sábado, 13 de junho de 2020

Napoli elimina a Inter e encara a Juve na final da Copa da Itália

Depois de ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, na casa do adversário, e empatado em casa neste sábado, por 1 a 1, o Napoli se garantiu na final da Copa da Itália contra a Juventus. Os dois times se enfrentam na briga pela taça no estádio Olímpico de Roma, na quarta-feira, dia 17 de junho.

Com grande atuação de Messi, Barcelona massacra o Mallorca fora de casa

Com uma bela atuação do argentino Lionel Messi, o Barcelona não deu qualquer chance ao Mallorca, jogando em Palma de Mallorca, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Espanhol. Os gols da goleada foram marcados por Vidal, Braithwaite, Alba e Lionel Messi. O Barcelona chegou aos 61 pontos ganhos, se distanciando um pouco mais do rival Real Madrid que joga neste domingo contra o Eibar.

Presidente do Palmeiras diz: "Vamos voltar no momento adequado"

O presidente do Palmeiras Maurício Galiotte declarou que o clube volta aos trabalhos somente após autorizações. O cartola que juntamente com outros dirigentes esteve recentemente reunido com autoridades de São Paulo para tratar de assuntos referentes a uma possível retomada do futebol. "O Palmeiras vai manter o mesmo posicionamento desde o início da pandemia. Nos preocupamos com pessoas. Nos preocupamos com a saúde de todos, dos nossos atletas, profissionais, colaboradores, e assim vamos manter. Estamos esperando o posicionamento do governo e da prefeitura para que a gente possa, no momento adequado, com o máximo de segurança possível, no ambiente o máximo saudável possível, estar de volta aos treinamentos” disse Galiotte.

Botafogo: atacante da base assina seu primeiro contrato

O Botafogo informou que, o atacante da base, Matheus Nascimento, assinou seu primeiro contrato como jogador profissional do clube. "Cria da base alvinegra, Matheus Nascimento assinou o seu primeiro contrato profissional com o Alvinegro até 2023. Que seja o início de uma trajetória profissional gloriosa. Uh, tá maneiro! O Matheus é artilheiro!", destacou o alvinegro.

Volante sondado pelo Fortaleza prefere seguir no Vasco

Ele prefere ficar no Vasco e foi sondado pelo Fortaleza. Trata-se do volante Raul. De acordo com a matéria de Alexandre Mota, do Globo Esporte, Fortaleza sondou o volante Raul, do Vasco, como reforço para a temporada. A confirmação foi do diretor executivo do clube, Sérgio Papelin. No entanto, o staff do jogador ressaltou o desejo do atleta de seguir no time carioca. Com a resposta, a diretoria tricolor intensificou as buscas por um novo nome no mercado. O contato por Raul foi motivado pelo contrato próximo do fim, em dezembro. O volante negocia uma renovação há dois meses com o cruzmaltino e tem parte dos salários atrasada. Mesmo assim, optou por seguir no Rio de Janeiro.

Conselheiro do Corinthians: "Não gostaria de ter Jorge Jesus, prefiro Tiago Nunes"

Antonio Roque Citadini é atualmente conselheiro do Corinthians e ex-vice-presidente do clube. Ele deu uma declaração que rendeu nas redes sociais, ao dizer que, prefere o atual técnico do clube paulista do que o português Jorge Jesus, comandante atual do Flamengo e com contrato já renovado com o time do Rio de Janeiro. "Não gostaria de ter Jorge Jesus no Corinthians. Sempre tivemos grandes técnicos. Luxemburgo, Tite, Parreira, Mano Menezes. Isso sem falar nos novos, como o Carille. Então, a gente não precisa de Jorge Jesus. Ele é técnico para o Sporting. O Campeonato Português não é importante. É lógico que eu prefiro o Tiago Nunes. Você estão encantados com esse Jorge Jesus. O que ele ganhou no mundo? O time estava montado, tinha muito dinheiro. Assim fica fácil", disse ele no programa Futebol na Veia, da ESPN. Citadini, em tom de "tirar sarro", ainda citou a final do Mundial que o Flamengo acabou derrotado pelo Liverpool em um jogo muito disputado.

São Paulo homenageia ídolo dos anos 70 e 80

O São Paulo homenageou um de seus grandes destaques nos anos 70 e 80. O goleiro Toinho completou mais uma primavera. O clube por meio de suas redes sociais deixou uma mensagem. "Quem ganha parabéns hoje é o ex-goleiro Toinho, 68 anos de idade. Antônio de Pádua Soares foi campeão brasileiro de 1977 e paulista de 1980 e 1981 pelo Tricolor!", destacou.

Fred sobre negociação com o Flamengo em 2017 que não deu certo: "Mancharia a minha trajetória no Fluminense"

O atacante Fred disse que de fato, em 2017, esteve bem próximo de um fechamento com o rival do Fluminense, Flamengo, porém, que recusou. "Mancharia a minha trajetória no Fluminense", disse ele em entrevista exclusiva ao Esporte Espetacular, a primeira concedida desde o retorno do atacante ao Tricolor das Laranjeiras. Fred estava no Cruzeiro, antes de retornar ao Rio de Janeiro.

Em 24h, venda de camisa feita por torcedor do Galo rende R$ 4,5 milhões

Reprodução
A camisa vencedora do concurso Manto da Massa, promovido pelo Atlético, vendeu 22 mil unidades desde essa sexta (12), arrecadando cerca de R$ 4,5 milhões. Deste valor, cerca de R$ 3 milhões foram só nas primeiras nove horas. O clube informou que uma parte do faturamento líquido das vendas será destinada ao combate do coronavírus. Em outro momento, chegou a dizer que seria metade.

De acordo com a empresa que conduziu o processo do Manto da Massa junto ao Galo, esta é a maior venda para as primeiras 24 horas de lançamento durante a pandemia entre os clubes brasileiros - e recorde entre camisas comemorativas no futebol nacional.

O vencedor do concurso Manto da Massa foi o designer atleticano Flávio Markiewicz. Cerca de 1.500 torcedores participaram enviando camisas desenhadas por eles mesmos, com mais de 50 mil votos computados. A camisa será usada ao menos uma vez em um jogo oficial do Atlético.

"Tinha certeza que estava realizando um sonho antigo da Massa. Ao mesmo tempo, pensava no momento que estamos vivendo com a Covid-19. Estou muito orgulhoso do resultado alcançado até aqui. Todos juntos somos muito fortes. Agradeço ao nosso torcedor, sempre apaixonado", comentou o presidente Sérgio Sette Câmara ao site oficial do Galo.

As primeiras 92 horas de vendas, que fazem uma menção à goleada do Atlético sobre o rival Cruzeiro por 9 a 2, em 1927, serão exclusivas para os sócios Galo na Veia, no valor R$ 169,99. Depois, os demais sócios poderão comprar, mas com o valor de R$ 225,99.

O número de sócios Galo na Veia do Atlético aumentou de pouco mais de 22 mil para mais de 26 mil associados. Toda a estruturação, implementação e execução do Manto da Massa foram realizadas pelo Grupo End to End em parceria com a Armatore Market+Science e o departamento de comunicação do Clube Atlético Mineiro.

“O projeto do Manto da Massa é um case que mostra que é fundamental que os clubes ouçam a torcida. A camisa projetada e escolhida pelos fãs era um projeto antigo dos alvinegros que o presidente Sérgio Sette Câmara resolveu atender. Os resultados foram fantásticos e não temos ainda nem 24h de venda do produto. E o melhor de tudo é que atingimos duas frentes fundamentais: a social, com a doação de metade do faturamento líquido para o combate à pandemia, e a comercial, pois conhecemos 50 mil fãs do clube e eles nos ajudarão a deixar o Galo na Veia cada vez mais desejável para o consumidor”, afirma Reginaldo Diniz, CEO do Grupo End to End.

O Tempo / Super FC

Segundo rádio argentina, Mattos ofereceu dobro do salário pra tirar Ábila, ex-Cruzeiro, do Boca

Reprodução/Instagram 
Após anunciar o interesse do Atlético no zagueiro Junior Alonso, paraguaio que pertence ao Lille, da França, e que defendeu o Boca Juniors nas últimas temporadas, a imprensa argentina afirma que Alexandre Mattos sondou a situação de Wanchope Ábila, atacante ex-Cruzeiro.

De acordo com a Rádio Rivadavia 630, Mattos teria oferecido ao agente do jogador o dobro do salário que recebe atualmente no Xeneize. Contudo, como tem mais dois anos de contrato no clube argentino, o Galo poderia ter dificuldades para fechar o negócio.

O Atlético, como de praxe, não comenta especulações. O Hoje em Dia tentou contato com o diretor executivo do alvinegro, mas até o fechamento desta matéria, não obteve resposta. Caso responda, sua versão será acrescentada.

Hoje em Dia

Coronavírus: Ipatinga bate recorde e registra 76 novos casos em 24h

Total de casos da Covid-19 chega a 775, sendo que 416 pessoas estão curadas. Segundo município, 15 mortes relacionadas ao coronavírus foram registradas.

A prefeitura de Ipatinga confirmou 76 novos casos da Covid-19 neste sábado (13). Esse foi o maior número registrado em 24h desde o início da pandemia. O total chega a 775, sendo que já foram registradas 15 mortes.

De acordo com os dados do último boletim epidemiológico, 416 pessoas estão curadas. Mais de 2.900 casos foram notificados e 1.150 ainda seguem sendo monitorados.

O boletim aponta ainda que 2.128 casos foram descartados, com base em resultados de testes rápidos e de exames PCR.

Leitos

Como mostrou o levantamento feito pelo G1 nos seis principais municípios do Nordeste e Leste de MG, Ipatinga é a maior cidade do Vale do Aço com 263.410 habitantes, segundo o IBGE. O município possui dois hospitais que atendem pelo SUS: Hospital Márcio Cunha e Hospital Municipal Eliane Martins.

