sábado, 28 de setembro de 2013

Flu vira sobre Goiás, chega a sete jogos sem perder e sobe para 6ª posição


Do UOL, no Rio de Janeiro
  • Cristiano Borges / Photocamera
    Jean comemora gol marcado pelo Fluminense em partida contra o Goiás pela 24ª rodada Jean comemora gol marcado pelo Fluminense em partida contra o Goiás pela 24ª rodada
O Fluminense não sabe o que é perder no mês de setembro. Neste sábado, a equipe tricolor venceu o Goiás, de virada, por 2 a 1 e chegou a sete partidas de invencibilidade. Mais do que isso. Os comandados de Vanderlei Luxemburgo sobem para a sexta colocação na tabela do Campeonato Brasileiro e ultrapassam, inclusive, o adversário desta noite.
As duas equipes ficam com 33 pontos ao final da 24ª rodada do Brasileirão, mas o Fluminense é superior com 9 vitórias contra 8 do Goiás. Agora, o time carioca volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h, no clássico contra o Botafogo, no Maracanã. No mesmo dia e horário, o time esmeraldinho visita o Vitória, na Fonte Nova, em Salvador.
Antes do início da partida deste sábado, o técnico Enderson Moreira foi homenageado por completar dois anos à frente do Goiás. E o festejado comandante quase teve trabalho logo aos 30 segundos de bola rolando. William Matheus sentiu lesão antiga e deu susto na comissão técnica esmeraldina, mas permaneceu em campo para ser um dos protagonistas.
O lance foi o que de mais emocionante ocorreu até os 20min do primeiro tempo em início marcado pela lentidão das duas equipes. O Fluminense teve uma boa chance em falta sofrida por Biro-Biro na entrada da área, mas a cobrança de Rafael Sóbis parou na barreira. Os visitantes tentavam levar perigo pelo lado direito em investidas de Rhayner. O atacante, no entanto, parava na marcação adversária ou errava o passe final.
Nos 15 minutos finais do primeiro tempo, o Goiás começou a chegar com mais perigo à meta adversária. Aos 30min, Roni recebeu passe em profundidade de Dudu Cearense, driblou Edinho, mas parou em boa defesa de Diego Cavalieri.
Cinco minutos depois, Walter encontrou Ramon livre na área tricolor. O jogador driblou Cavalieri, perdeu o ângulo e cruzou forte, mas não encontrou ninguém para finalizar. No lance seguinte, o gol do Goiás saiu. Aos 36min, Walter deu um balão após cobrança de lateral, a bola sobrou para William Matheus chutar forte e rasteiro no canto esquerdo do goleiro tricolor.
28.set.2013 - Jogadores disputam bola pelo alto em duelo entre Goiás e Fluminense, válido pelo Campeonato Brasileiro  Cristiano Borges / Photocamera
 
Em desvantagem no marcador, o Fluminense voltou para o segundo tempo com duas alterações: Eduardo entrou no lugar de Diguinho e Igor Julião substituiu Bruno. E os comandados de Vanderlei Luxemburgo logo chegaram ao empate. Aos 7min, Rafael Sóbis ajeitou para Jean. O volante, que voltou ao time neste sábado após um mês afastado por lesão, entrou na área chutando de perna esquerda. A bola explodiu na trave, bateu nas costas do goleiro Renan e entrou - em lance semelhante ao que, na semana passada, deu a vitória para o Goiás contra o São Paulo, de Rogério Ceni.
O jogo esfriou após e empate do Fluminense e seguiu o ritmo da etapa inicial. Mesmo com a lentidão e equilíbrio, o Goiás foi mais perigoso e criou mais chances para chegar ao segundo gol. No entanto, os donos da casa levaram o castigo aos 39min do segundo tempo. Em contra-ataque veloz, Felipe acionou Biro-Biro pela direita. O jovem jogador cruzou na medida para Rafael Sóbis marcar o segundo do tricolor e dar números finais à partida.
gol contra o Fluminense

GOIÁS 1 x 2 FLUMINENSE
Data: 28/09/2013 (sábado) Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO) Árbitro: Márcio Chagas da Silva Auxiliares: Altemir Hausmann e Daniel Luis Marques Renda: Público: Cartões amarelos: Yuri e Valmir Lucas (Goiás); Igor Julião e Edinho (Fluminense) Gols: William Matheus, aos 36min do primeiro tempo;  Jean, aos 7min, e Rafael Sóbis, aos 39min do segundo tempo
Goiás
Renan; Yuri (Thiago Mendes), Rodrigo, Valmir Lucas e William Matheus (Eduardo Sasha); Amaral, David, Dudu Cearense (Renan Oliveira), Ramon e Roni; Walter
Técnico: Enderson Moreira

Fluminense
Diego Cavalieri; Bruno (Igor Julião), Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Eduardo) e Jean; Rhayner (Felipe), Rafael Sóbis e Biro-Biro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo



San Lorenzo derrota Gimnasia La Plata e assume 1º lugar no Torneio Inicial



Buenos Aires, 28 set (EFE).- O San Lorenzo mostrou força, bateu neste sábado o Gimnasia La Plata por 3 a 0, e assumiu provisoriamente a liderança do Torneio Inicial do Campeonato Argentino, ultrapassando o Newell's Old Boys, que ainda jogará pela nona rodada, contra o Argentinos Juniors.

Sem o artilheiro da competição, Martín Cauteruccio - que se lesionou e ficará de seis a oito meses fora dos gramados -, o destaque do 'Ciclón' foi Ignacio Piatti, autor de dois gols. Pablo Alvarado fez o terceiro.

O resultado fez a equipe de Almagro chegar aos 19 pontos ganhos, dois a mais que o Newell's.

