A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022

Homem morre esmagado por pedras de mármore de 3 toneladas

Foto: Portal Caparaó 

Um trabalhador morreu esmagado por pedras de mármore na manhã desta segunda-feira (14/2), no Bairro Ponte da Aldeia, em Manhuaçu, leste de Minas. Fernando de Almeida Mendes, de 38 anos, trabalhava junto com uma equipe responsável por carregar as chapas de pedra na carroceria de um caminhão.

As chapas despencaram da carroceria atingindo Fernando Mendes e um outro trabalhador, que foi atingido no tornozelo, socorrido e levado ao hospital. Ele morreu no local.

Segundo relato dos militares do Corpo de Bombeiros, as chapas de pedra caíram quando os trabalhadores estavam fazendo uma operação delicada, a amarração da carga na carroceria, que despencou de forma repentina.

Ainda segundo os militares, o peso das chapas de mármore era de aproximadamente três toneladas. Ao cair sobre o trabalhador, as chapas causaram a sua morte instantânea.

A Perícia Técnica da Polícia Civil de Minas Gerais, Delegacia de Manhuaçu, esteve no local e realizou os trabalhos periciais, que devem considerar as normas de transportes dessas chapas de mármore.

Uma deliberação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de 17/12/2019, determina que o transporte de rochas ornamentais deverá contar com carretas que tenham travas de segurança, que deverão ter altura suficiente para ficar o mais próximas possíveis dos blocos de rochas.

As rochas, segundo essa deliberação, também devem ficar apoiadas sobre dois ou mais barrotes de madeira, com até 20 cm de altura. Rochas mais baixas, conhecidas como interas, devem ser fixadas com oito travas, com amarração longitudinal e transversal, com uso de correntes e tensionadores.

(Estado de Minas) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.