Para os pacientes de Covid-19 do SUS, são disponibilizados 30 leitos de UTI. Na cidade, até este sábado (13), 100% dos leitos estavam ocupados. De acordo com o boletim divulgado pela prefeitura, 18 pacientes são da cidade e 12 são de outros municípios.

Ainda segundo a administração municipal, os hospitais recebem pacientes de outros 14 municípios da macrorregião.

Flexibilização x casos

Em Ipatinga, a prefeitura autorizou a reabertura do comércio não essencial no dia 7 de abril, após entender que houve desaquecimento do número de contaminação, com a curva de contágio variando entre 3% a 4% por dia.

Diante disso, o comércio passou a funcionar de 10h às 16h, evitando os horários de maior pico do transporte. Contudo, shoppings, academias, bares e restaurantes permaneceram sem poder abrir as portas, funcionando apenas por delivery.

Entretanto, esses segmentos tiveram a permissão para abrir no dia 28 de abril. Na época, o município justificou que a decisão se baseou na queda nos números da Covid-19 na cidade, e a curva epidemiológica apresentar uma decrescente nos casos suspeitos da doença.

Com isso, bares e restaurantes puderam contar com atendimento presencial até às 21h, com mesas ocupadas com até duas pessoas, além das normas de higienização. Já o Shopping do Vale do Aço ficou permitido abrir de quinta a domingo, com a praça de alimentação funcionando sem mesas e cadeiras.

Atualmente, o comércio não essencial está fechado pela segunda vez, devido a multiplicação dos óbitos em decorrência da doença, no município e região, além do alto índice de ocupação de leitos de UTI e Enfermaria.

G1 dos Vales

Belo Oriente confirma segundo óbito por coronavírus

Foto: Divulgação
A Prefeitura de Belo Oriente por meio da Secretaria Municipal de Saúde confirmou na sexta (12), a noite, mais um óbito em decorrência de complicações por Coronavírus. Trata-se de um homem de 92 anos, morador do distrito de Bom Jesus do Bagre, que estava internado por problemas respiratórios.

Conforme informações de familiares, o paciente esteve internado no Hospital Márcio Cunha, por problemas respiratórios, e seguindo os protocolos exigidos pelo Ministério da Saúde neste caso, ele foi submetido ao teste diagnóstico e no dia 05 de junho, o resultado ao teste RT-PCR deu positivo. Em seu atestado, a causa principal é Insuficiência Respiratória Aguda Grave/Covid-19.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a família recebeu as orientações quanto à realização do velório e sepultamento.

Neste momento de dor, a Prefeitura de Belo Oriente manifesta profundo pesar e se solidariza aos amigos e familiares.

A Prefeitura disponibilizou o Alô Saúde, um canal de atendimento médico via telefone e whatsapp, exclusivo para as pessoas com sintomas do vírus Covid-19, pelo número: 31-99754-3640.

Zagueiro Léo volta a treinar na Toca da Raposa, após dois novos testes com resultados negativos

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Divulgação
Depois de alguns dias afastado das atividades em razão do diagnóstico de COVID-19, o zagueiro Léo está de volta aos treinamentos na Toca da Raposa 2. Nesta sexta-feira, o capitão cruzeirense retomou seus compromissos após ter resultados negativos para o coronavírus em dois exames realizados ao longo desta semana.

Com o teste positivo para a doença, Léo, que estava assintomático, logo foi afastado dos treinos e passou a cumprir as orientações de isolamento social em sua casa. Três dias depois, o defensor fez um novo exame, que se mostrou negativo para o vírus, assim como o realizado na última quarta-feira no CT cinco estrelas.

Antes dos treinamentos desta sexta-feira, os atletas e integrantes da comissão técnica foram submetidos novamente ao Swab. Vale destacar que não houve nenhum resultado positivo nos testes aplicados em todo o plantel na última quarta-feira.

“Me senti 100% hoje em meu retorno. Pude fazer em casa todos os exercícios que vinha mantendo aqui e consegui continuar com meu padrão físico. Agora vamos progredir mais com os trabalhos feitos em campo, ao lado do preparador físico e do treinador, para que a gente possa retomar as nossas atividades”, comentou Léo.

“Depois do teste positivo, recebi muitas mensagens positivas, com o apoio dos torcedores e dos amigos, sempre me incentivando a superar todas as dificuldades. Agradeço a força para que a gente continue fazendo o nosso trabalho sempre de forma feliz e alegre para que possamos superar tudo isso que estamos vivendo”, completou o dono da camisa 3.

Médico celeste, dr. Sérgio Campolina detalhou como foram os últimos dias de acompanhamento do zagueiro e destacou o retorno em segurança do jogador às atividades. O profissional chamou a atenção também para o comprometimento dos atletas para a prevenção ao coronavírus.

“Como todos sabem, o Cruzeiro tem levado muito a sério o retorno das práticas esportivas, levando em consideração principalmente o controle do ponto de vista clínico e laboratorial. Dentro do roteiro que foi estabelecido, o atleta Léo apresentou resultado positivo para o COVID-19 na coleta feita dias atrás. Apesar de não apresentar nenhuma queixa, ele foi separado do grupo e entrou em isolamento juntamente com a sua esposa. Desde então, estabelecemos um novo protocolo, em que realizamos dois novos testes no Léo e em sua esposa, cujos resultados foram negativos”, ressaltou.

“Vale destacar que o protocolo que implantamos está sendo seguindo à risca por nosso grupo. Temos praticamente 100% dos boletins diários respondidos dentro do horário estabelecido, que é exatamente antes da chegada dos atletas e funcionários na Toca da Raposa 2. Assim como o Léo, os demais jogadores que estão em afastamento continuaram respondendo o questionário, e é por isso que podemos afirmar que durante todo o processo eles se mantiveram assintomáticos”, complementou.

Em relação ao atacante Vinícius Popó e ao volante Jean, que também foram diagnosticados com o novo coronavírus, Sérgio Campolina explicou o processo de retorno e pregou cautela para a volta de ambos.

“O protocolo é individualizado e os outros atletas que testaram positivamente também estão tendo acompanhamento. Não há um prazo estabelecido para eles retornarem, pois ainda estão dentro dos passos que precisam ser preenchidos. Vale salientar que tanto o Vinícius Popó quanto o Jean estão completamente assintomáticos e em nenhum momento foi necessário estender o atendimento para nível hospitalar e nem o uso de medicamentos”, finalizou.

Site Oficial

Atlético inicia negociação com atacante de clube dos Emirados Árabes

O Atlético iniciou negociação visando contar com o atacante Keno, que tem seus direitos vinculados ao Pyramids, do Egito, e atualmente está emprestado ao Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. A informação foi divulgada pelo jornal O Tempo, de Belo Horizonte.

O empresário do jogador, Edson Ribeiro Neto, afirmou que Keno recebeu sondagens de outros clubes do exterior e também do futebol brasileiro, porém, tem preferência pelo Galo. Ele chegaria de forma definitiva ao time alvinegro.

“Estamos conversando com o Pyramids e o clube tem interesse em vender. Emprestar é impossível, e também não é do nosso interesse. A conversa hoje é só com o Atlético. Houve sondagens de outros clubes, mas Keno quer o Atlético. Ele quer voltar ao Brasil”, disse o empresário.

Os resultados do Campeonato Alemão (Bundesliga) e a classificação

Os resultados da 31ª rodada do Campeonato Alemão (Bundesliga):

Wolfsburg 2 - 2 Freiburg

Fortuna Düsseldorf 0 - 1 Borussia Dortmund

Hertha Berlin 1 - 4 Eintracht Frankfurt

Colônia 1 - 2 Union Berlin

Paderborn 1 - 5 Werder Bremen

Bayern Munique 2 - 1 Borussia Mönchengladbach

Classificação 

Posição / Time / Pontos 

1 FC Bayern München 73
2 Borussia Dortmund 66
3 RasenBallsport Leipzig  62
4 Borussia Mönchengladbach  56
5 Bayer Leverkusen  56
6 Wolfsburg 46
7 Hoffenheim  43
8 Freiburg  42
9 Eintracht Frankfurt 38
10 Hertha BSC  38
11 Schalke 38
12 1. FC Köln  35
13 1. FC Union Berlin 35
14 Augsburg  32
15 Mainz 31
16 Fortuna Düsseldorf  28
17 Werder Bremen  28
18 SC Paderborn 20

Os resultados da 31ª rodada do Campeonato Alemão da Segunda Divisão e a classificação

Foram realizados os jogos da 31ª rodada do Campeonato Alemão da Segunda Divisão:

Heidenheim 4 - 1 Regensburg

Kiel 1 - 2 Wehen

Nurnberg 0 - 1 Furth

Osnabruck 0 - 2 Bochum

Classificação

Posição / Time / Pontos

1 DSC Arminia Bielefeld 58
2 Hamburger SV 53
3 VfB Stuttgart  52
4 1. FC Heidenheim  51
5 SV Darmstadt  43
6 VfL Bochum  42
7 SpVgg Greuther Fürth  42
8 Hannover 42
9 FC Erzgebirge Aue  41
10 SV Sandhausen 40
11 Holstein Kiel 39
12 SSV Jahn Regensburg 39
13 FC St. Pauli 35
14 VfL Osnabrück 35
15 1. FC Nürnberg 33
16 SV Wehen Wiesbaden 31
17 Karlsruher SC 30
18 SG Dynamo Dresden 28

Markez Shabab Balata goleia atual tricampeão e leva a taça pela primeira vez na Palestina

Depois de três meses, a Liga West Bank de Futebol da Palestina voltou e já pintou o campeão. O Markez Shabab Balata levantou a taça ao bater o atual tricampeão Al Quds, por 4 a 1, fora de casa. A partida foi realizada no Faisal Al-Husseini International Stadium, em Al-Ram, e sem a presença de público. Foi o primeiro título da história do Markez.