Ainda neste sábado, Atlético Rafaela superou o Olimpo por 2 a 0, com gols de Diego Vera e Rafael Gonzalez. A equipe chegou assim aos 13 pontos, na oitava colocação.

San Lorenzo derrota Gimnasia La Plata e assume 1º lugar no Torneio Inicial



Buenos Aires, 28 set (EFE).- O San Lorenzo mostrou força, bateu neste sábado o Gimnasia La Plata por 3 a 0, e assumiu provisoriamente a liderança do Torneio Inicial do Campeonato Argentino, ultrapassando o Newell's Old Boys, que ainda jogará pela nona rodada, contra o Argentinos Juniors.

Sem o artilheiro da competição, Martín Cauteruccio - que se lesionou e ficará de seis a oito meses fora dos gramados -, o destaque do 'Ciclón' foi Ignacio Piatti, autor de dois gols. Pablo Alvarado fez o terceiro.

O resultado fez a equipe de Almagro chegar aos 19 pontos ganhos, dois a mais que o Newell's.

Ainda neste sábado, Atlético Rafaela superou o Olimpo por 2 a 0, com gols de Diego Vera e Rafael Gonzalez. A equipe chegou assim aos 13 pontos, na oitava colocação.

Sporting derrota Braga e se isola na vice-liderança do Campeonato Português



Lisboa, 28 set (EFE).- O Sporting deu mais um passo na sua reafirmação como potência no Campeonato Português, com a vitória sobre o Braga, por 2 a 1, que coloca a equipe lisboeta a dois pontos do líder Porto, que abriu a sexta rodada vencendo o Vitória de Guimarães por 1 a 0.

O resultado positivo dos Leões veio com gols do colombiano Freddy Montero e do português Cédric. O atacante Alan descontou para o Braga, mas a expulsão do zagueiro Aderlan e a lesão do seu companheiro de defesa, Paulo Vinícius, também brasileiros, atrapalharam a vida do time arsenalista.

A vitória colocou o Sporting com 14 pontos na tabela, ocupando a vice-liderança isolada. O Braga, que poderia estar nesta posição, segue em terceiro, com 12 pontos.

O Benfica, por sua vez, voltou a tropeçar, desta vez com o Belenenses. O jogo realizado no estádio da Luz terminou empatado em 1 a 1. O paraguaio Óscar Cardozo marcou para os Águias, e Mourtala Diakité igualou o marcador.

Ainda neste sábado, o Nacional derrotou o Rio Ave, fora de casa, por 3 a 0. O ex-vascaíno Claudemir fez uns dos gols do time da Ilha da Madeira. Além disso, o Paços de Ferreira bateu o Marítimo por 4 a 3, fora de casa, e o Estoril derrotou o Olhanense por 2 a 1.

Resultados da 6ª rodada do Campeonato Português e classificação.

Sexta-feira.

Porto 1 - Vitória de Guimarães 0.

Sábado.

Rio Ave 0 - Nacional 3.

Académica 0 - Arouca 0.

Marítimo 3 - Paços de Ferreira 4.

Olhanense 1 - Estoril 2.

Benfica 1 - Belenenses 1.

Braga 1 - Sporting 2.

Segunda-feira.

Vitória de Setúbal - Gil Vicente.

Ajax vence, se aproveita de vacilos de PSV e Twente e embola Holandês



Redação Central, 28 set (EFE).- O Ajax goleou o Go Ahead Eagles neste sábado por 6 a 0 e se aproveitou dos tropeços do líder PSV Eindhoven e do vice-líder Zwolle, para embolar a disputa pela ponta do Campeonato Holandês, que está na oitava rodada.

Os gols da vitória do time de Amsterdã foram marcados por Kolbeinn Sigthorsson, duas vezes, Jop van der Linden (contra), Lesley de Sa, Lerin Duarte e Siem de Jong. Com o resultado, o Ajax subiu provisoriamente para a terceira colocação, com 14 pontos.

O PSV seguiu estacionado nos 15 pontos com a derrota para o AZ Alkmaar, fora de casa, por 2 a 1. Nick Viergever e Aron Jóhannsson marcaram para os anfitriões, e Memphis Depay descontou para o ainda primeiro colocado na tabela.

O Zwolle, que poderia aproveitar para recuperar a liderança, recebeu o NAC Breda e não saiu do 0 a 0, acumulando três jogos sem vitórias no Campeonato Holandês.

Ainda neste sábado, o Heracles visitou o RKC Waalwijk e conquistou convincente vitória por 4 a 1. Utrecht e Roda JC empataram duelo eletrizante em 3 a 3.

Neste domingo, Heereveen e Twente, que estão com 12 pontos, podem se igualar com o PSV Eindhoven em pontos. Para isso, precisam vencer seus desafios contra Cambuur e Groningen, respectivamente.

Resultados da 8ª rodada do Campeonato Holandês e classificação.

Sábado.

AZ Alkmaar 2 - PSV Eindhoven 1.

RKC Waalwijk 1 - Heracles 4.

Utrecht 3 - Roda JC 3.

Ajax 6 - Go Ahead Eagles 0.

Zwolle 0 - NAC Breda 0.

Domingo.

NEC Nijmegen - Vitesse.

Feyenoord - ADO Den Haag.

Heerenveen - Cambuur.

Twente - Groningen.

