Presidente da FMF confirma todos os jogos da rodada de domingo

Reprodução - Presidente da FMF, Adriano Aro

Em meio à expectativa pela realização ou não do clássico entre Cruzeiro e Atlético neste domingo (11), às 16h, no Mineirão, após o Ministério Público de Minas Gerais pedir o cancelamento dos jogos em virtude da pandemia de Covid-19, o presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), Adriano Aro, confirmou esta e as outras partidas da rodada em comunicado na manhã deste sábado (10).

"Teremos os jogos no domingo e estamos estabelecendo o contato para entender a recomendação do MP, já que agimos sempre alinhados com as autoridades de saúde desde o início da pandemia", diz a nota enviada pela assessoria da FMF.

Em vídeo, Adriano Aro afirma entre outros pontos que somente 2,2% de cerca de 90 mil testes realizados ao longo do ano em todas as competições de futebol do país deram resultado positivo, e que a grande maioria era de casos assintomáticos.

Aro afirma ainda que todos os protocolos adotados pela FMF têm aval do Comitê Extraordinário de Combate à Pandemia, do qual o Ministério Público tem assento, e que por isso se diz surpresa com a decisão.

"A entidade recebeu esse comunicado com muita surpresa, uma vez que a nossa atitude sempre foi de diálogo prévio com autoridades sanitárias. Antes de retomarmos nosso campeonato, elaboramos um protocolo sanitário feito conforme orientações de infectologistas e médicos da linha de frente, e ele foi elabotado com base na experiência técnica que tivemos ao longo do último ano. O protocolo foi avaliado e aprovado, inclusive pelo Comitê de Combate Extraordinário à Pandemia, do qual o MP tem um assento", diz em um dos trechos.

Por fim, Aro afirma que assim que tomar conhecimento dos dados usados pelo MP para sugerir a paralisação dos jogos, ele irá confrontá-los e depois então chegar a uma posição.

"O que a FMF pretende fazer agora é, em primeiro lugar ter acesso a esses dados do MP para saber se eles são ou não conflitantes com os dados já levantados ao longo do último ano. Tendo acesso a esses dados, a FMF pretende fazer uma nova análise e aí sim formar o seu convencimento, seja no sentido de suspender o campeonato ou de buscar alternativas para sua continuidade junto ao MP", completa o dirigente.

>> O Tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.