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Naque confirma primeiro óbito por coronavírus

Abaixo a Nota Oficial da Secretaria Municipal de Saúde de Naque:

É com muito pesar que nosso boletim traz hoje a triste notícia de uma morte confirmada no município de Naque pela Covid-19. A vítima, um homem de 51 anos, estava internado na UPA esperando uma vaga de transferência para o hospital de Ipatinga. Como não conseguiu essa vaga, foi transferido para o CASU, hospital de Caratinga, onde veio a falecer. Conforme vem ocorrendo em muitos casos, tratava-se de uma morte com suspeita de coronavírus, mas o resultado positivo saiu hoje.

Foto: Reprodução/Secretaria Municipal de Saúde de Naque 

Bairro por bairro: confira os números dos casos de coronavírus em Ipatinga

Divulgação

Liga de Vôlei de Praia retorna na Alemanha neste sábado, sem público

O vôlei de praia já tem torneio com data marcada. A nova Die Beach Liga (Liga da Praia) da Alemanha, abre a temporada neste sábado (13), em Düsseldorf. Serão 232 jogos disputados em 30 dias, com 16 duplas na competição, sendo oito de cada gênero. As mulheres serão as primeiras a entrar em quadra. Os homens só jogam a partir do dia 20 de junho.

Nos confrontos iniciais uma equipe terá que enfrentar quatro vezes cada dupla da competição durante um período de quatro semanas. As quatro melhores parcerias disputam a “Final Four”, de onde sairá a dupla campeã. Os confrontos serão realizados na Merkur-Spiel-Arena, em Düsseldorf. Serão oito confrontos por dia, sempre com início às 17h (horário de Brasília).

Não haverá público na competição. Entretanto, a Die Beach Liga irá transmitir todos os jogos ao vivo no seu canal próprio na plataforma de streaming Twitch. Toda a tabela de partidas pode ser encontrada no site oficial da competição.

As duplas femininas serão: Victoria Bieneck e Isabel Schneider, Kim Behrens e Cinja Tillmann, Karla Borger e Svenja Müller, Leonie Körtzinger e Sarah Schneider, Sarah e Lena Overländer, Leonie Klinke e Lena Ottens, Melanie Gernert e Sara Schulz, Antonia Stautz e Leonie Welsch.

No lado masculino a disputa fica entre Alexander Walkenhorst e SvenWinter, Jonathan Erdmann e Theo Timmermann, Felix Glücklederer e Jannik Kühlborn, Eric Stadie e Benjamin Sagstetter, Dan John e Milan Sievers, Georg e Peter Wolf, Max Betzien e Dirk Westphal, Manuel Harms e Richard Peemöller.

Agência Brasil

Futebol Europeu: Juventus avança à final da Copa da Itália após empate sem gols com o Milan

Torneio ficou paralisado por mais de três meses devido à pandemia

Após mais de três meses paralisado, o futebol na Itália voltou na tarde de hoje (12) com clássico entre Juventus e Milan, no Allianz Stadium, da cidade de Turim A partida terminou empatada sem gols, e não teve a presença de público, devido às medidas sanitárias de proteção contra o novo coronavírus (covid-19). O futebol italiano foi interrompido no dia 9 de março em decorrência da pandemia.

O resultado foi melhor para a equipe de Cristiano Ronaldo que avançou para as finais da Copa da Itália, por conta do gol qualificado, marcado fora de casa, no jogo de ida, realizado em 13 de fevereiro. Na ocasião, as equipes empataram em 1 a 1, no estádio San Siro, em Milão. O outro finalista da competição sairá do confronto entre Napoli e Inter de Milão, no próximo sábado (13), às 16h (horário de Brasília) no estádio San Paolo. Os napolitanos venceram, por 1 a 0, o primeiro duelo. A final da Copa Itália está programada para a próxima quarta-feira (17), na capital Roma. vai ser realizada no dia 17, em Roma.

A Fifa aboliu a possibilidade de prorrogação e foram liberadas até cinco substituições, no máximo, que devem ser feitas em três momentos diferentes, durante os 90 minutos. As mudanças visam diminuir os riscos de lesão nos jogadores após a quarentena. Na Europa, o futebol também já voltou na Alemanha, Portugal e Espanha.

Agência Brasil

Mais um caso de coronavírus em Belo Oriente: confira os números divulgados nesta sexta-feira

Divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Oriente, nesta sexta-feira, os números de coronavírus. Foi confirmado mais um caso.

Divulgação

Divulgação

Granada de forma relâmpago vira sobre o Getafe pelo Espanhol

Uma virada relâmpago. Depois de sair atrás no placar, o Granada virou o jogo para cima do Getafe (2 a 1). Partida que o Granada jogou em casa, no Sul da Espanha, na retomada do Campeonato Espanhol. Timor fez o gol do Getafe; Ndye (contra) e Fernandez, anotaram a virada do Granada, que briga por vaga nas competições europeias.

Bayern de Munique sem a dupla "fera" de ataque no jogo que pode garantir o título

O oitavo título consecutivo do Campeonato Alemão está à caminho no Bayern de Munique. Ele pode vir no final de semana no duelo contra o Borussia Moenchengladbach. A partida será no sábado, na Allianzz Arena, em Munique. Thomas Mueller e Robert Lewandowski - dupla de ataque titular está suspensa.

Thiago Alcantara está cotado para assumir o lugar de Thomas Mueller, enquanto que, Serge Gnabry deverá substituir Lewandowski.

O Bayern será campeão de forma antecipada com uma vitória no sábado, se o segundo colocado Borussia Dortmund perder do Fortuna Duesseldorf, ameaçado de rebaixamento.

Liga Romena tem reinício suspenso após membros de equipe testar positivo

A Liga Romena voltaria, porém, devido membros de dois clubes (Botosani e Dínamo Bucareste) testarem positivo, o retorno acabou adiado.

"Todos queremos que o futebol volte aos estádios, mas a saúde dos jogadores é fundamental", disse Justin Stefan, presidente da Liga Profissional de Futebol da Romênia (LPF) nesta sexta-feira.

O país que já registrou mais de 21.400 casos de coronavírus, com 1.380 mortes.

Reintegrado ao elenco, Patrick Brey analisa os treinos no Cruzeiro

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Manhã de feriado sem descanso para os jogadores do Cruzeiro. A quinta-feira foi de continuidade nos treinamentos na Toca da Raposa 2, com o técnico Enderson Moreira e sua equipe comandando atividades com foco nas triangulações e nas finalizações.

Reintegrado ao elenco no último mês, Patrick Brey fez uma análise dos treinos, que foram retomados no dia 26 de maio. Ele comentou sobre a concorrência na lateral-esquerda do Cruzeiro, que conta ainda com João Lucas, Marcelo Hermes e Rafael Santos.

“A gente vem sempre treinando para fazermos o nosso melhor e mostrar para o professor a capacidade de futebol que temos. Estamos trabalhando todos os dias para isso e tenho a certeza de que vamos ter uma disputa sadia”, declarou.

Apesar de ser lateral de origem, Patrick Brey já atuou nas mais diversas posições nos clubes em que jogou e afirma estar à disposição da equipe para ajudar no que for preciso.

“Sempre fui lateral-esquerdo, mas como sou ofensivo, muitos dos treinadores com quem trabalhei me colocaram para jogar na frente. Creio que com o tempo fui me adaptando cada vez mais a atuar avançado, como ponta e como meia. Hoje, onde precisar, vou ajudar o time ao máximo”, citou.

Site Oficial

Atlético-MG encaminha contratação de Bueno, zagueiro brasileiro que atua no Japão

Foto: @liebenatuto22
Jogador foi indicado por Zico e é um pedido de Sampaoli, que tentou levá-lo ao Santos em 2019

O Atlético-MG está muito perto de fechar, por empréstimo, a contratação do zagueiro Bueno, brasileiro de 24 anos que atua no Kashima Antlers, do Japão. Foi um pedido de Jorge Sampaoli, que já tentou levar o jogador para o Santos, em 2019. O tempo de empréstimo de Bueno ao Galo ainda está em discussão. A tendência é que seja um acordo até o fim de 2021.

O Galo não confirma oficialmente, mas a negociação está muito próxima de um desfecho e tende a ser oficializada pelos japoneses. A carreira de Bueno foi toda construída no Japão, com passagens por Shimizu S-Pulse, Vissel Kobe e Tokushima Vortis, além do Kashima Antlers.

O jogador foi bem recomendado - a Sampaoli - por Zico, que tem vasto conhecimento do futebol japonês e é diretor técnico do Kashima.

Bueno tem as características desejadas por Jorge Sampaoli. Não é um zagueiro alto (tem 1,82m), mas tem boa velocidade e bom passe, características que o argentino entende serem essenciais para um defensor no modelo de jogo que ele pretende implantar no Galo.

Antes de avançar nas conversas por Bueno, o Atlético fez uma proposta oficial por Junior Alonso, zagueiro do Lille (França) que defende o Boca Juniors. O GloboEsporte.com já havia noticiado que o paraguaio não era o único zagueiro indicado por Sampaoli. O acordo com Bueno, se confirmado, não significa uma desistência em relação a Alonso. Ainda pode dar negócio.

Globo Esporte

América treina com retorno do meia Matheusinho

Foto: Daniel Hott/América 
Feriado de trabalho no CT Lanna Drumond. O América realizou, nesta quinta-feira, mais uma sessão de treinamentos e intensificou sua preparação de retorno ao futebol. A grande novidade do dia foi a participação do meia Matheusinho.

Depois contrair a Covid-19, o jogador ficou em isolamento por 20 dias e realizou um novo teste, na segunda-feira passada, cujo resultado foi negativo. Sem doença ativa, Matheusinho passou por exames cardiológicos e voltou às atividades nesta quinta.

