho. Somados aos 80 do governo federal, 500 ventiladores passarão a equipar o sistema de Saúde do Estado.

De acordo com Zema, dez respiradores já serão destinados para Governador Valadares (Vale do Rio Doce) e mais dez para Diamantina (Central).

Os critérios para distribuição são o déficit de leitos de UTI para enfrentamento da covid-19, a taxa de ocupação dos leitos de UTI, o percentual da população SUS dependente, a situação epidemiológica da região (velocidade de transmissão da doença e número de casos novos) e a disponibilidade de ampliação de leitos apontado pela região no plano de contingência macrorregional.

Justiça

O advogado-geral do Estado, Sérgio Pessoa, destacou a orientação do governador junto à Advocacia-Geral do Estado (AGE) no propósito de se articular e buscar no ambiente jurídico a possibilidade de adquirir insumos para o momento difícil que o Estado e o país atravessam no combate à pandemia.

Já o juiz federal Mário de Paula Franco Júnior, responsável pelo processo do desastre de Mariana, destacou a integração entre a Justiça Federal e o Governo do Estado de Minas Gerais neste momento tumultuado que o país vem enfrentando.

“O Governo de Minas tem sido um porto seguro para que, no âmbito do processo da Samarco e do desastre de Mariana, nós consigamos fazer com que isso, que tanto sofrimento e tanta dor trouxe aos mineiros, possa se reverter em alguma medida no atendimento ao interesse público”, avaliou.

Leitos

Na ocasião, o governador também anunciou mais 79 novos leitos de UTI nos seguintes municípios: Lavras, Itaúna, Ipatinga, Patrocínio, São Sebastião do Paraíso, Divinópolis, Ouro Preto, João Monlevade, Governador Valadares, Unaí, Teófilo Otoni, Salinas, Taiobeiras, Lagoa da Prata e Conselheiro Lafaiete.

Desta forma, o Estado passa a contar com 2.964 novos leitos de UTI. “Hoje, a situação da estrutura do Estado é muito superior à situação de 90 dias atrás, no início da pandemia”, lembrou o governador.

Zema destacou, ainda, que a estrutura de Saúde de Minas Gerais, principalmente os hospitais da Rede Fhemig, está concentrada em Belo Horizonte. Com isso, é natural e explicado historicamente que pacientes do interior venham para a capital em busca de tratamentos de maior complexidade.

"A alegação de que a capital está sobrecarregada devido a vinda desses pacientes do interior não procede. Essa demanda é histórica. O SUS é muito anterior ao meu governo. Aliás, os hospitais foram construídos aqui com essa finalidade", explicou.

Agência Minas

Coronavírus: Belo Oriente tem mais três casos confirmados; chega a 36, segundo boletim desta terça-feira

Foto: Divulgação

Arbitral sugere data de retorno do Campeonato Carioca

No Conselho Arbitral realizado virtualmente nesta segunda-feira (15/06), a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e os clubes que disputam a Série A do Campeonato Carioca de 2020 debateram assuntos pertinentes ao retorno da competição.

O presidente da FERJ, Dr.Rubens Lopes, reafirmou que não abre mão dos pilares preservação da saúde individual e coletiva e contribuir ao combate à disseminação da COVID-19; obediência às determinações das autoridades; e observância do Protocolo rigoroso e técnico com bases científicas.

Todos os presentes debateram, democraticamente, as sugestões das datas de reinício da Taça Rio, a ser iniciada após aval oficial do governo. Caso este não venha até o dia 17, assim que acontecer a Taça Rio será retomada no dia seguinte. A sugestão de datas foi aprovada pela maioria.

Dia 18 - Bangu x Flamengo

Dia 19 - Portuguesa x Boavista

Dia 21 - Vasco x Macaé; Madureira x Resende

Dia 22 - Fluminense x Volta Redonda; Botafogo x Cabofriense

Após a discussão, os clubes decidiram continuar nesta terça-feira, às 20h, o Conselho Arbitral.

No decorrer da reunião, os clubes aprovaram também o atestado de saúde, alteração para 5 substituições com três paralisações na partida, a flexibilização para utilização de jogadores não profissionais, revisão da inscrição de atletas para a Taça Rio e voltarão a debater ainda o destino de uma vaga na Copa do Brasil.

