A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022

Um perigo! Nem desvios salvam usuários da travessia arriscada nas BRs 262 e 381

Foto: Edésio Ferreira/Estado de Minas

Abre Campo, Nova Era, Rio Casca, Roças Novas e São Domingos do Prata – Do alto de morros saturados pelas chuvas incessantes, uma mistura densa de água, lama e rochas escorrega e alcança as estradas. Sob o pavimento, a mesma água incontida pelas drenagens vai minando as rodovias e engolindo acostamentos e pistas indiferente ao tráfego pesado.

Embora com trechos já interditados por mais de 20 dias desde as chuvas intensas de janeiro e depois de receberem desvios precários, a BR-262, que liga João Monlevade a Vitória (ES), e a BR-381, via de ligação de Belo Horizonte a Governador Valadares, continuam ameaçadas de interrupções devido a desabamentos progressivos e visíveis. Alguns deles nem sequer foram sinalizados, como constatou a reportagem do Estado de Minas.

As duas estradas estão entre as rotas preferidas dos mineiros para passar o carnaval no Espírito Santo (BR-262) ou na Bahia (BR-381) e serão alvo de leilão para concessão programado para o dia 25. A mais ameaçada de ser interrompida por barreiras ou desmoronamentos é a BR-262.

São pelo menos quatro erosões engolindo as pistas entre João Monlevade e Abre Campo, sendo que nessa última cidade as chuvas interditaram a via em 18 de janeiro, após o Rio Santana ter devastado a base da estrada. Há três desvios precários providenciados pela prefeitura local, mas antes deles o município ficou durante uma semana sem acessos e intransponível aos viajantes.
O Ministério da Infraestrutura informou que os trechos têm contrato de manutenção e destacou as ações feitas nos pontos em que ocorreram os bloqueios. No último dia 3, terminaram as obras de construção do desvio no KM321 da BR-381, no município de Nova Era, em Minas Gerais.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informa que há uma empresa contratada executando serviços de manutenção permanente no desvio devido às chuvas intensas que atingem o local. Quanto à BR 262/MG, o Dnit informa seguir com os serviços de sondagens e monitoramento do maciço no KM96 da BR-262, que continua avançado, próximo à região de Abre Campo.

Os engenheiros do Departamento atuam em uma ocorrência de alta complexidade. Especialistas do DNIT também monitoram a estabilização do local e realizam os levantamentos necessários para elaborar a solução definitiva do problema do eixo principal da rodovia federal. Em janeiro, devido ao nível elevado das chuvas que ocorreram na região, o rio sofreu mudança no seu curso ocasionando um deslizamento de terra e ruptura da rodovia. Levando em conta a gravidade do ocorrido e o transtorno causado à região, o DNIT decretou emergência e já assinou o contrato para a execução dos serviços de contenção no segmento.

(Estado de Minas) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.