Inicialmente, o meia realizou trabalhos físicos ao lado dos companheiros, no Campo 3. Em seguida, Matheusinho passou a atuar a parte, sob orientações dos preparadores físicos. Ele fez diversos exercícios de mobilidade e teve contato leve com bola.

Paralelamente, Lisca comandou o treino para dois grupos grandes. As atividades tiveram foco em aspectos técnico e tático, com muito incentivo por parte da comissão técnica. Os goleiros fizeram trabalhos específicos e, na parte final, se juntaram aos demais atletas.

Neto Berola e Renan Gomes deram sequência ao protocolo de recuperação junto ao Departamento Médico. Os dois também realizaram corridas em campo, mas ainda sem contato com a bola.

O próximo treinamento do América acontecerá nesta sexta-feira, no CT Lanna Drumond.

Site Oficial

Com UTIs lotadas, 97 cidades de Minas vivem sob risco de caos

Foto: Divulgação/Prefeitura de Ipatinga
Em municípios do Jequitinhonha, Vale do Aço e Triângulo, a capacidade chegou ao limite e a situação é agravada por outras doenças que levam pacientes aos leitos de terapia intensiva e enfermagem

Com o aumento no número de casos de COVID-19 em Minas Gerais, o sinal ficou vermelho para algumas macrorregiões que têm que lidar com altos índices de ocupação de leitos em enfermarias e unidades de terapia intensiva (UTIs) vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Além do aumento exponencial no número de doentes, – são de 18.448 casos de contaminação confirmados em todo o estado – a situação de leitos pode ser considerada crítica em quatro grandes áreas, onde vivem 9,13 milhões de pessoas, representando 43% da população. Outro alerta é que boa parte dos pacientes em tratamento nessas unidades têm outras doenças.

De acordo com levantamento feito pelo Estado de Minas, com base em dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado Saúde (SES-MG) de quinta-feira, não há nenhum leito disponível em unidades de terapia intensiva de hospitais de três macrorregiões do mapa da saúde no estado: Jequitinhonha, Vale do Aço e Triângulo do Norte. Nessas áreas, que abrigam 97 municípios e 2,5 milhões de habitantes, a ocupação de leitos de UTI supera 90%.

Na região Central, onde estão localizados 109 municípios e a população alcança 6,6 milhões, ainda há 594 leitos de UTI disponíveis. No entanto, a ocupação de mais de 90% nos leitos clínicos acende sinal amarelo. Quando analisados os dados da macrorregião Triângulo do Norte, com suas 29 cidades e 1,3 milhão de moradores, além de não haver leitos de UTIs, também não há nenhum leito de enfermaria. Também a macrorregião Central, que inclui a capital, não dispõe de leitos de enfermaria livres.

No entanto, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, a rede hospitalar de BH tem vagas tanto em leitos de enfermaria como em leitos de UTI. Os equipamentos de enfermaria somam 4.407 leitos, sendo que 70% estão ocupados. Nos leitos clínicos destinados ao tratamento da COVID-19 (683) a ocupação é de 54%. Já em UTIs, são 966 leitos com ocupação de 79%.

A taxa de ocupação por pacientes da COVID-19 é de 68% dos 246 leitos destinados ao tratamento da doença. Existe, portanto, uma diferença entre as informações apresentados pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). A reportagem do Estado de Minas procurou a SES-MG para entender a disparidade de números, mas a secretaria não se pronunciou sobre o assunto até o fechamento desta edição.

Contingência De acordo com a Saúde estadual, a rede hospitalar no estado conta com 12.928 leitos clínicos vinculados ao SUS. Segundo o levantamento, a ocupação desses leitos em enfermarias é de 71,79%, sendo 8,04% ocupados por pacientes com COVID-19 ou com suspeita da doença. Em relação aos leitos em UTIs, são 2.885 vinculados ao SUS. Desse total, a ocupação é de 72,67%, sendo 11,75% de pessoas contaminadas pelo coronavírus ou sob suspeita de infecção.

O governo de Minas informou, por meio de nota da Secretaria de Saúde, que acompanha diariamente os dados sobre ocupação de leitos em cada município. A pasta reconhece que é possível que algumas regiões apresentam índices mais elevados, próximos à casa de 100%. Segundo a SES-MG, a explicação se deve ao sistema de registro.

“O extrato dos dados do dia é retirado às 23h59 e as altas dadas pelos médicos costumam ser feitas à noite. Nesse período, é comum haver trocas de turno. Até que a alta dada seja efetivamente lançada em sistema, é possível que seja necessário algum tempo, o que pode fazer com que o leito ainda esteja ocupado em sistema, apesar do paciente já ter tido efetivamente alta”, informou em nota.

Ainda segundo a pasta, mesmo com a ocupação total ou próxima dos 100%, na macrorregião do Vale do Aço 25% da ocupação dos leitos de UTI se referem a pacientes com suspeita ou com COVID-19. No Vale do Jequitinhonha, o percentual é de 5% da ocupação dos leitos de UTI por pacientes com suspeita ou com COVID-19. Já no Triângulo Norte, a taxa é de 6,7%.

O governo estadual criou planos de contingência de cada macrorregião, elaborados para o enfrentamento à pandemia. Na quarta-feira, o Ministério da Saúde habilitou 328 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no Estado. São leitos de UTI adulto para atendimento a pacientes com COVID-19 em estabelecimentos de saúde dos municípios do estado. Na próxima semana, o estado recebe 1.047 respiradores.

Uberlândia e Ipatinga buscam alternativa

A falta de leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) para pacientes graves da COVID-19 no interior de Minas não se deve exclusivamente ao aumento de casos de coronavirus, mas da disseminação de outras doenças que já saturam a rede de atendimento. De acordo com o boletim epidemiológico de ontem da Secretaria de Estado de Saúde, o número de casos confirmados da doença no estado somou 947 em 24 horas. O número de mortos evoluiu de 409 para 431.

Entre as cidades de três regiões de Minas que vivem o colapso no sistema de saúde, Uberlândia, no Triângulo, enfrenta a situação mais caótica em relação à pandemia. De acordo com boletim da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade alcançou 2.805 casos de contaminação e 47 mortes forma confirmadas até a tarde quinta-feira, quando a taxa de ocupação de leitos de UTI na rede municipal era de 98%. Estavam internadas por causa do coronavirus 128 pessoas, sendo 50 em leitos de UTI.

A dificuldade foi reconhecida em transmissão em live nesta semana pelo secretário de Saúde de Uberlândia, Gladstone Rodrigues. “"Não quero ser pessimista, mas também não posso ser otimista. Tenho que ser realista. Não posso negar a gravidade da situação”, afirmou Rodrigues.

Ele alertou sobre o aumento da velocidade da transmissão do vírus na cidade nos últimos dias. “Demoramos 53 dias para atingir. Agora, deveremos atingir 2 mil casos em sete dias ou antes disso”, afirmou. Além da reabertura antigo Hospital Santa Catarina, com leitos (dos quais, 20 de UTI voltados exclusivamente para pacientes da COVID-19), do isolamento social e dedetização de espaços públicos, como ação para tentar contra o avanço do coronavirus, a prefeitura anuncia o reforço da testagem da população para a doença.

Ipatinga, no Vale do Aço, é outra cidade que atingiu o limite de ocupação de leitos de UTI no momento que a COVID-19 ainda não atingiu seu pico em Minas. A Prefeitura do município informou que, na quinta-feira, chegou a 650 diagnósticos positivos e confirmou 13 óbitos pelo coronavírus. Há, na cidade, 85 pacientes internados por causa da COVID-19, com 30 deles em leitos de unidades intensivas. Devido à sobrecarga do seu sistema de saúde, nove pacientes da COVID-19 foram transferidos para outros municípios da região – oito para Caratinga e um para Coronel Fabriciano.

O prefeito Nardyello Rocha (MDB) informou que está em andamento processo licitatório para a compra de 10 respiradores mecânicos.

A Superintendência Regional de Saúde de Diamantina informou que a “média mensal de ocupação dos leitos de UTI” na cidade do Jequitinhonha é de 100%. De acordo com órgão, a Diamantina conta 20 leitos de UTI, tendo sido destinadas 10 vagas em unidades de terapia intensiva para atendimento aos casos da COVID-19. (Luiz Ribeiro)

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

Febre
Tosse
Falta de ar e dificuldade para respirar
Problemas gástricos
Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

Pneumonia
Síndrome respiratória aguda severa
Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Estado de Minas

Bolsonaro acusa Mandetta de forjar números da COVID-19 no Brasil: 'Deu uma inflada'

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil 
Presidente afirmou que dados eram 'fictícios' e ironizou frases do ex-ministro durante transmissão

No dia em que o Brasil ultrapassou a marca de 40 mil óbitos e 800 mil casos confirmados de coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro fez uma grave acusação durante uma transmissão ao vivo em sua rede social. Bolsonaro disse que o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta adulterou números da COVID-19 no país durante sua gestão no comando da pasta.

O presidente afirmou que os números passados por Mandetta eram ‘fictícios’ e que ele deu uma ‘inflada’ dos dados. Bolsonaro ainda ironizou os conselhos dados pelo ex-ministro na época para que a população ficasse em casa e o fato de Mandetta levar a ciência como base para tomada de decisões.

“Levando-se em conta o ministro anterior, esses números eram fictícios. E ele todo dia estava vendendo o peixe de ‘fique em casa’, ‘não saia, a curva tem que amansar’, ‘ciência, foco, foco na OMS (Organização Mundial da Saúde)’. Olha o vexame da OMS aí. Gosto do Mandetta como pessoa, mas ali ele deu uma escorregadinha na questão da pandemia. Deu uma inflada”, acusou Bolsonaro.



Bolsonaro disse que Mandetta era um ‘cliente da TV Globo’, pelo fato de o ex-ministro conceder entrevistas à emissora em diversas oportunidades, e que por isso ele estava ‘empolgado’ em relação aos ‘números exagerados’.

