A mais completa cobertura. Informação com credibilidade. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

terça-feira, 15 de março de 2022

"Brasil está pronto para a 2ª Guerra Mundial", diz Guedes em discurso

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se confundiu nesta terça-feira (15/03) e disse que o país está pronto para uma 2ª Guerra Mundial, ocorrido em 1939 a 1945. A declaração ocorreu durante discurso no lançamento do Novo Marco de Securitização e Fortalecimento de Garantias Agro, no Palácio do Planalto.

"O Brasil é duro na queda: caiu, levantou, está em pé, já sacudiu e está mais arrumado do que o pessoal lá fora. Nós estamos com déficit zerado. Nós estamos prontos para outra briga. Se vier a Segunda Guerra Mundial aí, estamos prontos de novo, nós vamos expandir de novo, porque nós estamos com o déficit zerado", apontou.

"O nosso déficit saiu de 1% do PIB. Quando chegamos ao governo, tínhamos 2%. No nosso primeiro ano, que foi em 2019, cortamos pela metade, reduzimos para 1%. Com a pandemia fomos a 10,5% e voltamos a zero. Nossas despesas 19,5% do PIB, foram a 26,5%, voltaram a 18,7%. Então realmente vocês podem olhar com orgulho uns para os outros, nós todos juntos, porque a calamidade foi terrível, foi a maior crise sanitária dos últimos 100 anos", completou.

Guedes disse ainda que a equipe da economia tem um protocolo de crise que inclui exceção ao teto de gastos que inclui exceção ao teto de gastos. "Estamos prontos, temos protocolo de guerra todo preparado, temos a PEC emergencial, temos o botão de emergência, temos a exceção ao teto se for preciso, estamos preparados para qualquer guerra".

Após a declaração, Guedes se explicou a jornalistas sobre as falas. “De um lado, tem uma guerra que foi a pandemia, foi um evento mundial, uma guerra sanitária. E aí, eu falei, se vier agora uma segunda, por causa da Ucrânia que sobe fertilizantes sabe tudo, nós já temos todo o protocolo de como reagir. Foi isso o que eu quis dizer. Estamos lamentando essa tragédia. Estamos super entristecidos. O Brasil votou 3 vezes na ONU já contra a invasão. Então não estava querendo guerra, nada disso”.

“Só fiz esse comentário porque da última vez, eu dei uma escorregada porque eu quis falar o seguinte: cada brasileiro tem dois dispositivos digitais, pode ter até dois celulares, aí saiu Iphone. Era para ser celular e saiu Iphone. Então, só para esclarecer”.

“Não estou falando de Segunda Guerra Mundial. Nada disso. Teve essa guerra sanitária mundial que foi a pandemia e agora tem uma segunda que foi a Ucrânia com a Rússia, que subiu o combustível, os fertilizantes, e isso nos atinge. Aí eu quis dizer que se houver essa guerra do petróleo, essa guerra dos grãos, nós vamos estar preparados para reagir. Só isso”, concluiu.

(Estado de Minas)

Um comentário:

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.