A mais completa cobertura. Informação com credibilidade. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

terça-feira, 21 de junho de 2022

Projeto de estádio do Cruzeiro em Betim prevê aumento da capacidade para 50 mil lugares

Ronaldo prometeu avaliar a possibilidade de o Cruzeiro fechar acordo com Betim pela administração da arena que será construída na cidade da Região Metropolitana de BH. O projeto do estádio, hoje, contempla capacidade para 45 mil torcedores, mas pode chegar próximo de 50 mil.

A declaração foi de Vittorio Medioli, prefeito de Betim. Ele lembra que a Arena MRV, estádio do Atlético-MG com previsão de inauguração para 2023, terá 46 mil lugares.

"Dependendo dos entendimentos, essa arena poderia crescer. Estamos fazendo as constas naquele local, mas chegaríamos a esgotar a capacidade. Teria como acrescentar mais cerca de 4 mil (lugares), e estaríamos beirando 50 mil. Arena do Atlético é 46 mil, essa aqui seria para 45, 46 mil."

O projeto conta com participação de um investidor estrangeiro, com custo de cerca de R$ 450 milhões. Os recursos seriam totalmente privados. O município cederia a área. O Cruzeiro teria direito a cerca de 80% da bilheteria de uma partida e poderia ainda explorar camarotes e bares em dias de jogos.

Pelo projeto, a arena seria construída em um terreno de 100 mil metros quadrados, próximo à Via Expressa e à BR-262. O estádio proposto pela prefeitura estaria situado a cerca de dez quilômetros de onde vem sendo erguida a Arena MRV, futuro estádio do rival Atlético-MG.

A conversas estão em fase inicial. O projeto foi revelado na última semana. Independentemente de o Cruzeiro fechar acordo, a arena será erguida com plano de as obras durarem dois anos, segundo projeto da Prefeitura. A tendência é que haja reuniões com integrantes da equipe de Ronaldo a partir desta semana.

Em meio à possibilidade de administrar o estádio na Região Metropolitana, o Cruzeiro também negocia para ter melhores condições no Mineirão. Ronaldo se reuniu pessoalmente com o Governador de Minas Gerais, na semana passada, e o Gigante da Pampulha foi pauta.

O clube mineiro busca melhores condições, visando explorar também os camarotes e outras fontes de renda do estádio, em dias de jogo. Até por isso, Ronaldo entrou em rota de colisão com a Minas Arena. A empresa respondeu e criou mais um episódio de atrito entre as partidas. Atualmente, o consórcio tem contrato vigente com o Governo de Minas Gerais. A validade é até 2037 – com possibilidade de prorrogação até 2045.

GLOBO ESPORTE 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.