“Ele foi empolgado pela Globo. Sabemos que ele era um cliente da Globo, gostava de dar entrevista para a Globo, mas nada pessoal contra ele, em outras áreas trabalhou muito bem, mas boa sorte ao Mandetta, mas houve exagero nos números da época”, concluiu.

Até o fechamento da matéria, Luiz Henrique Mandetta não havia se manifestado sobre as acusações.

Estado de Minas

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Espanhol volta com abraços após gols e vitória do Sevilla em clássico contra o Betis

Foto: Site Oficial/Sevilla
Atletas têm trabalho para obedecer distanciamento nas comemorações

Bola de um lado, goleiro do outro. Não é exatamente esse o distanciamento social ao qual se referem os protocolos de sanitários pelo mundo, mas, é como foi o gol inaugural da volta do Campeonato Espanhol de futebol após 92 dias de paralisação devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Coube ao atacante argentino Lucas Ocampos, de pênalti (assinalado com auxílio do árbitro de vídeo), abrir o placar para o Sevilla no clássico local diante do Betis, e ao volante brasileiro Fernando o gol que decidiu o placar no estádio Ramón Sánchez Pizjuán nesta quinta-feira (11).

Na vitória dos donos da casa por 2 a 0, a festa se limitou aos próprios jogadores e comissão técnica do Sevilla, já que o protocolo para retomada do futebol prevê portões fechados. Um vídeo do site do jornal espanhol Marca, divulgado antes da bola rolar, mostra policiais rodeando a parte externa do estádio para evitar a presença de torcedores no perímetro, além de barreiras de proteção e o monitoramento de um helicóptero.

O documento elaborado pela liga recomenda, também, que os jogadores minimizem ao máximo os cumprimentos ao comemorar gols. A orientação não foi exatamente seguida pelos jogadores do Sevilla, que abraçaram Ocampos efusivamente após o atacante balançar as redes aos 10 minutos do segundo tempo. Não foi diferente quando Fernando, na sequência de um passe de calcanhar de Ocampos, desviou para a meta do Betis. Além dos titulares, os atletas reservas, que se aqueciam atrás da linha lateral (respeitando o distanciamento), foram celebrar com o brasileiro. Atletas não relacionados pelo Sevilla, com máscaras e afastados uns dos outros, vibraram isolados na arquibancada.

Uma das novidades do retorno do Campeonato Espanhol foi a liberação de até cinco substituições devido ao longo tempo de inatividade dos atletas. No banco de reservas, os jogadores foram orientados a utilizar máscaras e luvas, com exceção do técnico. A rotatividade no banco foi significativa, já que os dois times fizeram as 10 substituições possíveis na partida. E o Betis ainda faria mais uma se possível, já que, nos minutos finais, o defensor Marc Bartra reclamou de câimbras.

O resultado da única partida desta quinta levou o Sevilla aos 50 pontos, seis atrás do vice-líder Real Madrid e a oito do Barcelona, primeiro colocado - ambos têm um jogo a menos. O Betis, por sua vez, estacionou nos 33 pontos e está em 12º, mas pode cair para 14º lugar na sequência da 28ª rodada. Na sexta-feira (12), dois jogos dão sequência à retomada do Campeonato Espanhol. O Granada (9º) recebe o Getafe (4º) às 14h30 (de Brasília). Já às 17h (de Brasília), Valencia (7º) e Levante (13º) fazem outro clássico local.

Agência Brasil

Mapeamento propõe estratégias locais para enfrentar covid-19

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
A disseminação da pandemia de covid-19 na cidade de São Paulo acontece de forma distinta nas dezenas de bairros, mostra o mapeamento feito pelo Laboratório Espaço Público e Direito à Cidade (LabCidade) da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP).

O estudo que observa as hospitalizações e mortes pela doença rua a rua indica que o vírus atinge de formas diferentes cada região, mesmo na comparação entre bairros com características semelhantes, e propõe que as políticas e medidas de contenção ao novo coronavírus sejam tomadas em escala menor, de forma localizada, dentro dos distritos da capital paulistana.

“Tem favela que tem [muitos casos]? Tem. Tem favela que não tem? Tem”, diz o pesquisador do LabCidade Aluízio Marino a respeito do que o cruzamento de dados feito pelo grupo tem mostrado.

Os pesquisadores usaram uma base de dados disponibilizada pelo Ministério da Saúde que mostra as internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por CEP residencial. Assim, os mapas mostram não só o número de casos da doença por região, mas por rua de ocorrência, assim como as mortes relacionadas.

Múltiplos fatores
A análise indica a existência de múltiplos fatores que levam à disseminação da doença em determinados locais. “Não é só densidade habitacional. Não é só precaridade habitacional”, enfatiza Marino ao falar sobre a necessidade de evitar discursos e conclusões pré-estabelecidas. “Inclusive, porque esses discursos foram muito usados desde a década de 1960 até hoje para remover favelas e cortiços”, lembra.

O pesquisador destaca a importância de olhar para além das simplificações (centro e periferia) e para dentro das divisões regionais administrativas, como as prefeituras regionais da capital paulista.

"Brasilândia tem a população de uma cidade de médio porte. Se você pegar os dados só por Brasilândia, dizem pouca coisa. Aonde em Brasilândia?", questiona o pesquisador fazendo referência ao distrito paulistano com maior proporção de casos e onde vivem 260 mil pessoas com diversas realidades econômicas e sociais.

“Não é só uma relação centro e periferia. No centro a gente tem lugares muito distintos, como a região da Luz onde está a Cracolândia, com várias pensões e moradores em situação de rua”, acrescenta.

Mobilidade e centros comerciais
A partir desses primeiros resultados, o grupo investiga agora outras variáveis que podem explicar a distribuição local da doença. “A gente vai cruzar isso com dados de mobilidade. Cruzar com os dados dos centros comerciais de bairro, ver se tem alguma relação entre a presença dos centros comerciais”, diz o pesquisador sobre as possibilidades que serão analisadas com mais dados a partir dos indícios fornecidos pelo entrelaçamento das informações.

“Já dá para perceber uma relação muito forte entre o centro comercial do bairro e a presença da covid”, destaca Marino sobre uma das principais hipóteses. “Onde mais circula gente é onde mais está tendo a disseminação da doença. Isso por causa da mobilidade”, aponta outro possível fator de contaminação.

Ações com articulação local
Isso, poderia indicar, de acordo com o pesquisador, a necessidade de políticas que aumentem a segurança do transporte público. “Repensar a política de mobilidade, tendo um percurso todo protegido. Espaços para as pessoas não ficarem aglomeradas, mais ônibus nas linhas. Isso tem que ser pensado nas linhas onde está mais congestionado o sistema”, propõe.

Para conseguir respostas locais eficientes, Marino acredita na importância do fortalecimento de algumas políticas já existentes no Sistema Único de Saúde (SUS). “Agente de saúde é uma preciosidade do SUS e eles estão super sucateados. Tinha que ter pelo menos o dobro de agentes de saúde na rua, fazendo trabalho de conscientização”, diz.

Outro ponto fundamental, na opinião do pesquisador, é uma articulação das políticas públicas com as organizações civis e comunitárias nos territórios. “Sentar com as lideranças comunitárias para identificar quem não consegue se isolar”, exemplifica sobre medidas que poderiam melhorar a eficiência do isolamento social, norma difícil de ser adotada por pessoas com renda instável e moradia precária.

Agência Brasil

Brasil registra mais de 325,3 mil curados do coronavírus

Foto: Márcio Lino/Prefeitura de Guarulhos 
As informações foram atualizadas às 18h30 desta quarta-feira (10) e foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde

O Brasil registrou, nesta quarta-feira (10), o total de 325.395 casos de pessoas curadas do coronavírus. As informações foram atualizadas às 18h30 e foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. O Ministério da Saúde checou os dados e consolidou todas as informações, que já estão publicadas nos sistemas oficiais e plataformas da pasta.

O número de pessoas curadas tem crescido dia após dia devido aos esforços que o Governo do Brasil tem empenhado em auxiliar estados e municípios a prepararem suas estruturas de saúde. O objetivo é fortalecer a rede de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) com recursos humanos (médicos e profissionais de saúde), aporte de recursos, envio de insumos, medicamentos, testes diagnósticos e habilitação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para casos graves e gravíssimos, melhorando a capacidade de atendimento e resposta às demandas da população.

A publicação das informações reforça o compromisso do Ministério da Saúde com a total transparência e o compromisso com a sociedade, buscando sempre alinhamento e pactuação com estados e municípios na tomada de decisões para cuidar da saúde de toda a população.

Atualmente, o Brasil tem 772.416 casos confirmados e 407.341 pacientes estão em acompanhamento médico. Nas últimas 24h, foram confirmados 32.913 casos novos da doença.

Em relação aos óbitos, são 39.680 confirmações até o momento. Nas últimas 24h, foram registrados 1.274 casos nos sistemas oficiais do Governo do Brasil, sendo que a maior parte aconteceu em outros dias. Do total, 415 óbitos foram confirmados nos últimos três dias e outros 3.608 casos seguem em investigação.

Gustavo Frasão, da Agência Saúde

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Fagner comenta possível retorno de Jô ao Corinthians e chama racistas de "cabecinha pequena"

Foto: Reprodução/TV Corinthians 
Lateral-direito fala de chance de retorno aos treinos, possível aumento do corte salarial e mais; veja como foi a entrevista virtual do jogador

A exemplo do que foi feito com Cássio, o lateral-direito Fagner participou de uma coletiva de imprensa virtual nesta quarta-feira, organizada pelo Corinthians. O jogador respondeu a inúmeras perguntas enviadas por jornalistas e falou de diferentes assuntos: do possível retorno de Jô ao combate ao racismo.

