Ipatinga perde primeira servidora pública por Covid-19; assistente social atuava em hospital


A Prefeitura de Ipatinga divulgou neste sábado (25) a primeira morte de uma servidora municipal pela Covid-19. Segundo o município, Iná Corrêa de Meireles, de 55 anos, era assistente social do Hospital Eliane Martins (HMEM).

De acordo com o Executivo, Iná apresentou os primeiros sintomas no dia 12 de julho. Ela foi internada no Hospital Márcio Cunha no dia 16 e depois foi para UTI no dia 18, vindo a óbito uma semana depois.

Trajetória

A Prefeitura divulgou ainda a trajetória da servidora. Iná passou em concurso público e passou a integrar o quadro do município em 1995.

Ela atuou na Unidade Básica de Saúde do Bethânia e, depois, na Secretaria Municipal de Assistência Social, onde permaneceu por vários anos, atuando principalmente na área da infância e juventude, chegando inclusive a ser membro do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente.

Em 2010, Iná iniciou a sua trajetória no HMEM, acompanhando a equipe de serviço social. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, no hospital “destacava-se pela presteza, sensatez e principalmente na busca de soluções para as demandas que lhe eram apresentadas”.

Covid-19 em Ipatinga

De acordo com o boletim epidemiológico deste sábado, Ipatinga possui 5.213 casos confirmados da Covid-19, com 4.399 pessoas curadas e 95 óbitos.

A taxa de ocupação de leitos de UTI no SUS é de 86%, com 39 pessoas internadas. Já nos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação no SUS é de 80%, com 59 pessoas hospitalizadas.

G1 Vales

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.