Cruzeiro tem dia decisivo para evitar nova punição da Fifa

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
A Fifa estipulou que o Cruzeiro tem até esta quinta-feira (6/8) para efetuar o pagamento de 395.619 euros (cerca de R$ 2.472.178) ao Spartak Moscou, da Rússia, pelo empréstimo do atacante Pedro Rocha, realizado em 2019.

Caso não faça a quitação do débito, a Raposa não poderá mais registrar novos jogadores.

No dia 23 de junho, o Cruzeiro recebeu a ordem de pagamento da Fifa. Dessa forma, teve mais de um mês para tentar uma forma de conseguir o dinheiro. Pedro Rocha ficou no clube apenas em 2019. Ele teve passagem apagada pela Raposa. Em 33 jogos, marcou quatro gols. Hoje, está no Flamengo.

Nesta quinta-feira, às 17h, o presidente Sérgio Rodrigues vai anunciar novidades sobre o caso. O dirigente tem live marcada no canal do clube no Youtube. Ele responderá pergunta de torcedores e esclarecerá dúvidas sobre os processos que correm na Fifa.

Acordos

Recentemente, o Cruzeiro pagou parte da dívida com o Zorya, da Ucrânia, pelo atacante William (600 mil euros, cerca de R$ 3,5 milhões), além de ter parcelado o débito com o Independiente del Valle pela compra do zagueiro Caicedo (US$ 674.502,00, cerca de R$ 3,6 milhões), realizada em dezembro de 2016. 

A nova diretoria também entrou em acordo com o Tigres, do México, para pagar a compra de Rafael Sobis (R$ 17,2 milhões), efetivada em 2016.

Menos seis pontos

O Cruzeiro foi punido pela Fifa e começará a Série B do Campeonato Brasileiro com menos seis pontos na tabela por não ter pago o empréstimo do volante Denilson ao Al Wahda, dos Emirados Árabes, em 2016, no valor de 850 mil euros (cerca de R$ 5,2 milhões), em maio deste ano. 

Superesportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.