Barcelona vence Almeria e bate recorde, mas Messi sai machucado



MADRI, 28 Set (Reuters) - O atual campeão Barcelona chegou a sete vitórias nas primeiras sete rodadas do Campeonato Espanhol, recorde do clube, com um 2x0 sobre o Almeria neste sábado.
O melhor jogador do mundo, Lionel Messi, abriu o placar aos 21 minutos com uma maravilhosa jogada individual, mas precisou sair de campo por causa de uma lesão na coxa direita.
O lateral brasileiro Adriano ampliou, aos 11 do segundo tempo, e ajudou a levar o Barcelona para 21 pontos, três a mais que o Atlético de Madrid, que visita o terceiro colocado Real Madrid no dérbi da capital, ainda neste sábado.
O novo treinador Gerardo Martino acha que não tem muita influência no recorde.
"Tudo que eu fiz foi lucrar com o que esses caras conseguiram", disse. "Eles têm quebrado recordes há anos. O meu é meramente circunstancial".
O Valencia continua se recuperando de um começo ruim de temporada. Venceu o Rayo Vallecano por 1x0, em casa, com gol do brasileiro Jonas.
A Real Sociedad está em nono lugar com sete pontos após o empate por 1x1 com o Sevilla. Os bascos estão há seis jogos sem vencer, contando La Liga e Liga dos Campeões.
Martino continuou seu rodízio no Barcelona, com Neymar e Xavi no banco de reservas, talvez já pensando no jogo contra o Celtic na próxima terça-feira, pela Liga dos Campeões.
O Almeria estava se defendendo bem, exceto por um voleio de Andrés Iniesta que passou por cima da trave, até Messi pegar a bola em um escanteio curto pela direita e correr para dentro da área.
O argentino tabelou com Pedro e bateu com curva para abrir o placar. Messi, então, se machucou e foi substituído por Xavi, aos 29 minutos do primeiro tempo.
O clube disse que ele vai passar por testes no próximo domingo para determinar a gravidade da lesão, embora o atacante tenha ficado no túnel assistindo ao resto da partida.
"Lionel tem um pequeno problema muscular na perna direita, que apareceu quando ele fez o gol", acrescentou Martino. "Até realizarem os testos, não sabemos de nada".

Empate do Galatasaray tem Felipe Melo na torcida e Taffarel de técnico

Do UOL, em São Paulo
  • Reprodução/Site do Galatasaray
    Taffarel, ex-goleiro brasileiro, trabalha na comissão técnica do Galatasaray Taffarel, ex-goleiro brasileiro, trabalha na comissão técnica do Galatasaray
Dois brasileiros mudaram de atribuições neste sábado, no jogo do Galatasaray contra o Caykur Rizespor, válido pelo Campeonato Turco, que acabou empatado por 1 a 1. Suspenso, o volante Felipe Melo trocou o campo pela arquibancada. O contrário aconteceu com o ex-goleiro Taffarel, que foi promovido de preparador de goleiros a treinador da equipe.
Felipe Melo não pôde atuar por causa da expulsão no clássico contra o Besiktas, na semana passada. Enquanto o brasileiro deixava o campo, a torcida rival invadiu e deu início da uma grande confusão.
Dias depois do clássico, o Galatasaray anunciou a demissão do técnico Fatih Terim. Por causa disso, o brasileiro Taffarel, preparador de goleiros da equipe, foi promovido neste sábado e comandou o time.
Do banco, porém, Taffarel não conseguiu mais do que um empate. Mesmo com astros como Sneijder e Drogba, o Galatasaray tem apenas sete pontos e ocupa a oitava posição no Campeonato Turco. O Caykur Rizespor ocupa temporariamente a liderança do torneio.

Náutico volta a vencer após 14 jogos e amplia a crise do Coritiba

Do UOL, no Rio de Janeiro


O Náutico deu sinais que pode evitar o rebaixamento ao derrotar o Coritiba por 3 a 0 neste sábado, na Arena Pernambuco, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Olivera e Maikon Leite (dois), a equipe mandante voltou a vencer após 14 partidas da competição nacional, mas continua na lanterna. O último triunfo tinha acontecido no dia 28 de julho, quando a equipe bateu o Internacional pelo mesmo placar.
Por outro lado, o time visitante continua em crise e perdeu a oportunidade de continuar próximo do G-4. Durante a semana, o técnico Marquinhos Santos foi demitido por conta da sequência ruim de resultados. Marcelo Serrano foi o treinador interino na noite deste sábado.

O jogo começou movimentado e o Náutico tentou se impor na tentativa de colocar uma pressão no Coritiba. Atuando de forma organizada, a equipe pernambucana chegou em diversas situações e Vaná precisou intervir. No lance principal, aos dez, Maikon Leite finalizou de longe e o goleiro fez a defesa.

O sistema defensivo do Náutico, no entanto, parecia assustado e cometeu algumas falhas que quase comprometeram o time. Essa situação não abalou boa parte da equipe porque os pernambucanos seguiam dominando o confronto, mas não conseguiam ser felizes na conclusão.
O Coritiba conseguiu melhorar sua marcação na metade da etapa e o Náutico não encontrava mais tanta facilidade para avançar. Mesmo assim, o time paranaense, que tinha Marcelo Serrano como técnico interino, era tímido no ataque e Gideão apenas observava a partida. No fim, aos 41, Alex obrigou o goleiro a praticar defesa importante ao finalizar de fora da área. Mesmo com boas chances criadas pelos dois times, o confronto terminou mesmo empatado sem gols no primeiro tempo.

Os dois times iniciaram a etapa com novidades. O Náutico iniciou o segundo tempo com Olivera no lugar de João Paulo. Por outro lado, o Coritiba retornou com Dudu Figueiredo na vaga deixada por Bottinelli.

A equipe da casa manteve seu comportamento da primeira etapa e abriu o placar, aos cinco, com Olivera. Após cruzamento da direita, o atacante subiu mais que a defesa para marcar de cabeça.

