América sofreu sete gols sem Messias e com o zagueiro, Ceará não foi vazado

Mourão Panda/Divulgação/América-MG

Um dos destaques do time do América na última temporada, o zagueiro Messias foi vendido para o Ceará em 24 de fevereiro. Coincidência ou não, desde que o defensor deixou o clube, foram duas derrotas e sete gols sofridos. Em contrapartida, na nova casa, Messias disputou três jogos, e ajudou o Vozão a não sofrer gols nas competições.

A última partida de Messias pelo América foi a vitória por 1 a 0 sobre o Treze, da Paraíba, pela 1ª fase da Copa do Brasil, em 18 de fevereiro. Já sem o zagueiro, que estava sendo negociado, o Coelho venceu o Cruzeiro por 1 a 0, pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro.

Na sequência, o América sofreu sete gols, o dobro dos gols sofridos antes da paralisação do Campeonato Mineiro, em 22 de março. Na ocasião, o time havia sido vazado em apenas 3 oportunidades. Além disso, o time vem de três resultados ruins, com duas derrotas e um empate.

No Ceará, o cenário é o oposto. Desde que Messias estreou com a camisa alvinegra foram três jogos, três vitórias e nenhum gol sofrido: 2 a 0 contra o CSA na Arena Castelão, 4 a 0 sobre o Sport na na Ilha do Retiro e 3 a 0 sobre o Salgueiro na Arena Castelão. O defensor foi titular em todas as partidas, estando em campo por 360 minutos

O América entra em campo nesta quarta-feira (14) contra o Ferroviário-CE, às 19h, pela 2ª fase da Copa do Brasil em busca da reabilitação na temporada. Já Messias poderá estrear na Copa Sul-Americana na quarta-feira (21), quando o Ceará enfrenta o Jorge Wilstermann, da Bolívia, às 19h15, em Fortaleza.

>> O Tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.