A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

sábado, 26 de fevereiro de 2022

Músico mineiro conta o drama de tentar sair da Ucrânia após invasão russa

Redes sociais

O produtor musical e compositor Jammes Pires de Castro, mais conhecido como Jamba, de 32 anos e natural de Frutal, no Triângulo Mineiro, é mais um de centenas de brasileiros que vivem o drama de tentar sair da Ucrânia.

Ele residia em Kiev e há cerca de três dias tenta fugir da guerra do país com a Rússia. Ele contou que já andou cerca de 20 quilômetros e ficou esperando aproximadamente 10 horas em cidade ao lado da fronteira com a Polônia.

“Estou perto da Polônia, mas não consegui ainda entrar no país. Eles não estão deixando homens saírem da Ucrânia, apenas mulheres e crianças. Estou super cansado. Na última noite dormi somente umas três horas; fiquei no frio em mais de 10 horas na fronteira. O jeito que eles estão tratando as pessoas é desumano”, disse desanimado.

Jammes contou também que neste momento está descartada opção de voltar para Kiev.

“Lá está está muito perigoso. Talvez eu vá para uma cidade chamada Lviv, fica no oeste da Ucrânia e estão falando aqui que é bem segura. Ou vou tentar cruzar a fronteira para outros países, como Romênia ou ir pra outro lugar. Pode demorar semanas para eles deixarem os homens saírem do país. Deus está no controle”, declarou o produtor musical, que também trabalha como compositor, multi-instrumentista e arranjador brasileiro, sendo conhecido por seus trabalhos no cenário da música cristã contemporânea.

“A cena do povo tentando sair do país é a coisa mais comovente que já vi. Mulher segurando filho e andando quilômetros no frio e esperando horas e horas. Estava com alguns amigos e agora estou sozinho. Amanhã vou tentar conectar com algumas pessoas”, finalizou.

(Estado de Minas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.