Na tentativa de chegar ao empate, o Coritiba passou a ceder espaços para o Náutico. A equipe melhorou sua posse de bola, mas não conseguia ser efetivo e o time mandante errava nos contra-ataques.

A tarefa do Náutico chegou a ser facilitada quando Escudero foi expulso, aos 15, ao parar um contra-ataque puxado por Martinez. O time pernambucano controlou sua vantagem e sacramentou a vitória com dois gols de Maikon Leite. O primeiro aconteceu, aos 31, quando o atacante recebeu passe preciso de Dadá dentro da área e tocou na saída de Vaná. Por fim, Diego Morales fez ótima jogada individual, aos 38, e o camisa 11 completou para a rede.

NÁUTICO 3 x 0 CORITIBA
Data: 28/09/2013 (sábado) Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE) Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva Auxiliares: Ailton Farias da Silva e Esdras Mariano de Lima Albuquerque Cartões amarelos: Escudero, Bottinelli, Lincoln e Gil (COR); Tiago Real (NAU)  Cartão vermelho: Escudero (COR), aos 15min do segundo tempo Gols: Olivera, aos cinco, Maikon Leite, aos 31min, e aos 38 min do segundo tempo
NÁUTICO
Gideão, Maranhão (Auremir), João Filipe, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Martinez, Dadá e Tiago Real (Diego Morales); João Paulo (Olivera) e Maikon Leite
Técnico: Marcelo Martelotte
CORITIBA
Vaná, Victor Ferraz, Bonfim, Chico e Escudero; Gil, Robinho, Bottinelli (Dudu Figueiredo) e Alex; Vitor Júnior (Lincoln) e Bill (Emerson Santos)
Técnico: Marcelo Serrano (interino)

Arsenal vence Swansea e assume a liderança da Premier League

Ramsey teve atuação decisiva com uma assistência e um gol

Por Redação PLACAR 
Ramsey comemora o gol que garantiu a vitória do Arsenal por 2 x 1 diante do Swansea
Ramsey comemora o gol que garantiu a vitória do Arsenal por 2 x 1 diante do Swansea / Crédito: Reuters
O Arsenal foi a Swansea e venceu a equipe da casa por 2 x 1, no Liberty Stadium. O resultado deixa os Gunners com 15 pontos, na primeira colocação graças ao empate  em 1 x 1, entre Tottenham e Chelsea. 
O Arsenal abriu o placar apenas aos 13 minutos da segunda etapa, com Gnabry, após bela assistência de Ramsey. Quatro minutos mais tarde, o próprio Ramsey ampliou a contagem. O Swansea até diminuiu aos 36 minutos com Davies. Apesar da pressão da equipe da casa, os Gunners seguraram a placar e lideram a Premier League, dois pontos a frente do rival Tottenham. 

Tristeza de Manchester: City e United são derrotados na rodada

United perdeu em casa para o West Bromwich, enquanto o City perdeu de virada para o Aston Villa

Por Redação PLACAR 
Jogadores do United lamentam o segundo gol do West Bromwich, que derrotou o time de Manchester por 2 x 1
Jogadores do United lamentam o segundo gol do West Bromwich, que derrotou o time de Manchester por 2 x 1 / Crédito: Phil Noble/REUTERS
Manchester City e Manchester United tiveram resultados negativos na sexta rodada do Campeonato Inglês. Ambas equipes foram derrotadas de formas dolorosas.
O United, em casa, foi derrotado pelo West Bromwich pela primeira vez na história da Premiere League. Amalfitano fez 1 x 0 aos nove minutos da segunda etapa. Rooney empatou três minutos depois, mas Berahino, com um belo chute de fora da área, aos 22 da segunda etapa, fez o gol da vitória da equipe visitante.
Já o time do Manchester City perdeu para o Aston Villa após estar duas vezes à frente no placar. Yayá Touré, aos 45 do primeiro tempo, fez 1 x 0 para o City. Logo com seis minutos da segunda etapa, El Ahmad empatou o jogo para o Villa. No entanto, Dzeko, aos 12 minutos colocou o City novamente na frente. A partir daí, só pesadelo para a equipe de Manchester. Bacuna  e Weimann , aos 29 e 31 do segundo tempo, viraram para o time da casa.
Com os resultados, o City ficou com 10 pontos em seis partidas, por enquanto, na quinta posição. Já o United está em 12°, com sete pontos em seis jogos.
 

Resultados de sábado na Inglaterra:
Tottenham 1 x 1 Chelsea
Aston Villa 3 x 2 Manchester City
Fulham 1 x 2 Cardiff City
Hull City 1 x 0 West Ham
Manchester United 1 x 2 West Bromwich
Southampton 2 x 0 Crystal Palace

 
El Ahmadi fez o primeiro dos três gols do Villa contra o City
El Ahmadi fez o primeiro dos três gols do Villa contra o City / Crédito: Darren Staples/REUTERS

Com boa atuação de Robinho, Milan vence Sampdoria, no San Siro

Rossoneros vencem com gol de Birsa, após passe do brasileiro

Por Gazeta Press 

Sem suas grandes estrelas, Kaká (contundido) e Balotelli (suspenso), o Milan recebeu a Sampdoria, no San Siro, em Milão, em partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Italiano. Os rossoneros venceram por 1 x 0, com gol de Birsa.
As duas equipes fizeram um primeiro tempo com muita marcação e com poucas oportunidades de ataque. As jogadas mais agudas saiam dos pés de Robinho, porém o Milan claramente sentia a falta de seu atacante Mario Balotelli. Mas no início da segunda etapa, logo aos dois minutos, Birsa recebeu passe do brasileiro e bateu de fora da área, no canto e sem chances para o goleiro Angelo. 
Na sequência, o camisa 7 novamente participou de outro lance decisivo, quando de carrinho perdeu um gol sem goleiro. O Milan ainda assustou com Niang, mas não conseguiu ampliar a vantagem. 
Ainda instável no Calcio, a equipe de Massimo Allegri, chega aos 8 pontos na oitava colocação. Já a Sampdoria, com apenas dois pontos amarga a 18ª colocação e segue sem vencer. 
 

