A mais completa cobertura. O blog campeão absoluto de visualizações. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS NO FACEBOOK, YOUTUBE, INSTAGRAM E TWITTER. ACESSE NOSSO SITE: www.futblogdosorriso.com.br

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Cruzeiro demite Diretor de Futebol Rodrigo Pastana

Gustavo Aleixo/Cruzeiro

(Rádio Itatiaia)

A reunião desta segunda-feira entre o técnico Vanderlei Luxemburgo e o empresário Pedro Lourenço, principal investidor do Cruzeiro, já causou o primeiro efeito. O diretor de futebol Rodrigo Pastana foi demitido.

A situação de Pastana no Cruzeiro se complicou após as declarações de Pedro Lourenço em entrevista à Rádio Itatiaia no último sábado (2). Sobre o diretor, o mecenas celeste disparou: “Não deveria nem ter passado na porta da Toca”.

Pedrinho foi ainda mais longe. “Se não mudar muita coisa no Cruzeiro, não vai adiantar. Tem que mudar diretoria de futebol. Se não mudar, não tem meu apoio. Não vou ficar salgando carne podre”, detonou.

Pastana foi anunciado como novo diretor de futebol do Cruzeiro em junho deste ano para o lugar de André Mazzuco, que deixou o clube e se transferiu para o Santos. O executivo foi apresentado na época pelo clube celeste como "especialista em acesso".

O executivo trabalhou em cinco clubes que conseguiram subir para a Série A: Grêmio Barueri (2011), Criciúma (2012), Figueirense (2013), Paraná (2017) e Coritiba (2019). Além disso, Pastana participou do acesso do Guarani, de Campinas, da Série C para a Série B, em 2016. No ano passado, o dirigente estava no CSA, que quase obteve o acesso e terminou a Segunda Divisão na quinta posição.

Mas, no Cruzeiro, Pastana não conseguiu repetir o sucesso obtido nos outros clubes por onde passou. Desde o início da Série B, o clube celeste jamais esteve perto do G4 e sequer chegou a figurar entre os dez primeiros colocados. Faltando dez rodadas para o fim da competição, a Raposa tem chance ínfima de voltar à Série A. O time celeste precisaria de praticamente 100% de aproveitamento nos jogos restantes para sonhar em retornar à elite do futebol nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.