Abaixo os temas do edital

1 - Atestado de saúde da delegação dos clubes (passaporte) estabelecido no protocolo Jogo
Seguro (fase 2): modelo, conteúdo e responsabilidade;

2 - Torneio Extra (§ 2º do art. 50 do REC);

3 - Substituições;

4 - Quantidade de atletas não profissionais;

5 - Inscrição e Registro (art. 21 e 36 do REC);

6 - Inscrição e Registro de atletas por associação diferente da que tenha jogado no mesmo campeonato;

7 - Assuntos pertinentes à conclusão do grupo Z;

8 - Outros assuntos pertinentes às partidas complementares do Campeonato Carioca passíveis de discussão por decisão preliminar favorável da maioria.

Agência FERJ

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Projeto que deu certo: Manto da Massa ultrapassa 50 mil camisas vendidas

Foto: Reprodução
Idealizado pelo presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, o projeto Manto da Massa se tornou um grande sucesso e alcançou a marca de 45 mil camisas vendidas até o final da manhã desta segunda-feira (15/6).

Preço promocional (R$ 169,99) + 6 meses de GNV Branco = R$229,99.

Preço para não sócio = R$269,99.

Nas últimas horas de venda exclusiva para sócios Galo na Veia, o preço promocional de R$ 169,99 é só até as 11h desta terça-feira (16).

O novo uniforme será usado pela equipe em, pelo menos, em um jogo oficial. Parte do resultado final das vendas será destinada para o combate aos efeitos da pandemia de Covid-19.

A campanha tem o apoio da Le Coq, que produz uma camisa vencedora com uma tecnologia de ponta aplicada em todos os produtos oficiais do Galo.

Site Oficial

Um dos maiores ídolos do clube, Dirceu Lopes visita o Cruzeiro e demonstra otimismo com a nova gestão

Foto: Site Oficial/Cruzeiro
A semana começou com uma visita mais do que ilustre na Sede Administrativa do Cruzeiro. Dirceu Lopes, um dos maiores ídolos da história celeste e um dos maiores jogadores de todos os tempos, esteve no Clube para um encontro com o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

O eterno craque da camisa 10 cinco estrelas presenteou o novo presidente estrelado com um exemplar do livro “O Príncipe – A Real História de Dirceu Lopes”, escrito pelo jornalista Pedro Blank.

Já Sérgio Santos Rodrigues mostrou ao Ídolo Eterno uma verdadeira relíquia, que nem o próprio Dirceu se recordava: o troféu do seu primeiro título com a camisa do Cruzeiro, o de Campeão Mineiro Juvenil, no ano de 1964.

“Já falei diversas vezes que o Dirceu Lopes é o meu maior ídolo na história do Cruzeiro. Ele é meu ídolo, ídolo do meu pai, do meu sogro, ídolo de todos os cruzeirenses. Agradeço muito pela visita. Ele que veio da querida Pedro Leopoldo, onde temos muitos cruzeirenses. A história dele está mais do que registrada e eternizada no Cruzeiro Esporte Clube”, destacou o presidente celeste, que também presenteou Dirceu com uma camisa 10.

Já o “Príncipe” agradeceu a Sérgio pela recepção e transmitiu à Nação Azul uma mensagem carregada de otimismo e confiança no trabalho da nova gestão que assumiu o Cruzeiro, de forma oficial, no início deste mês.

“Vim trazer meus votos de vitórias e conquistas ao meu amigo Sérgio, em quem tenho confiança total. Quero dizer aos milhões de torcedores da Nação Azul espalhados mundo afora que estou muito agradecido por receber o convite do nosso presidente para vir aqui na Sede tomar um café. Vim também trazer o meu abraço. Tenho certeza de que o nosso presidente vai recolocar o Cruzeiro no seu devido lugar. Sucesso para todos nós”, pontuou o ídolo Dirceu.

Site Oficial

WhatsApp lança ferramenta para enviar e receber dinheiro

Reprodução
O WhatsApp lançou nesta segunda-feira (15) novo recurso que permite transferir dinheiro e fazer compras em estabelecimentos por meio do aplicativo de mensagens, com a proteção da plataforma Facebook Pay.

