Cruzeiro segura o River e empata sem gols na Argentina pelo jogo de ida das oitavas da Libertadores

📷 Bruno Haddad / Site Oficial / Cruzeiro 
Cruzeiro e River Plate fizeram um típico clássico Brasil versus Argentina, com muita raça e disposição e empataram por 0 a 0, em jogo válido pela primeira partida das oitavas de final da Conmebol Libertadores.

No começo do segundo tempo, o juiz Julio Bascuñan, do Chile, anulou um gol de Marquinhos Gabriel com a ajuda do VAR. A posição era bastante duvidosa. Já no fim da partida, no último lance do jogo, já depois do descontos, o juiz marcou pênalti de Henrique, alegando que o volante cruzeirense agarrou a camisa do adversário. Suárez foi para a cobrança e chutou por cima da meta de Fábio.

O resultado de empate foi o primeiro entre as equipes em toda a história do confronto. A próxima partida será realizada no dia 30, às 19h15, no Mineirão. Agora, o Cruzeiro volta a jogar no sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Às 19h, o time celeste recebe o Athletico-PR pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Jogo

A partida começou e o Cruzeiro chegou com perigo pela primeira vez antes do primeiro minuto, Orejuela tabelou com Pedro Rocha, recebeu na frente e bateu para o gol, a bola passou muito perto da meta argentina.

O River Plate chegou com grande perigo aos 24 minutos. Cruzamento da intermediária, Álvarez cabeceou, Fábio espalmou e Fernández pegou o rebote chutando a chance para fora.

Quatro minutos depois, nova chance para o time argentino. Falta na lateral da área, a bola foi batida e Fábio fez a defesa, Palacios pegou o rebote e chutou para fora.

Aos 36 minutos, nova investida do ataque celeste. Pedro Rocha recebeu pela esquerda, passou do marcador, de outro, mas foi interceptado pela marcação argentina.

Escanteio para a equipe argentina aos 43 minutos. Cruzamento para área e Rojas, que havia entrado no lugar de Pinola, cabeceou por cima da meta de Fábio.

Segundo Tempo

Logo aos dois minutos, Marquinho Gabriel foi lançado nas costas da zaga, saiu na frente de Armani e concluiu para o gol, o bandeirinha marcou impedimento e o VAR confirmou, mas a posição era bem duvidosa.

O time argentino voltou a atacar com perigo aos 21 minutos. Montiel fez boa jogada pela direita, passou por Léo e cruzou na pequena área, Orejuela, bem colocado, afastou o perigo.

Aos 39 minutos, escanteio para o River Plate. Cobrança na entrada da pequena área, Lucas Pratto, que havia entrado no lugar de Álvarez, cabeceou com muito perigo para a meta celeste.

Dois minutos depois, Cruzamento para área, Rojas cabeceou e e Fábio fez uma excelente defesa. Orejuela tirou no rebote.

River Plate 0 X 0 Cruzeiro

Motivo: Oitavas de final da Conmebol Libertadores
Data: 23/07/2019 (TERÇA-FEIRA)
Local: Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires-ARG
Público pagante:
Público presente:
Renda:
Árbitro: Julio Bascuñan (CHI)
River Plate: Armani, Montiel, Lucas Matinez, Pinola (Rojas) e Angieleri; Ignacio Fernández, Palácios, Enzo Pérez e De La Cruz (Cristian Ferreira); Matias Suárez e Julián Álvarez (Lucas Pratto)
Técnico: Marcelo Gallardo
Cruzeiro: Fábio, Orejuela, Dedé, Léo, Egídio, Lucas Romero (Jadson), Henrique, Robinho (Ariel Cabral), Marquinhos Gabriel, Thiago Neves (David) e Pedro Rocha
Técnico: Mano Menezes
Cartões amarelos: Palacios, Julián Álvarez, De La Cruz (River Plate), David, Léo (Cruzeiro)

Postar um comentário

0 Comentários