A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Brasil estreia com vitória sobre a Alemanha nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão

Richarlison e Arana fazem a dança do Pombo na vitória do Brasil contra a
Alemanha (Foto: Ian MacNicol/Getty Images)

Foi bonito de ver, mas também deu certa agonia. O Brasil atropelou a Alemanha na estreia da seleção masculina no torneio de futebol olímpico, venceu por 4 a 2, mas poderia ter feito sete - sim! - com tranquilidade.

A vitória garante a liderança do grupo D ao Brasil, que enfrenta Costa do Marfim, vencedora também na primeira rodada, no próximo domingo.

Richarlison fez três gols, Paulinho marcou um golaço no fim da partida. Para os alemães, marcaram Amiri e Ache, na segunda etapa.

Dupla poderosa

O técnico André Jardine transformou o 4-3-3 - formação mais usada na preparação do time olímpico - num 4-4-2. E quem se deu bem foi o Pombo. O atacante Richarlison fez dupla com Matheus Cunha, marcou três gols em menos de 30 minutos e poderia ter feito ainda mais.

Foi massacre brasileiro desde o início da partida - 12 finalizações, com várias chances claras, no primeiro tempo. Os alemães, finalistas da Euro sub-21 em 2017, 2019 e 2021, marcavam lá em cima os brasileiros, que achavam latifúndios com ótima visão de jogo.

Segundo tempo

A segunda etapa parecia que seria no mesmo ritmo. Com poucos minutos, Antony, Matheus Cunha e Claudinho criaram e perderam boas chances. Mas a Alemanha descontou. Amiri aproveitou rara chegada próxima da área e chutou. A bola quicou, enganou Santos, que falhou no gol alemão.

O Brasil voltou à pressão e teve a expulsão do capitão Arnold, da Alemanha, depois de entrada em Daniel Alves. Quando parecia que estava tudo resolvido, bola na área, quem é que sobe? Diego Carlos subiu pouco, o cruzamento encontrou Ache - evitemos o trocadilho - e a cabeçada saiu certeira: 3 a 2..

No fim, depois de novas oportunidades desperdiçadas, Paulinho abriu na entrada da área e colocou no ângulo. Filho de Oxóssi, o camisa 7 sacramentou a boa vitória brasileira na caminha rumo ao bicampeonato olímpico.

>> Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.