No primeiro momento, a novidade estará disponível para clientes do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi que têm cartão de crédito ou débito das bandeiras Visa e Mastercard. As transações serão processadas pela Cielo e não preveem custos para consumidores e pessoas físicas. Já as empresas terão de arcar com uma taxa por transação recebida. As pequenas empresas são um dos principais focos do lançamento.

“Mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas movimentam a economia brasileira, e já é muito comum mandar um zap a essas empresas para tirar dúvidas sobre produtos e fazer pedidos. Com o recurso de pagamentos no WhatsApp, além de ver os produtos no catálogo, os clientes também poderão fazer o pagamento do produto escolhido sem sair do WhatsApp. Ao simplificar o processo de pagamento, esperamos ajudar a trazer mais empresas para a economia digital e gerar mais oportunidades de crescimento”, diz o comunicado do Whatsapp.

Para utilizar a ferramenta, o usuário precisa cadastrar seu cartão na plataforma Facebook Pay e cadastrar uma senha numérica (PIN) de seis dígitos como proteção. Também é possível usar biometria, como leitor de digitais e reconhecimento facial, para autorizar transações. Para receber o dinheiro, o contato precisa estar cadastrado no Facebook Pay.

Agência Brasil

Atlético lamenta morte do ex-atacante Marinho

Foto: Reprodução
O Clube Atlético Mineiro lamenta o falecimento do ex-atacante Marinho, que morreu nesta segunda-feira (15/6) e vestiu a camisa alvinegra nas décadas de 1970 e 1980.

Formado nas categorias de base do clube, Marinho atuou profissionalmente no Galo de 1974 a 1978 e, também, em 1982. Ele participou da conquista de três títulos: Campeonato Mineiro (1976 e 1978) e Taça Minas Gerais (1976).

Na soma de suas duas passagens pelo clube, foram 118 jogos pelo Galo e 21 gols. Sua estreia foi 24 de novembro de 1974, em vitória por 2 a 0 sobre o Uberaba-MG. Sua última partida pelo clube foi 1982, novamente em uma vitória por 2 a 0, desta vez sobre o Serrano-RJ.

Mineiro, Mário José dos Reis Emiliano nasceu em 23 de maio de 1957, em Belo Horizonte. Como atleta, jogou pela Seleção Brasileira Sub-20 no Campeonato Sul-Americano de 1975, disputado no Peru, e defendeu outros clubes como América-SP, Bangu-RJ, Botafogo-RJ, San José (Bolívia), Entrerriense-RJ e São Cristóvão-RJ.

Em 1985, recebeu o Prêmio Bola de Ouro da Revista Placar. Já como treinador, comandou o Bangu-RJ e o Juventus-RJ, em 2009.

Site Oficial

Futebol feminino: Iranduba busca meios para fugir de crise financeira

Depois de cinco rodadas da Série A do Brasileiro, Iranduba está em 12º lugar na tabela, a apenas uma posição de entrar na zona de rebaixamento - Laura Zago/CBF
Octacampeão amazonense de futebol feminino, entre 2011 e 2018, o Iranduba passa por sérios problemas financeiros e busca alternativas para se reestruturar até o retorno da Série A do Campeonato Brasileiro, ainda sem data definida. Antes da paralisação devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), o time havia jogado cinco vezes, e ocupava o 12ª lugar na tabela - três derrotas e duas vitórias - ficando a apenas uma posição de entrar na zona de rebaixamento.

Em entrevista à Agência Brasil, o diretor do Iranduba, Lauro Tentartini, atribuiu a atual crise do clube à empresa Vegan Nation, que não teria cumprido o contrato de patrocínio, firmado em 2018. Com sede em Londres (Reino Unido), a Vegan Nation é dirigida pelo empresário israelense Isaac Thomas.

"Em dezembro de 2018, com a equipe no auge, tendo sido terceira colocada na Copa Libertadores, fui procurado pelo pessoal da empresa. Na época, eles me falaram que fariam o lançamento de uma moeda virtual, a ‘VeganCoin’. A ideia era fazer uma campanha de marketing sobre a importância da preservação da Amazônia. Eles estavam fechando também contratos com o Remo, Paysandu, Nacional. E que o Iranduba era o ‘escolhido’ no futebol feminino. O pagamento do acordo seria através dessa moeda virtual", relatou o dirigente à Agência Brasil.

