Publicidade

Publicidade

Publicidade

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Nova fase de abertura do comércio deve atingir 92% dos empregados de Belo Horizonte

Foto: Gabriel Rezende/Rádio Itatiaia 
Mesmo com flexibilização, secretário municipal de saúde pede que população siga se cuidando

Flexibilização do isolamento social na capital vai reativar 92% dos empregos na cidade

O secretário de Saúde de Belo Horizonte, Jackson Machado, declarou na tarde desta sexta-feira (5) que que a nova fase da flexibilização do isolamento social na capital vai reativar 92% dos empregos na cidade.

A declaração foi dada na sede da Prefeitura de Belo Horizonte durante a divulgação dos detalhes da segunda etapa de reabertura do comércio da capital.

Machado explicou o método usado para se chegar a essa porcentagem de empregos reativados na cidade. “Trabalhamos sempre no sentido de evitar que a curva de casos ultrapasse a curva de oferta de serviços de saúde. É mais uma ideia de manter o mesmo princípio, sempre pensando no menor impacto que a circulação de pessoas vai trazer para a cidade. Mas sabemos que com essa onda que vai começar agora 92% dos empregos de Belo Horizonte estarão ativos a partir de segunda-feira”, garantiu.

Sobre o impacto que a primeira etapa de abertura do comércio provocou, o secretário de saúde diz que foi relativamente pequeno. “Nós observamos um aumento médio nas passagens de circulação de ônibus durante o dia de 7,9%. Cerca de 30 mil pessoas voltaram às suas atividades comerciais naquela época. Foi um impacto pequeno o número nos ônibus aumentou, mas o número médio de passageiros em cada viagem caiu. Era 34 antes da abertura e após ela foi para 32”, detalhou Machado.

Ao falar que mesmo com a flexibilização as pessoas devem seguir se cuidando, o secretário ainda fez coro ao prefeito Alexandre Kalil.

“Flexibilizar significa sim uma exposição maior ao vírus. Temos visto pessoas fazendo atividades físicas sem máscara por aí. Por exemplo, na avenida Bandeirantes e na Lagoa Seca, vejo pessoas se exercitando e cuidando da saúde, pensando no coração, na pressão, no corpo. Mas o que me impressiona é que essas pessoas não se preocupa em não pegar a Covi-d19 ao fazer a atividade sem máscara. É um comportamento até suicida. Eu fico em dúvida se é um comportamento suicida ou, como disse o prefeito, um comportamento idiota”, exaltou o secretário.

Por fim, o secretário orienta a população a se cuidar. “é importante que as pessoas continuem não saindo caso não seja algo essencial, é importante continuar a usar máscara, é importante seguir higienizando as mãos”, pediu o secretário.

Rádio Itatiaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.