Embora chateado com a saída de Vagner Love, Fagner disse acreditar que Jô pode cumprir bem o papel de centroavante. Ele se mostra favorável ao retorno do atacante.

– O Jô é um cara que a gente já conhece, sabe da qualidade dele, da pessoa dele. Se realmente se concretizar e ele puder vir, vai ajudar. Tem identificação com o clube, é vitorioso e campeão aqui. O Jô, por ser mais alto, pode fazer mais gol de cabeça, mas os rivais dobram a marcação, então tem que achar outros meios. É ver como ele vai estar. O tempo em que ele esteve fora trouxe experiência, mais bagagem, para a gente achar a melhor maneira para ajudá-lo e aos outros atacantes também – disse Fagner.

Fagner também foi questionado sobre temais atuais, como o racismo. O lateral deu uma declaração detalhada do que pensa a respeito.

– De cabeça, não lembro de colegas vítimas comigo no campo, mas, independentemente disso, é algo que tem que ser combatido diariamente. O mais importante não é simplesmente quando acontecer um fato grave como foi aqui e nos Estados Unidos. Pense em fazer alguma coisa, colocar a mão na consciência. Não com postagem ou mensagem na rede social, isso vem da educação que você dá para seus filhos, educação na escola. Cuidar das crianças para um futuro melhor. Se hoje existe, é porque alguém no meio do caminho conheceu uma verdade que não era verdade. Cabecinha pequena. Todo mundo é igual. Quando morrer, todo mundo vai para o mesmo lugar. Tem que educar em casa e na escola sobre igualdade e praticar isso diariamente – completou.

Outro tema abordado na coletiva foi um possível aumento no corte salarial dos jogadores. Para Fagner, é um assunto que precisa ser bem discutido.

– É difícil falar sobre valores. Sabemos da dificuldade do clube, mas isso é algo que, se tiver que acontecer, tem que ser conversado com todos os atletas, comissão e diretoria. Não adianta agora falar o que pode acontecer. Se vier a acontecer, a diretoria vai se reunir com os atletas para ver a melhor situação para todos. Vamos ver o que for melhor para todo mundo.

Saída de Vagner Love

– A gente fica triste, mas sabemos que o futebol assim. Primeiro, a qualidade que ele tem. É um cara vitorioso. Vamos sentir falta dentro de campo. E fora de campo também, porque é um cara espetacular. Mesmo com o currículo vasto de títulos, você vê no dia a dia ele trabalhando cada vez mais para evoluir, com sede de vitórias. A gente torce que seja feliz onde for. Espero que consiga seus objetivos.


Flamengo voltar aos treinos e paulistas se unirem para voltar juntos

– Não incomodou em nada, cada um tem que olhar para o seu nariz. É difícil falar em voltar ao mesmo tempo, porque o epicentro é São Paulo. É a cidade mais populosa do país, temos que tomar cuidado. Acho legal os clubes se unirem aqui. Até porque não adianta voltar antes e ficar só treinando sem direção. Determinando que tenha um retorno igual, todo mundo larga igual e isso pode fazer com que o futebol ande na mesma linha e pense no coletivo.

Ficar concentrado quando futebol voltar e não retornar para casa

– É difícil falar. Porque infelizmente um vírus que a gente não sabe como e de onde vem. Complicado. Óbvio que pode se preservar dentro do clube, mas pode ir para casa e não acontecer nada. Tem que ser de cada pessoa ter os seus cuidados. Ao mesmo tempo, se acontecer isso de ter que ficar concentrado por segurança, todos vão entender. É ter paciência. Esses últimos meses são a época de ter paciência e esperança. Nunca ficamos tanto tempo dentro de casa. Tem sido difícil para todo mundo. Se rolar de ficar concentrado, tudo bem. Para nós, atletas, não ter o campo e treino com o grupo é muito difícil. A gente espera que tudo se resolva o quanto antes para voltar.

Segundo maior dono de assistências no século

– Motivo de felicidade saber que estou conseguindo deixar meu nome dentro do clube. Não tenho como objetivo dar x assistências por ano, é natural. Eu penso que o principal é o desempenho, ser regular, não ter lesões. Parte de gols, assistências, é tudo um complemento para que as coisas aconteçam da melhor forma.

Jogos sem torcida

– Difícil jogar sem torcida. O peso da Fiel em casa é alto e muitas vezes fora também. Mas temos que entender a situação do mundo, é delicado. Para poder ter futebol, temos que nos privar de algumas coisas, que é o mínimo de pessoas possível nos jogos. Se concentrar vai muito do mental. No treino e no dia a dia tem que buscar perfeição e evolução. Seja atacando, defendendo, cuidados médicos. Quando vai para o jogo sem torcida, entra muito no fator mental. É aquilo que você faz todo dia. Em questão de performance, é o que você vem trabalhando todos os dias no CT. Fazendo ali o que você reproduz.

Maratona de jogos

– Não adianta atropelar um calendário para que se termine da maneira que deveria ser. Foi um ano atípico. Se tiver que fazer alterações no Brasileiro, por exemplo, porque fazer 38 jogos em seis meses é pesado. O Brasil é um país muito grande. De Fortaleza a São Paulo, Salvador, Rio Grande do Sul. Fica quatro dias fora de casa... Tem que pensar nisso tudo. Os voos não são privados, temos que tomar cuidado também. Tem que ser bem pensado, bem estudado. Para que se termine o ano bem para começar o normal no ano que vem.

Possível Dérbi contra o Palmeiras no retorno do Paulistão

– Acho que não tem muito o que escolher. Por tudo que aconteceu, o mais importante é o futebol voltar de uma maneira segura. O mais importante é todo mundo estar bem. Fazer o que estamos acostumados no dia a dia. Jogos, concentração. A gente espera que tudo se normalize. Se for o clássico, a gente espera poder estar bem.

Pausa foi boa para o time?

– Em termos de reflexão, foi. A pressão por resultado deixa você cego para ver coisas boas. Tendo essa pausa, dá para rever muitas coisas, coisas boas que fizemos. O futebol é simples e ao mesmo tempo não é. Acham que vamos ganhar todos os jogos, mas o rival treina, estuda, se prepara para te neutralizar. Fizemos grandes jogos neste início de temporada. O Corinthians propõe mais jogo agora. Até todo mundo entender isso, leva um certo tempo. Espero encontrar o caminho das vitórias.

Aumento de lesões no retorno

– Jogadores de alto nível estão sujeitos a lesões. Hoje em dia, pela dinâmica e intensidade, os riscos vão existir. Vai muito da preparação de cada atleta, conversa com a comissão e DM para evitar uma lesão que te tire seis semanas do campo. Esse diálogo vai ser importante para evitar qualquer tipo de problema. Vai ser uma situação que todos os atletas vão estar sujeitos por mais cuidado que tenham tomado nessa parada. É diferente estar no campo dia a dia ou na sua casa.

Globo Esporte - São Paulo

Diego está na mira de seu antigo clube

Foto: Alexandre Vidal 
O Flamengo negocia as renovações de contrato com dois dos três capitães oficiais do Flamengo, Diego Ribas e Diego Alves, que tem vínculo até dezembro de 2020. No entanto, em reta final de contrato com o Rubro-Negro, o camisa 10 da Gávea voltou à mira do Santos, seu antigo clube. A informação foi divulgada pelo jornalista Diego Dantas.

Conforme o jornalista, Diego Ribas já ressaltou o desejo de continuar no elenco rubro-negro, mas aguarda uma movimentação da diretoria do clube. Ainda segundo Diogo Dantas, pessoas próximas do camisa 10 entendem que, considerando a importância do jogador para o clube, a renovação seria natural. Todavia, caso o Flamengo não sinalize a extensão do vínculo, o meia voltou à mira do Santos e tem mercado nos Estados Unidos.

Diego chegou ao Flamengo em 2016 e foi recebido pela Nação, que organizou um gigante AeroFla. Em quatro anos com o Manto Sagrado, o capitão do Rubro-Negro já passou por altos e baixos durante sua trajetória e, nos últimos anos, vem sendo alvo de duras críticas da torcida. No entanto, foi peça fundamental para a conquista do bicampeonato da Copa Libertadores da América, ao mudar os rumos da partida e garantir o lançamento do gol do título.

Nesta quarta-feira (10), um dos capitães da equipe, Everton Ribeiro, em entrevista coletiva, comentou a expectativa com a renovação de Diego Ribas e Diego Alves, e ressaltou que o desejo é quem o goleiro e o meia permaneçam no elenco.

Coluna do Fla

Número de pacientes curados da Covid-19 chega a 60,9% do total de contaminados em Pernambuco

Reprodução
Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, há 25.569 curas confirmadas do novo coronavírus.

Pernambuco tem 25.569 pacientes curados do novo coronavírus. O número, divulgado nesta quarta-feira (10), representa 60,97% do total de pacientes que contraíram a Covid-19. São, ao todo, 41.395 pessoas que receberam o diagnóstico positivo no estado. Em oito dias, o número de curados em proporção aos doentes aumentou 8,62%.

Em coletiva de imprensa transmitida pela internet, o secretário estadual de Saúde, André Longo, detalhou o boletim de casos de coronavírus desta quarta. Segundo ele, foram confirmadas 78 mortes no estado.

"São 37 pacientes do sexo masculino e 41 do sexo feminino, de 18 municípios, além de dois pacientes de outros estados, que infelizmente morreram em Pernambuco. Os pacientes tinham entre 28 e 93 anos e 62 mortes ocorreram entre 20 de abril e 6 de junho", afirmou o secretário.

Nesta quarta-feira, o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde também aponta que Pernambuco ultrapassou a marca de mil crianças de 0 a 9 anos com coronavírus. São 1.011 casos, sendo 769 leves e outros 242 considerados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

Profissionais de Saúde

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, disse que diminuiu 87,6% o número de profissionais de saúde afastados do trabalho devido à Covid-19, na capital pernambucana. São, atualmente, 121 pessoas sem ir ao trabalho por causa da contaminação. Nos piores momentos, houve 977 casos.