Tentartini afirmou ainda que "em maio do ano passado, a moeda já deveria estar no mercado e, desde então, poderíamos trocar por dinheiro". De acordo com o dirigente, isso havia sido acordado no início da negociação. "Mas depois, já não conseguimos mais contato com o primeiro interlocutor do contrato. Apareceu outra pessoa, o brasileiro Roberto Rosemberg, dizendo que a negociação a partir daquele momento deveria ser com ele. E o Rosemberg acusou os antigos interlocutores de estarem mentindo sobre o prazo de maio. Ele falou que todos sabiam que a moeda só estaria no mercado neste ano".

Na sequência, segundo o dirigente, foi feito um aditivo no contrato, estabelecendo o dia 30 de março de 2020 como nova data limite para a moeda virtual estar no mercado. "Naquele mesmo dia, 30 de março, recebemos uma carta da própria Vegan Nation dizendo que, devido aos problemas da covid-19, eles não poderiam lançar a moeda no mercado. E que não tinham uma nova previsão. E assim, ficamos sem alternativas. A questão é que no próprio aditivo consta uma indenização a ser paga pela Vegan Nation pelo não cumprimento do prazo inicial. Mas tudo isso não foi respeitado", argumenta o dirigente.

No início do ano passado, com a previsão da entrada no caixa do Iranduba dos valores previstos no contrato de patrocínio, o clube investiu pesado na contratação de jogadoras de destaque, como Andressinha, da seleção brasileira, e a colombiana Yoreli Rincon, campeã da Libertadores. "Assinamos o contrato em fevereiro, com a previsão de começar a receber em maio. Avisamos as jogadoras que poderíamos ter alguns problemas nos primeiros meses. Montamos uma equipe bem forte. E queríamos ser campeões. Mas, é claro que, com esses problemas todos, não conseguimos manter o plantel. Sete jogadoras já deixaram o clube. A nossa situação é caótica", desabafa o diretor do Iranduba.

Procurado pela Agência Brasil, Roberto Rosemberg disse que estava apenas auxiliando nas tratativas entre a Vegan Nation e o Iranduba e que o contrato não havia sido formalizado por ele. O diretor-executivo da empresa, Isaac Thomas, afirmou à Agência Brasil que "a empresa se esforçou para cumprir todas as obrigações do contrato e que não deve mais nada ao clube".

O dirigente do clube amazonense, no entanto, contesta o empresário. “Eles argumentam que passaram as criptomoedas. Mas isso é mentira. Passaram apenas a metade. Mas elas também não foram lançadas no mercado, ou seja, elas têm o mesmo valor de um cheque sem fundo". Questionado sobre os problemas causados pela covid-19, o empresário Isaac Thomas acrescentou que "todo mundo está sofrendo, e que a falta de patrocinadores é um problema, mas todo o possível para ajudar foi feito".

Financiamento coletivo

Com uma meta de R$ 900 mil, a equipe feminina do Iranduba lançou na internet, na semana passada, uma campanha de financiamento coletivo para quitar valores atrasados com ex-atletas, comissão técnica, elenco atual, alimentação, moradia e treinos. O valor mínimo da ajuda é de R$ 25. "Até agora só conseguimos R$ 2.175,00. Tem mais um valor aproximadamente de R$ 450 em boletos que estão aguardando compensação. Recebemos também o valor de R$ 120 mil da CBF [ajuda em circunstância da paralisação do futebol brasileiro devido à pandemia de covid-19]. Eu sabia desde o início que a meta era audaciosa. Mas, assim que fechamos o valor de uma folha mensal, já repassamos as jogadoras. E seguimos em frente", finaliza Lauro Tentartini.

Agência Brasil

Estudo mostra que coronavírus já circulava no país antes do isolamento

Um estudo que envolveu pesquisadores do Brasil e do Reino Unido mostra que o novo coronavírus (covid-19) já circulava no país antes da adoção de medidas de isolamento social. Para fazer a análise, o grupo identificou 427 genomas do vírus no Brasil a partir dos dados de 7,9 mil amostras de laboratórios públicos e privados. O trabalho foi publicado na plataforma medRxiv e ainda não passou pela revisão da comunidade científica.

