sábado, 7 de setembro de 2013

Resultados de sábado

Séries A, B, C e D do Brasileirão e sete estaduais

Grêmio tem vitória sofrida e polêmica sobre a Portuguesa. Na Segundona, três primeiros colocados vencem. Aparecidense passa às quartas na Série D

Por Rio de Janeiro

CAMPEONATO BRASILEIRO 2013
 (19ª rodada)
Ponte Preta 1 x 3 Internacional CRÔNICA / VÍDEO
Santos 1 x 0 Goiás CRÔNICA / VÍDEO
Vitória 1 x 1 Atlético-MG CRÔNICA / VÍDEO
Fluminense 1 x 0 Bahia CRÔNICA / VÍDEO
Grêmio 3 x 2 Portuguesa CRÔNICA / VÍDEO
VEJA A TABELA COMPLETA
 
 
Campeonato brasileiro série B 2013
 (20ª rodada)
Atlético-GO 1 x 3 Palmeiras CRÔNICA / VÍDEO
Paraná 1 x 0 ABC CRÔNICA / VÍDEO
Sport 0 x 2 Icasa CRÔNICA / VÍDEO
VEJA A TABELA COMPLETA
 
 
 
CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE C 2013
 (PRIMEIRA FASE - 13ª RODADA)
Mogi Mirim 2 x 1 Caxias-RS CRÔNICA
Grêmio Barueri 1 x 1 Guarani CRÔNICA
VEJA A TABELA COMPLETA
 
 
CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE D 2013
 (OITAVAS DE FINAL - VOLTA)
Tupi-MG 2 x 2 Aparecidense CRÔNICA
VEJA A TABELA COMPLETA
- A Aparecidense está classificado para as quartas de final.
 
 
 
COPA PAULISTA 2013
 (PRIMEIRA FASE - 9ª e 13ª RODADAs)
Taubaté 1 x 2 São Caetano CRÔNICA
São Carlos 0 x 0 XV de Piracicaba CRÔNICA
Noroeste 1 x 0 Francana CRÔNICA
Rio Branco-SP 1 x 0 Paulista CRÔNICA
São Bento 2 x 0 Ituano CRÔNICA
Sertãozinho 1 x 1 Ferroviária CRÔNICA
Inter de Limeira 0 x 0 Independente-SP CRÔNICA
Joseense 0 X 3 Santo André  
VEJA A TABELA COMPLETA
 
 
 
CAMPEONATO PAULISTA SEGUNDA DIVISÃO 
(TERCEIRA FASE - 4ª RODADA)
Tanabi 1 x 1 Primavera CRÔNICA
VEJA A TABELA COMPLETA
 
 
CAMPEONATO CARIOCA série C 2013 
(SEGUNDO TURNO - 4ª rodada)
São Gonçalo EC 2 x 0 São Pedro  
VEJA A TABELA COMPLETA
 
 
COPA RIO 2013
 (PRIMEIRA FASE - 2ª RODADA)
Goytacaz 1 x 0 Olaria CRÔNICA
Boavista 2 x 0 Barra da Tijuca CRÔNICA
Audax Rio 1 x 0 Sampaio Corrêa-RJ CRÔNICA
VEJA A TABELA COMPLETA

 
 
CAMPEONATO MARANHENSE SÉRIE B
 (PRIMEIRA FASE - 10ª e ÚLTIMA RODADA)
Sabiá 0 x 0 Araioses CRÔNICA
VEJA A TABELA COMPLETA  
 - Araioses garante o acesso à Série A do Maranhense.  
 
 
campeonato sul-mato-grossense série b 2013
 (primeira fase - 4ª rodada)
Costa Rica 0 x 2 Coxim
VEJA A TABELA COMPLETA
copa espírito santo 2013 
(semifinal - ida)
Rio Branco-ES 1 x 0 Real Noroeste CRÔNICA
VEJA A TABELA COMPLETA

BRASILEIRÃO

Com sofrimento

Grêmio permite reação, mas vence a Portuguesa com gol nos minutos finais

Kleber marcou de pênalti aos 41 do segundo tempo para fazer 3 a 2, em marcação protestada pelo adversário