Em jogo com poucas chances, Icasa e Atlético-GO não saem do zero

Com o empate, o time cearense ficou longe do G-4; Enquanto isso o Dragão continua com risco de rebaixamento

Por Gazeta Press 

Em Juazeiro do Norte, no Ceará, Icasa e Atlético-GO fizeram um duelo de equipes que vivem situações opostas na série B do Campeonato Brasileiro. No entanto mesmo com uma melhor campanha e o fator casa em seu favor, o Verdão do Cariri não conseguiu se impor sobre o Dragão, ficou no 0 x 0, e desperdiçou uma oportunidade de entrar por primeira vez na zona de acesso para a série A.
Enquanto isso, o Dragão, mesmo ameaçado, soma um importante ponto como visitante que pode ser útil nos momentos finais da competição.
 

FICHA TÉCNICA
ICASA X ATLÉTICO-GO
Local: estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE)
Data: 28 de setembro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha
Assistentes: Vanderson Antônio Zanotti e Clóvis Amaral da Silva
Cartões Amarelos: Naylhor, Preto Costa e Gustavo Goiano (Icasa); Márcio, Artur, Dodó e Ernanrdes (Atlético-GO)
ICASA: João Ricardo; Naylhor, Preto Costa e Luiz Otávio; Neílson, Da Silva, Geraldo (Chapinha), Elanardo e Gustavo Goiano (Roberto), Juninho Potiguar (Jaílson) e Tadeu. T: Sidney Moraes
ATLÉTICO-GO: Márcio; John Lennon, Artur, Anderson Conceição e Guilherme Santos; Régis, Dodó, Ernandes e João Paulo (Marino); Juninho (Rafael) e Ricardo Jesus (Anselmo). T: PC Gusmão

Sport vira contra Bragantino e fica mais perto da zona de acesso

Leão vence com gols de Osvaldo e Lucas Lima; Resultado coloca a equipe de Geninho a dois pontos do G-4

Por Gazeta Press 

O Sport se aproximou da zona de acesso para a elite nacional ao vencer por 2 x 1 o Bragantino, na tarde deste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid. Mesmo fora de casa, o time do técnico Geninho conseguiu o triunfo de virada nesta 25ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro.
O time de Bragança Paulista saiu na frente no placar, com gol de Lincom. No entanto, ainda no primeiro tempo, Osvaldo igualou a contagem. O lance que definiu o jogo só aconteceu no fim, quando Lucas Lima mandou para as redes.
Com o resultado positivo, o Sport chegou ao quinto lugar, com 40 pontos, apenas dois a menos do que o Joinville, que é o quarto. Já o Bragantino aparece no meio da tabela, com 33.
A próxima rodada da série B será disputada toda na terça-feira. Às 19h30, o Sport receberá justamente o Joinville, na Ilha do Retiro. Já às 21h50, o time paulista duelará com o América-RN, no Nazarenão.
 

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 1 X 2 SPORT
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 28 de setembro de 2013
Horário: 16h20
Árbitro: Arílson Bispo da Anunciação
Assistentes: José Raimundo Dias da Hora e Alexandre Kleiniche
Cartões Amarelos: Carlinhos e Robertinho, Osvaldo, Marcelo Cordeiro 
Cartão vermelho: Anderson Pedra 
GOLS:  Lincom, 10, Osvaldo, 14 do 1°; Lucas Lima, 37 do 2º
BRAGANTINO: Leandro Santos; Carlinhos (Gustavo), Raphael Andrade e Yago; Robertinho, Serginho, Preto, Magno Cruz (Bruninho) e Léo Jaime; Tiaguinho (Léo Aro) e Lincom. Técnico: Marcelo Veiga
SPORT: Magrão; Patric, Pereira, Osvaldo e Marcelo Cordeiro (Pery); Anderson Pedra, Rithely, Lucas Lima (Gabriel) e Ailton; Marcos Aurélio (Nunes) e Felipe Azevedo. Técnico: Geninho
 

Verdão se despede do Pacaembu sem inspiração nem gol ante América-RN

Torcida se irrita com equipe e Valdivia é teve apenas atuação discreta

Por Gazeta Press 
Palmeiras ficou apenas no empate contra o América-RN
Palmeiras ficou apenas no empate contra o América-RN / Crédito: FERNANDO DANTAS/Gazeta Press
Mais uma vez punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Palmeiras ficará quase um mês sem jogar no Pacaembu. Pela atuação que teve neste sábado, poderia passar até mais tempo longe da torcida, que se irritou com a falta de criatividade no 0 x 0 contra o América-RN, time que briga para não voltar à terceira divisão.