O estudo identificou que entre 22 e 27 de fevereiro, três tipos do vírus, provavelmente vindos da Europa, estavam presentes no país e conseguiram se estabelecer antes das medidas para restringir o contágio. O primeiro caso no Brasil foi confirmado em São Paulo, no dia 24 de fevereiro, em um homem que tinha voltado de viagem à Itália. As primeiras medidas de isolamento social só foram adotadas no estado a partir de 16 de março, e a quarentena, com fechamento dos serviços não essenciais, em 24 de março.

O trabalho também mostra que as medidas de isolamento social conseguiram reduzir a disseminação da doença no país. Para avaliar esse impacto, os pesquisadores cruzaram o número de mortes diárias com dados sobre o deslocamento da população fornecidos pela empresa de geolocalização InLoco e pelo Google.

Apesar dos efeitos positivos da quarentena, o estudo mostra que com a queda na adesão ao isolamento social em São Paulo, houve também um aumento na velocidade de transmissão da doença.

A pesquisa mostra ainda que as viagens dentro do Brasil tiveram um papel importante para que o coronavírus circulasse entre as diferentes regiões do país. Segundo o artigo, as “altamente populosas e bem conectadas áreas urbanas do Sudeste agem como principais fontes de exportação do vírus dentro do país”, apontam os pesquisadores após analisar também as distâncias médias das viagens de avião no período da pandemia.

Assinam o trabalho pesquisadores ligados a 44 instituições no Brasil e no Reino Unido. Entre eles, está o grupo do Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e da Universidade de Oxford, da Inglaterra, que em fevereiro fizeram o primeiro sequenciamento genético do coronavírus na América Latina.

Agência Brasil

Aneel prorroga até 31 de julho proibição de corte de energia elétrica

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) prorrogou até o fim de julho a proibição do corte de energia elétrica dos consumidores inadimplentes residenciais urbanos e rurais. A proibição do corte de energia por 90 dias foi aprovada pela agência no fim de março, com validade também para os serviços considerados essenciais no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Com a decisão desta segunda-feira (15), a medida, que perderia validade na próxima semana, ficará em vigor até o dia 31 de julho.

Ao justificar a prorrogação, a diretora da Aneel Elisa Bastos Silva, relatora do processo, argumentou que, na maior parte dos estados, continuam as ações de isolamento social e de restrição à circulação e aglomeração de pessoas para evitar a propagação da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Segundo a relatora, os efeitos da pandemia no setor elétrico levaram a um aumento da inadimplência dos consumidores e à redução do mercado das distribuidoras, em virtude da diminuição na atividade econômica e da necessidade de manutenção do serviço. Elisa disse, entretanto, que a norma aprovada pela agência prevê que, se após o prazo determinado a dívida persistir, a energia será cortada. As distribuidoras deverão avisar os consumidores com antecedência.

"Feitas essas ressalvas, a proposta é que, a partir de 1º de agosto, a distribuidora volte a efetuar a suspensão do fornecimento por inadimplência", disse Elisa, em seu voto.

Seundo a diretora da Aneel, a exceção fica por conta das unidades "onde existam pessoas usuárias de equipamentos de autonomia limitada, vitais à preservação da vida humana e dependentes de energia elétrica; as das subclasses residenciais de baixa renda, enquanto durar a concessão do auxílio emergencial; aquelas em que a distribuidora suspender o envio de fatura impressa sem a anuência do consumidor; e nos locais em que não houver postos de arrecadação em funcionamento, o que inclui instituições financeiras, lotéricas, unidades comerciais conveniadas, entre outras, ou em que for restringida a circulação das pessoas por ato do poder público competente".

Além de prorrogar a proibição do corte no fornecimento de energia elétrica, a Aneel ampliou até 31 de julho o prazo para que as distribuidoras de energia sejam autorizadas a suspender o atendimento presencial, a suspensão da entrega da fatura mensal impressa no endereço dos consumidores e a permissão para que as distribuidoras realizem a leitura de consumo em horários diferentes do usual ou mesmo a suspensão da leitura.