"A gente tem falado de várias outros aspectos que indicam a desaceleração da curva, da diminuição de atendimentos, tanto na atenção básica quando na atenção especializada para Covid-19, como novas internações de UTI, de leitos, novos chamados para o Samu. Tudo isso em curva decrescente, em curva de declínio, e um dado interessante que nós temos 121 profissionais de saúde afastados por Covid-19 e, logo antes do lockdown, no dia 12 de maio, chegamos a ter 977 profissionais afastados", declarou.
Até o momento, em Pernambuco, são 12.936 casos confirmados de profissionais de saúde com coronavírus. Houve, ainda, 13.871 casos descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.

Coronavírus em Pernambuco

Foram confirmados, nesta quarta-feira (10), 925 novos pacientes com a Covid-19 em Pernambuco. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), também foram registrados mais 78 óbitos (veja vídeo abaixo). Com isso, o estado passou a totalizar 41.935 casos e 3.531 mortes de pessoas com o novo coronavírus, números que começaram a ser contabilizados no início da pandemia, em março.

G1 Pernambuco

Homem invade prédio do jornalismo da Rede Globo com faca e faz jornalista refém; veja

Foto: Reprodução
Após minutos de negociação, o homem soltou a funcionária e se entregou

Um homem invadiu o prédio do jornalismo da Rede Globo, no bairro Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira (10). Munido com uma faca, o suspeito teria entrado no local aos gritos de “Globo Lixo”.

Assim que teve acesso à redação, o suspeito fez uma repórter refém, com a faca no pescoço.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro chegou a ser acionada. O Comandante Coronel Heitor do 23º Batalhão da Polícia Militar foi o primeiro a chegar no local e a negociar com o suspeito.

Após minutos de negociação, o homem soltou a funcionária e se entregou. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a 15ª Delegacia de Polícia Civil do Rio de Janeiro.



Em nota, a TV Globo se manifestou sobre o ataque:

Na tarde desta quarta-feira, um homem invadiu a sede da TV Globo, no Jardim Botânico, portando uma faca. Ele fez a repórter Marina Araújo refém. A segurança da Globo rapidamente agiu, isolou o local e chamou a PM. O comandante do 23° batalhão da corporação, coronel Heitor Henrique Pereira, compareceu à emissora e conduziu a negociação. O homem, que ameaçava a jornalista, liberou a repórter após alguns minutos. Marina e todos os funcionários que estavam no local não se feriram e passam bem.

A Globo repudia com veemência todo tipo de violência. Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política. Um homem que exigia ver a jornalista Renata Vasconcellos. Seguindo instruções do comandante Heitor, Renata compareceu ao local onde estava Marina e o invasor. Tão logo ele a viu, largou a faca e libertou Marina. Foi preso imediatamente. A TV Globo agradece à PM, ao coronel Heitor e a todos os policiais, cuja condução foi exemplar. Marina se comportou com coragem, serenidade e firmeza, sendo fundamental para o desfecho da situação. Renata foi corajosa, desprendida, solidária e absolutamente imprescindível para que tudo acabasse bem. As duas profissionais estão bem. E foram recebidas pelos colegas com carinho e emoção.”


Camila Kifer - Repórter - Rádio Itatiaia

Mailton vê de forma positiva as cobranças de Sampaoli

Foto: Divulgação/Agência Galo
O elenco atleticano treinou na manhã desta terça-feira (9/6), na Cidade do Galo, com a intensidade que é característica das atividades comandadas pelo técnico Jorge Sampaoli.

As exigências do treinador são vistas de maneira positiva pelo lateral-direito Mailton. Segundo ele, a tendência é que os jogadores possam evoluir ainda mais diante dessas cobranças.

"É uma cobrança que acontece em todos os setores do campo para extrair o melhor do jogador, independente da posição. Isso é bom para a gente porque ele está sempre querendo que você sempre dê o seu melhor a cada treino, a cada jogo. quem tem a ganhar com isso somos nós", destacou.

Mailton afirmou que a evolução do trabalho é gratificante e ressaltou a importância dos treinos com o grupo inteiro.

"Com pequenos grupos, eram limitados os trabalhos que a gente podia fazer. Agora, trabalhando com o grupo inteiro, um trabalho mais coletivo, a gente vai evoluindo gradativamente para acatar tudo que ele está passando e querendo que a gente faça. Então, isso acaba fortalecendo o grupo, estar trabalhando todo mundo junto no dia a dia, a gente ganha muito com isso", comentou.

O lateral concluiu afirmando que está com saudade da Massa Atleticana no estádio.

"Sinto falta da atmosfera da torcida nos apoiando os 90 minutos. Ter feito um gol na minha estreia é uma lembrança muito boa e estou com muita saudade", disse.

Site Oficial

Joia da base cruzeirense destaca parceria com companheiro de equipe

Foto: Reprodução/TV Cruzeiro
Joia formada na base cruzeirense, o zagueiro Cacá caiu nas graças do torcedor cinco estrelas graças às suas atuações seguras e importantes na defesa celeste. Com apenas 21 anos, o jogador celeste já acumula 32 jogos e um gol pela Raposa.

Apesar da pouca idade, Cacá se tornou referência no plantel do Cruzeiro, principalmente para os atletas recém promovidos ao elenco azul e branco. Assim como eles, o dono da camisa 14 começou a se destacar primeiramente na Toca da Raposa 1.

“Tive vários aprendizados desde que cheguei. Evolui como atleta, como pessoa e como homem com o trabalho feito no meio de pessoas experientes, de jogadores que já viveram tudo o que estou passando. Desde quando os meninos da base vieram (para o profissional), procuro sempre passar minhas experiências e um pouco do que aprendi, para que eles possam se firmar no Clube e nos ajudar a tirar o Cruzeiro da situação que está”, comentou.

Cacá fez sua estreia no time principal do Cruzeiro em 2018 e desde então se tornou um dos guardiões da zaga ao lado de Léo. O jovem defensor enalteceu a figura de seu companheiro e disse que se espelha no ídolo estrelado.

“Para mim é muito gratificante jogar ao lado do Léo. É um cara que já tem história e assim como ele fez a trajetória dele aqui, estou correndo atrás da minha. É muito bom jogar ao lado de um atleta experiente, humilde e que está sempre querendo ajudar”, citou.

Apesar de sua principal atribuição ser evitar a chegada dos atacantes adversários na área de defesa cruzeirense, Cacá considera ser fundamental também, quando possível, contribuir com a equipe de forma ofensiva. Ele lembrou do gol que anotou com a camisa estrelada em 2019, quando abriu o placar na vitória por 2 a 0 diante do Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro.

“Muito importante que não somente os atacantes, mas também os zagueiros trabalhem as finalizações. A qualquer momento no jogo pode surgir uma oportunidade e pode ser a que vá decidir a partida. Precisamos estar preparados para qualquer tipo de situação”, finalizou.

Site Oficial

Jovem com mandado de prisão em aberto é detido durante a Operação Alferes em Caratinga

Foto: Polícia Militar/Divulgação
Com ele, foram apreendidos cocaína, dinheiro, arma, maconha e material para armazenar drogas, segundo a Polícia Militar.

Um jovem de 24 anos com mandado de prisão em aberto foi detido na noite desta terça-feira (9) no bairro Santa Cruz, em Caratinga, durante a Operação Alferes. Com ele, foram apreendidas ainda uma arma, drogas, munições e materiais para armazenar entorpecentes.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito estava na Rua Radialista Nailton Gomes e tentou fugir para o interior de uma casa ao perceber a aproximação dos militares, mas acabou sendo contido.

Durante buscas no quintal, foram encontradas barras e porções de maconha, pinos de cocaína, munições calibre 38, dinheiro e um celular, entre outros itens.

O jovem preso e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia Civil de Caratinga.

G1 dos Vales

Coronavírus: Prefeitura de Imbé de Minas confirma primeira morte

Foto: Prefeitura de Imbé de Minas

Usiminas Mecânica apresenta proposta de fechamento da fábrica para setembro, diz Sindicato dos Metalúrgicos

Foto: Divulgação/Usiminas
Segundo o Sindipa, a empresa sugeriu demitir 200 funcionários neste mês e encerrar as atividades em, no máximo, três meses. Já a Usiminas Mecânica informou que não propôs o fechamento e que busca se adequar ao cenário atual.

A Usiminas Mecânica, empresa do ramo da construção civil e mecânica, apresentou uma proposta para fechamento da fábrica em Ipatinga (MG), segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga e Região (Sindipa). A reunião foi na tarde dessa segunda-feira (8). Informações do repórter Matheus Mesmer, do G1 dos Vales

De acordo com o presidente do Sindipa, Geraldo Magela, a diretoria da empresa procurou o sindicato em maio para fazer um acordo emergencial, propondo a aplicação das Medidas Provisórias 927 e 936, que tratam sobre as medidas trabalhistas para enfrentamento do estado de calamidade pública e suspensão do contrato e redução de jornada, respectivamente.

“A empresa queria aplicar também o lay-off por cinco meses e ainda queria a concordância do sindicato para demitir os trabalhadores. Nós não concordamos. Fizemos uma contraproposta que era melhorar a Medida Provisória 936, para que a gente fizesse esse acordo”, disse.

Ainda segundo o presidente, os representantes da empresa não deram um retorno e convocou uma reunião nessa segunda-feira para apresentar a proposta de fechamento da fábrica até setembro. Além disso, a empresa ofereceu três meses de plano de saúde aos empregados e pagamento do retorno de férias.

“A empresa veio falar que a diretoria decidiu por fechar a fábrica e demitir 740 trabalhadores, aproximadamente, sem contar com os trabalhadores indiretos. Eles desligariam 200 este mês e no máximo mais três meses para encerrar tudo”, explicou.
O sindicato procurou o Ministério Público do Trabalho que agendou uma audiência com o Usiminas para esta quarta-feira (10).

