A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

domingo, 13 de fevereiro de 2022

Crianças de 5 anos recebem primeira dose da vacina em BH nesta segunda

Reprodução

Na campanha de vacinação contra a COVID-19, a semana em Belo Horizonte começa com a aplicação da primeira dose para crianças sem comorbidades de 5 anos, nascidas a partir de agosto de 2016, e que ainda tenham 5 anos na data da vacinação. De acordo com Secretaria Municipal de Saúde/Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), será necessário levar aos locais de imunização o documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF e comprovante de residência na capital.

Também na segunda-feira (14), haverá repescagem de dose de reforço para grupos prioritários e faixas etárias já convocadas, cuja data da segunda dose tenha completado quatro meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF.

Também haverá repescagem de quarta dose para pessoas com alto grau de imunossupressão, cuja data da dose adicional tenha completado quatro meses (necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade, CPF e comprovante da condição de saúde). A PBH prevê ainda repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação; crianças sem comorbidades de 11, 10, 9, 8, 7 e 6 anos, completos até a data da vacinação; e de 5 anos, nascidas de fevereiro a julho de 2016, e que ainda tenham 5 anos na data da vacinação.

Calendário das doses de reforço em BH (fevereiro)

Dia 14/02 (segunda-feira)

primeira dose para crianças sem comorbidades de 5 anos, nascidas a partir de agosto de 2016, e que ainda tenham 5 anos na data da vacinação. É necessário levar, preferencialmente, o documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF e comprovante de residência em Belo Horizonte;
repescagem de dose de reforço para grupos prioritários e faixas etárias já convocados, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;

repescagem de quarta dose para pessoas com alto grau de imunossupressão, cuja data da dose adicional tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade, CPF e comprovante da condição de saúde;

repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação, crianças sem comorbidades de 11, 10, 9, 8, 7 e 6 anos, completos até a data da vacinação, e de 5 anos, nascidas de fevereiro a julho de 2016, e que ainda tenham 5 anos na data da vacinação

De 15 a 17/02 (terça a quinta)

repescagem de dose de reforço para grupos prioritários e faixas etárias já convocados, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;

repescagem de quarta dose para pessoas com alto grau de imunossupressão, cuja data da dose adicional tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade, CPF e comprovante da condição de saúde;

repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação, crianças sem comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação

Dia 18/02 (sexta-feira)

dose de reforço para pessoas de 36 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;

repescagem de dose de reforço para grupos prioritários e faixas etárias já convocados, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;

repescagem de quarta dose para pessoas com alto grau de imunossupressão, cuja data da dose adicional tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade, CPF e comprovante da condição de saúde;

repescagem de primeira dose para crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação, crianças sem comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação

Documentos para vacinar crianças

Para serem vacinadas, as crianças com ou sem comorbidades devem estar acompanhadas de pais ou responsáveis e apresentar, preferencialmente, o documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina. Os locais serão disponibilizados no portal da PBH.

Caso o acompanhamento seja por terceiros, é necessário apresentar o termo de autorização para vacinação, disponibilizado no portal da PBH, devidamente preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis.

Em nota divulgada neste domingo (13/2), a PBH informou que, para as pessoas receberem a dose de reforço, é necessário apresentar o documento de identidade, cartão de vacinação e ter recebido a segunda dose no prazo de pelo menos quatro meses. As autoridades esclarecem que “os chamamentos continuarão a ser feitos, mas se uma pessoa, independentemente da idade, já completou esse prazo, pode procurar um dos pontos de vacinação para tomar o reforço”.

No caso das pessoas com alto grau de imunossupressão, que vão receber a quarta dose da vacina, é necessário ter tomado a dose adicional há pelo menos quatro meses.

Horários de funcionamento das unidades de saúde

O Centros de Saúde e postos extras em Belo Horizonte funcionam, em dias úteis, das 8h às 17h. Já o horário dos pontos de drive-thru é das 8h às 16h30. Os shoppings funcionam das 13h às 19h30. A vacinação infantil é das 9h às 16h.

A PBH reforça que as pessoas convocadas devem se vacinar nos locais listados para cada grupo e sempre checar os endereços, disponibilizados no portal da prefeitura, antes de se deslocarem aos pontos de imunização. A Secretaria Municipal de Saúde orienta que o usuário se vacine no dia da convocação.

As autoridades alertam: “Caso a pessoa se dirija às unidades em data posterior, estará sujeita a enfrentar filas, já que os pontos de repescagem estão distribuídos em uma unidade por regional e por tipo de vacina”.

(Estado de Minas) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.