Cuca diz que sente muito por ver torcedor do Atlético aguentar chacota

Bruno Cantini/Atlético

Além de ter assumido a culpa pela derrota no clássico para o Cruzeiro, por 1 a 0, nesse domingo, o técnico Cuca, do Atlético, também se dirigiu ao torcedor, que iniciará a semana como alvo de "chacota" dos rivais. Segundo o comandante, ninguém se sente mais incomodado do que ele pelo insucesso no jogo mais aguardado da temporada.

Apesar do revés, o Atlético se manteve na liderança do Campeonato Mineiro, com 21 pontos, e garantiu vaga na semifinal com duas rodadas de antecedência. O Cruzeiro, por sua vez, assumiu a segunda colocação, com 17.

“O que mais me incomoda nas derrotas é a minha atitude. Se eles (jogadores) foram mal, a culpa é minha. Não tem nenhum cidadão que esteja mais 'P' da vida do que eu. O torcedor vai ter que aguentar chacota e encheção de saco. Mas não pense que não conversamos, não enfatizamos, mas eu não consegui reportar isso para o campo de jogo. Isso é meu trabalho. Vamos ver se eu consigo fazer isso no próximo clássico”, disse Cuca, fazendo mea-culpa.

O treinador destacou que em momento algum o Atlético subestimou a capacidade do Cruzeiro antes do clássico. O favoritismo atribuído ao Galo teria sido algo enfatizado pela imprensa com base no alto investimento do clube em contratações.

Por toda a expectativa criada ao longo da semana, Cuca sabe que a frustração do atleticano é muito maior depois dessa derrota para o Cruzeiro.

“Usamos todas as características que tínhamos para buscar o empate, mas não foi possível. Isso é uma avaliação técnica que eu fiz. É claro que o torcedor do Atlético quer passar por dentro da tevê e me pegar. E com razão. No lugar deles, eu também estaria p*** do mesmo jeito por tudo que se criou durante a semana, com favoritismo que não foi falado por nós, mas estava explícito pela imprensa e por todos devido ao investimento que temos”, argumentou.

O Atlético volta a campo às 16h de domingo, diante do Boa, no Mineirão, pela 10ª rodada.

>> Superesportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.