As últimas do esporte na região, no Brasil e no mundo. Saiba de tudo aqui no FUTBLOG DO SORRISO. Visite nossa página no Facebook. Siga-nos ainda no Instagram, Twitter e YouTube. FUTBLOG DO SORRISO: informação com dinamismo!

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Foi uma vergonha o que ocorreu ao Cruzeiro, na Argentina, contra o Boca Juniors

Crédito: Reprodução - Árbitro paraguaio consultou o VAR
Foi uma vergonha sem tamanho o que aconteceu ao Cruzeiro no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América. Se já não bastasse toda a pressão de um La Bombonera lotado, a arbitragem conseguiu atrapalhar tudo.

Ressalto que, sou a favor do uso do VAR no futebol. O problema ou a solução está em quem manuseia a "máquina". Isso que faz o diferencial. O mesmo que colocar uma ferramenta nas mãos de alguém. Ou sairá um serviço bem feito ou mal feito.

Repito: foi uma vergonha sem tamanho o que fizeram ao Cruzeiro. Após choque de Dedé com o goleiro do time argentino, Andrada, de forma normal, e sem qualquer coisa que o desabonasse, o Sr. Éber Aquino, do Paraguai, expulsou o jogador do time brasileiro de forma absurda ao fazer consulta ao VAR (Árbitro de Vídeo). Na visão dele (árbitro) Dedé agrediu o goleiro. Não houve nada disso.

Isso gerou uma revolta imensa nas redes sociais. O Boca já vencia e com a expulsão de Dedé aproveitou para ampliar: 2 a 0. O jogo de volta é em Belo Horizonte e a Raposa vai ter de reverter.

Boca Juniors: Andrada; Jara, Izquierdoz, Magallán e Olaza; Nández, Barrios, Pérez (Almendra), Pavón e Zárate (Villa); Benedetto (Tévez). Técnico: Guilhermo Schelotto.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho, Thiago Neves (Rafael Sobis) e Rafinha (Manoel); Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

Estádio La Bombonera

Gols: Zárate aos 35 minutos do 1º tempo e Pérez aos 37 minutos do 2º tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.