Grêmio permite reação, mas vence a Portuguesa com gol nos minutos finais Diego Vara/Agência RBS
Barcos abriu o marcador na Arena Foto: Diego Vara / Agência RBS
André Baibich
O Grêmio abriu 2 a 0 de vantagem sobre a Portuguesa, permitiu a reação dos visitantes, mas teve forças para buscar o gol da vitória em um lance polêmico. Kleber marcou de pênalti aos 41 do segundo tempo, em marcação veementemente protestada pelo adversário, e fez 3 a 2. O time de Renato pulou a 34 pontos na tabela e assumiu a provisória vice-liderança — Botafogo e Atlético-PR podem ultrapassar o Grêmio no domingo.
A desenvoltura que se imaginava em um Grêmio com o retorno de Zé Roberto ao meio-campo não se mostrou na primeira etapa. O time de Renato martelou, pressionou, mas pouco criou diante de um adversário limitado, mas bem postado.
Sem conseguir furar o bloqueio defensivo, passou a insistir nos cruzamentos para a área nos primeiros minutos. Alex Telles era acionado com frequência e levantava a bola em busca dos atacantes. A zaga da Portuguesa, bem posicionada, afastava o perigo.
Aos 13 minutos, Werley saiu com uma lesão no tornozelo após disputa forte com Diogo no meio-campo. Gabriel o substituiu. Aos poucos, a Portuguesa deixou um pouco o campo defensivo e procurou atacar, mas esbarrava na limitação técnica de seus jogadores ao tentar construir jogadas ofensivas.
A iniciativa do jogo, porém, seguia gremista. O que não significava que os problemas de criatividade haviam sido solucionados. A não ser por tentativas de fora da área de Souza, Rhodolfo e Alex Telles, o Grêmio não ameaçou o gol de Lauro nos primeiros 45 minutos.
Um bom início de segundo tempo fez com que o Grêmio abrisse boa vantagem na Arena. Passava-se pouco mais de um minuto quando Pará levantou na área e Kleber completou para as redes, mas quando comemorava, viu que o auxiliar marcava impedimento e anulava o lance. Imagens das câmeras de televisão mostraram que o atacante estava em posição legal.
O equívoco foi corrigido aos 6 minutos, quando Alex Telles cobrou escanteio da esquerda, Souza desviou na primeira trave e encontrou Barcos sozinho, na pequena área, para apenas escorar de cabeça. 1 a 0.
O segundo não demorou muito a sair. Aos 11, Kleber apareceu do lado esquerdo e levantou para a área, onde apareceu Zé Roberto para bater de primeira, rasteiro, e ampliar a vantagem.
A Portuguesa iniciou a reação aos 25, quando um descuido da marcação permitiu que Bruninho ingressasse na área sem marcação. Ele concluiu em cima de Dida, mas a bola bateu em Rhodolfo, que corria para tentar impedir o chute e acabou marcando contra. O empate viria aos 31, em escanteio cobrado por Correa pela direita que encontrou a cabeça de Luis Ricardo antes de ir para o gol de Dida.
A polêmica se instalou no gramado da Arena cinco minutos depois, quando Kleber caiu na área após choque com Rogério. O árbitro Jaílson Macedo Freitas marcou pênalti. Quando Kleber preparava-se para bater, Bruninho, que já recebera cartão amarelo por reclamação, foi expulso por continuar protestando.
Cercado pelos jogadores da Portuguesa, o árbitro pediu ajuda à Brigada Militar, que o cercou. O zagueiro Valdomiro, revoltado, socou os escudos na esperança de atingir o juiz. Também recebeu o vermelho.
Após a confusão, aos 41, Kleber bateu no meio do gol para dar números finais à vitória tricolor.


BRASILEIRÃO — 19ª RODADA — 7 DE SETEMBRO DE 2013
GRÊMIODida; Werley(Gabriel, 13'/1ºT), Rhodolfo(Matheus Biteco, 43'/2ºT), Bressan, Pará, Souza, Ramiro (Maxi Rodríguez, 32'/2ºT), Zé Roberto e Alex Telles; Kleber e Barcos.
PORTUGUESA
Lauro; Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro, Rogério, Ferdinando, Bruno Henrique(Bruninho, 17'/ºT), Moisés, Souza(Corrêa, 16'/2ºT), Diogo, Gilberto

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA), auxiliado por Fabio Pereira (TO) e Edilson Frasao Pereira (TO)
Gols: Barcos, aos 6 minutos; Zé Roberto, aos 11 minutos(G); Rhodolfo (contra), aos 25 minutos e Luis Ricardo, aos 31 minutos (P), Kleber, 41 minutos do segundo tempo (G).
Cartões amarelo: Diogo (P), Barcos (G), Bruno Henrique (P);
Cartões Vermelhos: Bruninho, Valdomiro (P)
Público: 21.219 pessoas (19.565 pagantes)
Renda: R$ 783.260,00
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre


Próximo jogo — 11/09/2013
Brasileirão — 20ª Rodada
Náutico x Grêmio — Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata



