Liderança, classificação e rebaixamento: o que está em jogo na 11ª rodada do Mineiro

Foto: Mineirão/Divulgação
Seis jogos simultâneos esta quarta-feira, às 21h30, encerram a primeira fase do Campeonato Mineiro 2020. Por conta da pandemia do novo coronavírus, as partidas acontecem sem a presença de público nos estádios. A 11ª rodada envolve disputa pelo primeiro lugar, briga por classificação às semifinais e luta contra o rebaixamento ao Módulo II.

Bicampeão consecutivo em 2018 e 2019, o Cruzeiro precisa de um placar elástico no confronto direto com a Caldense para passar às semifinais. As equipes medem forças no estádio Dr. Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas, no Sul de Minas. O time da capital é o quinto colocado, com 17 pontos e cinco gols de saldo. Já a Veterana aparece em terceiro, com 20 pontos e saldo positivo de dez.

A tarefa não será fácil, pois a Caldense está invicta dentro de seus domínios, com quatro vitórias e um empate (86,66%), e sofreu gols apenas no empate por 2 a 2 diante do Patrocinense, pela sétima rodada. Por outro lado, o Cruzeiro se inspira na façanha obtida no Supercampeonato Mineiro de 2002, quando conquistou o título ao tirar uma diferença de cinco gols de saldo em relação ao adversário.

No Mineirão, o quarto colocado Atlético, com 19 pontos, depende de vitória simples sobre o sétimo Patrocinense (12) para avançar às semifinais. Em caso de tropeço (empate ou derrota), precisará secar o Cruzeiro contra a Caldense. Uma eventual queda na primeira fase frustraria os planos do alvinegro, que contou com apoio do empresário Rubens Menin, dono da construtora MRV, para investir mais de R$ 85 milhões em contratações nos quatro meses de paralisação do futebol devido à COVID-19.

Recordista com 44 títulos, o Galo pode até ser o segundo na fase inicial do Mineiro, desde que vença o Patrocinense, em BH, e o vice-líder América (22) perca para a oitava URT (11), fora de casa. Mas o Coelho, já assegurado nas semifinais, está de olho na primeira posição. Para isso, terá de triunfar no Zama Maciel, em Patos de Minas, e torcer por empate ou revés do líder Tombense (23) ante o sexto Uberlândia (14), no Almeidão, em Tombos.

No Castor Cifuentes, em Nova Lima, o jogo entre Villa Nova e Coimbra agita a batalha pela permanência na elite do futebol mineiro. Penúltimo colocado, com quatro pontos, o Leão do Bonfim tem de ganhar por qualquer placar, já que superaria o adversário no número de vitórias, principal critério de desempate da competição. Por sua vez, o clube patrocinado pelo banco BMG (10º, com 7) conta com a vantagem de atuar pelo empate.

O único duelo da 11ª rodada sem grandes perspectivas é entre o nono Boa Esporte (11) e o lanterna Tupynambás (3) - já rebaixado ao Módulo II 2021. No caso da equipe de Varginha, que jogará em sua cidade, no Estádio Melão, existe a possibilidade de participar do Troféu Inconfidência, minitorneio que contará com as presenças do quinto ao oitavo colocado.

As semifinais do Mineiro 2020 ocorrerão nos dias 2 (domingo) e 5 (quarta) de agosto. Já os embates de ida e volta da decisão serão definidos na quinta-feira da próxima semana (6/8), mediante reunião entre a Federação Mineira de Futebol (FMF) e os clubes classificados. Em ambos os mata-matas, o time mais bem qualificado na fase prévia poderá jogar por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols.

Onde assistir aos jogos da 11ª rodada do Mineiro?

Caldense x Cruzeiro - Globo e Premiere FC

Atlético x Patrocinense - Premiere FC

URT x América - Premiere FC

Tombense x Uberlândia - Globoesporte.com

Villa Nova x Coimbra - sem transmissão

Boa x Tupynambás - sem transmissão

Superesportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.