Em nota, a Usiminas Mecânica negou que propôs o fechamento da fábrica, e disse que busca uma adequação ao cenário atual. Informou ainda que a empresa acumula histórico de perdas devido à retração da economia, que agravou pela ausência de novos contratos e pelos impactos da pandemia da Covid-19.

“A companhia manterá todos os seus públicos informados de acordo com o avanço das negociações, que visam reduzir ao máximo o impacto para as pessoas e garantir a sustentabilidade da Usiminas Mecânica”, finalizou a nota.

Caso Marielle: delegado diz que 'não há nenhuma participação da família Bolsonaro' no crime

O delegado Antônio Ricardo Lima Nunes, titular do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP), afirmou na manhã desta quarta-feira que a Polícia Civil do Rio tem certeza que "não há nenhuma participação da família Bolsonaro" na morte da vereadora Marielle Franco (Psol) e seu motorista Anderson Gomes.

— Não tem nenhuma participação da família Bolsonaro nesse evento. Não temos indício dessa família no caso. Temos certeza que não há participação — afirmou Nunes.

Questionado sobre quais são os indícios que levaram os investigadores a descartarem o envolvimento de algum parente do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) na morte da parlamentar e seu motorista, Nunes garantiu que “não tem elementos que indiquem a participação”.

No ano passado, um dos porteiros do Condomínio Vivendas da Barra, no Recreio do Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, onde vive a família Bolsonaro, disse em depoimento à Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) que um homem chamado Élcio (que seria Élcio Queiroz, um dos acusados pela execução de Marielle) deu entrada no local em 14 de março de 2018 dirigindo um Renault Logan prata. Ele teria informado ao porteiro que iria visitar a casa 58, de Bolsonaro. O porteiro afirmou ter confirmado a entrada com o “seu Jair”.

O presidente, à época deputado federal, estava em Brasília conforme registros da Câmara dos Deputados.Questionado nesta quarta-feira se o porteiro havia mentido, Antônio Ricardo disse que “o porteiro é um senhor e pode ter se enganado no momento”. Aos jornalistas, o diretor do DGHPP afirmou que o caso poderá será solucionado ainda este ano.

— Temos outros inquéritos que vão resultar na prisão de outras pessoas — afirmou o delegado.

Segundo a Polícia Civil, até às 10h30 Maxwell Simões Corrêa, o Suel, de 44 anos, não havia prestado depoimento aos policiais.

EXTRA

terça-feira, 9 de junho de 2020

Bolsonaro diz que OMS não transmite confiança: “Parece um partido político”

Foto: Marcos Corrêa/PR
O presidente afirmou que o Brasil estuda romper laços com a organização quando acabar a pandemia do novo coronavírus

Ao fim da reunião com ministros no Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (09/06), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que a Organização Mundial da Saúde (OMS) age como um partido político e está “titubeando” em suas orientações sobre a pandemia do coronavírus.

“A OMS é uma organização que está titubeando, parece mais um partido político”, afirmou. O mandatário brasileiro sinalizou ainda que o governo avalia deixar a entidade após o fim da pandemia.

“Nós sabemos que não tem comprovação de nada no Brasil. Até a hidroxicloroquina não tem comprovação. Se desaconselhou estudos e pesquisas e depois se voltou atrás… Não é à toa que o presidente norte-americano [Donald Trump] deixou de lado aí, deixou de contribuir para a OMS. O Brasil, passada aí essa pandemia, vai pensar se sai ou não, porque não transmite mais confiança”, assinalou o chefe do Executivo.

Bolsonaro ainda apontou que as primeiras orientações passadas pela organização podem ter provocado a morte de muita gente, referindo-se aos sintomas e ao momento de procurar uma unidade de saúde. “Muita gente perdeu a vida, não pelo vírus, mas por ter ficado em casa. Muita gente sentiu dor no peito, mas não foi ao hospital”, criticou.

“Então, essa entidade não ajuda, no meu entender, não é de agora, com a devida responsabilidade que tinha que ter no trato desta questão”, concluiu o presidente.

Assintomáticos

Ao exemplificar as mudanças de orientações da OMS, Bolsonaro se mostrou animado com a informação de que pessoas assintomáticas têm poucas chances de transmitir o vírus. Isso, no entanto, não é uma posição defendida pela instituição, que ressalta não existir comprovação científica até o momento.

“A OMS, no dia de ontem [segunda-feira], disse que os assintomáticos raramente, ou melhor, chega a próximo de zero a possibilidade de transmissão. Então, isso vai mudar, no meu entender, todas aquelas medidas de governadores e prefeitos”, frisou o mandatário da República.

Ao ser questionado sobre a falta de comprovação a respeito do assunto, o presidente ironizou. “Especialistas? Aqui é o país de especialistas. Tem especialistas até de folha que cai no chão”, disparou. “Especialistas, por incrível que pareça, não acertam uma”, salientou.

Investigação

Durante a reunião ministerial, o titular de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, informou que o Brasil está articulando uma investigação contra a OMS, que, segundo ele, vem atuando de maneira pouco transparente e de forma incoerente nas orientações sobre medidas para conter o avanço do novo coronavírus.

“O Itamaraty, claro que sempre em coordenação com o Ministério da Saúde, acompanha o papel da OMS com muita preocupação: falta de independência da OMS, aparentemente, de transparência e coerência, sobretudo, falta de coerência na orientação sobre aspectos essenciais”, avaliou o ministro, citando aspectos como a origem do vírus, o compartilhamento de amostras, contágio por humanos , modo de prevenção e quarentena. Ele ainda apontou o uso da hidroxicloroquina como um aspecto em que a organização emitiu diretrizes diferentes.

“Em todos esses aspectos, a OMS foi e voltou. Em algumas situações, mais de uma vez, e isso nos causa preocupação. Isso é um problema sistêmico, não é acidental. Por quê? Temos que analisar. É um problema de influência de atores políticos na OMS? É uma questão de métodos de transparência?”, questionou o ministro.

Portal Metrópoles

Três barragens da Vale entram em nível 1 de emergência em Minas

As barragens da mineradora Vale 6 e 7A, da Mina das Águas Claras, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, além da Área IX, da Mina da Fábrica, em Ouro Preto, na Região Central de Minas, entraram no nível I de emergência. O processo teve início nesta terça-feira (9) e todos as estruturas estão inativas.

Segundo a mineradora, este alerta não requer a retirada de moradores das áreas de risco e nem o toque de sirenes. Ele significa estado de prontidão, uma situação adversa, mas controlável pela empresa. "A partir de inspeções mais recentes, não foram identificadas anomalias que possam comprometer a segurança das estruturas".

Ainda de acordo com a Vale, “o acionamento do Nível 1 das barragens mencionadas neste comunicado não impacta o plano de produção de 2020".

Hoje em Dia

OMS esclarece que assintomáticos podem transmitir covid-19

Foto: OMS/Divulgação
Uma live especial foi feita para falar sobre a polêmica

Após afirmar que a contaminação a partir de pessoas assintomáticas seria “rara”, a infectologista Maria Van Kerkhove – responsável técnica pelo time de combate à covid-19 da Organização Mundial da Saúde (OMS) – esclareceu hoje (9), em uma entrevista especial, que houve um mal-entendido sobre a fala.

“Recebi muitas mensagens pedindo esclarecimentos sobre alguns argumentos que usei ontem durante a coletiva de imprensa. Acho importante esclarecer alguns mal-entendidos sobre minha fala de ontem. O que sabemos sobre transmissão é que, [das] pessoas que estão infectadas com covid-19, muitas desenvolvem sintomas. Mas muitas não. A maior parte da transmissão conhecida vem de pessoas que apresentam sintomas do vírus e passam para outras através de gotículas infectadas. Mas há um subgrupo de pessoas que não desenvolvem sintomas. E, para entender verdadeiramente esse grupo, não temos uma resposta concreta ainda. Há estimativas de que o número gire entre 6% a 41% da população. Mas sabemos que pessoas que não têm sintomas podem transmitir o vírus”, reiterou.

A médica fez questão, ainda, de frisar que há diferenças entre “pré-sintomáticos” – aqueles indivíduos que foram infectados, mas que ainda estão na fase de incubação do vírus – e “assintomáticos” – os indivíduos que, apesar de infectados por um período mais longo de tempo, não desenvolveram nenhum sintoma clássico da doença.

“O que fiz referência ontem, durante a coletiva de imprensa, foi a poucos estudos, dois ou três, que foram publicados e tentaram seguir casos assintomáticos. Eu estava apenas respondendo a uma pergunta [feita por jornalistas], não estava declarando qualquer mudança de abordagem da OMS. Nisso, usei a frase ‘muito rara’, mas isso não quer dizer que a transmissão vinda de pessoas assintomáticas seja ‘muito rara’ globalmente”, argumentou.

Foco prático

Segundo Mike Ryan, médico epidemiologista especializado em doenças infecciosas e diretor executivo do Programa de Emergências da OMS, há um foco em ações práticas que diminuam os números de mortos e infectados por covid-19 em escala global. “Estamos tentando entender o que impulsiona a transmissão comunitária. Queremos salvar vidas. Quando damos conselhos sobre estratégias amplas de como controlar a doença, estamos focando em identificar os casos, acompanhar a trajetória [da infecção], testar esses casos e garantir que haja quarentena.”

O médico voltou a assegurar o entendimento da questão que, segundo a OMS, foi publicada por veículos de todo o mundo e gerou controvérsias sobre o papel do isolamento social e da quarentena. “Qualquer que seja a proporção de transmissão a partir de indivíduos assintomáticos – e esse número é desconhecido –, ela [a transmissão] está ocorrendo. Estamos convencidos disso. A questão é o quanto."

Agência Brasil