ZHESPORTES

RESULTADOS DO MINEIRO DA SEGUNDA DIVISÃO

Segunda Divisão

Resultados da rodada



Unitri 2x1 Jacutinga
Gols:7-Giuliano, aos 6´do 2T, 18-Vinicius, aos 41’ do2T (Unitri); 11-Rodolfo, aos 30´do 2T (Jacutinga)
Público:143 pagantes
Renda:R$1.200,00


Novo Ipatinga 1x0 Trio
Gol:15-Sharlei, aos 39´do 2T
Público:276 pagantes
Renda:R$1.510,00


Coimbra 1x2 Valério
Gols:8-Lucas, aos 28´do 1T (Coimbra); 9-Tiago, aos 23´e aos 3´do 2T (Valério)
Público:29 pagantes
Renda:R$275,00


 Montes Claros 3x0 Arsenal
Gols:9-Vinícius, aos 34´do 1T, 10-Leandro, aos 34´e 44´do 2T
Público:270 pagantes
Renda:R$2.230,00

R10 FICA

Ronaldinho diz que segue no Atlético-MG até final de 2013
Jogador garante permanência ao menos até fim de contrato Foto: Gil Leonardi / Agência Lance
Jogador garante permanência ao menos até fim de contrato
Foto: Gil Leonardi / Agência Lance

Alvo de especulações no futebol europeu, o meia-atacante Ronaldinho avisou que fica no Atlético-MG ao menos até o final deste ano, quando acaba seu contrato.

"Está tudo ótimo aqui. Feliz de estar podendo ajudar. Se Deus quiser, até o final do ano estamos aí", afirmou o camisa 10 alvinegro, em entrevista à TV Alterosa.

Ronaldinho chegou ao Atlético em junho de 2012, assinou acordo válido por seis meses e prorrogou o contrato por mais 12.

O jogador foi recentemente vinculado ao Besiktas, que teria se reunido com o irmão e agente do atleta, Assis. Mas o time turco deve deixar a tentativa de levar o astro para a segunda metada da temporada europeia.

Já o outro time que teve seu nome ligado ao de Ronaldinho foi o alemão Schalke 04, que gostaria de contratar o jogador depois de um início de temporada com o ataque apagado.

O Besiktas está fora de competições europeias. Já o Schalke se classificou para a fase de grupos da Liga dos Campeões 2013/14.

 
 
Lancepress!

ENTREVISTA DE FERNANDINHO

 EXCLUSIVA AO TERRA


Fernandinho nega peso por substituir Bernard e lamenta fase do São Paulo

Fernandinho não vê prejuízo por ser tomado como substituto de Bernard Foto: Adalberto Marques/ Agif / Gazeta Press
Fernandinho não vê prejuízo por ser tomado como substituto de Bernard
Foto: Adalberto Marques/ Agif / Gazeta Press

  • Direto de Belo Horizonte (MG)
De volta ao Brasil após um ano no Al-Jazira, dos Emirados Árabes, Fernandinho já ganhou vaga como titular do campeão da Libertadores Atlético-MG. O atacante herdou a camisa 11 de Bernard, ídolo alvinegro que se transferiu ao Shakhtar Donetsk, e nega se sentir pressionado para repetir o desempenho do jovem.

Em entrevista ao Terra, o jogador ainda celebrou a presença do técnico Cuca no clube mineiro e a chance de conquistar um Mundial mesmo sem ter participado da vitoriosa campanha no torneio continental. Fernandinho só desanima quando o assunto é o São Paulo, equipe pela qual atuou entre 2010 e 2012. Evitando polemizar sobre Juvenal Juvêncio ou Rogério Ceni, ele torce para que o time tricolor escape do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.



Confira a entrevista exclusiva:

Terra - Você chegou ao Atlético-MG com a função de substituir o Bernard, inclusive já usando o número que ele usava. Como você vê essa pressão, já que ele era o xodó da torcida atleticana? Fernandinho - É um prazer, um privilégio. Bernard é um menino que está se tornando um grande jogador, está em idade de aprendizado, mas vai crescer. Estou encarando da melhor forma possível. Ele deixou algo precioso, o título. A torcida gosta dele. Nada mais merecido por tudo que fez.




Terra - Acha que isso vai te prejudicar ou pode ajudá-lo a se motivar?
Fernandinho -
Acho que não prejudica. O jogador tem que estar ciente do que pode acontecer. Quando a gente substitui um grande jogador, a pressão é grande, até pelo número, mas isso é normal.




