A mais completa cobertura. Informação com credibilidade. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS: FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Para evitar Superliga, Champions League planeja mudanças. Confira


Harold Cunningham/Getty Images

O principal torneio de clubes do mundo devem passar por mudanças em breve. E forçadas. Isso porque os principais times europeus têm planejado criar uma Superliga, algo que não tem agradado em nada a Uefa e a Fifa.

A entidade que rege o futebol mundial já respondeu à ameaça, afirmando que todos aqueles que participarem do projeto “Super League”, serão banidos de todas as competições organizadas pela Fifa — especificamente, a Copa do Mundo. No entanto, para acalmar os ânimos e evitar a exclusão de estrelas de suas competições, a entidade e a Uefa têm se reunido para conversar sobre possíveis mudanças na Champions.

O jornal francês L’Equipe revelou quais seriam essas mudanças para aplacar os rumos da Super League. 

Confira:

32 para 36 equipes

Semelhante ao que aconteceu à Copa do Mundo, a Uefa pretende utilizar a inclusão de quatro novas equipes para promover a competição em zonas extras do continente.
Fim da fase de grupos

A ideia é passar o Sistema Suíço. Nele, cada equipe jogará 10 partidas e os oito primeiros colocados se classificariam para a próxima fase, de oitavas de final.
Maior número de jogos

Um dos motivos que levam as equipes a considerarem a criação de uma Super Liga é o aumento das receitas. Ao fazer os times disputarem mais jogos, a UEFA faria mais dinheiro para ser distribuído entre os participantes.

Sistema de playoffs

Com oito times se classificando para as oitavas de final, os confrontos se organizariam pelo famoso sistema de playoffs, já bastante utilizado nos esportes americanos. O melhor colocado do Sistema Suíço enfrentaria o oitavo melhor, o segundo pegaria o sétimo, o terceiro jogaria contra o quarto e assim por diante.

Repescagem

Ficou de fora das oito vagas para as oitavas de final? Nada tema. A UEFA vai dar mais essa mãozinha para ninguém se sentir excluído, promovendo uma repescagem do 9º ao 24º colocado da primeira fase classificatória.

Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.