A mais completa cobertura. Informação com credibilidade. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

sexta-feira, 17 de dezembro de 2021

"Caso Réver": deputado aciona MPMG para "acompanhar e apurar" episódio

Reprodução 

O deputado estadual Léo Portela (PL) acionou, nesta sexta-feira (17), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para 'acompanhar e apurar' o suposto episódio de agressão a uma criança por parte do zagueiro Réver, do Atlético. As cenas de discussão no Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte, foram filmadas na noite desta quinta-feira (16).

Procurada pelo Superesportes, a assessoria de imprensa do MPMG esclareceu que, geralmente, o protocolo é feito pela secretaria da respectiva Promotoria de Justiça. Depois, o caso é distribuído a um promotor. A investigação policial também deve ser finalizada para que o MP siga com o caso.

No Twitter, Léo Portela compartilhou o documento da solicitação e destacou: 'Jamais apoiarei qualquer tipo de agressão contra crianças! Agora é com o MPMG". 

O episódio

Imagens publicadas nas redes sociais mostram o jogador sem camisa ao lado da família sendo conduzido por seguranças do local.

De acordo com testemunhas, Réver teria se irritado com uma provocação de um garoto. O jovem teria pedido para tirar uma foto ao lado do zagueiro e fez gestos com as mãos em referência à goleada por 6 a 1 sofrida pelo Atlético para o rival Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro de 2011. O veterano estava em campo pelo Galo na ocasião.

Réver reagiu à provocação e se desentendeu com familiares do garoto. Ele foi conduzido ao Centro Integrado de Segurança Pública do Aeroporto de Confins para esclarecimentos. De acordo com a rádio Itatiaia, Réver foi ouvido pela Polícia Militar e liberado para casa. O defensor passará por exame de corpo de delito.

Posicionamento do Cruzeiro

A Raposa, principal rival do Galo, se pronunciou por meio do Twitter. "Agressão contra uma criança, quando confirmada, seja quem for o autor, seja qual for o clube da criança agredida - e obviamente mesmo que nada tenha de relação com futebol - será uma agressão e, portanto, desprezível e indefensável", postou o Cruzeiro.

O diretor de comunicação do Cruzeiro, Vinicius Lordello, também atualizou a torcida: "Não pretendemos fazer disso um espetáculo porque seu fato gerador é triste. Mas importante vocês saberem que o clube está em contato com a família", afirmou.

Apoio do Atlético e de ex-presidente

Em postagem nas redes sociais, o Atlético mostrou apoio a Réver e divulgou a versão do zagueiro sobre o caso. "Sobre os episódios envolvendo o zagueiro Réver, divulgados hoje pela imprensa, o Galo afirma que está fechado com seu capitão! As agressões e insultos a ele desferidos não foram dirigidos ao atleta, mas a toda a Massa Atleticana", publicou o clube.

"Réver estava embarcando para suas férias, em companhia de sua mulher e de seus filhos, quando foi afrontado por torcedores adversários. O Atlético admira a diversidade de opiniões, mas não o desrespeito. Estamos juntos, capitão! Agrediu o Réver, agrediu a Massa", finalizou.

Ex-presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara mandou um recado para o zagueiro: "Caro Réver, o sucesso incomoda muito os recalcados. Caso esse tipo de situação volte a acontecer, apenas aperte a descarga e dê as costas! Lembre-se: um pontapé dado por um homem de bem, valoriza o imbecil! Vai descansar, campeão!", disse Câmara.

(Superesportes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.