Terra - Você tem característica de segurar muito a bola, mas chega a um time que tem outras maneiras de jogar, inclusive fazendo muitos passes. Como será isso?
Fernandinho -
É tranquilo. Tenho a característica de segurar e tocar pouco, mas a bola chega para definir. O time faz isso, e dependendo da posição vou pra cima. Mas também tenho grandes jogadores comigo: Ronaldo, Tardelli, Jô, Luan, Guilherme... São grandes atletas, todos com qualidades de passe. Então vai ser tranquilo. Pode acontecer de ter que ir pra cima, mas acho que a qualidade facilita.
Fernandinho prioriza Brasileiro e descarta Mundial de Clubes 
 
Fernandinho prioriza Brasileiro e descarta Mundial de Clubes

Terra - O que você tem a dizer desses primeiros contatos com o Cuca?
Fernandinho -
Muito bom. Agradeço pela forma que me recebeu. Deu carinho 
e confiança, não só pra mim, mas para o grupo. Isso é importante.



Terra - Muitos falam que ele é um técnico cheio de superstições e manias. Já verificou isso neste período?
Fernandinho -
Não prestei atenção nisso. O que sei é que ele é determinado, inteligente, é campeão, merecidamente, da Libertadores. O Brasil torce a favor dele por tudo o que fez, pelos anos anteriores. É um grande treinador e está mostrando isso.



Terra - Como é chegar a uma equipe para disputar um Mundial de Clubes? Sonhou algum dia com esta oportunidade?
Fernandinho -
Foi o que me chamou atenção. A forma como a equipe joga, os jogadores, o que fazem dentro de campo. Todos aqui me receberam bem, sou grato por isso. É importante chegar e ser bem recebido. Chegar para disputar o Mundial, então quero ajudar. A conquista é ótima para todos, é um privilegio. Tive outras propostas, até de outros clubes brasileiros, mas quis vir para o Atlético até por isso.

Terra - O que a passagem pelo Oriente Médio te trouxe de experiências positivas e negativas? Passou por dificuldades durante este período por conta da cultura diferente?
Fernandinho -
Tive dificuldade no início com o calor. Cheguei lá em época quente, e essa foi a dificuldade. Depois comecei a fazer gols e daí fiquei tranquilo. A ajuda do Ricardo Oliveira (atacante brasileiro) também foi importante.



Terra - O clube que o fez ganhar fama nacional está passando por uma situação complicada. Como você vê o atual momento do São Paulo?
Fernandinho -
É difícil. É um momento que o São Paulo não está acostumado, mas as experiências só acontecem quando você passa. Foram anos de alegrias, dificuldades iguais a essa foram poucas, mas acho que vai sair da zona, tem time pra isso. Jogar dessa forma é difícil, tem pressão da imprensa e torcida. Mas o clube vai sair dessa sem dúvida



Terra - Quais você crê que são os motivos para o clube estar vivendo este momento?
Fernandinho -
É complicado apontar. Eu creio que é fase. O futebol acontece em fases. Um dia ia chegar esse momento, e infelizmente é agora. Mas o São Paulo tem grandes jogadores e vai sair dessa. O momento é difícil, mas vai sair, não tem motivo para um time desse prolongar um momento desse. Tenho carinho grande por lá, torço por eles, menos contra o Atlético (risos).



Terra - Muitos criticam a permanência do Juvenal Juvêncio por muitos anos no comando do São Paulo. Você crê que isso é prejudicial mesmo ao clube?
Fernandinho -
Eu sou suspeito para falar do Juvenal. Sempre gostei dele e acho que é injustiça. Ele ganhou muitas coisas com São Paulo. Tem que ter respeito por ele, pelo que fez pelo clube. Não tenho muito pra falar. Acho um grande presidente, tenho carinho por ele e ele por mim, e é mais um motivo para torcer.
Fernandinho relembrou dificuldades com clima quente do Oriente Médio Foto: Daniel Ramalho / Terra
Fernandinho relembrou dificuldades com clima quente do Oriente Médio
Foto: Daniel Ramalho / Terra

Terra - Em uma entrevista recente, o técnico Ney Franco disse que o Rogério Ceni manda e desmanda dentro do São Paulo. Durante o período que você passou por lá, como foi sua relação com o goleiro?
Fernandinho -
O Rogério sempre foi um cara que teve influência grande no São Paulo, até por ter conquistado muitas coisas lá, e isso é merecido. A questão de mandar ou não é algo pessoal, é algo difícil de falar, não sabemos de tudo o que acontece. Ele merece ter essa influência, representa muito dentro do São Paulo.



Terra - Ele tem o poder mesmo de queimar quem não o agrada, como o Ney Franco disse?
Fernandinho -
Eu não sei responder. Acho que pelo perfil, pelo que conheço do Rogério, ele não é de queimar as pessoas lá dentro. A gente não sabe de tudo que acontece, mas o Rogério tem caráter. Ele procura sempre ajudar o grupo da melhor forma possível.