O resultado não muda a condição de líder do Verdão na série B do Brasileiro. O time, na verdade, ampliou para dez pontos a vantagem para a segunda colocada Chapecoense, que tem um jogo a menos, mas reduziu sua distância para o time que está na quarta posição e é o clube com mais pontos entre os que estão fora da zona de acesso. Mas nada que mude a provável classificação antecipada do maior campeão do Brasil.
O que ficou na despedida do Pacaembu não preocupa, mas frustra. A diretoria optou por aceitar as suspensões de Wesley e Mendieta para tê-los enquanto Valdivia ficar com a seleção chilena, mas o camisa 10 não fará falta se repetir a péssima atuação desta tarde.
Assim como toda a equipe, que se limitou a cruzar para a área e não foi além de um chute no travessão, supera pela cera e retranca de um rival que só não fez o seu porque Fernando Prass executou milagre ao defender com os pés um chute de Adriano Pardal, aos 31 minutos do segundo tempo.
Em busca de melhor atuação, e de três pontos que antecipem a sua volta à série A, o Palmeiras enfrenta o Oeste às 21h50 de terça-feira, em São José do Rio Preto. O América-RN, ainda na briga para não ser rebaixado, atua no mesmo dia e horário contra o Bragantino, em Goianinha (RN).
 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 0 AMÉRICA-RN
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 28 de setembro de 2013
Horário: 16h20 
Público: 17.534 pagantes
Renda: R$ 598.430,00
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Janette Mara Arcanjo (MG)
Cartões amarelos: Vilson, Alan Kardec, Adriano Pardal, Andrey, Edson Rocha e Tiago Adan 
PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe (Wendel), Henrique, Vilson e Juninho; Márcio Araújo, Charles e Valdivia; Vinícius (Caio), Leandro (Serginho) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina
AMÉRICA-RN: Andrey; Norberto, Cleber, Edson Rocha e Wanderson (Renatinho Potiguar); Rafael Coutinho, Daniel Amora, Mazinho e Chiquinho Gaúcho (Almir); Vinicius Pacheco (Tiago Adan) e Adriano Pardal. Técnico: Pintado

América-MG não aproveita superioridade numérica e empata contra Avaí

As equipes ficaram no 0 x 0 e perderam a chance de encostar no G-4

Por Gazeta Press

América-MG e Avaí fizeram um jogo bastante disputado nesta sábado, no Independência, mas como nenhuma das duas equipes resolveu correr riscos para agredir o adversário, o placar acabou mostrando uma igualdade em 0 x 0. O placar não foi bom nem para catarinenses, muito menos para mineiros, que jogaram em casa e a maior parte do tempo com um jogador a mais.
O resultado deixa americanos e avaianos em situação complicada em relação ao G4 da série B. O América-MG chegou aos 36 pontos contra 38 do Avaí, com as duas equipes frequentando o bloco intermediário. Se quiser continuar sonhando com o acesso, o time de Silas precisa melhorar e muito o aproveitamento na competição nacional.
Na sequência do Campeonato Brasileiro, o América-MG terá compromisso fora de casa, enfrentando o Paraná Clube, jogo marcado para a próxima terça-feira, na Vila Capanema. Já o Avaí joga no mesmo dia, mas recebendo o São Caetano, na Ressacada.
 
 
FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 0 X 0 AVAÍ
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 28 de setembro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Antônio de Carvalho Schneider
Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque e Diogo Carvalho Silva
Cartões amarelos: Vitor Hugo (América-MG). Anderson Uchôa, Cléber Santana (Avaí)
Cartão vermelho: (Avaí) Luciano
AMÉRICA-MG: Matheus; Leandro Silva, Jaílton, Vitor Hugo e Danilo (Fábio Júnior); Leandro Ferreira, Andrei Girotto, Willians e Bady; Alessandro (Nikão) e Wéverton (Carlos Renato). T: Silas
AVAÍ: Diego; Ricardinho, Alex Lima, Bruno Maia e Héracles; Anderson Uchôa, Eduardo Costa, Cléber Santana (Luciano) e Marquinhos; Márcio Diogo (Juliano) e Beto (Tauã). T: Hemerson Maria

PSG vence Toulouse com gol brasileiro em Paris

Zagueiro Marquinhos abriu o caminho para a vitória do PSG

Por Redação PLACAR 
Jogadores do PSG comemoram o gol do brasileiro Marquinhos (dir.)
Jogadores do PSG comemoram o gol do brasileiro Marquinhos (dir.) / Crédito: Christian Hartmann/REUTERS
O Paris Saint-Germain chegou à liderança provisória do Campeonato Francês com a vitória de 2 x 0 sobre o Toulouse na tarde deste sábado (28).
O zagueiro brasileiro, Marquinhos, foi o autor do primeiro gol da partida. O ex-corintiano, deixou sua marca aos 41 minutos do segundo tempo. Lucas, que foi substituído por Matuidi nos minutos finais, e Maxwell, foram os outros brasileiros que jogaram.
Edinson Cavani, de pênalti, marcou o segundo aos 34 minutos da segunda etapa. A marcação do pênalti foi duvidosa e gerou muita reclamação dos jogadores adversários.
O PSG chegou aos 18 pontos em oito partidas pelo Francês. O clube ainda não foi derrotado no torneio. Na próxima rodada, o clube de Paris enfrenta o Olympique de Marselha, fora de casa.

Napoli volta à liderança do Italiano com vitória sobre o Genoa

Pandev foi o responsável pelo dois gols do time napolitano

Por Redação PLACAR 
Pandev (esq.) marcou os dois gols da vitória do Napoli sobre o Genoa
Pandev (esq.) marcou os dois gols da vitória do Napoli sobre o Genoa / Crédito: Giorgio Perottino/REUTERS
O Napoli voltou provisoriamente à liderança do Campeonato Italiano após vitória de 2 x 0 contra o Genoa, com dois gols de Pandev.
Os dois tentos do macedônio foram marcados no primeiro tempo, aos 14 e aos 25 minutos.
O time napolitano se recuperou do empate sem gols contra o Sassuolo no meio de semana. Com essa vitória, o clube chegou a 16 pontos em seis partidas, e agora aguarda o jogo da Roma contra o Bologna, neste domingo (29), para saber se segue na liderança.
Agora, o Napoli enfrenta o Arsenal, em Londres, no meio de semana pela Liga dos Campeões. No Italiano, o time volta a campo no próximo final de semana, contra o Livrono, em casa.

