A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Sampaoli destaca melhora do Atlético no segundo tempo contra o Ceará

Reprodução/TV Galo
O técnico Jorge Sampaoli destacou o crescimento da equipe no segundo tempo da vitória por 2 a 0 sobre o Ceará, neste domingo (16), no Mineirão, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Difícil, foi uma vitória construída. No primeiro tempo, um ataque não muito claro, então, ficamos expostos a algumas transições. O rival estava potencializando o plano de partida que tinha. No segundo tempo, houve um pouco mais de intensidade de ataque e não puderam suportar”, avaliou o treinador atleticano.

Com o triunfo no Gigante da Pampulha, o Galo assumiu a liderança do Brasileirão.

“São três partidas. Valorizo muito a energia desse grupo jovem de jogadores que está buscando o jogo a todo tempo. Tão importante também os rivais que enfrentamos, conseguimos vencer e seguir crescendo. Estamos em plena etapa de crescimento, o que dá valor extra ao desfrute desses jogadores a pensar muito mais no gol do adversário que no próprio”, comentou.

Sobre o fato de promover rotatividade na equipe, o comandante alvinegro disse que é algo necessário em razão do desgaste físico e, também, as características de cada adversário.

“Tem que ver muito a característica do rival que iremos enfrentar. Com a sequência de partidas, com a pandemia, a rotação é necessária não apenas para otimizar o alto rendimento, mas também para prevenir a jogadores, como no caso do Nathan, que não pudemos trocar, acabou se lesionando e acabamos perdendo um jogador muito importante para nós. Se não nos precavermos disso, seguramente vamos lamentar. Além das informações do rival, que nos mostram como vamos encontrar os espaços de ataque, também é preciso ter a rotação”, analisou.

Sampaoli espera que o Galo mantenha a ofensividade nos dois compromissos seguidos que terá fora de Belo Horizonte, contra Botafogo, quarta-feira (19), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, e Internacional, sábado (22), no Beira-Rio, em Porto Alegre.

“Depende de nós. Temos que saber que é nossa responsabilidade, com ou sem público, não abrir mão do nosso objetivo que é o ataque. Temos que seguir sendo quem somos em qualquer lugar, contra qualquer rival e da forma que seja, e buscar o resultado”, completou o técnico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.