A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Após pênalti polêmico em Atlético-MG x Athletic, Federação Mineira afasta árbitro

Reprodução

A Comissão de Arbitragem da Federação Mineira de Futebol (FMF) optou por afastar por tempo indeterminado o árbitro Paulo Cesar Zanovelli, responsável pelo apito na partida entre Atlético-MG e Athletic Club, na última terça-feira, no Mineirão. O motivo é a polêmica marcação do pênalti que deu a vitória ao Galo já no fim da partida, por 1 a 0.

Em jogo bastante truncado no Mineirão, Galo e Athletic empatavam em 0 a 0 até os 45 minutos do segundo tempo, quando Paulo Cesar Zanovelli assinalou penalidade máxima na disputa entre Ademir e o zagueiro Sidimar. Na Central do Apito, o comentarista de arbitragem Sandro Meira Ricci discordou da marcação.

- Não houve a penalidade. A gente vê que o Ademir força a passagem. Obviamente tem o braço, mas não considero que seja o braço que derrubou o Ademir - analisou Ricci na transmissão, do Premiere.

Segundo apuração do ge, a Comissão de Arbitragem da FMF também entendeu a decisão como um erro, que interferiu diretamente no resultado da partida. Assim, optou por afastar o árbitro para um "período de reciclagem", em punição semelhante à aplicada a Ricardo Marques Ribeiro e o assistente Marcyano da Silva, que cometeram erros no clássico entre Cruzeiro e América, na terceira rodada - os dois já voltaram à escala.

Os auxiliares do jogo entre Galo x Athletic, Felipe Alan Costa de Oliveira e Magno Arantes Lira, não foram punidos pela Comissão de Arbitragem da FMF, já que a entidade entendeu que a responsabilidade pela marcação do pênalti em Ademir é inteira de Paulo Zanovelli. Os assistentes não constam na escala da próxima rodada do Mineiro por um rodízio que vem sendo feito ao longo da competição.

O lance gerou revolta na diretoria e time do Athletic. O atacante Ricardo Oliveira, que fez sua estreia pelo clube no duelo contra o Galo, citou um "sentimento de impotência" com o suposto erro da arbitragem.

- As imagens estão aí para quem quiser analisar, não houve pênalti na jogada. A gente sai com um sentimento de impotência porque são coisas que a gente não consegue controlar, mas temos que estar de cabeça levantada pelo jogo que fizemos - reclamou.

Por meio de uma nota de repúdio, a diretoria do Athletic também reclamou da marcação da penalidade. "A falha grotesca da arbitragem interfere não apenas no resultado desta partida específica, mas prejudica todo o trabalho a longo prazo que vem sendo desenvolvido pelo Athletic Club", escreveu.

(Globo Esporte)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.