Ao adotar a suspensão da entrega da fatura impressa, as distribuidoras deverão enviar fatura eletrônica ou o código de barras aos consumidores, por meio de canais eletrônicos ou disponibilizá-las em seu site ou aplicativo. Na hipótese de suspensão da leitura do consumo, o faturamento será feito com base na média aritmética do consumo nos últimos 12 meses.

Agência Brasil

Covid-19: Brasil tem 627 novas mortes e 20.647 novos infectados

Foto: Ministério da Saúde 
País chegou a 43.959 falecimentos e 888.271 infectados pelo vírus

O Brasil teve 627 novas mortes e 20.647 novos casos de covid-19 registrados nas últimas 24h, de acordo com atualização do Ministério da Saúde divulgada hoje (15). Com esses acréscimos às estatísticas, o país chegou a 43.959 falecimentos em função do novo coronavírus e 888.271 pessoas infectadas.

O balanço traz um aumento de 2,3% no número de casos em relação a ontem, quando o total estava em 867.624. Já as mortes aumentaram 1,4% em comparação com o dado de ontem, quando foram contabilizadas 43.332. Os registros são menores aos domingos e segundas-feiras em função da dificuldade de alimentação dos dados aos fins de semana, e quantidades maiores são registradas às terças-feiras em razão do acúmulo de notificações atualizadas no sistema.

A taxa de mortalidade foi de 21 falecimentos por 100 mil habitantes. Já a incidência (casos confirmados por 100 mil habitantes) ficou em 423. Do total, 432.060 pacientes estão em observação e 412.252 foram recuperados.

Os estados com maior número de óbitos são São Paulo (10.767), Rio de Janeiro (7.728), Ceará (4.999), Pará (4.201) e Pernambuco (3.886). Ainda figuram entres os com altos índices de óbitos em função da covid-19 Amazonas (2.512), Maranhão (1.499), Bahia (1.145), Espírito Santo (1.086), Alagoas (768) e Paraíba (656).

Os estados com mais infectados são São Paulo (181.460), Rio de Janeiro (80.946), Ceará (79.462), Pará (69.224) e Amazonas (56.777).

Agência Brasil

Secretaria de Saúde e empresariado de Belo Oriente se reúnem. Em pauta, as ações para auxiliar no enfrentamento à Covid-19.

Reunião ocorreu na tarde desta segunda-feira 
Na tarde desta segunda-feira, 15 de junho, ocorreu na Secretaria Municipal de Saúde de Belo Oriente, uma reunião que envolveu membros da Secretaria Municipal de Saúde e parte do empresariado local. Na oportunidade, estiveram presentes, o presidente da ACE/CDL (Associação Comercial e Empresarial de Belo Oriente), Edison da Conceição "Edinho", o Secretário de Saúde de Belo Oriente, Ranieri Prado, entre outros.

O FUTBLOG DO SORRISO acompanhou de forma exclusiva a reunião que ocorreu no prédio situado na tradicional rua Primeiro de Março, no Centro da cidade de Belo Oriente.

A reunião dos empresários com o Secretário de Saúde teve como base a busca de esclarecimentos sobre as ações que estão sendo realizadas pelo Setor de Saúde para auxiliar no enfrentamento à Covid-19. Os empresários fizeram alguns questionamentos que foram respondidos pela Secretaria Municipal de Saúde. O empresariado expôs a situação atual do comércio no município. No momento está funcionando o comércio considerado essencial.

Uma empresária revelou ao FUTBLOG DO SORRISO que, não está nada fácil o momento, e que precisou de demitir funcionários devido não ter como mantê-los. Conforme o decreto, o comércio do município abre semana sim e semana não. "Estamos obedecendo a resolução 17, que diz: fecha", disse Ranieri. "Não queremos penalizar ninguém", complementou.

No começo da noite, a Associação Comercial soltou uma nota:

Aproveitando a oportunidade, gostaríamos de frisar a importância de contar com o apoio e a união de todos os associados. Vale lembrar que, estamos numa luta em prol da reabertura do Comércio, considerado não essencial.

Atenciosamente,

ACE/CDL Belo Oriente

Por José Dias Sorriso - Da Redação - Futblog do Sorriso 

Secretaria Municipal de Saúde de Belo Oriente confirma o terceiro óbito por covid-19

Divulgação

Futebol em Minas voltará em quatro etapas. Futebol amador se encaixa na última delas.

