Usiminas comunica retorno das atividades e retomada total da produção em três dias

Reprodução/G1
Empresa afirmou que foram realizadas rigorosas vistorias em todos os setores da unidade e não foram detectadas anormalidades; investigações vão apuras as causas de explosão.

Trabalhadores da Usiminas voltaram a trabalhar na manhã desta segunda-feira (13) em Ipatinga, no Vale do Aço, após explosão de um gasômetro na sexta-feira. A empresa divulgou comunicado à imprensa e aos acionistas informando a respeito da retomada da produção na empresa. Segundo a nota, foram realizadas rigorosas vistorias em todos os setores da empresa, incluindo os três gasômetros remanescentes, e não foram detectadas anormalidades.

Já foram retomadas as operações dos altos fornos 1 e 2, da laminações a frio, da Unigal e do despacho. A previsão é de que na terça e quinta-feira desta semana sejam retomadas, respectivamente, as atividades dos setores de laminadores de chapas grossas e de tiras a quente; até o dia 15 o terceiro alto forno deve voltar a operar.

Ainda de acordo com a empresa, já foram iniciadas as investigações para apurar as causas do acidente registrado na sexta-feira (10). A Usiminas destacou que, apesar dos impactos, não houve risco para a comunidade de Ipatinga.

Entenda o caso
Um gasômetro explodiu no início da tarde da última sexta-feira (10) na Usiminas, em Ipatinga. Trinta e quatro pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas a hospital, mas até sábado (11) todas já haviam sido liberadas.

Cerca de quatro mil pessoas trabalham na unidade, mas a maioria estava em horário de almoço no momento da explosão. De acordo com o Observatório de Brasília, o fato provocou um abalo sísmico de 1.8 na escala Richter, considerado de baixa intensidade.

G1 dos Vales

Postar um comentário

0 Comentários