Seus anúncios aqui

Menino que teve perna amputada por linha chilena recebe visita do jogador Patric

Arquivo pessoal 
Hoje em Dia

O lateral-direito do Atlético Patric mal desembarcou em Belo Horizonte após a partida desse domingo (28), diante do Goiás, na capital goiana, e logo pela manhã desta segunda-feira (29) foi até Betim, na Região Metropolitana da capital mineira. O atleta visitou a casa do garoto Gabriel Lucas Alves, de 15 anos, que sonhava em ser jogador, mas teve a perna amputada após um acidente com uma linha chilena.

Segundo a tia do adolescente Rosimeire Alves Rosa, de 43 anos, o jogador e a modelo Paola Antonini - que perdeu uma das pernas em um acidente de carro - foram os responsáveis pelo "meio de campo" entre a família e o fisioterapeuta deles, Fabrício Daniel, que doou uma prótese para o jovem. "Ontem (domingo) o dr. Fabrício esteve aqui e oficializou a doação da prótese. Estamos todos muito gratos a ele, ao Patric e à Paola", disse.

Eu seu Instagram, Patric publicou uma série de vídeos que mostraram a visita à casa do garoto. "Nessa manhã eu estou indo visitar uma pessoa incrível, uma pessoa vencedora", disse antes de aparecer ao lado de Gabriel. "Já choramos, já sorrimos, já louvamos, já oramos. O Gab é um campeão, a gente está junto com um propósito e eu vim aqui abraçar esse guerreiro. Temos que aprender muito com ele. A gente veio dar um abraço, trazer uma lembrança. Mas, o mais importante de tudo, é que há esperança", falou o lateral.

Patric é pai de uma criança que também teve uma das pernas amputadas, o pequeno Dominic, de 3 anos. O garotinho nasceu com uma má formação, que foi diagnosticada ainda durante a gravidez. Em 2018, quando o filho do jogador tinha 2 anos, a família decidiu pela amputação da perna após orientação médica.

Nos vídeos publicados por ele, também é possível ver um tênis que o garoto ganhou do jogador. "Agradecer ao Patric pelo tênis e ao Fabrício, nosso fisioterapeuta, que está ajudando com a prótese. Logo logo eu estarei com esse tênis que o Patric me deu para para dar os primeiros passos com a prótese", disse o adolescente.

O acidente com Gabriel Lucas aconteceu na tarde de sábado (20), quando ele caminhava pela avenida José Inácio Filho, em Betim. O menino voltava do treino de futebol no clube São Cristóvão, onde jogava atualmente, quando foi atingido pela linha chilena, usada ilegalmente para empinar pipa.

Segundo o irmão dele, Amilton Júnior, de 18 anos, algumas pessoas que passavam pelo local contaram que uma pipa com a linha estava suspensa na rua quando um ônibus passou e ela ficou presa no escapamento. Ao se mover junto com o ônibus, a linha atingiu a perna do adolescente e deixou sérios ferimentos.

Após alguns dias internado, devido a complicações, a amputação da perna esquerda de Gabriel foi necessária, levando-o a acreditar que era o fim de seu sonho de se tornar jogador profissional. Porém, desde então ele vem recebendo apoio de atletas paralímpicos, que já anseiam que ele integre a equipe.

Postar um comentário

0 Comentários