Foto: Divulgação/FMF - Presidente da FMF, Adriano Aro
A informação foi traga por Nelson Raphael, setorista do Democrata de Sete Lagoas e comentarista da TV Sete Lagoas. Segundo ele destacou, em reunião virtual entre Federação Mineira de Futebol e presidentes das ligas amadoras, Adriano Aro informou que o futebol mineiro retornará em quatro etapas, sendo primeiramente o futebol profissional, com o Módulo 1, segundo o Módulo 2, em seguida a Terceira Divisão, e por último, o futebol amador, mais não há nenhuma expectativa de datas para retorno. Foi apresentado também um protocolo de saúde para o possível retorno do futebol amador.

A FMF informou que o custo será de cerca de R$300,00 por jogador e membros da comissão técnica, porém deixou claro que não poderá ajudar todas as ligas financeiramente. O retorno também teria de ser sem torcida. Por conta dos custos e o fato da impossibilidade de se fazer jogos do amador sem a presença de público, é praticamente nulo um retorno do futebol amador no ano de 2020.

Em contato com a Presidente da Liga Eclética Desportiva Setelagoana, Leia Dias, disse que seguirá as orientações da Secretaria Municipal de Saúde. “Não posso assumir sozinha uma responsabilidade que pode agravar a situação de Sete Lagoas.”

Maranhão tem quase 2 mil curados em 24h e chega a 33.561 recuperados da Covid-19

Francisco Pereira Leite tem 102 anos e venceu a Covid-19 no Maranhão — Foto: Arquivo Pessoal
Estado segue com 23.862 pessoas em tratamento, sendo que 22.719 estão em isolamento domiciliar, 714 em enfermarias e 429 estão em leitos de UTI.

Nas últimas 24h, o Maranhão confirmou a recuperação de 1.992 pessoas que estavam doentes da Covid-19 e o estado chegou a 33.561 curados. A informação foi divulgada na noite deste sábado (13) em boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que apresenta ainda 58.859 casos confirmados em 213 municípios e 1.436 óbitos pela doença.

O estado segue com 23.862 pessoas em tratamento, sendo que 22.719 estão em isolamento domiciliar, 714 em enfermarias e 429 estão em leitos de UTI.

Dos casos novos, 134 na Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar), 25 em Imperatriz e 1.095 em outros municípios.

A SES informou ainda que 108.989 testes ara diagnóstico da Covid-19 foram realizados no estado em laboratórios públicos e privados. Foram descartados 49.556 casos e a Secretaria de Saúde monitora 800 casos suspeitos da doença.

Quanto aos profissionais de saúde, foram infectados 1.584, sendo que 1.446 estão curados e 29 morreram.

Aos 102 anos, o idoso Francisco Pereira Leite que mora no município de Tuntum é um dos maranhenses que venceram o novo coronavírus. Ele que nunca havia ido ao médico, descobriu que estava infectado ao ir par São Luís tratar de problemas nos pulmões.

Um dos casos que ganhou repercussão foi no Hospital Universitário Presidente Dutra (HU-UFMA) em São Luís. Jociele Serra Pinheiro, de 38 anos, recebeu alta na unidade após contrair a Covid-19.

Grávida de 26 semanas, Jociele recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após passar 41 dias internada, sendo a primeira paciente a ser internada na UTI para Covid-19 do HU-UFMA em 1º de abril.

Ficar em casa

Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

G1 Maranhão

Homem é atingido por 13 disparos em Governador Valadares

Mesmo ferida, vítima conseguiu fugir e pedir socorro para moradores do bairro Altinópolis. Homem foi encaminhado para hospital, não há informações sobre o estado de saúde dele.

Um homem foi atingido por 13 disparos na noite deste domingo (14) no bairro Altinópolis, em Governador Valadares. Testemunhas contaram que a vítima estava amarrando uma égua quando dois autores chegaram atirando.

Ainda conforme relato de testemunhas, mesmo ferido o homem conseguiu fugir e pedir socorro. Moradores do bairro levaram a vítima para o Hospital Municipal em estado grave. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

A Polícia Militar realizou buscas, mas não foram localizados o autores dos disparos. A autoria e a motivação do crime serão investigadas pela Polícia Militar.

G1 dos Vales