Liberado por médicos há um mês, Tardelli não sabe quando jogará no Atlético

Foto: Divulgação/Bruno Cantini

Em 15 de dezembro de 2020, Diego Tardelli era só alegria. Recuperado de uma grave lesão no tornozelo direito, o atacante de 35 anos havia sido , enfim, liberado pelo departamento médico do Atlético e voltava a treinar com os companheiros. Porém, passado um mês desde a reintegração ao elenco, a felicidade agora se mistura com incertezas. Afinal, o ídolo alvinegro não tem data estabelecida para voltar aos jogos.

O retorno às partidas oficiais depende exclusivamente do técnico Jorge Sampaoli. Em entrevistas recentes, o comandante argentino sinalizou que o experiente atacante está atrás na concorrência com companheiros de posição - especialmente por questões físicas.

"Depende da evolução dele. O dia a dia vai nos mostrando se Diego, com a grande ausência, pode competir com os que têm muitas partidas já jogadas. Isso dependerá da competição interna. Isso vai ser determinante. Um jogador que sofreu a lesão que ele teve, com tanto tempo parado, seguramente terá que se colocar em forma ou igualar aos demais", disse Sampaoli, na última segunda-feira.

As incertezas sobre Tardelli não se limitam ao aproveitamento em campo. Contratado em 12 de fevereiro de 2020, o atacante tem contrato apenas até o fim do mês que vem e ainda não sabe se permanecerá na Cidade do Galo. Desde o retorno ao clube, jogou apenas 26 minutos na vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, em 7 de março, pela primeira fase do Campeonato Mineiro, e não fez gol.

Enquanto as tratativas com a diretoria não avançam, Tardelli tenta conquistar espaço no plantel dirigido por Sampaoli. Existe a expectativa para que o atacante esteja no banco de reservas no próximo jogo do Atlético, neste domingo, às 18h15, contra o Atlético-GO, no Mineirão, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Superesportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.