Em meio a pandemia, Paulistão retorna com mapa alternativo e clássico

Estádio do Canindé recebe Ituano e Ferroviária - Foto: Ituano/Divulgação
A cidade de Itu, no interior paulista, fica a 100 quilômetros de São Paulo. É na capital, porém, que o Ituano mandará a partida desta quarta-feira (22), contra a Ferroviária às 16h30 (de Brasília). O duelo marca a volta da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Paulista, após 128 dias de paralisação. A pandemia do novo coronavírus (covid-19) explica não só a suspensão do torneio, como também o fato desse e outros jogos das duas rodadas finais do Estadual estarem agendados em lugares atípicos.

Primeiro estado a registrar casos e mortes pela covid-19, São Paulo passou de 20 mil mortes pelo vírus na última terça-feira (21). Na última semana, houve aumento de 14% nos óbitos pelo novo coronavírus no território paulista, após duas 21 dias de queda. O crescimento de 24% nos falecimentos pela doença no interior impulsionou o índice.

Em 1º de junho, o governo paulista colocou em prática o Plano São Paulo, que prevê a reabertura gradual das atividades econômicas em meio à quarentena decretada em 22 de março. O estado foi dividido em 17 regiões, qualificadas em cinco fases: Vermelha, Laranja, Amarela, Verde e Azul. Quanto mais avançada, maior a flexibilização autorizada.

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.