A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

sábado, 12 de março de 2022

Procon de Timóteo fiscaliza postos de combustíveis contra práticas abusivas

Prefeitura de Timóteo 

O Procon de Timóteo fiscalizou postos de combustíveis após o anúncio do aumento de preços de gasolina, diesel e gás de cozinha pela Petrobrás. O cenário levou muitos consumidores aos estabelecimentos para abastecer.

Em alguns postos, segundo o órgão, os proprietários alteraram os preços nas bombas, antecipando o repasse da elevação aos clientes.

Como forma de coibir a ação, o Procon visitou os estabelecimentos nessa quinta-feira (10) para conferir se os valores já tinham sido alterados. Em alguns postos, foi constatado o aumento antes do valor ter sido repassado pelas refinarias.

Segundo o gerente do Procon de Timóteo, Silvio dos Santos Ribeiro, o reajuste só poderia ser feito a partir desta sexta-feira (11).

“O nosso entendimento é que o combustível que estava sendo vendido pertence ao estoque anterior ao aumento. Por isso desenvolvemos essa ação para coibir essa prática desleal e irregular”, afirmou.


Durante a abordagem, foi exigida a nota fiscal de compra dos combustíveis. Dos 10 estabelecimentos visitados, quatro foram notificados com auto de infração. Os proprietários têm 10 dias para apresentar a defesa.

“No nosso entendimento, e que já está pacificado entre os Procon’s de todo o país, houve infração por parte dos postos ao colocar preço novo nas bombas antes do aumento de preço passar a valer efetivamente”, explicou.

Nesta sexta, a fiscalização se estendeu aos demais postos e aos distribuidores e depósitos de gás de cozinha.

“Essa atitude de reajustar o preço antes mesmo de o aumento chegar nas refinarias representa uma prática abusiva e implica numa série de consequências negativas para a população, pois impacta diretamente no preço das mercadorias. Esse controle é importante para manter o equilíbrio nas relações de consumo”, concluiu Silvio.

(G1 Vales de Minas Gerais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.