Fortaleza bate Luverdense no fim e assume liderança provisória

No Grupo B, o Macaé assumiu a ponta com a vitória sobre o CRAC

Por Gazeta Press 

Fortaleza e Luverdense fizeram um importante duelo neste sábado pela 17ª rodada do Grupo A da série C do Campeonato Brasileiro. Com a chave muito embolada e apenas quatro pontos de distância entre o líder e o primeiro da zona de rebaixamento, o Leão do Pici recebeu os goianos no Presidente Vargas precisando de uma vitória para se estabelecer na zona de classificação faltando apenas duas rodadas para o fim da fase de grupo, e conseguiu uma vitória no sufoco, com um gol nos acréscimos do segundo tempo para decretar o 2 x 1 e ganhar força na briga por uma vaga nas quartas-de-final da competição, assumindo a liderança provisória do grupo.
A partida foi dura para o tricolor cearense, que mesmo jogando em seus domínios teve de ir em busca do resultado após o Luverdense abrir o placar com Tozin, de cabeça, aos 34 do primeiro tempo. A igualdade chegou aos 15 da segunda etapa, com o artilheiro Assisinho. E depois de mais trinta minutos de pressão, os donos da casa conseguiram o tão desejado gol, com Eduardo Luiz, aos 46 minutos.
Com a vitória o Leão do Pici chega à liderança provisória da chave, enquanto o Luverdense, chega a uma sequência de cinco jogos sem vitória e cai da terceira para a quinta colocação, deixando a zona de classificação.
Quem também precisava desesperadamente de pontos e venceu de virada foi o Grêmio Barueri. Jogando em casa diante do Duque de Caxias em duelo dos últimos do Grupo B, a Abelha conseguiu um grande resultado ao vencer por 3 x 2 o time carioca após ir para o intervalo perdendo por 2 x 0.
Com o triunfo o time paulista segue na lanterna da chave, mas agora a apenas dois pontos dos cariocas e do CRAC-GO, outro derrotado desta tarde de sábado. Jogando na Baixada Fluminense contra o Macaé, os goianos perderam por 2 x 1, com direito a um gol de William aos 44 do segundo tempo para dar a vitória ao time Alvianil, que assume a liderança provisória do Grupo B, com 28 pontos, mas ainda espera o resultado do jogo do Mogi Mirim, que ainda neste sábado enfrenta o Madureira, em casa, em outro confronto entre paulistas e cariocas.
 

Confira os resultados deste sábado pela série C:
Fortaleza 2 x 1 Luverdense
Grêmio Barueri 3 x 2 Duque de Caxias
Macaé 2 x 1 CRAC-GO

Com muitos problemas, Inter finaliza preparação para receber o líder

O time gaúcho não conta com Índio, Airton e D'Alessandro

Por Gazeta Press 28/09/2013, às 19h48
 

Ainda muito irregular neste Campeonato Brasileiro, o Internacional terá muitos problemas para o jogo contra o líder da competição, o Cruzeiro, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), em Novo Hamburgo (RS). O maior deles é o meia D'Alessandro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo consecutivo
O zagueiro Índio e o volante Airton também serão desfalques pelo mesmo motivo, aumentando a dor de cabeça do técnico Dunga, que preferiu usar o intervalo entre a última partida - empate com o Atlético-PR, pela Copa do Brasil - e esta para recuperar fisicamente o seu elenco.
No meio-campo, Otávio, Alex e Fabrício disputam a vaga de D'Alessandro, sendo que o primeiro é o mais cotado para começar jogando no Estádio do Vale, no interior do Rio Grande do Sul. Já na linha de frente, Leandro Damião e Scocco lutam para atuar ao lado de Forlán
Damião vive má fase, sem marcar há nove duelos, e poderá ir ao banco de reservas, vendo o colega argentino como titular. A provável escalação colorada é a seguinte: Muriel; Gabriel, Jackson (Ronaldo Alves), Juan e Kléber; Josimar, Willians, Jorge Henrique e Otávio (Alex); Forlán e Damião (Scocco).
Após treinamento no CT Parque do Gigante, o técnico Dunga falou: "Agora, cada um tem que se superar, dar o melhor de si para conseguir a vitória. Vamos jogar contra o líder. É a oportunidade de mostrarmos o valor do grupo, de fazer valer o peso do grupo, sem seu capitão e líder da equipe."
Com duas derrotas consecutivas na série A - para Bahia e Portuguesa -, o Inter aparece na quinta colocação e tem 34 pontos, cinco a menos do que o arquirrival, o Grêmio, último posicionado no G-4. A Raposa lidera o torneio, com 50 tentos.

Uma vitória com autoridade e o Atlético se impõe como favorito

Jogadores do Atlético comemoram o gol de Diego Costa (AP Photo/Andres Kudacki) 
 
Jogadores do Atlético comemoram o gol de Diego Costa (AP Photo/Andres Kudacki)
Trivela 

