Gleisi Hoffmann é reeleita para ocupar presidência do PT por mais dois anos

Divulgação
Hoje em Dia 

Gleisi Hoffmann foi reeleita presidente do Partido dos Trabalhadores neste domingo (24), no último dia do 7º Congresso Nacional do PT, que começou na sexta (22), em São Paulo.

Com 558 votos (71,74%) dos 792 registrados, Gleisi ocupará a presidência do partido por mais dois anos, superando as candidaturas de Valter Pomar (11,67%) e Margarida Salomão (16,79%). O também deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) retirou sua candidatura à presidência do partido e apoiou Gleisi na reeleição. Ela havia sido eleita para o cargo pela primeira vez em 2017.

Em seu discurso, Gleisi Hoffmann atacou o governo de Jair Bolsonaro e ressaltou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Lula deixou bem claro que temos, sim, que polarizar. Somos o lado oposto de Bolsonaro. Estamos sempre ao lado do povo”, declarou Gleisi.

Ela também criticou o ministro da Justiça, Sergio Moro, responsável pela ação que condenou Lula na Operação Lava Jato. “Lula foi liberado, mas não não é a liberdade plena que nós queríamos. Nós queremos a anulação da sentença de Sergio Moro. Aliás, nós queremos a prisão de Sergio Moro pelas barbaridades que praticou”.

Aos 54 anos, Gleisi é deputada federal pelo Paraná, após ter sido senadora pelo estado entre 2011 e 2018, período em que ocupou a chefia da Casa Civil do governo de Dilma Rousseff.

Postar um comentário

0 Comentários