Patrocinadora deseja pagar 50% da folha salarial do Cruzeiro com nova parceria com o clube

O Cruzeiro ganhou mais um aliado na luta pela sua reconstrução


O Cruzeiro ganhou mais um aliado na luta pela sua reconstrução
Divulgação/Cruzeiro
A diretoria celeste ampliou a parceria com a Bem Protege Proteção Veicular, que desde 2019 é patrocinadora do clube e agora almeja participar de forma mais efetiva nesse processo de remontagem celeste.

Em entrevista na tarde desta terça-feira (4), na Toca II, a associação, ligada ao mercado de proteção veicular, informou que vai bancar uma cota anual do Sócio Reconstrução para cada cruzeirense que proteger seu veículo com planos da Bem Protege. Estiveram presentes na sala de imprensa do CT azul e branco o gestor de futebol estrelado, Carlos Ferreira, o presidente da Bem Protege, o "pastor" Ismael, Gleidson Batista, um dos proprietários da associação, e os jogadores Léo e Fábio.

O empresário Gleidson Batista mostrou um desejo audacioso: que a arrecadação pelas adesões dos cruzeirenses aos planos de seguros consiga destinar 50% do valor da folha salarial do Cruzeiro.

De acordo com o gestor de futebol celeste, Carlos Ferreira, a folha salarial do clube é de R$ 3 milhões. Portanto, para atingir o propósito de ajudar com o pagamento de metade do salário da Raposa, a Bem Protege teria que conseguir 125 mil adesões de seguros (cada uma repassando R$ 144 ao Cruzeiro) para alcançar o montante de R$ 1,5 milhão.

"A campanha nada mais é do que, cada sócio, cada torcedor do Cruzeiro que fizer uma nova proteção ou migrar a proteção de seu veículo de outra instituição para nossa empresa, esse torcedor será presenteado pela Bem Protege com o plano Sócio Reconstrução. Pagaremos o plano anual. A nossa expectativa com isso é fazer com que a folha de pagamento do clube seja minimamente 50% bancada pelo produto lançado", afirmou Gleidson Batista em entrevista na Toca II.

A campanha da Bem Protege e do Cruzeiro reuniu dois jogadores que se tornaram símbolos, o goleiro Fábio e o zagueiro Léo, além do ex-meia Alex, ídolo da história cruzeirense.

"Juntamente com o Alex, um grande ídolo, por conhecer Gleidson, Ismael (presidente da Bem Protege), pessoas íntegras e que amam o clube, fazemos parte dessa reconstrução. Estamos envolvidos, eu e o Fábio, para que a Bem Protege, com os apoiadores, cresça ainda mais, o torcedor se sinta identificado, adquira o plano e ajude na reconstrução do clube. Eu, Fábio e o Alex estamos envolvidos nesse processo de reconstrução para ajudar. Essa paixão pelo clube é assim, é nesse momento que provamos que somos cruzeirenses, que apoiamos o clube e estamos juntos", ressaltou o zagueiro Léo, atual capitão do Cruzeiro.

Repórter: Guilherme Guimarães - Hoje em Dia

Postar um comentário

0 Comentários