Prováveis escalações, dúvidas e desfalques de Atlético e Fortaleza na 11ª rodada do Brasileirão

📷 Bruno Cantini / Atlético 
Hoje em Dia

Terminar a 11ª rodada do Campeonato Brasileiro na terceira colocação é a principal meta do Atlético neste domingo (21). A partir das 16h, o time comandado pelo técnico Rodrigo Santana encara o Fortaleza, de Rogério Ceni, no Independência.

Quarto colocado na competição, com 19 pontos conquistados, o Galo terá pela frente um Tricolor que luta para se manter longe da zona da degola. Com 13, o time cearanse está na 13ª posição do Nacional.

Ainda sem definir quais serão os titulares para o jogo no Horto, Santana fará o último treino neste sábado (20). Contudo, durante a entrevista coletiva realizada na tarde desta sexta (19), na Cidade do Galo, o treinador afirmou que usará força máxima, ou seja, os onze que apresentarem as melhores condições físicas.

Cabe lembrar que, no meio da semana seguinte, o Atlético inicia com o Botafogo a briga para ver quem avança às quartas de final da Copa Sul-Americana.
Sem desfalques, mas tendendo a poupar alguns atletas, o comandante do alvinegro deve optar por: Victor, Patric , Igor Rabello, Réver , Fabio Santos ; Zé Welisson , Elias , Luan, Cazares, Chara e Alerrandro.

Fortaleza
Já o Fortaleza, que não se mostra muito animado para surpreender os mineiros - o próprio Ceni disse em entrevista que precisa de reforços para conseguir encarar os gigantes da Série A de igual para igual -, perde atletas importantes para o jogo em Minas Gerais.

O meia-atacante Osvaldo não foi a campo nesta sexta, ainda em Fortaleza, pois segue tratando uma lesão na panturrilha esquerda e, por isso, tem mínimas chances de estar em campo. Além dele, Ceni sabe que não contará Edinho, impedido de atuar por questões contratuais - o atacante pertence ao Atlético.

"O Atlético conhece bem o estilo de jogo do Fortaleza. Nós não temos muito o que surpreender ninguém. Nós temos um time, praticamente, e a gente valoriza muito todos os atletas que estão aqui, só que nós não temos alterações no setor ofensivo. Se não tem alterações, não tem surpresas para o adversário. O que tem que fazer é ser consistente, fazer um bom jogo e, sem surpresas, tentar vencer dentro da consistência. Surpresas nós não podemos fazer no momento para ninguém", reclamou Rogério em coletiva realizada no fim da semana.

A provável escalação do Tricolor, que vem de vitórias contra Cruzeiro e Avaí, é a seguinte: Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Juninho, Araruna e Marlon; Romarinho, Wellington Paulista e André Luís.

Postar um comentário

0 Comentários