Por Leandro Stein 28/09/2013 19:25
 
 
A conquista da Copa do Rei marcava um aviso claro do Atlético de Madrid. Os colchoneros estavam prontos para afastar o rótulo de freguês do Real Madrid, de time sem competitividade. As boas atuações na Supercopa, contra o Barcelona, reforçaram a capacidade do time de Diego Simeone para desafiar os gigantes do país. E a prova definitiva deste poderio veio neste sábado, outra vez no Santiago Bernabéu. Vitória por 1 a 0 sobre os merengues, a sétima seguida em La Liga. Como não acontecia há tempos, o Atleti se coloca como um dos grandes favorito ao título.
Os sinais de amadurecimento do time de Diego Simeone são dados há quase dois anos, com a campanha incrível dos rojiblancos na Liga Europa. Na temporada passada, o desempenho no Campeonato Espanhol foi notável, assim como o potencial nos mata-matas. E, mesmo perdendo Falcao García, o Atlético demonstrou que a sua consistência é coletiva. Rodada após rodada, o clube foi batendo quem aparecesse no seu caminho. O Real Madrid, para seu desgosto, foi a nova vítima. Pela primeira vez desde o Villarreal em 2007/08, um time se intromete no duelo particular de Real e Barça na Liga.
A atuação do Atlético neste sábado repetiu a fórmula do sucesso vista na final da Copa do Rei. A equipe fez um trabalho excelente sem a bola, compactando as linhas de marcação e dando pouquíssimos espaços ao Real. O empenho dos jogadores era o principal trunfo da equipe, que também tinha rápida saída de jogo. E graças a um esforço defensivo, o desarme de Filipe Luís sobre Ángel Di María, é que Diego Costa conseguiu abrir o placar.
Spain Soccer La Liga
O Real Madrid, por sua vez, voltou a apresentar algumas das debilidades constantes sob o comando de Carlo Ancelotti. O time mantinha a posse de bola, mas tinha pouca profundidade. Mesmo Cristiano Ronaldo não aparecia para o jogo, atuando longe demais da área. Enquanto os merengues ainda tentam se acertar com o novo comandante, o Atleti vive o auge do entrosamento no esquema armado por Simeone. E os rojiblancos forçaram um jogo pesado, cheio de faltas e de momentos de tensão, que não foram bem contornados pelos anfitriões.
No segundo tempo, o Real até melhorou. Luka Modric e Gareth Bale foram a campo, substituindo Ángel Di María e Asier Illarramendi. Contudo, o desenvolvimento do time se dava mais pelo afrouxamento do Atlético na marcação do que pelos próprios méritos. E, do outro lado, Diego López continuava a trabalhar. Mais uma vez, o goleiro foi o melhor homem em campo dos blancos, realizando três defesas importantes. E, quando o arqueiro não pôde fazer nada, o travessão evitou que Koke anotasse um golaço.
Na base do desespero, o Real Madrid ainda tentou arrancar o empate nos últimos minutos, sem sucesso. Álvaro Morata saiu do banco e fez mais do que os atacantes que começaram a partida, mas nada suficiente para que o placar fosse modificado. Os blancos veem os rivais abrirem cinco pontos de diferença na tabela, algo que os € 139,5 milhões a mais que gastaram com reforços nesta temporada estão longe de sugerir.
Enquanto isso, o Atlético de Madrid reforça a imagem de time pronto para grandes feitos. Se na final da Copa do Rei o clube quebrou um jejum de 14 anos sem ganhar um dérbi, agora encerrou a pior sequência contra os rivais em La Liga. O melhor início do clube na história da competição, que alimenta os sonhos que os colchoneros mantêm desde 1995/96: a reconquista da Espanha. Com tamanha consistência, não há como duvidar.
Formações iniciais
Real x Atlético
Destaque do jogo
Diego Costa. A atuação do centroavante foi grandiosa não só pelo gol, mas pela forma como incomodou a defesa do Real Madrid. O camisa 19 encarou com os zagueiros, discutiu com Diego López e contribuiu bastante para o estilo direto de sua equipe. Foram oito faltas recebidas, quase metade das 17 cometidas pelos merengues. Além disso, o brasileiro forçou três defesas de Diego López e deu um passe para finalização de Arda Turan.
Momento chave
A defesa de Courtois, aos 39 do segundo tempo. O goleiro não teve uma atuação tão decisiva quanto na Copa do Rei, mas evitou o empate do Real Madrid no fim do jogo. Morata acertou um voleio à queima-roupa, mas o belga conseguiu espalmar. No rebote, Miranda afastou.
Os gols
11’/1T – GOL DO ATLÉTICO DE MADRID! Di María dá bobeira na saída de bola e é desarmado por Filipe Luís. A bola sobra com Koke, que explora o espaço deixado por Arbeloa e enfia para Diego Costa. O centroavante só tem o trabalho de tirar do alcance de Diego López.
Curiosidade
O Atlético de Madrid nunca havia vencido duas partidas consecutivas no Santiago Bernabéu. Já as duas últimas vitórias seguidas no estádio do Real Madrid haviam acontecido em 1920 e 1921, no antigo Campo de O’Donnell, aposentado pelo clube dois anos depois.
Ficha técnica:
REAL MADRID 0×1 ATLÉTICO DE MADRID
Real Madrid_escudo Real Madrid
Diego López, Álvaro Arbeloa, Pepe, Sergio Ramos e Fábio Coentrão; Ángel Di María (Gareth Bale, no intervalo), Asier Illarramendi (Luka Modric, no intervalo), Sami Khedira e Isco (Álvaro Morata, 28’/2T); Cristiano Ronaldo e Karim Benzema. Técnico: Carlo Ancelotti.
Atlético de Madrid
Thibaut Courtois, Juanfran, Miranda, Diego Godín e Filipe Luís; Arda Turan (Cristian Rodríguez, 43’/2T), Gabi, Tiago e Koke; David Villa (Raúl García, 42’/2T) e Diego Costa (Léo Baptistão, 40’/2T). Técnico: Diego Simeone.
Local: Estádio Santiago Bernabéu, em Madri
Árbitro: Antonio Mateu
Gols: Diego Costa, aos 11′/1T
Cartões amarelos: Fábio Coentrão, Álvaro Arbeloa, Pepe e Sergio Ramos (Real Madrid); Arda Turan, Koke, Diego Costa e Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Cartões vermelhos: Nenhum